Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Muito barulho por nada: Capítulo 100 de Império foi morno e arrastado

14 de novembro de 2014 5
editada3

Divulgação, TV Globo

Apesar de todo o burburinho em torno do “capítulo 100″ de Império, foi uma quinta-feira morna, sem surpresas e com cenas decepcionantes. Nem mesmo o que deveria empolgar o público conseguiu prender a atenção. Seria uma estratégia de Aguinaldo Silva, guardar o suspense para mais adiante?

A novela das 21h teve poucas cenas de ação, mais parecia uma trama de Manoel Carlos, com cenas de café da manhã, conversinhas e flashbacks, além de uma inexplicável invasão de sem-teto a um casarão de Santa Tereza.

Enrico (Joaquim Lopes), que começou o capítulo com cara de quem mataria meio mundo, ficou apenas em alguns socos no pobre Leonardo (Klebber Toledo). Foi tudo tão rápido que mal percebi, depois o espancado ficou um bom tempo reclamando de sua vida desgraçada, que não dá sorte, que deveria ter morrido… Quase dormi.

Cristina (Leandra Leal) chegou na empresa trocando farpas com Maria Clara (Andreia Horta). Sério, no lugar de Clara, eu também ficaria possessa ao ver uma estranha que ainda nem terminou a faculdade mandando em tudo. Forçou a barra, Comendador!

As últimas cenas foram de Lorraine (Dani Barros) encontrando o diamante rosa. Por que Silviano (Othon Bastos) deixou a pedra tão à vista, como peso de papel, não faço ideia. Facilitou bastante a vida da pilantra de Xerém. Bom mesmo vai ser entre hoje e amanhã, quando o tesouro do Comendador passar de mão em mão, até se quebrar aos pés de Cora (Drica Moraes).

Emoções mesmo, só devem ficar para os próximos capítulos. O capítulo 100 não é nem a metade da novela, ainda há muito o que acontecer nos próximos meses.

LEIA TAMBÉM: 

>>> Enrico espanca Leonardo e o acusa de destruir sua vida

>>> Cristina começa a fiscalizar contas da empresa e irrita os irmãos

>>> Confira os resumos da semana

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Anderson diz: 14 de novembro de 2014

    Essa novela deveria se chamar Sonério, de tão chata que é! Pelamor de Deus, aguentar isso por mais 4 meses é dose!!!

  • Clau diz: 14 de novembro de 2014

    É uma pena quando o prazo pra entregar uma novela é longo e aí num dado momento a trama se torna arrastada. Não deveria ser assim e muito isso já foi debatido aqui neste blog, me lembro bem. A novela deveria terminar já em janeiro no máximo! Até lá Aguinaldo já teria sido definido o final de cada personagem e já em dezembro as coisas correriam com mais agilidade. Mas com este prazo longo de até março, não sei se Aguinaldo segura a onda. Lamentável! Enredo ele tem, ótimos atores também, mas se começar apelar para o pastelão, barracos, romantismos exagerados, aí não há quem aguente.

    Torço por Maria Clara que pra mim, é de longe a melhor personagem da trama, do núcleo do comendador. O resto é muito cansativo. Pedro e Danielle sempre na mesma, Amanda que não se define – se é que um dia vai se definir…. Leonardo agora depressivo… Enrico que não se trata… O caso do Salvador e Orville que também não anda… Sei lá! E já começo a achar também que mais de uma hora na TV e quase uma hora na internet, de duração dos capítulos, já é demais. Se fosse no máximo 45 minutos diários e com mais agilidade, a trama não perderia o pique.

  • Tina diz: 14 de novembro de 2014

    `Morno e arrastado`? Foi um dos piores cap 100 dos ultimos anos. Em primeiro fica Fina Estampa como pior. Tambem do mesmo autor.

  • Nana diz: 14 de novembro de 2014

    Zzzzzzzzzzz. Tambem achei horrivel. Parei no cap 80. 20 capitulos depois a novela não mudou nada. Espero que venha algo melhor porque ate março é muito tempo.

  • Lola diz: 16 de novembro de 2014

    O capítulo 100 foi parado mesmo e sem grandes emoções. Entendo que há muita coisa pra rolar, mas a trama anda bem chata. Tem capítulos totalmente dispensáveis, uns apelam para a comédia pastelão, outros pra coisas sem noção. Do núcleo do comendador, que inclusive é o núcleo mais interessante da novela, a Maria Clara é a melhor dos filhos, e torço pra ela. José Pedro é um babaca, e acho tudo em torno dele super cansativo, Danielle, Amanda, enfim, não tenho saco. Me pergunto até agora, qual é a função da Birolli na trama. Fora que as cenas são repetitivas, não saem do lugar. O João Lucas é muito avoado, e já sabemos o seu final, ao lado da Du, tendo mais um filho. Previsível e sem grandes surpresas.

    Pra mim, Marta, Cora (mesmo não sendo aquela vilã prometida no início, o que é uma pena), sustentam a novela. O Aílton Graça está excelente como Xana, e Viviane Araújo não compromete ao lado dele, fazem uma boa dobradinha, mas o resto dos núcleos paralelos são fracos. O que dizer de Orville, advogada e Salvador?? E Tuane, Reginaldo e etc? E os pais da Isis? Zezé Polessa e Tatu são ótimos, mas as cenas também se repetem e cansam. O núcleo do Cláudio e Beatriz deu uma esfriada, mas tivemos grandes cenas com Suzy Rego, José Mayer e Joaquim Lopes. Essa onda do Leonardo depressivo, acho um porre. Mas, a cena em que ele sofreu preconceito na festa infantil foi uma boa cena. Alguém me diga, qual é a função da filha do Cláudio? Personagem morta na novela.

    O que eu gosto do Aguinaldo é de algumas tiradas que ele escreve e coloca na boca de personagens como Lorraine, Cora, Maria Marta, Silviano e Maria Clara. É onde ele mostra a língua afiada dele. Ele tenta fazer isso com o Téo Pereira, mas não consigo achar graça.

Envie seu Comentário