Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Conheça as polêmicas de Sete Vidas, a próxima novela das 18h

28 de fevereiro de 2015 30

É grande a expectativa para a estreia da próxima novela das 18h, Sete Vidas. Também pudera, Lícia Manzo promete vir com muitas polêmicas, um elenco de peso e uma ótima história. Com polêmicas dignas do horário nobre, a trama tem vários elementos que devem prender a atenção do público.

- DOAÇÃO DE SÊMEN

Fotos: Divulgação, TV Globo

Fotos: Divulgação, TV Globo

O protagonista Miguel (Domingos Montagner) sempre foi aventureiro, mas passou por maus bocados em uma de suas viagens fora do Brasil. Ainda muito jovem, ele vendeu o próprio sêmen para poder se sustentar. Anos depois, acaba se deparando com seis filhos já adultos, gerados a partir de seu material genético.

 

 

- AS NOVAS FORMAÇÕES FAMILIARES

02

O principal foco da trama são os vários tipos de família, independentemente dos laços de sangue. Filhos de duas mães, pais adotivos, irmãos que se conhecem só na fase adulta, amigos que são praticamente irmãos, enfim… A autora quer mostrar que os sentimentos unem as pessoas mais do que a genética.

 

 

- ADOÇÃO POR CASAIS GAYS

03

Regina Duarte será Esther, mãe dos gêmeos Laila (Maria Eduarda Carvalho) e Luis (Thiago Rodrigues). Viúva, ela e a falecida esposa realizaram o sonho de ter filhos graças a uma inseminação artificial.

 

 

- INCESTO

01

A maior polêmica da novela envolve Júlia (Isabelle Drummond) e Pedro (Jayme Matarazzo). Os dois se apaixonam à primeira vista, mas pouco depois descobrem que são meio-irmãos, já que ambos foram gerados a partir do sêmen de Miguel.

 

 

- ÉTICA PROFISSIONAL

05

Isabel (Mariana Lima) é uma terapeuta de casais que vive em crise no próprio casamento. Infeliz, ela acaba se apaixonando por um de seus pacientes, Luis (Thiago Rodrigues).

 

 

 

- MATERNIDADE X TRABALHO

04

Dedicada ao trabalho, Irene (Malu Galli) nunca teve tempo para formar uma família. Quando começa a se sentir solitária, ela resolve adotar o bebê da jovem Diana (Bianca Comparato). Sim, é uma história bem parecida com a de Gorete (Carol Macedo) e Juliana (Vanessa Gerbelli) na novela Em Família.

 

>>> Saiba mais sobre Sete Vidas

Bookmark and Share

Comentários (30)

  • Anamika diz: 28 de fevereiro de 2015

    Como sempre o império Iluminativo usando todos seus fantoches na tentativa de destruir a instituição familiar. Como o mundo chegou a esse ponto? O pior é que as pessoas de mente fraca, fruto de um sistema de ensino deficiente, vai achar tudo lindo e vai querer imitar tudo.

    A globo quer abordar temas polêmicos? Por que não falam da violência domestica e sexual de lésbicas contra outras lésbicas? Ou as consequências físicas e psicológicas de um aborto numa mulher? Por que não falam claramente o que é um aborto?

    Tenho certeza que a moderadora não vai aprovar esse comentário.

  • Anamika diz: 28 de fevereiro de 2015

    Eu quis dizer Iluminati.

  • Alexandre Vargas diz: 28 de fevereiro de 2015

    Anos de valores conquistados pela sociedade sendo jogado no lixo, discussões desnecessárias , enquanto o povo clama por saúde,segurança e educação. Uma verdadeira rede de esgoto sendo atirada em casas que na sua maioria não tem a mesma escolha que existe na tv fechada.

  • Mariana diz: 28 de fevereiro de 2015

    Meu Deus, fico pasma com o preconceito. É ultrajante. Diante de nossa sociedade “conservadora”, vamos discutir a violência doméstica (homens batendo em mulheres, reitere-se, heterosexuais), abordemos mães e pais que matam seus filho, abordemos casais que abandonam filhos para a adoção, subjugados a um sistema lent, burocrático e desorganizado ou quem sabe abordemos também as inúmeras histórias de casais que adotam crianças e depois de acostumá-las a uma nova vida simplesmente as devolvem ao sistema como se não fossem vidas. Irônico e hipócrita. Estou ansiosa por essa novela, vou gostar muito.

  • Ana Paula diz: 28 de fevereiro de 2015

    Em que mundo vivem a maioria das pessoas que comenta nesse site?

    Que gente ignorante! Não consegue ver NADA além de seus próprios umbigos.
    Vocês não sabem conversar? Não sabem discutir? Não conseguem dialogar com pessoas que tem opinião diferente? Não consegue ver uma realidade diferente de sua.

    Aposto que comentam sobre moralismo, sobre valor da família e bla bla bla mas passam o dia em bate papo ridículo, ou vendo vídeos porno.

    Família é amor, carinho, proteção, lealdade, são essas coisas.
    Não é homem, mulher e filhos. Podem formar uma família, duas mulheres, dois homens, um homem e um filho, uma mulher e um filho. Onde tem os valores que eu falei no início forma-se uma família.

    Acho que essa novela vai ser bem bacana, gosto quando autores abrem o leque e falam sobre assuntos diferentes.

  • Clau diz: 28 de fevereiro de 2015

    Mais uma vez as novelas das 18 horas superam as das 21. A questão homossexualidade, neste caso, aborda uma adoção e não mais homofobia que já é tratada em Império e que será novamente em Babilônia, cansando a paciência do telespectador. Ou um casal gay em que o um dos machos quer manter-se dentro do armário, coisa que já tem em Império e agora, de novo, será em Babilônia.
    Não vejo polêmica alguma nessa nova novela. São assuntos que serão questionados, assim como foi amplamente em A Vida da Gente, da mesma autora. Gosto dela e espero por mais uma boa novela, como tem sido em TODAS das 18 horas.

    Em relação à Globo, já está enchendo as mesmas reclamações. O youtube está cheio de excelentes canais caso as pessoas não querem assistir a trama. Ou até em TV de canal fechado. Eu deixei de assistir a Império e só acompanho as novidades pelos blogs sobre TV. E acredito que os Iluminati tenham coisas muito mais interessantes pra fazer do que influenciar na autoria de novelas… kkkkkkkkkkkkkkk…

  • Leandro diz: 28 de fevereiro de 2015

    Como sao hipocritas estas pessoas. O mundo mudou e eh feito de diversidades. O importante eh o amor e os lacos que nos unem. Abra a cabeca para o diferente e antes de criticar a vida a alheia, olhem para a suas proprias vidas.

  • carlos diz: 28 de fevereiro de 2015

    Acho que assistirei essa novela

  • Lê diz: 28 de fevereiro de 2015

    Sem contar que o nome foi roubado de um filme e a história de outro… como várias outras novelas que eu não assisti.

  • JuliaNoviski diz: 28 de fevereiro de 2015

    Colocam esses temas tipo enredo familiar em folhetins escrachados; tratando de assuntos polêmicos como se fossem banalidades descartáveis, o que na verdade acaba sendo: Essa gente explora esmiúça esses temas para uma parcela da população com mente deturpada doentia: Especialidade da rede globo acentuar assuntos polêmicos: Não tem mais nada o que mostrarem a não ser isso aí que esfregam na cara das pessoas diariamente: Lixo: Pervertidos : Sem noção: Vão ter bastante audiência no Inferno quando chegar a vez de vocês: Terão bastante mentes iguais a de vocês lhes esperando:

  • joana diz: 28 de fevereiro de 2015

    “O pior é que as pessoas de mente fraca, fruto de um sistema de ensino deficiente, vai achar tudo lindo e vai querer imitar tudo.” Se quer fazer um comentário intelectual sobre o assunto ao menos digne-se a escrever correctamente. As pessoas VÃO achar tudo lindo e VÃO querer imitar. Em vez de andar aqui a perder o seu tempo a caluniar a moderadora e a comentar sobre uma coisa que pelos vistos abomina e vá ler um livro de gramática, pois esse sistema de ensino deficiente de que tanto se queixa bateu mesmo aí na sua porta!

  • Felipe diz: 28 de fevereiro de 2015

    Destruição da família? A única coisa que eu vejo que será abordada pela novela é justamente a formação e a valorização da família, não a destruição. Famílias diferentes do convencional, concordo, mas que acabaram sendo formadas por laços fortíssimos e muito mais afetivos do que sanguíneos. Não entendo como algumas pessoas conseguem ser tão contra algo que foi formado pura e simplesmente pelo amor.

    O que a Lícia Manzo fez com A Vida da Gente e está fazendo agora com Sete Vidas é justamente mostrar a importância da família, pessoas que muitas vezes nem possuem o mesmo sangue, mas que se unem simplesmente pelo fato de que se amam.

    Mas pra quem não quiser acompanhar, já inventaram algo super engenhoso chamado controle remoto. Viva a possibilidade de trocar de canal!

  • cristiano sironi rodex diz: 1 de março de 2015

    mais uma vez a globo mostra quem ela realmente é, uma emissora que não está nem um pouquinho preocupada com a familia tradicional, homem e mulher. A rede esgoto de televisão conseguiu se superar em todos os quesitos de podridão. ”Parabens”

  • Debora Arnold diz: 1 de março de 2015

    Família sempre muito importante em nossasvidas, nossa base. Sempre sonhei em ser mãe, foi anos de lutas, medos mas muita fé e sim consegui realizar o maior sonho de minha vida:sou mamãe de duas princesas ( uma veio por adoção e outra através de FIV com doador anônimo) e me sinto realizada e muito feliz, pois não importa como minhas filhas vieram e sim que elas estão aqui cada uma com sua história fazendo parte de uma família feliz. Vergonha??? Vergonha é abortar ou abandonar um filho!

  • Anamika diz: 2 de março de 2015

    Família pode ter dois pais e duas mães? Certeza? Quer dizer que desde o início da civilização nossos antepassados estavam errados e nós estamos certos?

    E a dita “opressão masculina” que as feministas combatem, essa na verdade nunca existiu. Os homens assumiam o papel de proteger a comunidade em que viviam e suas famílias. As mulheres podiam contar com a proteção masculina com a figura do pai, e depois do marido. Elas retribuíam à segurança e à proteção sendo boas esposas e mães.

    Faça uma comparação entre uma sociedade matriarcal e uma sociedade patriarcal. As sociedades matriarcais quase não se desenvolveram. Ainda vivem em casas de barro e fritando peixe em folhas de bananeira. Esse ódio que as feministas sentem pela figura masculina é infundado.

  • Lola diz: 2 de março de 2015

    Gosto da Lícia Manzo. É uma autora que trata com muita sensibilidade seus temas, histórias e personagens. O clipe de 13 minutos apresentando a novela ficou lindo!

  • Clau diz: 2 de março de 2015

    Só não consigo entender o que a Globo tem a ver com tudo isso…Se tais obras ofendem tanto algumas pessoas, há outros canais de TV pra assistirem, como a Record, que até novelas bíblicas passa! É só assistirem tais novelas. Ah sim! lá, mesmo sendo uma TV religiosa, já passou tramas com pessoal na favela matando meio mundo, rapto de crianças e estas sendo maltratadas… Uma cabeça humana de um traficante rolando morro abaixo… Brigas entre facções rivais, Máfia, mortes, assassinatos a torto e a direito… E tudo em nome de Jesus! Salve!!! Mesmo assim sugiro a tantos que estão chocados com esta singela trama das 18 horas, que assistem outras tramas em outras emissoras de TV. Como já disse, tem também filmes, programas religiosos, culinária, esportes, tudo pelo youtube e TV canal fechado. Hoje em dia tem tanta oportunidade de diversão que não só a GLOBO e sua novelas. Não entendo tanta confusão com isso… Quem faz as tramas são os AUTORES e não a Globo. Esta dá seu aval quando vê oportunidade de lucro, como qualquer outra emissora. E o que dizer das patifarias do Pânica na TV?? antes na Rede TV e depois na Band. A Globo incomoda só porque tem mais lucro e fama. E como isso incomoda as pessoas… Principalmente pessoas que trabalham em outras empresas e querem se manifestar como “laranjas” nas redes sociais e blogs. Culpar a Globo pelas novelas é o mesmo que culpar o McDonalds pela obesidade mórbida nos países. Ora essa! come quem quer! E assiste às novelas quem quer também. Será que se passasse um filme pornô a Globo seria culpada também? Mas a pessoa estaria ali com olhos vidrados na tele de TV ADORANDO as cenas de sexo explícito, mas reclamando ainda. kkkkkkkkkkkk… FREUD, JUNG, LAKAN e todos os psicanalistas! saiam de suas tumbas pois o mundo ainda não entendeu nada!

    Em tempo! O Fantástico já mostrou uma série em que mulheres sofriam por amor, onde se agarravam ali, em pleno horário aberto. E pelo o que sei, muitos ADORARAM. A culpa é da emissora? Claro que não! Comida e sexo fazem parte da natureza ainda animalesca, do ser humano. Junta-se ainda a violência. Em pleno século 21, ainda somos todos bichos.

  • Clau diz: 2 de março de 2015

    PÂNICO na TV. Retificando.

  • Rosai Gomes da Silva diz: 2 de março de 2015

    Ainda bem que estou com TV a cabo em casa

  • Apaixonada diz: 3 de março de 2015

    Bom dia! Oi Clau tudo bem?

    Pois é eu estava ansiosa por uma novela de Licia Manzo, desde a Vida da Gente! `Pena que esse horário para mim é um pouco complicado. Mas eu aconselho quem está criticando assistir e aguardar a novela, porque a Licia, pelo menos na novela citada, consegue trazer temas ditos polêmicos por vocês de uma forma leve. Pelo que estou vendo ela vai trazer a tona “os novos problemas” da vida moderna.
    Os adultos gerados de inseminação artificial, adoção por casais homo – achei interessante a abordagem – um casal homo adota e depois fica viúva, são situações vividas por casais heteros também. Enfim… me assustei com o romance entre meio irmãos, mas vou aguardar para ver como será abordada.

    (Achei muito pior o comendador de Império levar a Isis para dentro da sua casa e parece que a mulher dele já tinha feito isso.)

    Na Vida da Gente ela chegou perto visto que Ana, Rodrigo e Manu eram irmãos de criação. Eles tinham um elo afetivo os da nova novela não tem esse elo.

    Aguardando, espero ter tempo para assistir e aí sim… criticar!

  • Matheus diz: 3 de março de 2015

    Nossa que coisa chata esses coxinhas reacionários pseudo conservadores! TELEVISÃO = ENTRETENIMENTO, novela/série/filme não tem a responsabilidade de PASSAR ”BONS EXEMPLOS” NEM DE EDUCAR VOSSOS FILHOS, e sim de mostrar uma história fictícia ou histórias inspiradas/baseadas no cotidiano seja pra gerar discussões [que é o caso desta] ou não. Se vc está inapto a abrir sua mente para a realidade atual não tente impedir os outros disso. Preconceituosos e hipócritas.

  • Carlos Alberto diz: 3 de março de 2015

    Concordo em parte com você Matheus. As pessoas esquecem que a função e obrigação de educar nossos folhos é nossa, o que as pessoas não entendem é que uma novela se estende por meses, tem que se cria, recriar e imitar outras histórias. Sou contra certos temas abordados, mas se eu não queto, eu não assisto. E como disse você, é uma hipocrisia criticar as novelas e filmes brasileiros, e aplaudir filmes estrangeiros, que abordam: homossexualismo, violência, sexo barato e caro (50 tons dr cinza), drogas, preconceito racial e muitos outros. Mas como é produto internacional, o nacional vai ser sempre vulgar e apontam pra destruição da família. Tifo bem que o BBB é um exemplo disso, mas assiste quem quer
    O resto, temos que apreciar nosso humor inteligentíssimo e autores como Lícia Mazan, que não deixa nada a desejar aos roteiristas americanos. O trabalho de cuidar e ensinar o que é certo aos nossos filhos e família é nosso. Deus os abençoe. Abraços.

  • André Belarmino diz: 6 de março de 2015

    INCESTO, já acho um pouco demais. Acho de mal gosto. Daqui a pouco virá Zoofilia.

  • Genilza Almeida diz: 7 de março de 2015

    Pessoas de mente fraca, fechada, pré historicas que não conseguem ver o progresso da humanidade que não percebem que a mudança é necessaria. Só não é necessário este preconceito com a diversidade humana, pessoas que se interessam mais por um gosto sexual ao inves de considerar o carater individual. Ninguem precisa de aceitação externa para ser feliz apenas o respeito basta. Não importa o padrão imposto pela sociedade ao longo dos anos, isso sempre vai mudar, só vocês não perceberam isso.
    Super ansiosa para estreia da nova novela das seis!

  • observador diz: 8 de março de 2015

    Dessa vez TV maligna desse país extrapolou tudo que existe de limite: querem fazer com que o povo desmiolado deste país ache tudo isso normal. Isso faz parte de um plano para aniquilar a família, que a base de tudo. Mas devemos lembrar do seguinte: Aí de vós almas depravadas.

  • ricardo diz: 8 de março de 2015

    Como podem dizer que uma família pode ser naturalmente formada por dois homens e filhos ou duas mulheres e filho. Podem dizer que as pessoas tem que aceitar, mas como uma criança pode entender sua família se ela não é composta por pessoas como nas famílias convencionais tendo pai, mãe e filho. Nunca, e digo nunca, dois homens não formam uma família pois não podem conceber filhos, mas podem revidar ” e casais que são Estéreis? ” Quando isso acontece e um problema natural da Pessoa não uma decisão de morar com um gay.

    O que a TV está fazendo e principalmente a GL… é incentivar as pessoas acharem normais dois graus vivendo junto. Gay se diz que uma família não é feita de pai mãe e filhO, é feita com amor. digo que dois gay nunca serão uma famíli. Sou a favor de casal de um marido e mulhe, que por causa de um problema natural no corpo a mulher não consegue gerar filho, a adotar um filho, e acredito que por pequeno que for o filho ele ira entender o porque que foi adotado pois sua família não é diferente da maioria das famílias que contém pai (homem) e mae (mulher) e isso não implicaria em nada o psicólogo da criança, o que não acontece com crianças que são adotadas por casais gay, onde a crianca com toda certeza passará Por constrangimento.

    Eu não perco meu tempo assistindo um programa onde só vai ter pornografia e safadagem e em horário nobre.

    A partir do momento que tiraram a autoridade dos país sobre filhos, a autoridade dos professores em suas salas de aula e passaram a defender os gays o Brasil desandou, estão defendendo pessoas que não merecem nada, pessoas que nao sao digna.
    Assistam programas que edificam sua vidA, não o que não presta.

  • Rafael MP diz: 9 de março de 2015

    Em Abril recomeça Game of Thrones, 10 episódios de 1hr que atingem um resultado que a g l o b o nao atinge em 100.

  • Lara diz: 9 de março de 2015

    Caraca!!! Essa novela promete. Amei a “A vida da gente” da mesma autora, que descreve a vida como ela é, e que não existe mocinho ou vilão, mas somente a vida… tempo.. tempo. Será que vai ser polêmica como a história de Ana e Manu? Aguardo…rsrsrs

    Ei Apaixonada bom ver de novo seus comentários, lembro de vc em “A vida da Gente”, tomara que a novela seja tão boa quanto!!!

  • bruno diz: 9 de março de 2015

    Sinceramente eu sinto vergonha alheia da pessoa que escreveu essepenúltimOo comentário..
    Que pessoa mais triste..maispreconceituosoa e cheia de ódio. ..assustador ver isso hoje em dia.
    Não sou gay..adotado..nem vivo em qualquer situação descrita aqui…mas me sinto ofendido por saber que existam pessoas que pensem assim. Mas a opinião é dele então não há o que fazer…Não adianta explicar pra quem não quer entender.

  • kleison diz: 10 de março de 2015

    Aonde nosso mundo Vai párar incesto é gravemente errado pois dois irmãos se pegando e achar lindo e uma hipocrisia e sobre gays Eu ate respeito mas Eu fico abismado com os comentarios sendo que 85% das pessoas que dizem que acham lindo, bonitinho não gostariam de um na família.

Envie seu Comentário