Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Morde & Assopra"

As novelas mais sem noção de todos os tempos

30 de novembro de 2013 6

alem

Além do Horizonte mal estreou,mas já anda confundindo a cabeça de muita gente. Com uma mistura do seriado “Lost” com o filme “A Vila”, a trama dos estreantes Marcos Bernstein e Carlos Gregório é um verdadeiro emaranhado de coisas sem sentido.

Por isso, hoje vamos relembrar outras novelas que também pecaram pela falta de noção. Esqueçam novelas como Saramandaia, A Indomada e Fera Ferida, essas se enquadram na categoria “realismo fantástico”, são focadas no absurdo e é justamente essa a graça. Estamos falando de tramas ditas “reais”, mas com muita coisa mal-explicada. Robôs, dinossauros, viagem no tempo, já tivemos de tudo na telinha. Confiram:

 

MORDE & ASSOPRA

78054-naomi robo

Não reclamem de Amor à Vida, Walcyr Carrasco já criou coisa bem pior. Em Morde & Assopra (a bizarrice começa no título), uma mulher-robô e uma caçadora de dinossauros eram as protagonistas da história. Flávia Alessandra viveu Naomi, uma androide criada à imagem e semelhança da mulher de Ícaro (Mateus Solano), que ele achava estar morta. Júlia (Adriana Esteves) era uma paleontóloga corajosa, que mantinha uma tumultuada relação com o caipira Abner (Marcos Pasquim).

O pior do pior: Difícil de escolher… Eu ia citar a parte em que Naomi revela no meio do julgamento que é um robô, com direito a demonstração de seus circuitos e placas. Mas aí lembrei que no último capítulo Júlia encontrou dinossauros de verdade em um mundo paralelo, escondido no fundo de uma caverna. Oi?

 

KUBANACAN

globo__Kubanacan- Marcos Pasquim-jmj__gallefull

Em Kubanacan, um país fictício governado pelo tirano General Camacho (Humberto Martins), coisas estranhas aconteciam, como o caso do homem que caiu do céu e foi salvo pela caliente Marisol (Danielle Winits). O mistério de Esteban (Marcos Pasquim) só foi revelado no último capítulo: ele era sobrinho de si mesmo e havia voltado do futuro para salvar o passado e…me perdi! Tá, confesso que até hoje eu não entendi nada dessa história. Confesso que eu era fã, mas fiquei tão indignada com o final que na época mandei um e-mail pra Globo pedindo esclarecimentos. Eles até tiveram boa vontade de tentar explicar, mas fiquei na mesma.

O pior do pior: Esteban às vezes virava o “Dark Esteban”, sua personalidade do mal. Mas também existia o “Pink Esteban”, sua versão biba. E o verdadeiro Esteban, que não tenho ideia de qual era…

 

NEGÓCIO DA CHINA

china

Parabéns pro Miguel Falabella, que conseguiu juntar a máfia chinesa com o subúrbio carioca, não me perguntem como. Foi tão ruim, mas tão ruim, que só me lembro que os chineses estavam à procura de um tal pendrive.

O pior do pior: A saída de Fábio Assunção forçou mudanças na história, já que ele era o protagonista ao lado de Grazi Massafera. Assim, a mocinha Lívia acabou a novela nos braços do português João, o que acabou sendo uma boa ideia.

 

TEMPOS MODERNOS

tempos

Nem mesmo atores consagrados estão livres de embarcarem em uma canoa furada. Antonio Fagundes teve o azar de protagonizar Tempos Modernos, um fracasso de público e crítica. Na trama de Bosco Brasil, ele era Leal Cordeiro, um magnata que se orgulhava de ter construído o gigantesco edifício Titã. Leal conversava com o robô Frank, um festival de vergonha alheia.

O pior do pior: Alguém me explica se a vilã Deodora era um robô criado por Otto (Marcos Caruso)? Até agora tenho pesadelos com essa dúvida cruel…

 

AS FILHAS DA MÃE

filhas

Quem diria que uma novela criada por Sílvio de Abreu, com nomes como Tony Ramos, Fernanda Montenegro e Francisco Cuoco no elenco, poderia ser algo tão sem noção? Pois foi o que aconteceu com A Incrível Batalha das Filhas da Mãe no Jardim do Éden (sim, esse era o nome completo da obra-prima).

O pior do pior: Contar a história em forma de rap foi uma péssima ideia…

Bookmark and Share

Prêmio Noveleiros 2011: despedida de Dulce foi a morte do ano

30 de dezembro de 2011 0

Encerrando os resultados do Prêmio Noveleiros, hoje vamos anunciar qual foi a morte inesquecível de 2011. Apesar de cenas cheias de efeitos especiais, crimes misteriosos e belos castigos para grandes vilões, foi a simplicidade que tocou o coração dos telespectadores.

A emocionante cena da morte de Dulce (Cássia Kis Magro), em Morde & Assopra, foi a escolhida de 62,73% dos internautas. Nada de tiros, fogo ou bandidões em ação, apenas o talento daquela que foi a melhor atriz do ano.

Rodeada pelos amigos e pelaa família, Dulce teve uma despedida tranquila. Foi um belo desfecho para uma personagem que sofreu tantas decepções ao longo da trama. Após ver o filho Guilherme (Klebber Toledo) se tornar um homem de bem, assistir ao casamento do rapaz com Alice (Maria Ruy Barbosa) e trocar alianças com seu grande amor do passado, Dulce partiu serena e feliz, com a sensação de ter cumprido seu papel.

Confira o resultado final da nossa enquete:

Qual foi a morte do ano?

Dulce  62.73%

Léo  15.86%

Norma  7.53%

Timóteo  5.08%

Úrsula  4.76%

Salomão Hayalla  4.04%

Bookmark and Share

Prêmio Noveleiros 2011: Áureo é a biba do ano

28 de dezembro de 2011 0

Depois de levar o prêmio de Melhor Ator aqui no blog, André Gonçalves aparece de novo como um dos premiados, desta vez por seu personagem em Morde & Assopra. Áureo conquistou o público e foi eleito a Biba do Ano por 49% dos internautas.

Divertido e sem o menor pudor de exibir seu jeito “alegre”, o filho do prefeito de Preciosa escandalizou a família ao voltar à cidade. Anos depois de abandonar a noiva Celeste (Vanessa Giácomo), ele resolveu sair do armário e deixou os pais inconformados.

Apesar de ter ido pra cama com a ex-noiva, era do “bofe maravilha” Josué (Joaquim Lopes) que Áureo gostava. Mesmo assim, o rapaz chegou a pensar em assumir o filho e se tornar um pai de família. Mas na última hora, em uma das cenas mais divertidas do último capítulo, ele largou a noiva no altar mais uma vez e fugiu com Josué.

Destaque para as cenas em que Áureo, vestido de drag queen, realizou performances inesquecíveis no palco. Depois de viver um gay contido em A Próxima Vítima, André Gonçalves se despiu de qualquer pudor para dar vida ao afetadíssimo Áureo.



Menção honrosa para o segundo colocado na nossa votação, com 39% da preferência. Crodoaldo Valério, ou simplesmente Crô, trouxe Marcelo Serrado de volta à telinha da Globo em grande estilo. O fiel escudeiro de Tereza Cristina (Christiane Torloni) em Fina Estampa vem roubando a cena com seu jeito delicado, frases divertidas e figurino pra lá de colorido. Crô veio pra ficar e é uma das gratas surpresas da novela.

Confira o resultado final da nossa enquete:

Qual foi a biba do ano?

Áureo  49.87%

Crô  39.61%

Roni  8.36%

Zuzu  2.17%

Bookmark and Share

Prêmio Noveleiros 2011: André Gonçalves é o melhor ator do ano

21 de dezembro de 2011 0

A concorrência era grande, principalmente porque três dos candidatos viveram grandes vilões na telinha este ano. E como todos sabem, o vilão sempre chama mais atenção do que os mocinhos das novelas. Mas foi um ator responsável por um personagem cômico que levou o título de Melhor Ator do ano.

André Gonçalves foi o preferido de 43,52% dos internautas, que se apaixonaram pelo afetado Áureo de Morde & Assopra. Realmente, este foi o personagem mais marcante da carreira do ator e roubou a cena na trama de Walcyr Carrasco.

Os trejeitos, figurino espalhafatoso e termos que caíram na boca do povo, como “bofe maravilha”, foram alguns dos ingredientes de sucesso do personagem. André se entregou de corpo e alma, sem medo de ser julgado pelos exageros. E foi justamente o tom exagerado que deu certo e conquistou o público.


Mas não poderíamos deixar de destacar o vice-campeão da nossa pesquisa, Gabriel Braga Nunes, que levou 38,98% dos votos. O intérprete do vilão Léo voltou à Globo em grande estilo e consagrou-se como o melhor de Insensato Coração. Tanto que já está reservado para a próxima novela das seis, mas desta vez no papel de mocinho.

Confira o resultado final da nossa enquete:

Qual foi o melhor ator do ano?

André Gonçalves – 43.52%

Gabriel Braga Nunes – 38.98%

Bruno Gagliasso – 13.3%

Humberto Martins – 4.2%




Enquanto uns brilharam, outros causaram “vergonha alheia” nos telespectadores. A categoria Pior Ator foi a que teve menor diferença entre os concorrentes, mas o escolhido foi Sérgio Marone, por sua atuação sofrível como o Marcos, de Morde & Assopra. No caso dele, o prêmio valeria também pelo conjunto da obra, já que o ator nunca conseguiu se destacar em nenhum papel na telinha.


Por mais que já tenha brilhado em grandes papéis na tevê e no cinema, Lázaro Ramos foi o segundo colocado na lista dos piores do ano. Não por culpa dele, o problema foi o papel do pegador André, em Insensato Coração, que não convenceu nem um pouco. Mas Lázaro é ótimo e deve dar a volta por cima nos próximos papéis.

Confira o resultado final da nossa enquete:

Qual foi o pior ator do ano?

Sérgio Marone – 27.94%

Lázaro Ramos – 26.23%

Eriberto Leão – 24.72%

Luiz Fernando Guimarães – 21,11%

Bookmark and Share

Prêmio Noveleiros 2011: Cássia Kis Magro é a melhor atriz do ano

20 de dezembro de 2011 1

Em 2011, não teve pra ninguém. Cássia Kis Magro conquistou o público com sua interpretação arrasadora em Morde & Assopra e levou o Prêmio Noveleiros de Melhor Atriz.

Os internautas que participaram da nossa enquete elegeram Cássia com 58% dos votos. E o resultado foi mais do que merecido, já que a personagem Dulce foi a mais marcante do ano, em todos os sentidos.

A história da mãe humilde que é enganada pelo filho golpista revoltou e emocionou os telespectadores. A história é parecida com a de Griselda (Lilia Cabral), em Fina Estampa, mas foi a atuação de Cássia Kis o grande diferencial e responsável pelo sucesso da personagem.

No último capítulo, em uma cena emocionante, Dulce se despede do filho Guilherme (Klebber Toledo) e morre. Muita gente torcia para que ela tivesse um final feliz, mas o autor optou pela morte dela, que seria a solução mais digna após tanto sofrimento.

Confira o resultado final da nossa enquete:

Qual foi a melhor atriz do ano?

Cássia Kis Magro – 58.87%

Deborah Secco – 11.48%

Lilia Cabral – 11.36%

Gloria Pires – 7.78%

Ana Beatriz Nogueira – 5.26%

Christiane Torloni – 5.26%



Na contramão das grandes atrizes que fizeram sucesso este ano, também perguntamos ao público quem derrapou na interpretação em 2011. Vale lembrar que levamos em conta os personagens mais recentes das atrizes em questão, nada que desvalorize os trabalhos anteriores.

Foi o que aconteceu no resultado da categoria Pior Atriz. Regina Duarte, a eterna namoradinha do Brasil, não agradou 36% dos internautas com sua interpretação em O Astro.

Clô Hayalla era o exagero em pessoa, caricata demais e com frases dramáticas que feriam os ouvidos do público. Além disso, Regina fazia caras e bocas assustadoras, que não convenceram nem um pouco. Mesmo com a revelação de que era ela a assassina de Salomão Hayalla (Daniel Filho), o olhar macabro da personagem só confirmou que o que começa errado, termina errado.

Mas como grande atriz que é, Regina Duarte merece personagens melhores para mostrar seu verdadeiro talento. É o que se espera, pelo menos…

Vejam o resultado:

Qual foi a pior atriz do ano?

Regina Duarte – 36.06%

Carolina Dieckmann – 31.73%

Paola Oliveira – 24.19%

Bianca Bin – 8.02%

Bookmark and Share

Prêmio Noveleiros 2011: qual foi a melhor novela do ano?

05 de dezembro de 2011 25

Em 2011, grandes produções foram ao ar na telinha da Globo. Foram tramas para todos os gostos: uma mistura gostosa de contos de fadas e sertão nordestino, o surrealismo de dinossauros e robôs, os mistérios de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, um remake bem-sucedido, o sucesso de Aguinaldo Silva, enfim… É hora de votar na melhor trama do ano, vamos às candidatas:


Insensato Coração

Logo no início do ano, Insensato Coração deixou a telinha cheia de mistérios, mortes e algumas histórias que, no início, não agradaram ao telespectador. Aos poucos, a trama foi ganhando agilidade e só melhorou com a vingança de Norma (Gloria Pires) contra o pilantra Léo (Gabriel Braga Nunes). Vilões inesquecíveis, personagens hilários como “Dãglas” (Ricardo Tozzi) e Natalie Lamour (Deborah Secco) foram alguns dos destaques da novela.


Morde & Assopra

Walcyr Carrasco trouxe para o horário das 19h a inusitada mistura de dinossauros e robôs. Morde & Assopra começou patinando na audiência, mas após algumas mudanças e da saída de alguns personagens dispensáveis, a trama decolou e virou um grande sucesso. Boa parte desse sucesso se deve à brilhante atuação de Cassia Kis Magro, que fez da batalhadora Dulce um dos personagens mais emocionantes dos últimos tempos.


Cordel Encantado

A Realeza Europeia e o sertão nordestino se misturaram na história de Duca Rachid e Thelma Guedes. Cordel Encantado foi uma das boas surpresas do ano, provando que a inovação pode conquistar o telespectador, desde que na medida certa. As belas paisagens, fotografia belíssima e histórias de amor emocionantes ajudaram no sucesso da novela. Destaque também para a trilha sonora e para a abertura muito bem bolada.


O Astro

Recriar um clássico da teledramaturgia é sempre arriscado, mas o remake de O Astro cumpriu seu papel. Apesar de algumas críticas, a novela se saiu muito bem na audiência, principalmente se levarmos em conta o horário em que foi exibida (muitas vezes bem depois das 23h). Rodrigo Lombardi não arrasou, mas não chegou a decepcionar como Herculano Quintanilha. Mas o destaque foram mesmo os vilões Neco (Humberto Martins, em seu melhor papel) e Samir (Marco Ricca). Pena que o mistério “quem matou Salomão Hayalla” não teve a repercussão esperada.


Fina Estampa

Depois das mortes e armações de Insensato Coração, Aguinaldo Silva trouxe leveza ao horário nobre. Fina Estampa vem alcançando recordes de audiência, boa parte disso se deve ao sucesso de Griselda (Lilia Cabral), uma heroína popular que caiu nas graças do público. Os embates entre “Pereirão” e Tereza Cristina (Cristiane Torloni) são imperdíveis e ainda vão render muitas cenas memoráveis. Com poucos meses no ar, Fina Estampa já é um dos maiores sucessos dos últimos anos.


Malhação – Conectados

Com 16 anos no ar, Malhação resolveu inovar em 2011. A estreia da nova temporada teve muitos mistérios sobrenaturais para tentar chamar a atenção do público, mas tantas mudanças foram um verdadeiro “tiro no pé”. A audiência de Malhação – Conectados” vem preocupando a emissora, que já cogita tirar a clássica novelinha do ar. Apesar disso, há quem tenha curtido as mudanças.


A Vida da Gente

A estreante Lícia Manzo teve a difícil missão de substituir Cordel Encantado, que foi um grande sucesso. A Vida da Gente superou as expectativas e ganhou muitos fãs, que dividem a torcida entre as irmãs Ana (Fernanda Vasconcellos) e Manuela (Marjorie Estiano). Ambientada em Porto Alegre e Gramado, a novela tem uma trama forte e emocionante, que virou o assunto do momento e tem causado muitas discussões aqui no blog.


Aquele Beijo

Com Miguel Falabella não há meio-termo, há quem ame as tramas do autor, mas também tem muita gente que não suporta o humor criado por ele. Discussões à parte, Aquele Beijo ainda não disse a que veio, mas tem suas qualidades. Bruno Garcia e Claudia Jimenez vêm roubando a cena como os primos Joselito e Iara. Já o quadrilátero amoroso formado por Vicente (Ricardo Pereira), Cláudia (Giovanna Antonelli), Rubinho (Victor Pecoraro) e Lucena (Grazi Massafera) promete movimentar a trama.

É hora de votar: escolha a novela de que você mais gostou em 2011!

Qual foi a melhor novela do ano?

* Apenas novelas iniciadas em 2011 estão na lista.

Bookmark and Share

Cássia Kiss será uma vilã na próxima novela das seis

02 de novembro de 2011 5

Cássia Kiss, grande sucesso de Morde & Assopra na pele da sofrida Dulce, já está escalada para a próxima novela das seis. Na trama de Elizabeth Jhin, ela será uma vilã.

Segundo o colunista Leo Dias, o visual da atriz nem de longe vai lembrar o da vendedora de cocada.

Outros personagens já estão confirmados para a atração: Gabriel Braga Nunes, o Leo de Insensato Coração, será o mocinho. Carmo Dalla Vecchia, o rei Augusto de Cordel Encantado, o vilão.

Elizabeth Jhin promete abordar na trama “a temática de vidas passadas e em situações em que os ‘amigos de luz’ se fazem presentes para trazer alento e alegria às vidas de alguns personagens”.

Bookmark and Share

Walcyr Carrasco elogia trama de Miguel Falabella

21 de outubro de 2011 0

Com o fim de Morde & Assopra, o autor Walcyr Carrasco curte o merecido descanso e aproveita para conferir a sucessora de sua trama, Aquele Beijo. Em seu blog, Walcyr teceu muitos elogios à história de Miguel Falabella.

Carrasco revelou sentir inveja de algumas ideias de Falabella, a começar pelo título da nova trama das 19h:

- Senti mesmo inveja desde que ouvi o título pela primeira vez. “Aquele Beijo” é lindo, chamativo. Fiquei pensando: “por que não tive essa idéia primeiro?”

Walcyr elogia também um recurso diferente apresentado por Miguelito, o de narrar com sua própria voz alguns comentários sobre a trama.

Sobram elogios também ao elenco, principalmente a Claudia Jimenez, Bruno Garcia e Jacqueline Laurence, com quem Walcyr garante que um dia pretende trabalhar. Sobre Ricardo Pereira, o autor revela que tentou convidá-lo para trabalhar em Morde & Assopra, para o papel de Padre Francisco:

- Segredo: eu tentei convidá-lo para o padre de “Morde & Assopra”, mas ele já estava reservado para a novela do Miguel. E tudo está certo: o Erom fez um padre excelente. Também nada mais justo que o Ricardo aguardasse esse papel, de protagonista, feito na medida para ele.

Mas Walcyr Carrasco se empolga mesmo ao falar de Marília Pêra. Ele diz que se surpreendeu com a boa forma da atriz:

- Marília Pera está gostosa! Pois é. Está com peitão, bundão. Está dando de dez em muita jovenzinha. É isso aí, Marília! Pela atuação todo mundo vai elogiar. Eu dou meus parabéns pelo corpaço!

Se Walcyr Carrasco troca farpas e acusações com Aguinaldo Silva, com Miguel Falabella ele parece manter uma relação bastante amigável.

Bookmark and Share

Naomi revela seu segredo e Júlia reencontra os pais no último capítulo de Morde & Assopra

14 de outubro de 2011 12


O último capítulo de Morde & Assopra trouxe poucas surpresas. Foi revelado o grande segredo de Naomi (Flávia Alessandra). Em uma conversa cheia de lágrimas e pedidos de desculpas com Ícaro (Mateus Solano), ela revela ao cientista que fugiu com Henri, o administrador do dinheiro dele.

A loira conta que fugiu no dia em que Ícaro achou que ela havia morrido ao cair do barco e que estava grávida do filho deles. Naomi perdeu o bebê e carregou tanto arrependimento e ódio por Henri que foi internada num hospício. Amanda (Carla Marins) trabalhava como auxiliar de enfermagem no local e foi assim que elas se conheceram. Naomi pede perdão e Ícaro mostra-se compreensivo.

Você tem que se perdoar primeiro. Eu não fui o marido que você queria. Sou um pedaço seu. Fomos feitos um para o outro. Eu te perdoo – ele fala e os dois se beijam.

Celeste vai para o Rio de Janeiro com o fotógrafo Davi (Erik Marmo). Minerva (Elizabeth Savalla) é eleita a prefeita de Preciosa e joga a vitória na cara de Isaías (Ary Fontoura), que fica perplexo. Depois de muitas alfinetadas, o ex-prefeito pede uma trégua e os dois se beijam.

Áureo (André Gonçalves) e Elaine (Otaviano Costa) roubam e cena e fazem uma performance na boate ao som de clássicos como I Will Survive e We Are Family. O autor Walcy Carrasco fez uma participação na última música, quando o público subiu no palco junto com os performistas.


Dulce (Cássia Kiss Magro)
morre segurando a mão de Guilherme (Klebber Toledo), conforme antecipamos aqui. Cássia mais uma vez dá um show de atuação e mostra que fez justiça à personagem.


Júlia (Adriana Esteves), Abner (Marcos Pasquim), Tonica (Klara Castanho) e Cristiano (Paulo Vilhena)
saem em expedição ao interior de uma caverna e caem no centro da terra. Lá embaixo, dão de cara com Virgínia (Bárbara Paz) e John (Michel Bercovitch), que são mortos por dinossauros. Cheio de efeitos especiais, eles encontram os animais e Júlia revê os pais.

Abner sobe ao altar com Júlia e, dessa vez, a cerimônia é feita sem nenhuma interrupção.


Não aconteceu nenhuma surpresa no último capítulo. O mistério ficou por conta do segredo de Naomi, que, revelado, não causou nenhuma estranheza e boa parte do público já imaginava que ela teria se relacionado com outro homem. Assim como toda a novela, ficou na média. Não surpreendeu e nem desagradou.

Você gostou do último capítulo da novela? Opine!

Bookmark and Share

Reta final de Morde & Assopra: Dulce morre de mãos dadas com Guilherme

13 de outubro de 2011 32


No último capítulo de Morde & Assopra, que vai ao ar nesta sexta-feira, Dulce (Cássia Kis Magro) irá morrer de mãos dadas com o filho, Guilherme (Klebber Toledo).

Já bastante debilitada por causa do tumor no útero, ela receberá a extrema unção de Francisco (Erom Cordeiro) cercada da família e amigos. Júlia (Adriana Esteves) afirma à amiga que, se um dia tiver um filha, ela se chamará Dulce.


Alice (Marina Ruy Barbosa) demonstra carinho pela sogra e avisa que cuidará bem de Guilherme e Amadeu. Diogo (Cacá Amaral) segura a mão de Dulce e declara que ainda se sente em falta com ela.
Mas você me deu o maior presente da minha vida, Diogo, O Guilherme! E o Guilherme me deu o Amadeu. Eu só tenho a agradecer! Dulce responde, segundo o site da novela.

Emocionado, Guilherme senta ao lado da mãe e agradece por tudo o que a mãe fez por ele.
Obrigado por ter feito de mim um homem!
Ela afirma que essa é a vontade de Deus e se diz uma vitoriosa.
Porque minha vitória é a do coração!
Dulce aperta a mão de Guilherme e, aos poucos, a mão relaxa.

Depois de muito sofrer e ser humilhada durante toda a novela, Dulce finalmente dá a volta por cima, mas morre no último capítulo.  Vocês gostaram do final da personagem?

Bookmark and Share