Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 26 agosto 2014

O mistério continua! Tony Ramos diz que já gravou cinco finais de O Rebu

26 de agosto de 2014 6
Estevam Avellar, TV Globo

Estevam Avellar, TV Globo

O Rebu começou muito bem, mas deu uma caída na segunda semana. Mesmo assim, é uma trama gostosa de assistir, intriga o telespectador e mantém o mistério na medida certa.

A novela chega ao fim no dia 12 de setembro, por isso é fundamental manter o suspense sobre a morte de Bruno (Daniel de Oliveira) até os últimos capítulos. Pensando nisso, a produção da trama está usando a velha tática de gravar vários desfechos, para que nem os atores saibam o que vai acontecer.

O personagem de Tony Ramos, o corrupto Braga, é um dos principais suspeitos do crime. O ator contou ao GShow que já gravou cinco finais diferentes, e deve ter mais quatro desfechos gravados até o final da trama.

Braga é um suspeito muito óbvio, pois é um dos grandes vilões da história e tem todos os motivos do mundo para ter dado fim à vida de Bruno. Eu apostaria em uma surpresa no final, por exemplo, se fosse Duda (Sophie Charlotte), que até agora parece ser a mais inocente e apaixonada pela vítima.

E aí, quem será que matou Bruno?

Bookmark and Share

Será? Robertão pode se apaixonar de verdade por Téo em Império

26 de agosto de 2014 2
Ellen Soares, TV Globo

Ellen Soares, TV Globo

Se fosse um personagem de Geração Brasil, Robertão (Rômulo Netto) certamente faria parte do reality show “Geração Nem Nem”. Afinal, o malandro de Império “nem” estuda, “nem” trabalha, só curte a boa vida proporcionada pela irmã, Maria Isis (Marina Ruy Barbosa). O mais parecido com “trabalho” que ele arrumou foi se insinuar para Téo Pereira (Paulo Betti), o que já lhe rendeu uma boa grana.

Aliás, o que o Robertão-ão-ão (como diria Xana, hehe) está louco pra arrumar é alguém que o sustente, por isso, faz de tudo para seduzir o blogueiro venenoso. Mas essa história pode sofrer uma reviravolta, segundo o blog Folhetim.

Robertão e Téo chegam a sair juntos algumas vezes, mas o rapaz acaba estragando tudo ao comentar:

Se tu não fosse boiola, eu até gostava de você.

Magoado, Téo inventa que “conheceu outra pessoa”. É aí que Robertão começa a perceber que está se envolvendo de verdade com o fofoqueiro. Será que vai rolar um sentimento?

Bookmark and Share

Após 40 anos, Francisco Cuoco e Betty Faria voltam a fazer par romântico

26 de agosto de 2014 2
Banco de Dados, TV Globo

Banco de Dados, TV Globo

Em 1975, a primeira versão de Roque Santeiro foi proibida pela censura, apesar de ter 30 capítulos já gravados. O trio de protagonistas, formado por Francisco Cuoco, Betty Faria e Lima Duarte, acabou sendo reaproveitado para uma nova novela, escrita às pressas pela autora Janete Clair.

Nascia assim Pecado Capital, que acabou sendo um grande sucesso na época. O remake, de 1995, não causou o mesmo furor e até hoje Francisco Cuoco e Betty Faria são lembrados como Carlão e Lucinha.

Quase 40 anos depois, Carlão reencontra sua Lucinha em Boogie Oogie. Ou melhor, Cuoco tem a chance de fazer par romântico com Betty mais uma vez, em uma clara homenagem a um casal que marcou época nos anos 70. Na atual trama das 18h, o ranzinza Vicente vai se encantar pela alegria de dona Madalena.

Ellen Soares, TV Globo

Ellen Soares, TV Globo

Betty Faria contou ao Extra sobre a alegria de rever o velho amigo:

É uma delícia esse reencontro, porque a gente se gosta muito. Além de o Chico ser um grande ator, ele é um grande companheiro, um amigo de horas inesquecíveis.

A atriz ainda comenta a coincidência de estar substituindo Regina Duarte, que havia sido escalada para Boogie Oogie:

A vida é tão engraçada que eu estou fazendo um papel que, inicialmente, seria da Regina Duarte, para quem eu dei, em 1985, a Viúva Porcina de Roque Santeiro.

Pois é, Roque Santeiro, como muita gente sabe, acabou indo ao ar dez anos depois da proibição, mas com apenas Lima Duarte do elenco original. José Wilker assumiu o papel de Roque no lugar de Francisco Cuoco, e Regina Duarte brilhou como a Viúva Porcina.

Mais uma coincidência: Boogie Oogie lembra muito Dancin’Days, trama de 1978 que deveria ter Betty Faria no papel principal. Com a desistência dela, Sônia Braga se consagrou como Júlia Mattos.

Bookmark and Share