Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Silvio de Abreu recebe o desafio de salvar novelas da Globo

27 de julho de 2014 34
Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Podemos dizer com certeza que, nos últimos anos, as novelas da Globo passam por uma grave crise. Salvo uma ou outra exceção, como Avenida Brasil e Cheias de Charme, a audiência média das tramas tem ficado abaixo do esperado.

O que fazer, então, para salvar a teledramaturgia global?

De acordo com o colunista Flávio Ricco, a emissora resolveu criar um núcleo específico para analisar o problema. Sob o comando de Sílvio de Abreu, o grupo será responsável por decidir sobre os autores, elenco, direção, temas abordados, cronograma de gravações e duração das futuras novelas.

A estratégia é mais do que válida e Sílvio é um nome de peso para o cargo. O remake de Guerra dos Sexos foi uma tragédia, mas como eu já disse aqui, não podemos julgar o autor por uma ou outra novela mal-sucedida, mas sim avaliar o conjunto da obra. E o autor de histórias tão distintas como A Próxima Vítima, Passione e Belíssima sabe bem onde errou e onde acertou.

Bookmark and Share

Comentários (34)

  • Maria Helena diz: 27 de julho de 2014

    Michele, se os escritores lessem sua coluna certamente saberia onde se erra ou acerta, afinal é o maior mural de opiniões na internet.
    O clássico problema são os núcleos dispersos com enormidade de atores e pouco conteúdo.
    Tema apelativo como opção sexual, beijo gay não é mais novidade, esta caindo no enfado em repetição. A novela Império vai mostrar este tema quase que em comédia, o que segura um pouco o elenco, afinal nem todos gays são Felix e Nico.
    É preciso ouvir novos escritores, é preciso deixar a inovação ser transmitida por outros autores para fugir deste circo vicioso que tornou a dramaturgia.

  • Luiz H. S. Valente diz: 27 de julho de 2014

    Eu sei o que é, mas não adianta, por que eles vivem incorrendo nos mesmos erros! Eu mesmo, nunca mais pego uma novela para assistir, por melhor que possa parecer a trama! É que se a novela está boa está dando IBOPE, a Globo tem o péssimo hábito de esticar a mesma pra aproveitar o bom momento, e aí estraga a novela! O autor é obrigado a fazer “encheção de linguiça” e começa a encher de coisas incoerentes e sem sentido, que não levam a nada na trama principal! Ou a crescerem tramas paralelas que não despertam nenhum interesse aos telespectadores! Foi isso que levou a protagonista de “Senhora do destino” a viajar com toda família (?) para o nordeste e a vilã, Renata Sorrah, a morrer caindo de um lugar alto (?), que nem prestei a atenção o que era de tanto nojo que fiquei da novela, pois não tinha nada a ver! a “Avenida Brasil” e “Amor à vida” também ficaram cheias de cenas incoerentes, repetitivas e que não saíam do lugar enquanto se desenrolavam tramas paralelas para preencher o tempo dos capítulos! A mim não pegam mais, nem chamando o Sílvio de Abreu! Outra coisa: colocar gays e beijos gays, pode até gerar muita polêmica, o que é uma boa propaganda, e agradar a uma pequena parcela da população, mas desagrada à maioria, o que faz com que percam telespectadores! Será que não estão vendo isso? E este tema já saturou! Nem tá dando mais tanta polêmica, pois o povo já nem dá bola, mas não assiste a estas novelas! E não é isto que a Globo está reclamando? A falta de público? Pois é, continuem assim, fazendo novelas polêmicas direcionadas a um pequeno público e continuarão com uma pequena audiência! Ainda bem que botei TV à cabo< NOVELA, NUNCA MAIS!

  • Lisiana de Moura diz: 27 de julho de 2014

    Simples, ninguém mais aguenta essas histórias absurdas, que são mostradas pela novelas. Eles enfiam guela abaixo a promiscuidade, achando que isso irá dar ibope, só que afasta a família que assiste aos programas. Por acaso é obrigado ter núcleo gay na novela??? Uma novela pior que outra, os autores fazem qualquer coisa para tentar chamar a atração, agora mesmo na novela das 7, criaram um gaúcho pilchado gay….tem que ter muita paciência mesmo, eles adoram ridicularizar os gaúchos..

  • Maria Helena diz: 27 de julho de 2014

    Oi Michele, é o canal que mais frequento além do FB, tenho enorme carinho por esta integração respeitosa e rica em conteúdo de seu blog.
    Também adoro ler a opinião da CLAU, entusiástica a toda prova.
    Sempre estou aqui, abraços

  • Arlindo Numer diz: 27 de julho de 2014

    O maior problema hoje das novelas é que seus autores acham que só existem gays no Brasil e apelam muito no sentido de mostra-los em suas histórias. Já encheu o saco até dos GLS esta grande exposição.

  • Alvino diz: 27 de julho de 2014

    Alem de ter que aguentar Galvão Bueno,a Globo Consegue começar novelas as 4 da tarde e terminar somente as 11 horas da noite com um pequeno intervalo de noticias. Dai a minha pergunta ?? Quem tem saco pra aturar uma programação dessa.

  • PEDRO diz: 27 de julho de 2014

    O Luiz tem toda a razão. Focou exatamente os problemas das novelas. Ninguem mais aguenta a propaganda explícita que a Globo faz da homossexualidade. Afinal, querem convencer a todos que os brasileiros na sua maioria são gays? Ou querem que nossos jovens, nossos filhos se transformem em viados? Nunca mais em nossa casa alguem vai assistir novela. Isso tambem é o que ouvimos da grande maioria das pessoas.

  • agilberto endres diz: 27 de julho de 2014

    ha, globo , eu cansei de te avisar, veja quantos comentários já fiz,falando do baixo teor das novelas assinadas por seus autores.

  • Brisa De Verão diz: 27 de julho de 2014

    Isso, parem de assistir beijos gays nas novelas brasileiras e vão para a tv a cabo assistir os mesmos beijos gays nos seriados americanos. Ah, me poupem de tanta hipocrisia! Acho que eles devem fazer tramas ágeis para atrair os jovens e, ao mesmo tempo com conteúdo, para atrair os mais antigos… Não adianta nada trazerem temas interessantes e levarem a passo de tartaruga ou fazer uma coisa estilo “Velozes e Furiosos” e não ter estória.

  • Ana diz: 27 de julho de 2014

    Alguns comentarios citam os gays , como “problema” das novelas. ora, conto nos dedos as novelas que mostraram, com naturalidade casais do mesmo sexo. Fica ckaro o problema: publico. Se faz novela para um publico majoritariamente sem muita analise, enquanto um grupo mais refinado e critico esnoba as telenovelas. Resultado: tanto elite quanto classe trabalhadora – que muitas vezes ainda acumula o conservadorismo anti-gay e misogino – se distanciam da tv. Se ainda lessem ou lotassem salas de cinema…mas sempre esse maldito complexo de viralata a apelar para os enlatados dos USA, como diria Renato Russo. Antes Silvio de Abreu que ANCINE a dizer o que devemos assistir – se bem que deve ser o futuro passo.

  • vera diz: 28 de julho de 2014

    As novelas tem sido uma ofensa à inteligência dos telespectadores ;falta de coerência psicológica dos personagens que mudam da noite para o dia,sempre o mesmo sotaque nordestino mesmo não sendo passada por lá,erros graves de gramática ,adoram dizer por ex o prá tu e não pra ti;se arrastam meses e acontece tudo no último capítulo.Os autores querem difundir suas idéias pessoasi sõbre uma série de questões sociais com as quais nem todos concordam;não respeitam nem as leis da genética, em alguns casos, e não respeitam tb; os princípios mais elementares da moral e da ética e as pessoas estão cansando.É preciso com a responsabilidade de uma rede poderosa como a Globo dar um pouco mais ao povo brasileiro tão carente de bons exemplos!Ou não

  • Clau diz: 28 de julho de 2014

    Alguém chamou meu nome??? rsrs… MARIA HELENA!!! onde estás no FB? Estou lá como Clau e na página do NOVELEIROS. Podes me adicionar e quem mais que estiver aqui no Noveleiros. Sempre recebo as atualizações daqui em meu e-mail e até reservo a página para poder dar meu pitaquinho depois. Mas é uma coisa e outra e acabo não comparecendo todos os dias, pra deleite de quem me detesta. kkkkkkkkkkk….

    Concordo com vocês que a onda gay começa a perder seu fôlego. Mas creio que em Império, como tu disseste MARIA HELENA, dará sucesso devido ao personagem do Paulo Betti que sempre é o máximo em qualquer personagem que faz. Ele tem um lado cômico mesmo quando faz outros personagens, até os vilões. E essa perseguição dele atrás do Cláudio, via gerar boas risadas, acredito. O personagem gay de José Mayer, vai mostrar um outro tipo. O que se esconde mesmo, que é casado e acima de qualquer suspeita. Eu conheci um senhor assim… Na época eu devia ser muito retardada pois nem imaginava que tanto o homem queria sair pra passear como cachorro em plena noite. Achava normal Mas quando a esposa dele uma ocasião quis ir junto e ele não permitiu, aí um sinal de alerta começou a tocar na minha mente. Como era o pai de uma ex namorado, não quis comentar o caso. Mas notei que minha ex-futura-sogra ficou muito constrangido com essas manias de meu ex-futuro-sogro. Esse tipo de homem existe sim. E gostei de ver Aguinaldo colocando esse assunto no ar. Não para ter beijo gay e sim contar o caso em si.
    Mas preparemo-nos! vei aí Fernanda Montenegro e Nathália Timberg. Octogenárias e lésbicas. E também acredito que não terá beijo gay, mas sim mostrar que elas, as personagens sofreram muita perseguição pois era duas mulheres casadas que largaram suas vidas para viverem juntas. Foi o que li ainda pouco no Na Telinha.

    Sinceramente? sinto falta das boas novelas das décadas de 70, 80, 90…. Tinham mais assunto. Talvez a internet seja responsável pela baixa audiência. Não concordo com LUIZ S. H. VALENTE, pelo menos não de todo. A audiência das novelas se perdeu com o advento da internet e TV a cabo. Há muito mais possibilidades pra se assistir nas telinhas. Quem não quer assistir novelas, pode ver um filme até no youtube. Ontem assisti dois filmes bem antigos. E as TVs a cabo que dão muita informação e conteúdo. Então não penso que sejam os argumentos das tramas que assustam. Eu acho que a violência me deixa muito pior do que um casal gay em uma novela. A novela do pseudo politicamente correto Manoel Carlos que muita gente diz ser família e lindinha, colocou um cara com um facão querendo matar a mulher e quase decepa os dedos da empregada. Isso pra mim é o pior que existe. E depois tal personagem vai se queixar pra família e NINGUÉM denuncia o agressor. Que moral isso tem?????? num mundo violento com machistas e ciumentos que acham que podem tudo e ainda a novela mostra cenas assim??
    O que critico é que um autor que POSA de bom mocismo, coloca na trama personagens sem moral alguma ou surtados em tempo integral. Depois o mesmo autor vem falar em FAMÍLIA e seus valores??? TENHA DÓ!

    Estou gostando de Império. Pelo menos por enquanto. Mas LUIZ S.H.VALENTE tem toda razão quando fala no ESPICHAMENTO. Sim, é um horror! E por isso sou da opinião de que as tramas precisam ter menos tempo no ar. Mas pelo jeito ainda não vai ser, pois li que a próxima do Gilberto Braga e com Fernanda e Nathália na trama, vai começar lá por MARÇO DE 2015. Então teremos uns 8 meses pela frente. ESTE É O PROBLEMA! Pra que tanto tempo? Por que não começar em JANEIRO?? Acho que Império por 6 meses estaria mais que bom. Mas vamos ver… Embora ache que em breve estaremos aqui reclamando da trama porque se espichou.

  • Ronaldo Daniel Bastos diz: 28 de julho de 2014

    A queda na audiência pouco tem a ver com escritores e tramas mal elaboradas, hoje tem Internet, TV a cabo, vários shoppings, cinemas, peças de teatros, livros, YouTube, o público tem mais opções, não são mais reféns de só ver novelas. A TV aberta está fadado a falência, o povo cansou de só assistir programas pasteurizados e enlatados, foi a TV que subestimou o telespectador.

  • Carlos diz: 28 de julho de 2014

    Ufa! bendita hora que optei pela tv por assinatura…livre dessas novelas,livre do Galvão,livre do Faustão…

  • Larissa diz: 28 de julho de 2014

    Concordo plenamente com o Alvino! A Globo tem novelas demais na programação, e todas têm, praticamente, a mesma história. mocinhos que se separam a novela toda, vilões que pintam e bordam e nem no final são punidos, gays, piriguetes, sexualidade explícita, violência explícita, valores distorcidos, onde quem é malandro se dá bem e quem é honesto se ferra.. Novela que corre nos primeiros capítulos, se arrasta por meses e na última semana correm pra dar final pra tanto personagem… Quem tem saco pra ver 6 novelas praticamente com esse mesmo núcleo? Cansa! Tanto que eu me cansei faz anos já..

  • clovis almeida diz: 28 de julho de 2014

    As novelas da Globo eu torço para que cada dia tenha menos audiência ao menos enquanto continuarem num trabalho incessante de terminar com a Família , e um apelo enorme de gays , lésbicas e etc , acho que cansou , todo mundos abe que existe e tem que respeitar a opção sexual de cada um , mas empurrar goela abaixo de que é normal já é demais .E a concorr~encia é muito estupida porque procura copiar o mesmo modelo .

  • Jamile diz: 28 de julho de 2014

    CLAU, não tem como colocar o link da página dos noveleiros aqui? Achei várias páginas lá de novela, não sei qual é a daqui! Obrigada ;)

  • Luiz H. S Valente diz: 28 de julho de 2014

    Realmente, como disse a Clau, a TV aberta perdeu muito com o advento da internet e da TV a cabo, mas novela da Globo é uma instituição! Tem um público cativo, que passa de geração em geração desde 1910! Descontando a perda para a TV a cabo e para a internet, Temos que contabilizar esta perda adicional do público desiludido com esta sequencia de gay-novelas, dentre estes eu! Outra coisa é enorme promiscuidade que eles vendem nas novelas! Tá certo que o sexo está liberado, perdeu muitos tabus, e etc., etc., etc., mas não é esta promiscuidade toda que apresentam nos folhetins! Casais apaixonados que logo em seguida trocam de parceiros, depois trocam de novo, depois voltam para os mesmos, e tudo isto numa velocidade vertiginosa! E o sentimento, onde fica? E o pior é que estão vendendo esta imagem para o mundo todo,! É por isto que muitos torcedores vieram para a Copa no Brasil com a ideia de se dar bem, sexualmente falando, já que isto aqui não passa de um imenso bordel!

  • miriam ramos mason diz: 28 de julho de 2014

    Concordo com a maioria dos comentarios que li acima. Realmente essa historia de gays e lesbias ja deu o que tinha de dar. Alias como disse um dos autores de amor a vida ‘gay e sempre gay, sempre existiu por isso nao entendo essa de ficar mostrando isso o tempo todo. Tambem sinto falta das novelas de antigamente, agora isto e muito bom, estou lendo mais que e muito melhor e muitos deveriam fazer o mesmo.
    Essa novela Meu pedacinho de chao e excelente, uma pena que vai acabar logo. Vejamos que e uma pbra de um escritor famoso, merece nota dez e que se a globo for continuar com essa charopada de novelas que continue a botar novelas boas e com bom conteudo. Essa novela das sete, so assiti a um capitulo e o fim da picada de ruim, que estoria e essa de colocar esses autores a misturar o ingles com portugues?
    Por acaso tem muitos brasileiros falando ingles?

  • Bruno diz: 28 de julho de 2014

    Quanta hipocrisia! Alguém falou aí em cima que os autores das novelas acham que só existem gays, e colocam eles à exaustão nas novelas. A questão não é essa, mas sim o preconceito da sociedade, que só será vencido no momento em que as pessoas não se chocarem tanto com algo que não deveria causar tantas reações inflamadas – o amor entre duas pessoas. Quantos personagens tinham ao total na novela amor à vida? Uns 80? E quantos eram gays? TRÊS! E aí as pessoas vem falar em ditadura gay??? Seria uma ditadura se esse número fosse invertido: uma minoria de héteros e a maioria gays. O mesmo vale para em família – 2 lésbicas, num mar de personagens héteros.

    Mas gay/lésbica não pode, porque o que vou dizer pros meus filhos? Traição, assassinato, cenas de sexo explícito pode, as crianças vão achar normal. As novelas se tornaram desinteressantes, pois hoje existe internet e outros meios de entretenimento. Além disso, a duração das mesmas cansa o público.

  • Maria Helena diz: 28 de julho de 2014

    Este espaço dinâmico esta se tornando cada vez melhor.
    CLAU não te encontrei no FB, alias acho que o pior dele é a falta de localização das pessoas e a dificuldade em encontrar o que postamos, parece que se perde no todo e nunca mais encontramos.
    Ou seria minha deficiência on line?
    De qualquer foma escrevi no Blog Noveleiros um recadinho assim.
    Michele você tem o FB da CLAU, risos
    Progresso em amizade virtual risossss
    Abraços

  • Clau diz: 28 de julho de 2014

    MARIA HELENA!!!! rsrs… Viu deixar meu nome do perfil aqui. Assim tu, JAMILE e quem mais quiser podem me adicionar no FB. :)

    Clau P. Ruschel

    E BRUNO, concordo totalmente contigo.

  • nietchz diz: 29 de julho de 2014

    Excelente instrumento de manipulacao das massas.

  • Marcelo diz: 29 de julho de 2014

    Li todos o comentarios acima e quero dizer que na minha opinião as novelas deveriam ser totalmente revistas do ponto de vista crítico,que o brasileiro gostaria de se ver mais na televisao mas de uma forma inteligente e interessante acho que pra isso as novelas perderam e muito a forca nao quero botar a culpa em um tipo especifico de pessoas que vem sendo mostradas a algum tempo mais sim ao conjunto das obras tem novelas que parecem um deja’vu de ou outras eos tais remakes parecem totalmente distorcidos do original e com o tempo as pessoas se cansam de mais do mesmo e a verdade é que não só as novelas mais todo o conteúdo das tvs abertas cairam numa mesmice sem fim. Um ótimo exemplo são os domingos da televisao gente quem aguenta o Faustão e as porcarias da da record e sbt? Sem falar nos outros canais que sinceramente não vou nem perder meu tempo comentando. É isso gente um abraço a todos.

  • vicente diz: 29 de julho de 2014

    Veja o que fizeram com o sitio do pica pau amarelo, transformaram-no em desenho ridiculo, falta é TALENTO , CRIATIVIDADE, ENVOLVIMENTO do elenco, e temos excesso de tramatizaçao, cenas muito rapidas, de forma a nao dar tempo para o espectador SENTIR a trama. Quando a emissora possui cenarios relativamente simples o elenco dava shown de teledramaturgia, hoje temos grandes cenarios, ate locais internacionais, porem com ELENCO FRACO em interpretaçao e cenas movimentadas demais. Compare o cenario e o elenco , por exemplo , da novela GABRIELA de 1976 e o desastroso remake com alteraçao da propria historia, veja a atuaçao e qualquer um notara a grande diferença de atuaçao do elenco, compare outros remake, como SARAMANDAIA, O ASTRO , etc, NAO TEMOS MAIS O PADRAO DA EMISSORA.

  • Luiz H. S. Valente diz: 29 de julho de 2014

    Bruno, discordo de ti! Tu achas que a maneira de vencer o preconceito da sociedade é empurrando goela abaixo? Forçando uma situação? Tentando forçar as pessoas a aceitarem na marra? Na minha opinião, isto dá efeito contrário: cada vez aumenta mais a rejeição, pois cria-se uma competição! Outra coisa, este argumento de que traição, sexo explícito, violência, drogas, etc. podem ser veiculadas e cenas de homossexualismo não, já encheu! Estas cenas já fazem parte do cotidiano, já fazem parte da cultura do povo, com a diferença que são divulgadas a muito tempo e foram introduzidas ao natural! Veja bem, não estou afirmando que sejam politicamente corretas, mas são aceitas pela sociedade com as devidas restrições de horário e faixa etária! Já as cenas de homossexualismo não fazem parte deste rol e soam estranhas ainda! Realmente, o preconceito da sociedade só será vencido no momento em que as pessoas não se chocarem tanto com algo que não deveria causar tantas reações inflamadas! Mas isto só acontece com o tempo, da mesma forma que o beijo heterossexual também causou escândalo e demorou para ser aceito! Vocês estão fazendo isto da forma errada, e o que começa errado, termina errado! Forçar a barra não adianta, saturação não adianta, polemizar não adianta! Tudo isto só provoca litígio!

  • VICENTE diz: 29 de julho de 2014

    Fico triste ao ver as novas geraçoes que perderam muita coisa dos anos 60, 70 e 80, nao temos mais OS TRAPALHOES, A DISCOTECA DO CHACRINHA, SILVIO SANTOS, A GRANDE FAMILIA ANTIGO, FAÇA AMOR MAS NAO FAÇA GUERRA, BALANÇA MAIS NAO CAI, A PRAÇA É NOSSA ANTIGA, O SITIO DOS ANOS 70, GLOBINHO COM PAULA SALDANHA, OS VARIOS SERIADOS, O HOMEM BIONICO, A MULHER BIONICA, TUNEL DO TEMPO, TERRA DE GIGANTES, TARZAN COM RON ELY, ZORRO COM WILLIAN GUY, A FAMILIA DO-RE-MI, MARY TAYLE MORE, A FEITICEIRA , JEANNIE É UM GENIO, PERDIDO NO ESPAÇO, OS VARIOS DESENHOS DA HANNA-BARBERA, O PERNALOGA, OS BANANAS SPLITS, DISNEYLANDIA, ETC. Quanta saudades!!!!!!!!!!!!!!

  • Maria Helena diz: 29 de julho de 2014

    Clau P. Ruschel
    Não tem como te adicionar, porque?
    Lindona você, prazer, vamos escrever uma novela juntas?
    Isto mesmo que tal criar um blog ou escrever em algum site de cronicas?
    Abraços
    PS Quem é bruno?

  • Jamile diz: 29 de julho de 2014

    Valeu Michele, já entrei na página! Também tentei te adicionar CLAU e não consegui, mas deixei uma mensagem! Se puder me add, bjs!

  • Diego Martins diz: 16 de agosto de 2014

    Acho que é um pouco tarde pra opnar nesse assunto, mas deixo aqui minha opnião…
    Como disse uma vez o grande Benedito Rui Barbosa ” O problema de IBOPE não é do autor, sim da emissora”, pra mim os autores são muito manipulados pelo chefão IBOPE, a ultima novela que funcionou recentemente foi Meu Pedacinho de Chão do Benedito R. B, ha quem não goste das novelas dele, mas pra mim são as que tiveram maior conteúdo, porque o Bené mexe na ferida do pais, falando de Politica, Corrupção, analfabetismo, Direitos,a união da familia e claro, aquele arzinho campeiro,da fazenda, do mato, que só ele sabe escrever, quem não se lembra do Rei do Gado, Cabocla, Sinha moça, Pantanal, cadê isso hoje? As novelas estão muito concentradas nas grandes cidades, esquecem do publico dos Interiorzão, e se preocupam mais com aqueles que tem os aparelhos do Ibope ligados em casa.

  • Walef Carvalho diz: 30 de dezembro de 2014

    Já não assisto mais novelas; por que estão muito repetitivas, sem criatividades, sem inovações. E esse negoço de que toda as novelas tem que ter homossexuais escandolosos, pra mim ficou estressante. Nada contra homossexuais; também curto homem; mas levo a entender que estão fazendo marketing dos homoafetivos.
    Saudades da novela Da Cor do Pecado, eu tinha onze anos na época; marcou minha infância. Olha que a Rede Globo já repetiu duas vezes depois de 2004 o ano que foi ao ar; mas foi muito emocionante!

  • Mariah Patchwork diz: 30 de dezembro de 2014

    É preciso investir em sangue novo no mercado de novelas.
    A decadência se dá a repetição de autores sem inovação.
    Raras preciosidades como Avenida Brasil e Amor a Vida se equipara aos grandes tramas do passado.
    A homossexualidade também tem seu mérito na baixa qualidade da atualidade, estão forçando demais este assunto, tanto que qualquer dia a novidade será ser hétero.

Envie seu Comentário