Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Viver a Vida"

Taís Araújo continua sendo a Helena mais rejeitada de todos os tempos

07 de março de 2014 10
Renato Rocha Miranda, TV Globo

Renato Rocha Miranda, TV Globo

Por mais que Júlia Lemmertz não tenha agradado muito como protagonista, está longe de ser a Helena mais chata de todos os tempos, de acordo com o público. Segundo a enquete que coloquei aqui alguns dias atrás, ninguém tira o posto de “Helena-mala” de Taís Araújo, que levou 41% dos votos. Em segundo veio Vera Fischer em Laços de Família, com 25,72%, e só em terceiro lugar temos a Helena atual, da novela Em Família, com 25,66%.

A mocinha de Viver a Vida era independente e decidida, mas também uma chorona com complexo de vítima. A primeira Helena negra e também a mais jovem protagonista criada por Manoel Carlos não agradou por vários motivos. Vamos analisar:

>>> Por mais que fosse independente e dona do próprio nariz, Helena se anulou completamente depois do casamento com o machão Marcos (José Mayer). Ela só voltou a correr atrás de seus sonhos ao investir no romance com o fotógrafo Bruno (Thiago Lacerda), isso já na reta final da novela.

>>> Alinne Moraes roubou completamente a cena como a sofrida Luciana. Após um grave acidente que a deixou tetraplégica, a modelo conquistou o coração do público e também do médico Miguel (Mateus Solano). Esse casal, aliás, foi um dos mais lindos que já vi na história das telenovelas.

>>> Taís Araújo ficou pequenininha diante da atuação gigante de Lilia Cabral. Famosa por roubar a cena com seus personagens secundários, a atriz arrasou como a amarga Tereza. A cena em que Helena se ajoelha diante da rival, pedindo perdão pelo acidente de Luciana, foi bastante criticada na época, pois muitos consideraram racismo.

>>> O talento de Taís Araújo é indiscutível e ela já teve ótimas e marcantes atuações na telinha. Desde sua estreia, em Xica da Silva, passando pela batalhadora Preta em Da Cor do Pecado, até a mais recente Penha, a empreguete divertidíssima de Cheias de Charme, Taís arrasou em vários momentos. O problema em Viver a Vida foi a personagem, que ficaria chata nas mãos de qualquer atriz, por melhor que ela fosse.

Bookmark and Share

O MELHOR DE 2010: Miguel e Luciana, o melhor casal do ano

01 de janeiro de 2011 0

O amor povoou a telinha em 2010, foram muitos amores, paixões, encontros e desencontros entre os casais das novelas. Mas segundo 55% dos internautas, os pombinhos mais apaixonados da ficção foram…


MIGUEL E LUCIANA


Quando eles apareciam em cena na novela Viver a Vida, muita gente suspirava com a linda história de amor que estava sendo contada na tela da TV. Miguel (Mateus Solano) e Luciana (Alinne Moraes) enfrentaram muitos obstáculos para ficarem juntos, mas nem o preconceito e muito menos os limites físicos conseguiram impedir o amor do casal.

Pra piorar, Luciana havia sido noiva de Jorge, o irmão gêmeo de Miguel. Assim, além de todos os problemas que já enfrentavam, eles tiveram que lidar com os ciúmes do arquiteto. Não bastasse tudo isso, ainda havia a resistência da mãe do rapaz, Ingrid (Natália do Valle), que não aceitava ter uma nora cadeirante.

Apesar de tudo isso, o amor falou mais forte e eles se casaram em uma cerimônia emocionante. Pra completar o romantismo, passaram a lua-de-mel em Paris, com direito a muitos beijos e juras de amor. Duvido que alguém não tenha se emocionado com esse casal.

Bookmark and Share

O MELHOR DE 2010: Alinne Moraes, a melhor atriz do ano

31 de dezembro de 2010 0

As atrizes que brilharam na telinha este ano emocionaram, fizeram rir e causaram raiva nos telespectadores. Numa disputa acirrada, a melhor atriz de 2010 foi…

ALINNE MORAES

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Ela mereceu cada um dos 35% de votos na nossa enquete por sua interpretação em Viver a Vida, um grande desafio em sua carreira. Alinne Moraes emocionou o público na pele de Luciana, a jovem modelo que vê sua carreira ser interrompida bruscamente após um acidente que a deixa tetraplégica.

Luciana começou a novela como uma moça mimada e egoísta, que não aceitava ser contrariada. Durante uma viagem a Petra, um acidente de ônibus mudou para sempre a vida da modelo.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Choramos junto em cada momento da recuperação dolorosa de Luciana, vibramos com cada vitória e torcemos para que ela tivesse um final feliz ao lado de seu amado Miguel.

Mais do que um desafio emocional, Alinne sofreu na pele as dores da personagem. Por ter que gravar durante muito tempo sentada ou deitada, a atriz desenvolveu uma infecção renal e precisou se afastar um pouco da novela. Mas logo ela já estava de volta, levando ao público os problemas que uma pessoa com deficiência enfrenta para se reintegrar à sociedade.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Por tudo isso, a escolha de Alinne Moraes como a melhor atriz do ano é mais do que merecida. Mas não podemos esquecer da segunda colocada, Mariana Ximenes, que por sua interpretação como a vilã Clara recebeu 17% dos votos.

Bookmark and Share

O MELHOR DE 2010: Mateus Solano, o melhor ator do ano

30 de dezembro de 2010 2

O ano teve o talento de veteranos e novatos povoando a telinha. Seja como vilões ou mocinhos das tramas, eles fizeram bonito. Mas quem conquistou a maioria dos votos nessa enquete foi…

MATEUS SOLANO

Foto: Alex Carvalho, TV Globo

É até covardia com os demais candidatos, já que Mateus Solano concorria por dois personagens. Brincadeiras à parte, o intérprete dos gêmeos Jorge e Miguel em Viver a Vida virou o queridinho do público este ano, tanto que conquistou 43% dos votos. Revelado na minissérie Maysa, na qual interpretou Ronaldo Bôscoli, foi na trama de Manoel Carlos que o jovem ator assumiu o desafio de dois papéis importantes para a história.

Foto: Thiago Prado Neri, TV Globo

Como o arquiteto Jorge, noivo de Luciana (Alinne Moraes) no início da trama, Mateus Solano chegou a ganhar uma certa antipatia do público, já que o personagem era machista e sério ao extremo.

Miguel era o preferido de dez entre dez mocinhas sonhadoras. Simpático, brincalhão e romântico, o médico fez o possível para ajudar na recuperação de Luciana após o acidente que a deixou tetraplégica. Com o tempo, os dois se apaixonaram e viveram uma linda história, apesar dos preconceitos da família do rapaz. Entre as cenas mais emocionantes da novela, estão a que Miguel leva Lu no colo até o mar, e quando o médico dá banho na modelo pela primeira vez.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Mateus Solano volta a dar as caras na telinha em 2011, como protagonista de Morde e Assopra, a próxima novela das sete.

Bookmark and Share

Vote: qual foi o melhor casal das novelas em 2010?

25 de dezembro de 2010 0

A paixão tomou conta da telinha em 2010. Nas novelas, alguns casais fizeram o público suspirar, outros nos tiraram o fôlego ao interpretar cenas calientes. Vamos escolher quem teve química mais perfeita durante o ano:

FRED E CLARA

A dupla de vilões de Passione não viveu uma história de amor, estiveram juntos no começo da trama apenas por interesses em comum. Mas quando Mariana Ximenes e Reynaldo Gianecchini se embolavam entre lençóis, eram “fogo e gasolina”, como dizia a música-tema do casal. Pena que logo os dois cortaram relações e cada um continuou fazendo suas maldades separadamente.



EDGAR E MARCELA

Edgar (Caio Castro) implicava com Marcela (Ísis Valverde) no início de Ti-Ti-Ti. Mas logo uma linda história de amor foi nascendo entre os dois, fazendo do casal um dos mais fofos dos últimos tempos. A mocinha foi obrigada a se casar com Renato (Guilherme Winter), mas a torcida geral é para que ela volte para os braços de seu grande amor.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo



SOLANO E MANUELA

Em Araguaia, o conquistador Solano (Murilo Rosa) caiu na própria armadilha ao conhecer Manuela (Milena Toscano). A bela veterinária deixou o rapaz caidinho de paixão e, apesar da forte atração por Estela (Cleo Pires), o coração de Solano bate mais forte mesmo é pela filha de Max (Lima Duarte).

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo



GERSON E FELÍCIA

A tímida Felícia (Larissa Maciel) chegou a viver um romance com Totó (Tony Ramos) em Passione, mas não havia nenhuma química entre o casal. A coisa mudou de figura quando a filha de dona Candê (Vera Holtz) reencontrou o ex-namorado de Gerson (Marcello Antony). Os dois reataram o romance e caíram nas graças do público.

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo



RICARDO E VIVIANE

Um amor que vinha de vidas passadas unia Ricardo (Humberto Martins) e Viviane (Nathalia Dill), em Escrito nas Estrelas. A diferença de idade entre os dois não impediu que todos torcessem por um final feliz para o casal.

Foto: Divulgação, TV Globo



MIGUEL E LUCIANA

No início de Viver a Vida, Luciana (Alinne Moraes) era noiva de Jorge (Mateus Solano). Mas após o acidente que a deixou tetraplégica, a modelo rompeu com o arquiteto e acabou se aproximando do irmão gêmeo dele, Miguel. O médico enfrentou os preconceitos da família e encarou qualquer desafio para ficar ao lado da mulher que amava.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo


Chegou a hora de votar:

Qual foi o melhor casal de 2010?Market Research


Escolha também:

>>> Qual foi a melhor atriz de 2010?

>>> Qual foi o melhor ator de 2010?

>>> Quem foi a revelação de 2010?

>>> Qual foi o melhor seriado de 2010?

>>> Qual foi a melhor novela de 2010?

Bookmark and Share

Vote: qual foi a melhor novela de 2010?

20 de dezembro de 2010 15

Esta semana o Noveleiros desafia vocês a escolherem o que rolou de melhor na telinha em 2010. Serão sete categorias, de hoje até domingo. Pra começar, que tal votar na melhor novela que foi ao ar este ano? Eis as candidatas:


ESCRITO NAS ESTRELAS

A temática espírita criada por Elizabeth Jihn agradou em cheio os telespectadores. A trama se consolidou como uma das melhores audiências do horário das 18h ao mostrar o drama de Ricardo (Humberto Martins), que perdeu seu filho Daniel (Jayme Matarazzo) em um grave acidente logo no primeiro capítulo. O destino faz com que o médico conheça Viviane (Nathalia Dill), uma jovem humilde que finge ser Vitória para escapar da polícia. Assim, um amor que já estava escrito em outras vida floresce, apesar da interferência do espírito de Daniel e das vilanias de Gilmar (Alexandre Nero).

Foto: Alex Carvalho, TV Globo

ARAGUAIA

O espiritismo deu lugar ao ambiente rural da trama de Walther Negrão. Na fictícia cidade de Girassol, o domador de cavalos Solano (Murilo Rosa) se rende aos encantos da veterinária Manuela (Milena Toscano). Porém, após a morte de seu pai, Solano passa a se sentir atraído pela madrasta Estela (Cleo Pires). Mal sabe ele que a morena é descendente dos índios que amaldiçoaram todos os homens de sua família muitos anos atrás.

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo


TEMPOS MODERNOS

A trama escrita por Bosco Brasil teve baixos índices de audiência, apesar de contar com grandes nomes como Antonio Fagundes, Marcos Caruso e Eliane Giardini. A novela contava a saga de Leal, um homem poderoso que construiu um grande império, com sede no edifício Titã. Apaixonado por Hélia, ele também mantinha uma relação de muito carinho com as três filhas: Nelinha (Fernanda Vasconcellos), Regeane (Vivianne Pasmanter) e Gorete (Regiane Alves). A caçula, Nelinha, se apaixona por Zeca (Thiago Rodrigues), mas os dois acabam se separando ao descobrirem que são irmãos por parte de pai. No final da trama, Nelinha descobre que não é filha legítima de Leal, e assim pode viver seu grande amor.

Foto: Zé Paulo Cardeal, TV Globo


TI-TI-TI

Maria Adelaide Amaral assumiu a difícil missão de homenagear Cassiano Gabus Mendes, mesclando duas tramas de sucesso nos anos 80: Ti-Ti-Ti e Plumas & Paetês. Com uma nova roupagem e personagens que não existiam nas antigas versões, o remake caiu nas graças do público. Jacques Leclair (Alexandre Borges) e Victor Valentim (Murilo Benício) são dois estilistas que vivem às turras e proporcionam boas risadas. A trama romântica fica por conta do casal Edgar (Caio Castro) e Marcela (Ísis Valverde).

Foto: Isac Luz, TV Globo


VIVER A VIDA

Manoel Carlos trouxe o marketing social mais uma vez como pano de fundo de uma de suas novelas. Desta vez, as dificuldades enfrentadas por pessoas com deficiência, mostradas através da personagem Luciana (Alinne Moraes) estiveram na mídia de várias formas por ocasião da novela. Enquanto Alinne Moraes brilhava como a modelo que ficou tetraplégica, a protagonista Helena (Taís Araújo) virou uma personagem secundária. Mateus Solano foi uma grata surpresa na pele dos gêmeos Jorge e Miguel.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo


PASSIONE

A língua italiana voltou a dominar o horário nobre este ano. As belas paisagens da Toscana serviram de cenário para a história de Totó (Tony Ramos), um homem que descobre após muitos anos que é filho da milionária Bete Gouveia (Fernanda Montenegro). Mistérios, crimes sem solução e muitos segredos rondam a trama, que chega a sua reta final com muitas perguntas sem respostas. O destaque foi a dupla de vilões Clara e Fred, que consagrou Mariana Ximenes e Reynaldo Gianecchini em papéis bem diferentes dos que estão habituados. Faltando menos de um mês para o término da novela, Sílvio de Abreu ainda promete muitas cartas na manga para o desfecho.

Foto: Márcio de Souza, TV Globo

Chegou a hora de votar:

Qual foi a melhor novela de 2010?Market Research

Bookmark and Share

Lilia Cabral é finalista do Emmy Awards

05 de outubro de 2010 1

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

O International Emmy Awards terá representantes brasileiros de peso. Segundo o blog da Patrícia Kogut, Lilia Cabral foi indicada como melhor atriz por sua atuação em Viver a Vida.

Na trama de Manoel Carlos, atriz deu um show na pele de Tereza e ofuscou a protagonista Helena (Taís Araújo). As cenas de Lilia ao lado de Alinne Moraes emocionaram o público, portanto, a indicação ao Emmy é mais do que merecida.

É a segunda indicação da atriz por uma personagem escrita por Manoel Carlos. Em 2007, ela concorreu por sua interpretação em Páginas da Vida, em que viveu a megera Marta.

A premiação acontece dia 22 de novembro, em Nova York. Ficamos na torcida por Lilia Cabral, que merece mais essa consagração por seu imenso talento. Vale lembrar que a atriz volta à telinha no segundo semestre de 2011, como protagonista de Fina Estampa, novela de Aguinaldo Silva que sucederá Insensato Coração no horário nobre.

O especial Por Toda a Minha Vida – Cazuza também representa o Brasil no Emmy. Na categoria Programa Infanto-Juvenil, Dó-Re-Mi Fábrica está concorrendo. Som & Fúria concorre na categoria minissérie.

Bookmark and Share

Os adoráveis cafajestes da telinha

10 de setembro de 2010 3

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo

Em Passione, Berilo (Bruno Gagliasso) é casado com duas mulheres, Agostina (Leandra Leal) e Jéssica (Gabriela Duarte). O malandro mente para as duas e inventa mil artimanhas para manter a vida dupla. Mas o personagem tem muito carisma, assim como outros cafajestes da telinha que nós amamos odiar:

Em Viver a Vida, Marcos (José Mayer) tinha um sério problema com fidelidade. Casado com Tereza (Lilia Cabral), ele a traía constantemente. O mesmo ocorreu na união com Helena (Taís Araújo). José Mayer, aliás, especializou-se em viver cafajestes na telinha. Além de Marcos, ele interpretou outros mulherengos na TV, como Pedro (Laços de Família), César (Mulheres Apaixonadas), Greg (Páginas da Vida) e Nando (Presença de Anita).

Foto: Rafael França, TV Globo

Ainda na trama de Manoel Carlos, Gustavo (Marcelo Airoldi) aprendeu com Marcos a arte da malandragem. Mesmo tendo um casamento feliz com Betina (Letícia Spiller), ele corria atrás da prima da esposa, Malu (Camila Morgado) e ficava enlouquecido com a empregada, Cida (Thaíssa Carvalho).

Foto: Márcio de Souza, TV Globo

Em Páginas da Vida, o fotógrafo Renato (Caco Ciocler) não respeitava nem a gravidez da esposa, Lívia (Ana Furtado) e mantinha um caso com Isabel (Vivianne Pasmanter). Apesar da infidelidade, muita gente torcia para que o malandro tivesse um final feliz.

Foto: Márcio de Souza, TV Globo

Em Paraíso Tropical, Wagner Moura viveu o mau-caráter Olavo. A brilhante atuação do ator conquistou o público, que torcia para que o pilantra tivesse um final feliz ao lado de Bebel (Camila Pitanga).

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo

Na trama de Celebridade, Marcos (Márcio Garcia), formava uma dupla perigosa e cheia e incendiária com Laura (Cláudia Abreu). A “cachorra” e o “michê” tinham até torcida a favor, apesar das maldades.

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo

Na novela Laços de Família, Danilo (Alexandre Borges) ficou louco de paixão pela empregada, Ritinha (Juliana Paes), traiu Alma (Marieta Severo) e acabou engravidando a amante. A milionária ficou bons capítulos fazendo jogo duro, mas no final acabou perdoando o marido, além de criar os filhos dele, já que a empregada morreu no parto.

Foto: Divulgação, TV Globo

Bookmark and Share

Qual a mocinha mais chata da teledramaturgia?

30 de agosto de 2010 17

Assumir o papel de mocinha de novela é um desafio para muitas atrizes. Isso porque a reação do público é incerta, as pessoas podem amar ou odiar a personagem, dependendo do rumo da trama. Odiar as vilãs é natural, mas quando o alvo da raiva dos telespectadores é uma personagem do bem, é sinal de que há alguma coisa errada. Confiram algumas das mocinhas mais odiadas da TV e votem:

Atualmente, Diana (Carolina Dieckmann) é a personagem mais rejeitada de Passione. O público não gostou das atitudes da jornalista, que rejeitou Mauro (Rodrigo Lombardi) para casar com Gerson (Marcello Antony), e agora descobriu que ama realmente o filho do chofer. Pelos comentários aqui no blog, muita gente torce contra a mocinha, ou deseja que ela se transforme na grande vilã da trama. A verdade é que Diana precisa sofrer alguma reviravolta para tentar ganhar a confiança do público. Há quem deseje até mesmo a morte da personagem.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Em Viver a Vida, Helena (Taís Araújo) tinha tudo para ser a mulher mais poderosa da novela, mas o chororô irritante da personagem não agradou. De decidida e independente, protagonista da trama, a modelo foi relegada ao papel de mera coadjuvante de Luciana (Alinne Moraes). Sem contar que as cenas de amor com Marcos (José Mayer) e Bruno (Thiago Lacerda) não tinham a química necessária para salvar a personagem.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Na novela América, a obsessão de Sol (Deborah Secco), capaz de tudo para morar nos Estados Unidos, tirava qualquer um do sério. O sofrimento da mocinha, que passava minutos intermináveis tentando atravessar a fronteira do México, fazia muita gente mudar de canal. Além disso, o par romântico com Tião (Murilo Benício) não agradou, tanto que Sol acabou a novela ao lado de Ed (Caco Ciocler).

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

A novelinha teen Malhação também já teve algumas mocinhas que não agradaram. A mais chatinha era Letícia (Juliana Didone), em 2004. A bondade excessiva da garota e as implicâncias com Gustavo (Guilherme Berenguer) chegavam a irritar, tanto que a vilã Natascha (Marjorie Estiano) acabou ganhando o posto de queridinha da temporada.

Foto: Gianne Carvalho, TV Globo

A tentativa de alçar a cantora Sandy a protagonista de novelas não foi bem-sucedida. Em Estrela-Guia, Cristal era a chatice em pessoa e as cenas da heroína ao lado de Tony (Guilherme Fontes) chegavam a dar sono.

Foto: Divulgação, TV Globo

Em Laços de Família, Helena (Vera Fischer) perdeu o amor de Edu (Reynaldo Gianecchini) para a filha Camila (Carolina Dieckmann). O público, que adorava as cenas calientes entre a protagonista e o garotão, não recebeu bem o novo casal. A redenção de Camila só veio quando ela descobriu que tinha leucemia. Mesmo com muita torcida contra, não houve quem não se emocionasse com o sofrimento da mocinha.

Foto: Divulgação, TV Globo

Em 1997, a internet não tinha o mesmo alcance que hoje em dia, mas já servia de ferramenta para despejar o ódio sobre personagens de ficção. O site “Eu odeio a Eduarda” foi febre na época, era uma forma de telespectadores protestarem contra a personagem de Gabriela Duarte em Por Amor. Durante muitos anos, a atriz foi lembrada pela repercussão negativa daquela personagem, mas agora caiu nas graças do público na pele de Jéssica, de Passione. Muita gente que torcia pela morte de Eduarda, anos atrás, com certeza deve estar adorando as confusões da “fragolina” na trama de Sílvio de Abreu.

Foto: Divulgação, TV Globo


Bookmark and Share

As enfermeiras da ficção

26 de agosto de 2010 0

Já falamos por aqui sobre os médicos mais lembrados das novelas. Agora chegou a vez de homenagear as enfermeiras, verdadeiras ou falsas, que passam pela telinha:

Clara (Mariana Ximenes) começou a trama de Passione como a dedicada enfermeira de Eugênio (Mauro Mendonça). Na primeira oportunidade, a vilã deu um golpe na família Gouveia, com a ajuda do parceiro Fred (Reynaldo Gianecchini). Agora, voltou à mansão com a cabeça erguida, já casada com Totó (Tony Ramos)

Foto: Thiago Prado Neri, TV Globo

Em Escrito nas Estrelas, Fernanda (Simone Soares) trabalha na clínica de Ricardo (Humberto Martins). A enfermeira é cúmplice de Gilmar (Alexandre Nero) e ajudou a sabotar a fertilização de Beatriz (Débora Falabella). Agora, ela recebeu uma proposta de Beatriz e Sofia (Zezé Polessa) que precisam de ajuda para atrapalhar a inseminação de Viviane (Nathália Dill).

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo

A qualidade de vida de Luciana (Alinne Moraes) melhorou muito com o auxílio das duas enfermeiras que se revezavam para cuidá-la. Em Viver a Vida, Vitória (Cristina Flores) e Laura (Arieta Correa) tratavam a modelo com muito carinho e dedicação.

Fotos: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Na novela Caras & Bocas, Mercedes (Neusa Maria Faro) fazia qualquer coisa por dinheiro. A enfermeira, que trabalhava em uma clínica de reprodução, fraudou o exame de Gabriel (Malvino Salvador), fazendo com que ele acreditasse que era traído por Dafne (Flávia Alessandra).

Foto: Thiago Prado Neri, TV Globo

Na trama de Desejo Proibido, a perigosa Raquel (Leticia Birkheuer) aliou-se ao vilão Henrique (Daniel de Oliveira), pois era capaz de tudo para subir na vida.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Na novela Duas Caras, Alzira (Flávia Alessandra) mentia para todos ao dizer que trabalhava à noite em um hospital. Na verdade, a moça era dançarina de pole dance na boate de Jojô (Wilson de Santos).

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo

Em Páginas da Vida, Irmã Lavínia (Letícia Sabatella) vivia muitos dilemas pessoais e éticos. A enfermeira mantinha em segredo o filho que tivera com Diogo (Marcos Paulo) antes de entrar para a vida religiosa. Além disso, viveu um amor platônico com um paciente soropositivo.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo

Bookmark and Share