Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 18 agosto 2014

Com ciúmes de Chay Suede, Caio Castro aceita papel em novela

18 de agosto de 2014 16
Ellen Soares, TV Globo

Ellen Soares, TV Globo

Alguns atores mal começam a carreira e já começam com estrelismo. Um dos “sintomas” disso é quando os iniciantes querem se dar ao luxo de escolher papéis e passam a recusar personagens que não lhes agradam.

Caio Castro tem poucos anos de carreira, mas já se acha capaz de dizer “não” a certos trabalhos. Ele estava cotado para Lady Marizete, uma das próximas novelas das 19h, mas alegou querer “descansar a imagem”. Nos bastidores, cogitou-se colocar Chay Suede como protagonista da trama, ao lado de Tatá Werneck.

Porém, ao se sentir ameaçado pelo novo galãzinho da Globo, Caio voltou atrás e prontamente aceitou o papel de bandido em Lady Marizete. Assim, segundo o Uol, Chay foi remanejado para Babilônia, novela de Gilberto Braga, Ricardo Linharas e João Ximenes Braga. Com esse troca-troca, o novato se deu bem, já que vai brilhar no horário nobre…

João Miguel Júnior, TV Globo

João Miguel Júnior, TV Globo

Cá entre nós, Chay Suede mostrou em uma semana o que Caio Castro não mostrou em cinco anos de carreira. Ao viver José Alfredo na primeira fase de Império, o ex-Rebelde humilhou o ex-Malhação.

E vocês, quem preferem: Caio Castro ou Chay Suede?

Bookmark and Share

Mocinha indecisa: Após beijar Vicente, Cristina se declara a Fernando em Império

18 de agosto de 2014 2
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Como todo “novelão” que se preze, Império tem alguns dilemas amorosos que prometem mexer com o coração do público. A mocinha Cristina (Leandra Leal), por exemplo, logo se verá dividida entre dois amores.

Noiva de Fernando (Eron Cordeiro), Cris acabará ficando balançada por Vicente (Rafael Cardoso). No capítulo de hoje, segundo o site da novela, o cozinheiro se declara e beija a moça:

- Eu era… Era louco por você… Como acho que ainda sou - derrete-se ele.

Mas como toda heroína de novela, Cristina ficará um bom tempo confusa sobre seus sentimentos. Mesmo após beijar Vicente, ela não terá coragem de terminar a relação com Fernando. Mais do que isso, ela nega que tenha alguma coisa com o rapaz e se declara ao noivo:

Eu quero ficar com você, não acredita nos fuxicos da tia Cora, ela é assim mesmo, adora ver o circo pegar fogo. Ele é meu amigo de infância. O que existe entre a gente é só uma velha amizade. 

Após várias mocinhas rejeitadas no horário nobre (Morena, Paloma, Luiza…), Cristina é o tipo de heroína pela qual vale a pena torcer. Leandra Leal imprime o realismo necessário à personagem e não se deixa cair na chatice e chororô típicos das mocinhas de novela. É uma batalhadora, como tantas que existem na vida real.

Bookmark and Share

Boogie Oogie: Rafael pode perder licença para pilotar

18 de agosto de 2014 4
Estevam Avellar, TV Globo

Estevam Avellar, TV Globo

Alguém espanta a nuvem cinza que paira sobre Rafael (Marco Pigossi), por favor? Desde o primeiro capítulo de Boogie Oogie, o bonitinho anda numa maré de azar, e as coisas vão piorar ainda mais…

Depois de quase morrer em um acidente de avião e ser salvo por Alex (Fernando Belo), Rafa começou a ser acusado por Sandra (Isis Valverde) de ser o responsável pela morte de seu noivo. Justo ela, a moça por quem o piloto havia se apaixonado dias antes. Pra piorar, o rapaz vem sendo pressionado pela família a se casar com a mimada Vitória (Bianca Bin), já que a moça é milionária.

No capítulo desta segunda-feira, Rafael vê sua vida piorar ainda mais. Prestes a perder sua licença para pilotar, ele desabafa com os tios sobre o acidente:

- Já repassei o momento do acidente na minha cabeça um milhão de vezes, cada detalhe. O motor falhando… Os comandos não respondiam… Uma fumaceira… Eu com medo de cair em cima de uma casa, matar pessoas.

Depois de toda a fantasia de Meu Pedacinho de Chão, a Globo resolveu apostar no clássico “novelão” no horário das seis, e foi um tiro certeiro! Boogie Oogie atraiu a atenção do público, seja pela coleção de clichês (moça abandonada no altar, amor à primeira vista, troca de bebês…), seja pela reconstrução fiel da década de 1970, a trama de Rui Vilhena teve ótima repercussão e boa audiência nos primeiros capítulos. Isso sem falar na trilha sonora maravilhosa, que dá vontade de dançar no meio da sala. Império e Boogie Oogie provam que é o “mais do mesmo” que faz sucesso, pode ser um investimento muito mais seguro do que inovações como Geração Brasil e Além do Horizonte. Será que é do bom e velho “novelão” que o povo gosta?

 

Bookmark and Share