Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Qual será o destino de Serelepe em Meu Pedacinho de Chão?

01 de agosto de 2014 9
Renato Rocha Miranda, TV Globo

Renato Rocha Miranda, TV Globo

Chegou a hora de nos despedirmos de Meu Pedacinho de Chão, infelizmente. A encantadora novela chega ao fim logo mais, com direito a festa de casamento dos dois casais mais lindos de Vila Santa Fé.

Enquanto todos se preparam para a festança, as noivas, Juliana (Bruna Linzmeyer) e Gina (Paula Barbosa), capricham na produção para deixarem Zelão (Irandhir Santos) e Ferdinando (Johnny Massaro) ainda mais apaixonados.

Mas uma dúvida vai mexer com os habitantes da cidadezinha: por onde anda Serelepe (Tomás Sampaio)?

O menino percebe que o Coronel Epa (Osmar Prado) não tem a menor intenção em adotá-lo e resolve fugir da fazenda. O único a quem Lepe dá adeus é Nando, a quem considera um irmão mais velho.

Segundo o site da novela, Padre Santo (Emiliano Queiróz) encontra o garoto escondido na igreja, pronto para ir embora. Será que ele vai mesmo ter coragem de abandonar a amiga Pituquinha (Geytsa Garcia).

A não ser que Benedito Ruy Barbosa deseje surpreender o público, Serelepe deve ter um final feliz ao lado da companheira inseparável. Catarina (Juliana Paes) certamente mexerá os pauzinhos para adotar o menino, afinal, ele e Pituca já são “como dois irmãozinhos”, como a madame adora dizer.

A primeira versão de Meu Pedacinho de Chão ganhou uma espécie de continuação na década de 1980. “Voltei pra você” mostrava Serelepe e Pituca já adolescente, descobrindo o amor.

Seria uma boa ideia, daqui a alguns anos, voltar ao mundo mágico de Meu Pedacinho de Chão, com as crianças já crescidas. Para os fãs da novela, seria uma ótima pedida, né?

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • Adriano diz: 1 de agosto de 2014

    A melhor novela dos últimos tempos. Chega dessas novelas sensaciolistas e com grande apelo sexual.

  • Lóia Rejane Weidlich diz: 1 de agosto de 2014

    É uma pena que a novela tenha sido tão curta. Foi linda, pois resgatou a pureza, a gentileza, a suavidade e o encantamento, além do belo cenário e guarda roupa incrível. Espero que não seja substituída pelas recorrentes baixarias que banalizam o sexo, que valorizam a malandragem e que incentivam todo o tipo de mau comportamento.

  • Yvette Turco diz: 1 de agosto de 2014

    Esperarei “MEU PEDAZINHO DE CHAO III ” algum día! PARABÉNS AME, ADORÉ LINDA DEMÁS BESOS DESDE VENEZUELA

  • Dieisson diz: 1 de agosto de 2014

    Mordi minha língua! É com esta expressão idiomática que começo a minha ponderação com relação a novela das 18 horas Meu Pedacinho do Chão. Quando começou a ser transmitida, pensei que era uma novela feita estritamente para o público infantil, com linguagem própria, muitas cores e personagens que se vestem como em um conto de fadas. Confesso que muito falei por aí que a novela não prestava e que não condizia com a realidade. MENTIRA! A novela condiz muito com o tempo de outrora e faz menção a inúmeros aspectos da nossa atual realidade. A história é envolvente, mostra a busca pelo amor e que ele pode fazer com que até o mais ignorante dos homens, pode se tornar alguém melhor e buscar aprender para surpreender a mulher amada. Também, traz a nossa sociedade que anda um pouco esquecida, a função primordial dos professores, que é a de promover a educação de jovens e adultos. Bom, não quero me estender, a novela incentivou jovens e adultos a valorizar mais os sentimentos e principalmente a valorizar os estudos e a política. E agora posso dizer, foi uma ÓTIMA novela e sentirei saudades!

  • Marco diz: 1 de agosto de 2014

    A Globo não precisa fazer algo para melhorar suas novelas que estão em decadência? Então, está aí uma razão para recuperar o respeito do público, produzindo novelas tão lindas e emocionantes como “MEU PEDACINHO DE CHÃO”, a melhor novela dos últimos tempos!!!

  • Ilsa Lucimara Bonezi diz: 1 de agosto de 2014

    Incrível, o comentário do Dieissom foi perfeito, resgate do coração puro, da amizade, da solidariedade, do acolhimento e principalmente do respeito pelo outro, muito bem composto pelo autor na mais absoluta falta de preconceito, convívio de todas as classes com todos os povos. Felizes seremos no dia que rompermos as barreiras do preconceito. Nós vimos neste poema em forma de novela, a professora com o analfabeto, o médico que chamou a curandeira para ser sua enfermeira, nossa tudo muito lindo…… só pelo ver de novo……

  • Fabiana diz: 2 de agosto de 2014

    Parabéns a Rede Globo! Tentou algo diferente e deu certo. Realmente, a melhor novela de todos os tempos, emocionante do início ao fim. Resgate da pureza, da beleza no seu sentido mais amplo…beleza interior e não exterior. Que final lindo! Surpreendente.

  • m_sinistra diz: 2 de agosto de 2014

    só fico um pouco sem sentido essa história do lepe ser filho do epa e não do Prefeito das antas mais tirando isso a novela foi linda todos que fizeram a novela estão de parabéns

  • Ana Lima diz: 6 de agosto de 2014

    Parabéns autor, produtor, artistas e todas as pessoas envolvidas na produção dessa linda novela.Rede Globo mostrou que a pureza, a decência,o respeito ao próximo estão acima do sentimento degradante que se vê em muitas produções. Que venham mais novelas desse nível, o mundo moderno clama por elas.
    [jm87pç

Envie seu Comentário