Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fãs de Império fazem campanha para que Zé Alfredo e Marta fiquem juntos no final

04 de março de 2015 32
Estevam Avellar, TV Globo

Estevam Avellar, TV Globo

O termômetro de uma novela, hoje em dia, são as redes sociais. Quando as tramas são pouco comentadas na internet, é mau sinal… Por outro lado, algumas tramas colecionam fãs virtuais, que fazem até torcida por seus casais preferidos da ficção.

Já contei por aqui que em Império, João Lucas (Daniel Rocha) e Du (Josie Pessôa) (#LucaDu) são os queridinhos do público. Mas outro casal, que nem é oficialmente um casal há um bom tempo, também coleciona seguidores: Maria Marta (Lilia Cabral) e José Alfredo (Alexandre Nero).

A torcida estava dividida até bem pouco tempo. Parte do público era do time #Malfred (Marta + Zé Alfredo), mas havia muita gente torcendo por #Alfredisis (Zé Alfredo + Isis). Chegando no final da novela, a balança vai pendendo mais para o lado de Maria Marta, que muitos consideram a “mocinha sofredora” da trama.

Se você é do time MALFRED, uma boa notícia: o ex-casal terá uma recaída na última semana de Império. Durante o casamento de Vicente (Rafael Cardoso) e Cristina (Leandra Leal), o Comendador bebe demais e tem um momento de nostalgia com Maria Marta.

Ao levar Zé, praticamente carregado, até o quarto, Marta revela que foi muito feliz nos quase 30 anos de casamento:

Sinceramente? Uma vida fantástica, maravilhosa, com todos os momentos a que um verdadeiro casal tem direito, inclusive aqueles de pura baixaria. Nós fomos felizes, Zé, muito, demais, algumas vezes nós quase explodimos de tanta felicidade. E não adianta você fingir que não foi assim.

Eu sei que foi, Marta - admite ele.

O Comendador surpreende Marta com um beijo na boca de tirar o fôlego. Está certo que a bebida ajudou um pouco a deixá-lo mais alegrinho, mas quem sabe não é o despertar de um sentimento adormecido?

Maria Isis pedirá um tempo ao Comendador nos últimos capítulos da novela, deixando a dúvida se ele voltará para os braços de Marta ou acabará se entendendo pra valer com sua “sweet child”.

A minha torcida, confesso, é para o casal MALFRED. Isis tem uma boa química com o Comendador, mas é muito imatura e cheia de “mimimi”. As cenas de Alexandre Nero e Lilia Cabral são imbatíveis, que dupla incrível! Prova disso é que, apesar de terem vivido apenas uma cena romântica durante todos esses meses, há uma torcida grande pelo final feliz do casal.

Porém, se os boatos se confirmarem, o Comendador deixará duas viúvas no final da trama. NÃOOOOOO faz isso com a gente, Aguinaldo!!!

E aí, José Alfredo deve ficar com Marta ou Isis no final da novela?

Bookmark and Share

Comentários (32)

  • Clau diz: 4 de março de 2015

    Alexandre Nero já tinha uma bela química com Lília Cabral desde o tempo de A Favorita. Mas no final, não ficaram juntos.
    Também acho que Zé tem que ficar com Marta, se é pra haver um final feliz. Ambos são muito parecidos em muitos aspectos e se completam. Ele só procura uma pessoa como Ísis porque para o ego dele, necessita ser superior à fêmea. Coisa que não consegue ser com Marta, que mesmo sendo cruel, ela é muito mais superior e determinada que Ísis. E isso nada tem a ver com idade e sim com personalidade. Zé quer Ísis para seu prazer. E para afrontar Marta. E quando um dos cônjuges vive de afrontar o outro, é porque ainda há uma paixão recolhida na relação. Se Zé amasse mesmo Ísis, já teria começado uma vida a dois com ela. Enfiar a guria dentro da casa da esposa, mostra que quer feri-la. E sendo assim, ele ainda nutre um sentimento por ela. Que mesmo sendo ódio, na verdade é um amor esquecido que ainda mexe com ele.
    Marta fez Zé para a sociedade. Ele pode ser esperto, mas era bruto (ainda é) e faltava-lhe lapidação, que ela ao longo dos anos lhe deu. Portanto ambos são um só.

  • Marina diz: 4 de março de 2015

    Isis = Fabricio Melgaço. Pq nunca ninguém pensa nisso. Ela está ao lado dele por anos, sempre escanteada, nunca assumida, tem aqueles pais q não prestam. Assim, Zé Alfredo pode ficar com a Marta ao perceber que ela é a unica companheira dele.

  • Iara diz: 4 de março de 2015

    Sem sombra de dúvida com a Maria Marta.

  • Paula diz: 4 de março de 2015

    Malfred é muito melhor!!!

  • jonatan custodio diz: 4 de março de 2015

    Porque o comendador merece um final feliz?
    Um homem que mata,contrabanda jóias,finge a própria morte,trái o irmão e além de tudo é um chato arrogante merece mesmo é a morte!
    Final mais justo não há!

    Comendador pode até ter caído no gosto popular,mas como é um bandido merece cadeia ou melhor a morte!

  • Anamika diz: 4 de março de 2015

    Faz sentido. Um sem o outro não construiriam um império. Sem contar que se parecem muito.

  • Mariah diz: 4 de março de 2015

    Sempre fiz torcida para Marta e J Alfredo, tomara que o autor faça assim.

  • Candinha diz: 4 de março de 2015

    Amo a novela, elenco maravilhoso, trama até boa, não gosto das gueisses do Claudio, da fresca da Beatriz e do lindo do Leo só é bonito o ator essa parte eu odeio, mas amo o Teo, o Comendador é 10, Maria Marta tbm e quero q terminem juntos, M. Isis uma songa linda, enfim, novela muito boa, amo tudo na Bixana, e não gostaria q José Alfredo morresse se isso acontecer, vai ser pena,Tem falhas sim, mas da de 10 em : em Família, pra mim é muito boa a novela, não perco um capitulo …..vamos aguardar Babilônia já não estou gostando do Gabriel Braga Nunes, ele tem q comer muito arroz com feijão pra conquistar o púbico, sei não….mas vou dar uma chance………………..

  • Carlos diz: 4 de março de 2015

    Juro que gostaria de entender esse amor que as mulheres na rua tem demonstrado pelo Zé

  • Jana Ebert diz: 4 de março de 2015

    Sou Malfred desde o início de Império!Estamos levando nossas tags aos trends desde dezembro,conseguimos quase todos os dias e já fomos até para os mundiais!!!Nosso único objetivo é ver Marta e Zé juntos e felizes no final da novela!!!É tudo o que queremos!!!É Malfred fazendo história junto com a Novela!obrigada pela reportagem!!!

  • Lily diz: 4 de março de 2015

    Claro que com a Isis , está com ele desde o inicio,não faz sentido ficar com essa Marta interesseira agora ! ALFREDISIS ATÉ O FIM!

  • Elaine diz: 4 de março de 2015

    Ele não pode acabar com a Marta ! Tem que ficar com a Isis que até hoje me emocionou com as cenas e declarações de amor,Marta tem que ser o Melgaço pois ela é interesseira

  • Gabriela diz: 5 de março de 2015

    Torço muiito por esses doiis casal perfeito e super divertido, isis e ze ate combinam mas é so cama n rola outra coiisa entre eles, casal meloso de mais o ze muda quando ta com ela, e todos preferem o ze turrao, bronco isso q torna o personagem divertido e maravilhoso. Imperador e Imperatriz tem que ficar juntos.

  • FERNANDA MATTOSO diz: 5 de março de 2015

    Penso o mesmo que você, Marina. Acho que seria perfeito, Isis ser o Fabríco Melgaço. Na minha opinião, ela já deu milhares de provas que não presta e vem de uma família capaz de destruir o caráter de qualquer um por dinheiro e status sem trabalhar. Preguiçosa, atrevida e manipuladora Isis conseguiu, até agora, tudo que quis comendo pelas beiradas, fazendo cara de menininha inocente. Sua chantagem emocional comove até os lobos mais espertos e, quando vê que está perdendo, ameaça a sair fora da relaçnao. Totalmente típico de vagabunda!

    A menina, ainda adolescente, se enfiou no meio de um casamento de 20 anos, aceitando a posição de “teúda e manteúda” sem o menor drama ético. Sustentou e tirou os pais cafetões da miséria às custas do dinheiro do amante e do patrimônio de sua família. Não produz absolutamente nada de útil, não se interessa por estudar nem se aprimorar em nenhuma carreira típica de jovens da idade dela. Arrumou um empreguinho moleza só pra dizer que não ficava o dia todo em casa de camisola. Não se esqueçam que a moça passou os três primeiros meses da novela vestida com roupas íntimas caras, a espera de realizar as fantasias de seu cliente.

    Assistiu de camarote o sofrimento da família inteira no momento em que achavam que o comendador estava morto, enquanto pelas costas, deitava e rolava na cama com ele. Além disso, se me lembro bem, Isis planejou com a sua mãe engravidar escondido para arrancar mordomia vitalícia do trouxa apaixonado. Conseguiu um apartamento em seu nome e arrancou uma mesada bem farta do corôa. Deu mole para Lucas, facilitando a abordagem do rapaz que começou a se envolver demais. Não viu nenhum problema no fato de sua mãe ter extorquido do comendador uma fortuna em troca do álbum roubado de Marta. Ao contrário, reatou os laços familiares, rompidos quando ela estava por cima ao lado do comendador.

    Por fim, se enfiou dentro da casa do empresário, afrontando toda a sua família de forma nojenta! Agora, força a barra para tomar de vez a posição de “imperatriz”. Enfim, a ninfeta aprontou a novela inteira e conseguiu, comendo pelas beiradas, tudo o que quis. Ao lado de um mau caráter de carteirinha como Zé Alfredo, a menina achou campo fértil para se dar bem, uma vez que usou as falhas de caráter do malandro contra ele. Espertinha, a moça!

    Só acho que Marta merecia qualquer fim, menos o karma de terminar com um cafajeste. Se o autor quer castigar a personagem de Lilian Cabral, vai conseguir se deixá-la presa a Zé Alfredo. Mas se quiser, pelo menos ser um pouco justo e coerente, penso que o comendador deveria continuar sendo expoliado pela amante, preso a uma paixão que não controla e que vai levá-lo à ruína total – moral, pessoal e financeira. Gosto dessa possibilidade, embora ache improvável.

  • Joana diz: 5 de março de 2015

    Sempre que surge um problema, o Comendador pede ajuda da Marta, principalmente na última semana a parceria da Marta foi muito importante. A Isis é apenas uma distração. Se ele amasse de fato a Isis já teria ficado com ela e abandonado a Marta. Acho que a Marta é o porto seguro do Comendador. Só lamento o final brega, o Comendador morre e as mulheres da vida dele jogam as cinzas no Monte Roraima. Acho que o autor poderia ser mais criativo e dar um final feliz para os protagonistas.

  • Yvette Turco diz: 5 de março de 2015

    José Alfredo debe quedar con María Isis. Marta: manipuladora, mentirosa y sinverguenza. Ella metió en su casa al pinguino mayordomo, que de paso era su ex y de amante al loco de Maurilio. Lo único bueno: que es la madre de sus hijos de los cuales Joao Lucas es el único modelo a seguir con Du y los gémelos.

  • Clau diz: 5 de março de 2015

    Concordo com FERNANDA MATTOSO. Muito bem dito cada palavra. Também acho que Marta ficar com Zé Pilantra pode ser um karma, mas SE o autor for JUSTO, que o tiro que Pedro deu no pai, deixe Zé aleijado. Tetraplégico. Sim, só move a cabeça e olhe lá! Assim vamos ver se a queridinha ruiva dele, a sweet child, vai perder seus anos de juventude cuidando do “painho velho e aleijado”, dela. Será que vai ficar ali na cabeceira da cama, o alimentando? velando por ele? Tenho certeza que Marta sim, ficará. Só uma mulher muito apaixonada suporta o que Zé Pilantra faz.

    Assim como já houve criticas em relação a Claudio e Beatriz, Zé e Marta seguem um mesmo rumo. Duas mulheres, cada uma a seu jeito, suportando a vida dupla de seus maridos. POR AMOR! ELAS foram LEAIS a eles. Eles não foram. Ser LEAL não precisa necessariamente ser FIEL. Claudio tinha Leonardo e Beatriz sabia da vida dupla do marido e o aceitava assim, por amor, por conforto, por acomodação, mas acredito que, por cumplicidade. Casou-se cedo, era muito apaixonada por ele. Beatriz foi leal a Claudio. E agora, fico sabendo que ele vai deixá-la para ficar com Leo, depois dela ter sofrido acidente por causa de toda polêmica do caso amoroso, depois de sofrer o que sofreu para e por ele? é o fim da picada! Mas Aguinaldo resolveu nesta trama a só dar valor aos MACHOS, alguns nem tanto, mas tudo bem. Téo Pereira está impune. Criatura nojenta, nefasta, destruidora, mas o público gosta. Assim como gosta dos cafetões Magnólia e Severo. E endeusam Zé Alfredo, demonizando Marta. Esta é a inversão de valores do público.

    Marta quando conheceu Zé estava passando por problemas conjugais e emocionais. Ela se envolveu e se apaixonou pelo capiau bronco. Fez dele um homem poderoso. Sabia das falcatruas dele assim como Beatriz sabia das saidinhas noturnas do marido. Ambas se calaram por amor. Alguns dirão que no caso de Beatriz foi por comodidade e no caso de Marta por interesse. Não importa. O que importa é que ELAS foram LEAIS a seus maridos. Marta sabia das traições de Zé, mas suportava, desde que ele se mantivesse casado com ela e respeitasse a família.
    Beatriz igualmente, foi leal a Claudio. Sabias das saídas noturnas dele, o aceitava assim, desde que ele mantivesse a família longe disso e continuasse casado com ela. Isto é ser LEAL. Pular a cerca, mas separar as coisas e ser grato a quem está sempre a seu lado.

    Zé sem Marta é zero a esquerda. Muitos acham que com Ísis ele será feliz. Quem garante? ele já viveu longe de Marta? Até levou a ninfeta pra dentro de casa! Por que ele não vai viver com ela? por que não saiu da casa de vez? POR MEDO. No fundo Zé Pilantra é um ZÉ NINGUÉM. Ele pode ser o cabeça da família. Mas o pescoço, quem é? é Marta. Sem ela, ele está perdido. E concordo com Fernanda Mattoso quando deseja que ele viva com Ísis e esta o deixe arruinado. Seria muito bom! Assim como na novela Amor à Vida, o doutor poderoso César se perdeu por causa da criminosa Aline. Bem feito! Cego e totalmente dependente do filho gay assumido, que ele tanto desprezou.
    Um final assim pra Zé Mané seria PERFEITO! Aleijado, e dependente total do poder de decisão de Marta. Agora ela sim, seria a IMPERATRIZ e comandaria a Império. Este final sim seria o justo.

    CARLOS, também não sei a razão do poder de sedução de Zé Pilantra Alfredo, com as mulheres desse Brasil. As mulheres estão se perdendo, amigo… Elas querem um homem perfeito em tudo e FIEL. Zé é ladrão, assassino, mentiroso, traiçoeiro, traidor… Fez as piores coisas pra família e pra esposa e mesmo assim, as brasileiras e até estrangeiras o acham o MÁXIMO! Depois se queixam que falta homem no mercado. Mas também! elas querem um cafajeste!

  • FERNANDA MATTOSO diz: 5 de março de 2015

    Adorei seu comentário, Clau! E muito obrigada pelo apoio. Adoro quando vejo que posso dividir a opinião com alguém que fala a mesma língua. É mais bacana que a própria novela.

    E mais: não sei se você lembra, mas dei o contra na relação de Cláudio e Beatriz desde o início da novela. Nunca consegui acreditar naquilo, porque talvez tenha muita experiência com a situação na vida real. Tive amigas bem próximas sofrendo pela mesma situação e não teve nada de romântico no casamento delas. Na verdade, as mulheres SEMPRE se ferram numa situação assim. Se iludem, se envolvem, são administradas por seus parceiros confusos e covardes por anos, pra no final, serem trocadas pelo primeiro gatinho que roubar o coração de seus amados. Triste fim! Gostaria que ela ficasse com alguém bacana, acordasse no meio do caminho e ELA DEIXASSE CLÁUDIO. Mas parece que o autor é bem tendencioso, não acha?

    Odeio o comendador e o que ele representa, bem como toda sua trupe de “puxa sacos”. Detesto essa destruição de valores familiares, porque acho que não precisamos desgringolar com tudo que há de tradicional para sermos modernos. Algumas coisas nunca mudam e são pilares que sustentam nossa sociedade. Não podem ser irresponsavelmente vulgarizadas como na trama de Agnaldo. Vá logo, “Imperador” e dê o lugar para algo que valerá mais a pena ver de novo.

  • Carlos diz: 5 de março de 2015

    Clau, tenho amigas que voltaram a assistir novela novela por ele, maioria solteiras e geralmente quando se falam em homem dizem características que não tem nenhuma relação com ele. O pior é todos colocam como salvador da pátria, fora o texto do Aguinaldo que já demonstra ser machista por natureza. Que venha Babilônia quero voltar a assistir novela.

  • marco diz: 5 de março de 2015

    Amigos tem gente que reclama de mais todos falam q novela e tudo igual agora ta ai uma diferente que o bom não e tao bom assim na vida real ninguém e bom de mais , Ísis com ele e muito artificial não existe casal perfeito ele e marta sim e como alguns casais de verdade não ficam melando o tempo todo casal tem que ter uma briguinha o Agnaldo pera ai meu bem Zé morrer VC mata também todo seu trabalho na novela , a Ísis e muito bonitinha mas não e boa atriz não na minha opinião agora Lilia e nero estão perfeitos Lilia e maravilhosa e nero esta fazendo um trabalho bom e ordinário muito bem feito , parabéns por sua novela isso e se VC não matar o comendador ele batalhou para conseguir tudo de volta consegue e depois morre ai não ne não queime seu filme não Aguinaldo, um abraço.

  • vivi diz: 6 de março de 2015

    Nada a ver este final da novela, a Marta apoiou Zé Pedro sempre, incentivou a roubar o próprio pai! Desde o começo da novela ela só mostrou interesse pelo o dinheiro do Zé Alfredo, tudo bem que ajudou ele bastante, mas colocar o rival do marido na casa dele! A isis tbm nao foi a melhor, até tentou atirar para o lado do filho, mas td Pq a mãe nao presta, se a isis fosse uma interesseira ela nem tinha pensado duas vezes, já estaria com o filho do amante a tempos. Marta e Zé nunca! Isis e Zé sim, sempre teve química e respeito entre eles, declarações de amor… E ele jurou amor além da morte para ela, e agora o altor vem com essa de Zé e Marta, por favor né! A novela já perdeu a graça faz tempo!

  • maah diz: 6 de março de 2015

    Olha a Marta nao eh a “Santinha” mas ela amou e ama ele. Porisso sou e sempre serei # Malfred

  • Mendes diz: 6 de março de 2015

    Marta e Zé Alfredo a final mais que perfeita….. Os dois são farinha do mesmo saco e merecem sim ficar juntos.
    Concordo e aprovo os comentários de Clau e Fernanda matoso….show!

  • Clau diz: 6 de março de 2015

    FERNANDA MATTOSO, eu também conheci um casal como Beatriz e Claudio. Na verdade eram pais de um ex namorado meu. A década era final dos anos 70 e início dos anos 80. Naquele tempo o assunto homossexualismo não era tão divulgado ou debatido. O pai de meu ex, um senhor j´alá com seus mais de 50 anos de idade, sempre após o jantar, saia para caminhar. De início eu (muito boba) não tinha me dado conta. E eles aparentemente viviam bem. Mas com o tempo e convivência comecei a notar algo estranho. E a esposa dele também. Embora fossemos amigas, nunca comentamos nada a respeito. Mas uma noite, ele resolveu sair depois do jantar. Era um sábado e eu e me namorado íamos ao cinema. O meu ex sogro se aprontou pra sair, perfumado, arrumado, pegou o cachorrinho (que usava como desculpa pra dar umas voltas) e falou que sairia. Minha ex sogra, na mesma hora falou que iria junto com ele, que noite estava bonita e coisa e tal. O homem ficou brabo! falando que ela não iria e pronto. Ela ficou desconcertada, meio que riu e tentou deixar o ambienta mais leve. Eu já nem queria mais sair para o cinema pois ela ficaria ali sozinha, coitada… Meu ex sogro se mandou e voltou bem tarde. Ela nunca mais falou no assunto. E a coisa ficou assim. Mas creio que ela desconfiava sim, pois era uma mulher esclarecida e inteligente. Sua maior frustração foi não ter feito vestibular pra medicina, que tanto sonhava. Por que não fez? Porque estava já casada e maridinho (ele médico) não queria que esposa trabalhasse. Hoje penso que ele temia a concorrência. E assim se passaram o anos. Terminei meu namoro por outros motivos e me casei com outro homem, feliz até hoje. Mas minha ex sogra, soube que ela faleceu depois de um longo tormento por Alzheimer. Meu ex sogro faleceu antes dela, mas não sei do quê.
    Me perguntarão como eu posso pensar que ele se encontrava com homens e não com mulheres. Porque dava pra notar alguns trejeitos, alguma afetação e alguns comentários. E naquele tempo, mais de 30 anos atrás, era uma vergonha assumir a homossexualidade ou dizer que o marido era gay. Acho que nem ela queria acreditar que ela a traia com homens. Se ele tinha um amante, nunca soubemos e eu menos ainda.

    CARLOS, por isso os homens estão confusos em relação às mulheres. Ela s criticam uma coisa e depois aceitam tais coisas como se fosse o máximo! Vide 50 Tons de Cinza. Não sei que tipo de mulher pode suportar um sadomasoquismo. Mas se fosse uma homem humilda, muitas estariam abrindo processos. Mas como é o bonitinho rico do filme e livro, aí pode. Credo! Deus me livre!!!

    Pois é MENDES, é isso aí. Triste saber que o Zé, se vivo terminar a trama, vai ficar coma ruivinha sonsa.

  • FERNANDA MATTOSO diz: 6 de março de 2015

    Sim, Clau. Tenho uma tia que costuma dizer: “cada um com seus cada um”. Há gosto pra tudo! Eu te digo, sinceramente, que não aceitaria essa situação nunca. Não topo dividir meu marido nem com mulher, nem com homem. Sou careta mesmo…kkkkkk. E confesso que, com homem, me doiria mais. Isso é pessoal e não há como mudar. Hoje li aqui no blog alguém (não me lembro quem) que falou uma coisa muito certa: “a palavra homofobia veio para censurar a liberdade de expressão”. Concordo! Se você não aceita seu marido com outro é homofóbico, preconceituoso, ignorante e por aí vai. Tenho tomado muito cuidado com esses termos da moda, porque estão muito mal utilizados. Mas não acho, ao contrário do que muitos devem pensar, que a questão central do casal Cláudio e Beatriz seja a homossexualidade.

    O que mais me chama a atenção nessas personagens de Agnaldo é que a devoção de Beatriz beira a obsessão, ao passo que a covardia de Cláudio é camuflada por uma capa de “bom moço”. A mulher chega a ser pegajosa e o homem meloso. O discurso do casal é politicamente correto em demasia. Me parece que, na tentativa de se mostrarem “família modelo”, dizem tudo que todo mundo espera ouvir de pessoas perfeitas. São equilibrados demais, educados demais, dedicados demais, compreensivos demais, unidos demais, civilizados demais. Que tédio…zzzzzz.

    Adorei quando Enrico apimentou a relação em casa…rs!!! Defeitos de caráter à parte, o rapaz pelo menos foi autêntico. Expressou seus sentimentos sem peneirar o que dizer. Feriu porque se sentiu ferido. Puro instinto de defesa humana, claro! Foi franco e despiu-se da máscara de “menino modelo” que lhe prenderam ao rosto por toda sua vida. Em geral, pessoas que questionam e se expressam contrárias ao senso comum são marginalizadas. Em uma família cujos valores são pautados em um formato pré-fabricado de felicidade, Enrico realmente não acharia espaço. O jeito foi surtar…rs! O que Enrico fez foi dar uma pausa entre o primeiro e o segundo ato da peça teatral protagonizada pelos pais, para dar uma respirada de realidade e agir, por alguns dias, como um ser humano normal. Gente que erra, grita, ofende, pensa, discute, questiona, enche o saco e, sobretudo, tem o direito de opinar. Não estou justificando crimes cometidos pelo rapaz, mas que sua reação foi muito coerente, não tenho dúvidas. E o desfecho da sua estória foi batata! Lembra quando citei que tudo acabaria com uma boa viagem internacional, regada à muita psicanálise e compreensão familiar? A cara da “família modelo”!

    Cláudio e Beatriz são o exemplo, pra mim, do que não se deve apostar em uma relação de amor: na previsibilidade. Essa sim é a principal questão dos dois, que foi mostrada na novela de forma muito clara. Relacionar-se não é previsível, pessoas não são previsíveis, sentimentos não são previsíveis, a vida não é previsível. Felicidade não vem com manual de instruções. O que Cláudio e Beatriz tentaram foi justamente isso. Reproduzir a vida perfeita e feliz assistida nos romances hollywoodianos dos anos 50. Incorporaram identidades românticas e construíram suas vidas em cima de personagens. Mas um dia, a verdade bate na porta, as cortinas se abrem e a fantasia é retirada à força, porque podemos fugir de qualquer um, menos de nós mesmos.

    Agnaldo foi muito competente em lidar com a situação de Cláudio e Beatriz. Embora tenha várias críticas ao exagero e a forma literal de sua abordagem, penso que AUTENTICIDADE foi a grande discussão desses personagens. Achei bem interessante esse assunto e me fez refletir. Não consigo identificar felicidade legítima no casamento dos dois, posso estar errada, mas é o que percebo. Vejo duas pessoas na ânsia de cumprir com expectativas pessoais a qualquer preço, nem que para isso tenham que se reinventar. Acho que ali tudo não passou de um sonho. Foi vivido, cheio de lembranças boas, mas amor…amor é outra coisa. Como diria, para Cláudio e Beatriz “the dream is over”. Lamento por não ter sido Beatriz a primeira a ter acordado.

  • Fernanda diz: 7 de março de 2015

    O zé Alfredo e Maria Isis são totalmente sem sintonia,forçados e melosos ao extremo.
    Zé Alfredo deveria ficar com Marta que é a mulher que fez ele ser um alguém perante a sociedade,quem ajuda ele,e quem sempre o amou e ainda por cima conhece todos os defeitos dele,o lado bom e o lado ruim,enquanto Isis só conhece o lado bobão dele

  • Priscilla diz: 8 de março de 2015

    Ao meu ver Claudio e Beatriz sao ridicuulos.. A Beatriz tinha que largar o Claudio.. A Marta tem que ficar com o comendador, afinal foi muito humilhada a trama toda com o lance dele e da vadiazinha da isis…. Deixar ele com a Isis vai so apoiar esses homens que humilham suas mulheres, mae dos seus filhos por uma bonitinha qulquer da rua…. E isso nao e correto… e errado e nao deve ser apoiado. ERRO POR ERRO AMBOS ERRARAM… TANTO MARTA QUnto o comendador, mas ela como uma esposa de verdade nunca o abandonou… Se colocou o Maurilo dentro da casa foi um escape ppr desespero devido as atitudes do Jose Alfredo com a Isis. Mas mesmo com todas as palavras duras dele, desprezo e humilhaçoes ela sempre esteve ali…. Ela merece sim que ele se desculpe, se humilhe e fique com ela. Marta e Jose Alfredo para o final da novela.a.. ja ia esquecer… zuado esse lance da Xana, Nana e Antonio morarem juntos para criar o Luciano…. muito zuado.

  • vanstefani diz: 9 de março de 2015

    Zé Alfredo tem que ficar com a Marta… este sim seria um final maravilhoso..

  • selma diz: 11 de março de 2015

    José Alfredo tem que terminar com marta e prometer pra ela que vai ser fiel até a morte e amor até a morte pq ela merece ser feliz ela é uma mulher pra todas as horas

  • Lucia diz: 11 de março de 2015

    Jå que o José Pedro mimadinho, ganancioso earrogante e está contra o pai que patrocinou a vida dele toda e, não demonstrou nenhuma gratidão em relação ao comendador , devia ser comprovado que era filho mordomo do Silviano e ir para a a cadeia por seus crimes e se sentir humilhado por não ser o herdeiro da família, perder a possível herança como sempre almejou. Seria um otimo castigo

  • Jackie moreno diz: 11 de março de 2015

    Por favor nao mate o Zé !!!! I Brasil ama o zé!!! O mal nao pode vencer o bem, Depois de tanta tristeza nesse brasil sem lei ainda tem decepçao na unica coisa que da prazer no brasileiro

  • Duda Camargo diz: 12 de março de 2015

    E claro que ele deve ficar com ficar com a ISis , sempre esteve do lado dele ! Se o final da novela eles não ficarem juntos nunca mais assisto nada desse autor!!!!!!!!!!! Esse povo e bem invejoso mesmo só pq ela e mais jovem que ele, bando de recalcada !!!!!!

Envie seu Comentário