Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Luan Santana fará participação especial em Malhação

01 de setembro de 2014 3
Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Já que a atual temporada de Malhação anda bem fraquinha, o jeito é investir em participações especiais pra tentar atrair a atenção do público. Depois de NX Zero, Dinho Ouro Preto e Marcelo Adnet, o próximo a aparecer na novelinha é o cantor Luan Santana, de acordo com o Na Telinha.

O sertanejo, que tem a música “Tudo o que você quiser” na trilha sonora de Malhação, deve cantar ao lado da aspirante a estrela Mari (Maria Luiz Campos).

Outra tentativa de levantar a audiência da temporada foi chamar de volta personagens de sucesso, como a periguete Fatinha (Juliana Paiva).

Será que ninguém percebe que a fórmula de Malhação já se esgotou? O velho clichê de duas irmãs disputando o mesmo bonitinho não emplacou, a mocinha mais uma vez é odiada pelo público e os atores veteranos não dão conta do recado sozinhos.

Malhação deve mudar ou sair do ar de uma vez? O que vocês acham?

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Mauricio diz: 1 de setembro de 2014

    Esse formato já cansou todo nundo ..deveria ter saído do ar a muitos anos atrás…….a globo não tira do ar pq é um tipo de laboratório pra atores novos pra ver se tem talento ou´é mais um rostinho bonito ……coitado dos atores mais experientes que são obrigados a participar de alguma temporada ……no começo foi boa …..mais cansou o publico de tanta bobagem junto…..

  • Mariana diz: 4 de setembro de 2014

    Além do formato ser ultrapassado, as histórias são ruins, os protagonistas não tem carismas, os atores são fracos, os temas são batidos… é possível, sim, manter a marca (afinal, “Malhação” já veio como várias novelas diferentes, apenas o nome não mudou) e desenvolver uma história boa, instigante, que dê vontade de acompanhar. Tantos tipos recorrentes na juventude (o bombadinho da academia, o esportista, o piadista, a patricinha, a periguete, o gay enrustido, o pegador, o nerd, o defensor dos animais, o drogado, o festeiro), entretanto, as histórias são sempre as mesmas, os tipos abordados não mudam nunca! Parece que a emissora não se interessa em investir em boas histórias para o horário.

  • Deisi Souza diz: 14 de outubro de 2014

    Deve sair do ar. Já cansou, já deu o que tinha que dar.
    As histórias estão repetitivas demais.
    No tempo do Cabeção e Mocotó as histórias eram leves, idílicas.
    Agora são apelativas para o horário e para as cabecinhas fracas de nossos jovens.

Envie seu Comentário