Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lilia Cabral explica vilanias de Maria Marta em Império: "Ela tem alma cruel"

27 de julho de 2014 0
Paulo Belote, TV Globo

Paulo Belote, TV Globo

Se o que faltava no horário nobre eram vilões, Império vai ser um prato cheio para o público. Além da dissimulada Cora (Marjorie Estiano/Drica Moraes), a ambiciosa Maria Marta (Adriana Birolli/Lilia Cabral) também deve aprontar muitas maldades.

Depois de interpretar a heroína Griselda em Fina Estampa, Lilia Cabral volta com tudo às novelas, fazendo o que sabe de melhor. Afinal, ela é uma das poucas atrizes que quando é boa surpreende, mas quando é má, aí sim arrasa. Lembram da megera Marta em Páginas da Vida? Pois é, em Império devemos ter uma mulher ainda mais cruel e capaz de tudo.

Lilia explicou ao Extra o que podemos esperar de Maria Marta:

- Optei por um lado cruel, mas leve. Quanto mais engraçada e bem-humorada eu for, pior eu serei. Ela fala essas coisas estapafúrdias e tem uma alma cruel. Mas não quero mostrar uma caricatura, e sim, uma mulher que existe.

Maria Marta vai atormentar bastante a vida de José Alfredo (Alexandre Nero). Para isso, ela terá como principal aliado o filho mais velho, José Pedro (Caio Blat). Por outro lado, a vilã terá uma relação de conflito com a filha, Maria Clara (Andreia Horta):

- Maria Marta não acha que Maria Clara é toda certinha, queridinha. Acha que ela puxou a índole do pai, então, algum podre deve ter.

No que depender das vilãs de Império, vale a pena grudar na frente da TV!

Bookmark and Share

Silvio de Abreu recebe o desafio de salvar novelas da Globo

27 de julho de 2014 6
Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Zé Paulo Cardeal, TV Globo

Podemos dizer com certeza que, nos últimos anos, as novelas da Globo passam por uma grave crise. Salvo uma ou outra exceção, como Avenida Brasil e Cheias de Charme, a audiência média das tramas tem ficado abaixo do esperado.

O que fazer, então, para salvar a teledramaturgia global?

De acordo com o colunista Flávio Ricco, a emissora resolveu criar um núcleo específico para analisar o problema. Sob o comando de Sílvio de Abreu, o grupo será responsável por decidir sobre os autores, elenco, direção, temas abordados, cronograma de gravações e duração das futuras novelas.

A estratégia é mais do que válida e Sílvio é um nome de peso para o cargo. O remake de Guerra dos Sexos foi uma tragédia, mas como eu já disse aqui, não podemos julgar o autor por uma ou outra novela mal-sucedida, mas sim avaliar o conjunto da obra. E o autor de histórias tão distintas como A Próxima Vítima, Passione e Belíssima sabe bem onde errou e onde acertou.

Bookmark and Share

Recuperada de acidente, Isis Valverde será mocinha sofredora em Boogie Oogie

26 de julho de 2014 4
Paulo Belote, TV Globo

Paulo Belote, TV Globo

Meu Pedacinho de Chão está na reta final e a próxima novela das 18h, Boogie Oogie, já aquece as turbinas para a estreia. A trama de Rui Vilhena estreia dia 4 de agosto, com pinta de remake de Dancin’Days.

Isis Valverde se prepara para encarnar mais uma mocinha sofredora. Na pele de Sandra, a atriz passará por maus bocados na nova trama.

Meses depois o grave acidente de carro que sofreu e ainda com a imagem arranhada pelo suposto envolvimento com Cauã Reymond, Isis tentará ganhar a simpatia do público. Ao Extra, ela contou:

Nunca vivi uma personagem com um drama tão grande. Sandra é um ser humano normal, que tem uma índole boa, mas passa por altos e baixos e, por isso, sente ódio e rancor .

Assim como Paolla Oliveira e Fernanda Vasconcellos, Isis Valverde já está ficando marcada pelos papéis de mocinha chorona. A jovem atriz já provou que consegue se destacar em personagens diferentes, como foi o caso da periguete Suelen de Avenida Brasil. Talvez seja o momento de Isis encarnar uma boa vilã, não acham?

Bookmark and Share

Após participação em Império, Regina Duarte reclama de falta de convites para novelas

26 de julho de 2014 3
Camila Camacho, TV Globo

Camila Camacho, TV Globo

Enquanto novos talentos são lançados na Globo a cada novela, algumas “pratas da casa” acabam sendo esquecidas e chegam a ficar anos sem um bom convite para voltar ao trabalho.

É o caso de Regina Duarte, que estava longe das novelas desde o remake de O Astro, em 2011. De volta em uma participação especial na primeira fase de Império, a atriz nos fez lembrar como é bom vê-la em cena.

Intérprete de tipos memoráveis como a Viúva Porcina, a sofrida Raquel de Vale Tudo e três grandes Helenas de Manoel Carlos (História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida), Regina Duarte não recebe um bom papel em novelas há muitos anos. Sim, porque não vamos nem considerar a caricata Clô Ayala de O Astro ou a cômica Valdete no fracasso que foi Três Irmãs

Em entrevista ao Extra, Regina desabafou sobre a falta de convites para a televisão:

Estou muito louca para trabalhar, e esperando bons convites. Mas a história do protagonista é relativa. A gente vai descobrindo ao longo da carreira que, mais importante do que ser protagonista, é ter um bom papel, não é verdade? E estou à espera de um bom papel.

A atriz chegou a ser cotada para Boogie Oogie, próxima novela das 18h, mas acabou não sendo escalada.

Foi um convite que não se formalizou, divulgado antes que eu pudesse avisar que havia sido liberada para fazer teatro. Foi lamentável, um equívoco.

Um equívoco é ver atores fracos desempenhando papéis de destaque na telinha, enquanto bons profissionais amargam anos na “geladeira”. Aqui no Noveleiros, muita gente lembra com saudades de Joana Fomm, Sônia Braga, Lucélia Santos e outros nomes consagrados décadas atrás, mas que ultimamente não têm sido lembrados pelos autores. É uma pena…

Bookmark and Share

Império: Cristina procura José Alfredo e é humilhada pelo suposto pai

25 de julho de 2014 5
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Com a mudança de fase em Império, outros atores entraram em cena para dar continuidade à história. Depois de apresentar o início da fortuna de José Alfredo (Chay Suede/Alexandre Nero), o autor agora mostrará a briga pela herança do magnata.

Além de José Pedro (Caio Blat), Maria Clara (Andreia Horta) e João Lucas (Daniel Rocha), tem mais gente prestes a entrar na disputa pelo “Império”.

Cora (Drica Moraes) sabe que Cristina (Leandra Leandra) pode ser filha de José Alfredo. Sonhando em colocar a mão na grana do milionário, a vilã incentiva a sobrinha a ir em busca de sua verdadeira origem.

Nos próximos capítulos, segundo o Extra, a jovem ficará cara a cara com o homem que pode ser seu verdadeiro pai. Pra quem não acompanhou o início dessa história, nem mesmo Eliane (Vanessa Giácomo/Malu Galli) tinha certeza se o filho era de Evaldo (Thiago Martins) ou se era fruto do romance proibido com o cunhado.

Cristina não quer saber da fortuna que pode herdar, mas será convencida pela tia a ir atrás de seus direitos. Mas José Alfredo nem imagina que pode ter mais uma filha, por isso, ao dar de cara com a moça, ele será bem desagradável:

- É a segunda vez que lhe vejo me observando aqui na frente da minha empresa. Que é que você está procurando? O que quer comigo, afinal?

Mesmo se não for filha do Comendador, Cristina é sobrinha dele, o que já pode ser importante para seu futuro. Afinal, Zé Alfredo não se negaria a ajudar a filha de seu falecido irmão, ainda mais por ainda carregar a culpa pela traição do passado.

A dúvida é como os filhos do milionário irão reagir se souberem que têm mais uma “concorrente” à sucessão das empresas. Além disso, a ambiciosa Maria Marta (Lilia Cabral) não vai aceitar de jeito nenhum essa história, e para isso sempre contará com a ajuda do filho predileto, José Pedro.

Como Aguinaldo Silva havia prometido, Império é um daqueles “novelões” que dá gosto de acompanhar.

Bookmark and Share

Aguinaldo Silva alfineta: "Nas minhas novelas não pode ter cena de conversa mole"

25 de julho de 2014 6
Renato Rocha Miranda, TV Globo

Renato Rocha Miranda, TV Globo

Quem tem acompanhado os primeiros capítulos de Império já deve ter percebido uma mudança radical no ritmo, se formos comparar com a antecessora. Os diálogos arrastados e sem a menor função de Em Família deram lugar a uma história cheia de reviravoltas, onde cada cena tem uma razão de ser.

Aguinaldo Silva sabe bem a qualidade do que escreve e se vangloria por isso. Por mais que pareça pretensão, temos que admitir que ele tem motivos para se achar “o tal” do horário nobre. Não foi à toa que coube a ele a missão de levantar o ibope derrubado por Manoel Carlos.

Em seu site oficial, Aguinaldo aproveitou pra dar aquela alfinetada básica nos colegas:

- Quem prestar atenção aos diálogos de “Império” e entender do assunto vai perceber que sou obcecado pela precisão do texto. Nas minhas novelas não pode ter cena de “conversa mole”, de encheção de linguiça. A cada frase pronunciada por um personagem a história tem que dar um passo… E sempre adiante.

O autor explica ainda que, enquanto outras novelas andam “para os lados”, suas tramas seguem um ritmo crescente.

Após acompanhar os primeiros capítulos de Império, sou obrigada a reconhecer a qualidade do texto de Aguinaldo Silva. As últimas duas tramas do autor, Duas Caras e Fina Estampa, me decepcionaram bastante, por isso eu não tinha tantas expectativas com relação a Império.

Expectativas baixas, somadas ao “trauma” de Em Família, além do elenco afiado, cenas bem dirigidas, cuidado com a escolha dos atores das duas fases e trilha sonora ótima compõem uma obra de qualidade, coisa que há tempos não víamos no horário nobre. Aguinaldo Silva acertou em cheio, espero que mantenha o nível até o final da trama.

Bookmark and Share

Com fim da primeira fase de Império, público lamenta saída de Chay Suede

25 de julho de 2014 5
Renato Rocha Miranda. TV Globo

Renato Rocha Miranda. TV Globo

Chay Suede mal chegou à Globo e já está bombando! O desempenho do jovem ator arrancou elogios do público e da crítica e até garantiu a presença dele na próxima novela das 21h.

Após três capítulos e meio na pele do protagonista José Alfredo em Império, Chay se despediu da novela no capítulo de ontem e passou a bola para Alexandre Nero. Além dele, Vanessa Giácomo, Adriana Birolli e Marjorie Estiano deram lugar a Malu Galli, Lilia Cabral e Drica Moraes. Escolha maravilhosa de elenco, tanto na primeira quanto na segunda fase, não temos do que reclamar…

De acordo com o Uol, a saída de Chay Suede da trama repercutiu nas redes sociais. Os tópicos “Volta Chay” e “Chay Vai Deixar Saudade em Império” estiveram entre os mais comentados na internet.

O bonitinho, que já colecionava fãs desde os tempos da novela Rebelde na Record, viu sua popularidade subir ainda mais nos últimos dias. É uma aposta promissora da Globo e tem tudo para se firmar entre os jovens galãs da emissora.

Bookmark and Share

Novo casal, política e reconciliação marcam final de Meu Pedacinho de Chão

25 de julho de 2014 62
Renato Rocha Miranda, TV Globo

Renato Rocha Miranda, TV Globo

A novela mais bem-feita e linda visualmente está entrando na sua reta final. Meu Pedacinho de Chão pode não ter sido um sucesso de audiência, mas certamente tocou o coração de muita gente e encantou pelas belas imagens.

Na última semana de novela, os conflitos amorosos devem se desenrolar, como não poderia deixar de ser. Gina (Paula Barbosa) e Ferdinando (Johnny Massaro) já se entenderam, mas ainda há alguns personagens indecisos na trama.

Segundo o blog Folhetim, Juliana (Bruna Linzmeyer) finalmente vai decidir investir no romance com Zelão (Irandhir Santos). Depois daquele “mimimi” de não ter onde morar depois do casamento e tal, a professorinha vai deixar o coração falar mais alto do que a razão.

O casal voltará a se beijar no capítulo de segunda-feira e, em seguida, Juliana revela a Gina que ama muito Zelão. Enquanto isso, o Coronel Epa (Osmar Prado) promete construir uma casa para seu capanga na fazenda. Ou seja, os problemas de moradia acabaram! Tudo indica que Zelão e Juliana terão um final feliz.

Quem também vai se arranjar nos últimos capítulos é o solitário Giácomo (Antonio Fagundes). Encantado por Rosinha (Letícia Almeida), o italiano enfrenta o rival Izidoro (Raul Barreto) e fica noivo da bela morena.

Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Já no campo político, Ferdinando dará a maior força para o pai escrever seus discursos. Por outro lado, Renato (Bruno Fagundes) resolve ficar longe da política e se dedicará apenas aos pacientes. Mas será que não surgirá um novo amor na vida do médico?

Renato Rocha Miranda. TV Globo

Renato Rocha Miranda. TV Globo

Bookmark and Share

Após sucesso em Império, Chay Suede está reservado para próxima novela das 21h

24 de julho de 2014 13
João Miguel Júnior, TV Globo

João Miguel Júnior, TV Globo

Chay Suede já era relativamente famoso em outras emissoras, mas foi só chegar à Globo que a carreira do rapaz decolou de vez.

Bastou aparecer nas primeiras cenas de Império como o jovem José Alfredo, começou a repercussão em torno de Chay nas redes sociais. Quem já era fã do menino ficou ainda mais apaixonada, e quem não conhecia teve que se render ao talento do novato.

Estrear como protagonista, mesmo que seja em apenas alguns capítulos, é um desafio e tanto para os atores em início de carreira. Aos 22 anos, Chay deu conta do recado e levantou bem a bola para que Alexandre Nero assuma o papel na segunda fase. Em meio a talentos já consagrados como Vanessa Giácomo, Thiago Martins, Reginaldo Faria, Marjorie Estiano e Regina Duarte, o novo contratado da Globo confirmou sua presença entre as grandes promessas da emissora.

O sucesso foi tanto que Chay Suede já tem um novo trabalho na agenda. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, ele está escalado para Babilônia, novela de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, com estreia prevista para o início de 2015.

Bookmark and Share

Vilã complexa em Império: Cora é má ou é apenas "prática"?

24 de julho de 2014 2
Paulo Belote, TV Globo

Paulo Belote, TV Globo

Novela que se preze tem que ter um bom (ou mau, no caso) vilão. Se Em Família se arrastava pela falta de vilanias, Império já começou com uma megera que amaremos odiar.

Cora (Marjorie Estiano) é uma daquelas personagens complexas que só Aguinaldo Silva sabe criar. Nas primeiras cenas da novela, ela se defendeu das acusações da irmã, alegando: “não sou má, sou prática”.

E analisando friamente as atitudes dela, quase nos convencemos de que foi melhor para Eliane (Vanessa Giácomo) e José Alfredo (Chay Suede) ficarem separados. Afinal, o rapaz construiu seu “Império” após a desilusão amorosa. O que seria dele e da amada se os dois tivessem fugido juntos? Provavelmente teriam uma vida simples e sem grandes feitos, vivendo de “um amor e uma cabana”.

A praticidade de Cora acabou levando Zé Alfredo ao Monte Roraima, onde teve início sua fortuna com os diamantes contrabandeados. Na viagem à Suíça, ele ainda conheceu Maria Marta (Adriana Birolli), uma jovem tão ambiciosa quanto ele. Como José Alfredo mesmo disse, ela era a rainha perfeita para o Império que estava sendo construído. Ou alguém imagina a humilde Eliane cumprindo esse papel?

Ainda é difícil saber o que move Cora, se ela realmente ama a irmã e os sobrinhos, se fez tudo por inveja da felicidade alheia ou apenas estava sendo… prática. Em alguns momentos, ela parece realmente se preocupar com a família. Com a morte de Evaldo (Thiago Martins), Cora novamente foi prática e incentivou a irmã a batalhar para sustentar os filhos pequenos. Mais do que isso, se ofereceu para cuidar das crianças e da casa, o que nos faz questionar se há mesmo apenas um jogo de interesses ou se ela é realmente apegada à família…

Os melhores vilões são aqueles que têm seus motivos para fazerem maldades. São humanos, possuem fraquezas e chegam a comover o público em alguns momentos. Na vida real ou na ficção, ninguém é completamente malvado ou irritantemente bonzinho. Vilões caricatos demais ou mocinhos ingênuos em excesso não costumam ter identificação com o público.

Será que Cora é má ou está apenas sendo prática?

Bookmark and Share