Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aguinaldo Silva explica morte de Cora em Império: "Ela perdeu a função"

23 de fevereiro de 2015 23
Cynthia Salles, TV Globo

Cynthia Salles, TV Globo

Quase três meses após substituir Drica Moraes em Império, Marjorie Estiano se despede da trama. Cora morre nesta segunda-feira, deixando sem explicação o estranho “rejuvenescimento” da personagem. Mas isso é o que menos importa.

Com o afastamento repentino de Drica, Aguinaldo Silva teve que “se virar nos 30″ para dar continuidade à história. O autor reconhece que o sucesso da trama, mesmo com os imprevistos, se deve muito à coragem de Marjorie. Ao site da Veja, ele não poupa elogios à atriz:

- Marjorie Estiano, ao aceitar voltar à novela, para mim se mostrou uma mulher de grande coragem, uma verdadeira heroína. Cora morre, mas não será esquecida.

Aguinaldo revelou que teve que mudar os rumos da novela e acabou investindo em novos vilões:

- Cora devia ser a grande vilã da novela. Mas problemas surgidos logo no início da trama fizeram com que a personagem perdesse esta função, já que era preciso poupar a atriz que vivia a personagem. Com isso me vi obrigado a criar outros vilões, que não estavam previstos na sinopse, como Maurílio e Fabrício Melgaço.

A Cora que se despede da trama hoje à noite não é a mesma de três meses atrás, e não falo apenas do aspecto físico. Marjorie entrou em cena arrasadora, levando a vilã para um lado mais obsessivo, ousado e sem tentar esconder sua loucura. A Cora de Drica era mais contida, cínica, agia pelos cantos e não deixava claro nem mesmo sua paixão por José Alfredo. Marjorie, por sua vez, se jogou pra cima do Comendador sem pudores, falou poucas e boas a todos que passavam pela frente e, num último e desesperado ato de amor, deu a própria vida para salvar “seu Zé”. A Cora de Drica não seria tão corajosa e altruísta. Ao criar uma personagem à parte, mas sem perder a essência de vilã, Marjorie Estiano provou a grande atriz que é e merece todas as homenagens. Aplaudida até pelo autor da novela, ela sai de cena com a moral lá em cima, pronta para qualquer desafio que vier nos próximos trabalhos.

LEIA TAMBÉM: 

>>> Cora morre após salvar a vida de Zé Alfredo

>>> Autor de Império decreta: “Marjorie é Cora e não se fala mais nisso”

>>> Drica Moraes deixa Império e Marjorie Estiano assume o papel de Cora com visual repaginado

Bookmark and Share

Comentários (23)

  • Régis diz: 23 de fevereiro de 2015

    Que atuaçãozinha bem medíocre dessa Marjorie. Conseguiu estragar a personagem com essa interpretação aguada.

  • Fabio diz: 23 de fevereiro de 2015

    Eu achava a Cora péssima como personagem. Com a Marjorie, só piorou. Não era uma vilã interessante, nem chamava a atenção, era só mais do mesmo.

  • Joana diz: 23 de fevereiro de 2015

    Realmente, a Cora perdeu a função, pois ela enfim entendeu que não teria nenhuma chance com o Zé e que perdeu a credibilidade com os sobrinhos. Entretanto eu gostei da interpretação da Marjorie e achei bastante convincente. Vou aguardar o desfecho pois estou curiosa para saber quem é o Fabrício Melgaço.

  • Ed diz: 23 de fevereiro de 2015

    Sem noção o Comendador ir ao hospital e tr…zar com a Cora em recuperação de uma Cirurgia Torácica…

  • Rudolph diz: 23 de fevereiro de 2015

    O formato “novela” da Globo está em franca decadência.

  • Moacir diz: 23 de fevereiro de 2015

    Sim, confesso que torci o nariz quando li que Cora voltaria a ser interpretada por Marjorie Estiano. Talvez pelo fato de ela estar substituindo a sempre excelente Drica Moraes justamente no momento em que as vilanias de Cora começaram a engrenar (as vilãs de Drica me fazem lembrar as de Nathalia Timberg que vi na infância, de fala quase rasteira, mas capazes das maldades mais terríveis). Sem entrar no quesito de que a interpretação da Marjorie foi boa ou ruim, é preciso admitir que ela foi raçuda ao assumir a personagem sem se preocupar com críticas, como por exemplo as questões etárias (mas confesso que foi bem menos difícil de digerir Marjorie como tia de Leandra Leal do que Ana Beatriz Nogueira e Vanessa Gerbelli como tias de Julia Lemmertz na intragável “Em Família”). Ao longo de todos esses anos, Marjorie conseguiu ir além da atriz que começou em “Malhação” e que ficou eternamente marcada pela personagem da novela “teen”. Tem tudo pra seguir uma carreira brilhante e marcar nome na teledramaturgia. Sucesso!

  • Yvette Turco diz: 23 de fevereiro de 2015

    EXCELENTE actriz y puesta en escena. me FASCINO el capítulo en el que escucha la escuela Unidos de Santa Teresa, ensayar, y se pone en su casa a bailar, cual la mejor porta banderas. Linda, Marjorie, maravillosa villana Cora. PARABÉNS. Beijao desde Caracas, Venezuela

  • Lalita diz: 23 de fevereiro de 2015

    Foi uma pena que a Cora não pôde ser a vilã que prometia. No início da novela, a Marjorie fez um belíssimo trabalho dando à personagem uma malícia, uma esperteza e uma frieza para que se desenrolasse a partir dali uma grande vilã. A Drica Moraes com certeza a desenvolveria muito bem. Infelizmente, a questão da saúde da atriz impediu que a vilã pudesse ter o desempenho esperado para fazer cada vez mais vilanias e a personagem foi entrando para o lado mais cômico. Quando a Marjorie voltou, a personagem já era totalmente diferente da que ela fez no início. De qualquer modo, dentro da nova linha, ela fez um trabalho bonito, corajoso e se jogou na personagem! Parabéns às duas!

  • mauro bastos diz: 23 de fevereiro de 2015

    AS PESSOAS GOSTAM MUITO DE USAR A INTERNET PARA CRITICAR, DESMERECER OS OUTROS, EU ACHO A NOVELA MUITO BOA E A ATRIZ MARJORIE ESTIANO MARAVILHOSA E DIGNA DE RESPEITO, NOTA MIL PARA ELA

  • Ricardo diz: 23 de fevereiro de 2015

    Ridículo culpar a atriz pela falta de competência do autor. A Cora mudou nao por causa de atriz, mas sim pq o autor fez isso, é dele a responsabilidade de dar função ao personagem.

  • Clau diz: 23 de fevereiro de 2015

    O que mais lamento é ler uma comparação entre ambas, num momento pelo qual Drica passa por sérios problemas de saúde e não pode dar tudo o que pretendia dar. Marjorie é boa atriz, mas Drica, como Cora, era melhor. Justamente o jeito cínico, rasteiro e até engraçado, nos fazia lembrar de Perpétua de Tieta ou de Nazaré de Senhora do Destino. Lamento muito que o autor em sua arrogância se dobre em elogios à Marjorie quando deveria honrar o trabalho de Drica. Esse cretino autor que tanto criticou Walcyr Carrasco por este ter tirado Marina Ruy Barbosa de Amor à Vida, fez a mesma coisa em relação a Drica. Ok, ela estava debilitada, mas não pareceu quando ela no Faustão falou abertamente ao vivo e a cores que queria retornar à trama. E agora Aguinaldo se rasga em elogios à Marjorie, como se Drica fosse culpada pelo o que passou. Este autor de fato se acha o máximo. Mas é culpa dos tantos baba-ovos que elogiam o trabalho dele.

  • Daiane Leal diz: 23 de fevereiro de 2015

    Vi uma Marjorie entregar a bola para Drica que mesmo sendo uma grande atriz e talvez devido aos seus problemas pessoais, mas a volta da Marjorie foi uma volta desprovida de pudores e embasada pelo talento e feelling artístico e se a Cora da Drica demorou a achar o tom, Majorio foi Atirada no nosso imaginário e trouxe uma Cora bem mais atraente aos olhos do público devolvendo todas suas nuances, suas cenas sempre no tom perfeito, dominando o jogo cênico tão jovem.

  • Fernanda Dias diz: 23 de fevereiro de 2015

    Não gostei que a Cora morreu achei que ao menos ela pagaria pelas maldades que fez.
    Matou a irmã, o advogado, o filho da Jurema, a própria Jurema e o Marido.
    Achei meio nada a ver a cena dela tendo a noite de amor com o Zé Aldredo tendo acabado de ter o pulmão perfurado e saído de grave cirurgia.
    Quem faz isso? Meio forçação de barra

  • Adriana Góes diz: 23 de fevereiro de 2015

    Pois eu gostei das duas interpretações…são duas atrizes fantásticas. A Drica faz mais drama,e a Marjorie é cômica…ADOREI!!! Pena que se foram…..bjs.

  • Vinicius Frota das Chagas Gomes diz: 24 de fevereiro de 2015

    “Achei meio nada a ver a cena dela tendo a noite de amor com o Zé Aldredo tendo acabado de ter o pulmão perfurado e saído de grave cirurgia.” OI? Aquilo tudo não passou de um delírio dela, como disse o próprio autor. Ela apenas sonhou com a tão sonhada primeira noite com o amor da vida dela. Tanto Drica quanto Marjorie são atrizes espetaculares e fantásticas, que começaram fraquinhas na carreira e hoje são umas das melhores. Tanto a Cora da Drica quanto a da Marjorie foram maravilhosas e concordo com a Clau de que o Aguinaldo não deveria se rasgar de elogios somente a Marjorie. E Drica? Não fez um trabalho inesquecível? Não ganhou muitos prêmios pela personagem? Confesso que achei estranho a entrada da Marjorie, porque tava adorando a Cora da Drica. Cheguei a pensar que Drica iria voltar a trama a Cora da Marjorie seria falsa. Por que não colocaram a Drica de volta a Marjorie seria uma filha escondida da Cora? Pra acabar de vez com esse status de “puritana”? Mas mesmo assim adorei a atuação de ambas e espero ver as duas em próximos trabalhos. De prefêrencia, uma vilã ou uma anti-heroína!

  • leticia diz: 24 de fevereiro de 2015

    Marjorie estiano prova q e a melhor uma atriz impecável e esta pronta para todos os desafios o parana e muito bem representado parabéns pelo sucesso espero ver outros trabalhos .

  • leticia diz: 24 de fevereiro de 2015

    Marjorie estiano a melhor atriz q já vi sucesso tomara q nao demore muito para te ver em outra novelas miniceries teatro etc…no elenco q VC estiver pode ter certeza vai comserteza muito sucesso I LOVE YOU MARJORIE ESTIANO FOREVER

  • Flavia diz: 24 de fevereiro de 2015

    Achei inadequada a comparação entre o desempenho das atrizes por várias razões. A principal é que o autor praticamente sugere que o desempenho de Marjorie Estiano foi superior quando o que ocorreu foi exatamente o contrário.

    Driga Moraes conduzia a personagem com profissionalismo e sutileza. Marjorie Estiano foi praticamente uma atriz amadora, longe de estar à altura da atriz que substituía.

    Até compreendo o elogio do ponto de vista de minimizar a fraca interpretação de Marjorie Estiano. Mas, se esse foi o objetivo do autor, ao exagerar, acabou por sugerir exatamente o contrário do que exatamente ocorreu, pois o desempenho de Marjorie Estiano foi péssimo, sobretudo quando comparado à convicente e sutil interpretação de Driga Moraes.

  • Ana diz: 25 de fevereiro de 2015

    Grandes interpretações! cada uma em seu tom e tempo adequado, tais substituições só nos mostra quanto podemos ser criativos, críticos e sobretudo fãs de uma novela que nos prende a atenção por seus mistérios. Agora como fã, gostaria que cora (Drica Moraes) voltasse a trama em alto estilo sendo Fabrício Melgaço, estando por trás de toda a vingança a José Afredo, já marjorie estiano (cora 2) seria apenas sua filha escondida e preparada por anos para se passar por ela, (detalhe em que pode entrar o álbum de recortes guardado por cora a vida toda) no tão esperado momento, acabando assim com a imagem de santa virgem que ela tentava passar… A história poderia ser revelada já agora para que desse tempo de Cora pagar por seus crimes antes do último dia da novela.

  • Vinicius diz: 25 de fevereiro de 2015

    Detestável a atitude dele, não soube fazer uma personagem boa e vem culpar a atriz. A cenas que Marjorie Estiano fez foram RIDICULAS, aquela obsessão foi um vexame, ela mesmo com certeza se envergonha, tomara que a Drica moraes encontre um autor que acredite no trabalho dela como vilã de verdade, porque o Aguinaldo vacilou feio.

    E DOENTE?????? Ela estava tão debilitada assim? Como ela apareceu tão disposta no domingão um tempo depois?

  • Mona diz: 28 de fevereiro de 2015

    Concordo com quem diz que o autor foi indelicado ao comparar as atrizes e se eximir de uma responsabilidade que era só sua, ao jogar nas costas da Drica a perda da função da personagem. No entanto, discordo totalmente de quem quer jogar na costas da Marjorie qualquer responsabilidade negativa. PRIMEIRO, porque é FATO: a Cora da Marjorie foi a que mais repercutiu nas redes sociais e ganhou boas críticas especializadas, na primeira e segunda fase, mesmo com a farofada em que o autor envolveu a personagem na segunda fase. Com Marjorie, a personagem voltou a subir várias vezes ao twitter brasileiro e mundial, a entrar e permanecer entre os vídeos e notícias mais vistos da novela, a atrair elogios da mídia por sua atuação, apesar dos rumos da personagem. SEGUNDO, assim como Drica, que era uma vilã de repercussão quase nula depois da morte da irmã, a Marjorie não tem culpa do autor transformar a personagem numa louca, que não fazia outra coisa a não ser correr atrás do protagonista, assim como Drica não tinha culpa de andar por aí cheirando cuecas de personagens secundários e soltando puns e arrotos, quase sempre alheia à história central. TERCEIRO: é certo que a personagem voltou a ter mais espaço com a Marjorie, enquanto Drica era uma vilã mais secundária, mas caberia ao autor, só ao autor, aproveitar o rejuvenescimento da personagem e a entrada de uma atriz mais saudável, e lhe dar novas funções mais antagônicas na trama, sem usar a doença da Drica como desculpa, o que ele não fez. QUARTO: apesar de nossas preferências por atrizes terem algo de subjetivo, não se pode negar que Marjorie é uma das atrizes mais elogiadas, estudiosas e respeitadas de sua geração, não somente pelo público, como pela crítica especializada, e que por isso mesmo costuma gerar muito recalque entre os fãs de outras atrizes com ou sobre os quais ela se destaca. QUINTO: apesar de Drica também ser uma grande atriz, não se pode negar que ela até agora não teve grandes oportunidades na Rede Globo, enquanto Marjorie, além de ter uma boa crítica, já faz parte do primeiro time da emissora – com quatro novelas das 9 no currículo, em apenas duas não esteve entre os papéis principais: já foi protagonista de horário nobre, uma protagonista em novela que está entre as mais vendidas da Globo e em outra que ganhou o Emmy, além de ganhar protagonistas em séries, e o status de vilã na mais exitosa Malhação, cuja vilã em Império agora só vem a somar. SEXTO: a Marjorie não tem culpa da grosseria do autor, é uma atriz contratada da Globo e poderia ter dificuldades se deixasse de atender um chamado de emergência na novela do principal horário da Globo. SÉTIMO: Tampouco ela teve culpa da Drica ter ficado doente. e para quem diz que a Drica parecia muito bem no Faustão, sejam realistas… Como ela não estaria bem, ficando tantos dias de repouso? Mas a situação provavelmente seria diferente se ela tivesse que enfrentar horas exaustivas de gravações, tendo que recalcar uma personagem cheia de aspectos negativos. Não esqueçam que antes de sair da novela, depois de dias de licença saúde, Drica já havia retornado para a trama e teve que se ausentar de novo por problemas de saúde. Normal ela querer voltar, afinal, Cora foi sua primeira grande oportunidade na Globo, mas isso não quer dizer que ela realmente teria condições de voltar. Ficamos na torcida para que futuramente ganhe uma oportunidade à altura de seu talento.

  • Mona diz: 28 de fevereiro de 2015

    Concordo com quem diz que o autor foi indelicado ao comparar as atrizes e se eximir de uma responsabilidade que era só sua, ao jogar nas costas da Drica a perda da função da personagem. No entanto, discordo totalmente de quem quer jogar nas costas da Marjorie qualquer responsabilidade negativa. PRIMEIRO, porque é FATO: a Cora da Marjorie foi a que mais repercutiu nas redes sociais, levantou as audiências e ganhou boas críticas especializadas, na primeira e segunda fase, mesmo com a farofada em que o autor envolveu a personagem na segunda fase. Com Marjorie, a personagem voltou a subir várias vezes ao twitter brasileiro e mundial, a entrar e permanecer entre os vídeos e notícias mais vistos da novela, a atrair elogios da mídia por sua atuação, apesar dos rumos da personagem. SEGUNDO, assim como Drica, que era uma vilã de repercussão quase nula depois da morte da irmã, a Marjorie não tem culpa do autor transformar a personagem numa louca, que não fazia outra coisa a não ser correr atrás do protagonista, assim como Drica não tinha culpa de andar por aí cheirando cuecas de personagens secundários e soltando puns e arrotos, quase sempre alheia à história central. TERCEIRO: é certo que a personagem voltou a ter mais espaço com a Marjorie, enquanto Drica era uma vilã mais secundária, mas caberia ao autor, só ao autor, aproveitar o rejuvenescimento da personagem e a entrada de uma atriz mais saudável, e lhe dar novas funções mais antagônicas na trama, sem usar a doença da Drica como desculpa, o que ele não fez. QUARTO: apesar de nossas preferências por atrizes terem algo de subjetivo, não se pode negar que Marjorie é uma das atrizes mais elogiadas, estudiosas e respeitadas de sua geração, não somente pelo público, como pela crítica especializada, e que por isso mesmo costuma gerar muito recalque entre os fãs de outras atrizes com ou sobre os quais ela se destaca. QUINTO: apesar de Drica também ser uma grande atriz, não se pode negar que ela até agora não teve grandes oportunidades na Rede Globo, enquanto Marjorie, além de ter uma boa crítica, já faz parte do primeiro time da emissora – com quatro novelas das 9 no currículo, em apenas duas não esteve entre os papéis principais: já foi protagonista de horário nobre, uma protagonista em novela que está entre as mais vendidas da Globo e em outra que ganhou o Emmy, além de ganhar protagonistas em séries, e o status de vilã na mais exitosa Malhação, cuja vilã em Império agora só vem a somar. SEXTO: a Marjorie não tem culpa da grosseria do autor, é uma atriz contratada da Globo e poderia ter dificuldades se deixasse de atender um chamado de emergência na novela do principal horário da Globo. SÉTIMO: Tampouco ela teve culpa da Drica ter ficado doente. e para quem diz que a Drica parecia muito bem no Faustão, sejam realistas… Como ela não estaria bem, ficando tantos dias de repouso? Mas a situação provavelmente seria diferente se ela tivesse que enfrentar horas exaustivas de gravações, tendo que recalcar uma personagem cheia de aspectos negativos. Não esqueçam que antes de sair da novela, depois de dias de licença saúde, Drica já havia retornado para a trama e teve que se ausentar de novo por problemas de saúde. Normal ela querer voltar, afinal, Cora foi sua primeira grande oportunidade na Globo, mas isso não quer dizer que ela realmente teria condições de voltar. Ficamos na torcida para que futuramente ganhe uma oportunidade à altura de seu talento.

Envie seu Comentário