Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Confira o obituário de 21 de abril de 2014

21 de abril de 2014 0

Livros eram a paixão de Valentim Pedri 

DivulgaçãoValentim Pedri morreu no dia 17, aos 84 anos. Conforme informou a assessoria, o enterro ocorreu no Cemitério Parque Iguaçu, em Curitiba. O problema de saúde que ele combatia não foi informado. Pedri tinha enorme paixão pelos livros e pelo conhecimento. O empreendedor, que era catarinense, criou o grupo Livrarias Curitiba em 1963, com apenas quatro funcionários, na capital paranaense. Hoje, são mais de mil colaboradores em 22 lojas do Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

Em 1965, foi inaugurada a primeira loja em Santa Catarina. Nos primeiros 30 anos, foi priorizada a venda de materiais didáticos. A partir de 1999, foram abertas as megastores, grandes lojas que são verdadeiros centros culturais e reúnem um amplo mix de produtos – livros, CDs, DVDs, presentes, artigos de papelaria e informática.

O negócio prosperou graças aos sólidos valores de honestidade, entusiasmo, trabalho em equipe e respeito ao ser humano de Pedri. Hoje, o Grupo Livrarias Curitiba – que administra a marca Livrarias Catarinense e a Libris Editora – é uma das maiores corporações do meio livreiro em todo Brasil.

Considerado um exemplo pessoal pelo jeito simples de lidar com as pessoas, Valentim Pedri deixa um legado profissional irreparável, uma família unida com esposa, filhos, netos e bisnetos, além de inúmeros admiradores em todo o País.

**********

Sorriso, uma das marcas de Carlos 

O sorriso estampado no rosto era uma das características que demonstrava a paixão que Carlos Roberto da Silva tinha pela vida. Mas ele concluiu a missão de levar alegria para as pessoas no último dia 16, quando faleceu por causa de um câncer no pulmão.

– As saudades serão eternas, mas a única certeza que temos é de que um dia iremos no encontrar – afirma Rosana Lúcio da Silva, uma das filhas.

Filho da capital de Santa Catarina, a paixão pelo trabalho também era uma uma de suas virtudes. Controlador de tráfego no Shopping Mueller, em Joinville, há quase seis anos, ele tinha o dom de tornar pelo menos um dos momentos do dia dos motoristas que passavam por lá mais alegre. Carlos Roberto foi sepultado no Cemitério Municipal de Joinville no dia 17. Aos 64 anos, Mamangava, como gostava de ser chamado, deixou cinco filhos e oito netos.

**********

  • Everton Cleiton Borges, 21 anos, faleceu no dia 18. Foi sepultado em Urubici.
  • Terezinha Bueno Vieira, 63 anos, faleceu no dia 18. Foi sepultada no dia 19, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa marido e três filhos.
  • Maria das Neves Gonçalves, 81 anos, faleceu no dia 18. Foi sepultada no dia 19, no Cemitério Municipal. Deixa dois filhos.
  • Paulo Roberto Gonçalves da Silva, 38 anos, faleceu no dia 18. Foi sepultado no dia 19, no Cemitério São Sebastião. Deixa mulher e um filho.
  • Wally Bibow, 94 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultada no mesmo dia. Deixa dois filhos.
  • Edson Aquinaldo Martins, 39 anos, faleceu no dia 18. Foi sepultado no dia 19, no Cemitério do Cubatão.
  • Annita Volz Laffin, 90 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultada no mesmo dia no Cemitério da Estrada Blumenau. Deixa três filhos.
  • Eliane Aparecida Ferreira de Lima, 19 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultada neste dia 20.
  • Ivone Borba, 54 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultada no Cemitério do Rio Bonito. Deixa marido e quatro filhos.
  • Alaor dos Santos Veiga, 61 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultado em São João do Itaperiú.
  • Everton Cruz de Oliveira, 36 anos, faleceu no dia 19.
  • Adilson Feliciana, 33 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultado no Cemitério do Rio Bonito. Deixa um filho.
  • Isolde Kruger Almeida, 54 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultada neste dia 20, no Cemitério São Sebastião. Deixa marido e três filhos.
  • Alfredo Maia, 72 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultado neste dia 20, no Cemitério da Comunidade Luterana. Deixa mulher e três filhos.
  • Maicon Bittencourt, 35 anos, faleceu no dia 19. Foi sepultado neste dia 20, em Curitiba. Deixa mulher.
  • André Machado, 22 anos, faleceu neste dia 20. Será sepultado neste dia 21, às 9 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa um filho.
  • Firmino Lopes Muniz, 74 anos, faleceu neste dia 20. Será cremado neste dia 21. Deixa mulher e três filhos.
  • Elvis Luiz da Silva, 21 anos, faleceu neste dia 20. Será sepultado neste dia 21, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa um filho.
  • Robelia dos Santos Costa, 61 anos, faleceu neste dia 20. Será sepultada em São Francisco do Sul. Deixa marido e quatro filhos.
  • Erica Schroeder, 81 anos, faleceu neste dia 20. Será sepultada neste dia 21, às 14 horas, no Cemitério Municipal. Deixa um filho.
  • Márcia da Costa, 53 anos, faleceu neste dia 20. Será sepultada em Balneário Barra do Sul. Deixa marido e oito filhos.

Confira o obituário de 19 de abril de 2014

19 de abril de 2014 0

Obstáculos nunca intimidaram Décio

Arquivo de famíliaQuem conheceu apenas o começo da trajetória de Décio Ivo Coppi até poderia apostar que ele não venceria. Afinal, dificuldade foi o que não faltou para ele. Primeiro, quando morava em Gaspar, perdeu tudo em uma enchente na década de 1980. Mas isso não o desanimou.
Funcionário do Bradesco, tempos depois foi transferido a Joinville. Mas outro obstáculo apareceu: um incêndio destruiu todo o estoque de roupas da loja que ele mantinha. Porém, recomeçar era preciso… Com visão empreendedora e para não deixar a família em apuros, apostou em outro ramo. Foi então que ele e a família arregaçaram as mangas e começaram a produzir chocolate caseiro. No começo, a venda era feita de porta em porta. A ideia se popularizou em Joinville e os negócios prosperaram, até que ele inaugurou, em abril de 1991, a fábrica de chocolates Chocopp, no bairro Iririú. Com o passar do tempo, foram abertos pontos de venda, inclusive em shoppings de Joinville, além daquele que existia na fábrica. Mas a trajetória de Décio foi interrompida por uma tragédia familiar em 19 de abril de 2003, aos 55 anos, deixando um vazio na vida da esposa Claudete, dos três filhos e das noras.
– Querido pai, sentimos muito sua falta, a saudade desse sorriso contagiante, da sua alegria está presente no nosso dia a dia. Você se tornou um “anjo” em nossas vidas. Obrigada por estar sempre guiando nossos passos e nos abençoando! Sinta-se abraçado por nós, que te amamos muito. Seu filho Adriano, sua nora Patrícia e seu neto Joaquim.”

**********

  • Raul Sabino, 81 anos, faleceu no dia 17. Foi sepultado neste dia 18, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Ele deixa mulher e cinco filhos.
  • Maikon Conrat, 27 anos, faleceu no dia 17. Foi sepultado neste dia 18, no Cemitério São Sebastião. Deixa mulher e quatro filhos.
  • Claudete Aparecida Stanqueuriski, 52 anos, faleceu no dia 17. Foi sepultada em Curitiba. Deixa marido e um filho.
  • Gustavo Lessa Pereira, 89 anos, faleceu no dia 17. Foi sepultado neste dia 18, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa mulher e seis filhos.
  • Nilson Hemquemeier, 36 anos, faleceu no dia 17. Foi sepultado neste dia 18, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa mulher e dois filhos.
  • Lucas Wesley Silva Cunha, 18 anos, faleceu neste dia 18. Será sepultado neste dia 19, às 9 horas, no Cemitério do Cubatão.
  • Ondina de Araújo Montanha, 87 anos, faleceu neste dia 18. Será sepultada neste dia 19, às 10 horas, no Cemitério Municipal. Deixa sete filhos.
  • Silvio Alves da Silveira, 86 anos, faleceu neste dia 18. Será sepultado neste dia 19, às 10h30, no Cemitério Municipal. Deixa mulher e cinco filhos.

Confira o obituário de 18 de abril de 2014

18 de abril de 2014 0

Solange Cardoso deixa um exemplo de garra

Arquivo de famíliaFamiliares e amigos se despediram no Jardim da Paz, em Florianópolis, de Solange Miriam Cardoso, que morreu no dia 3 de abril, aos 66 anos, depois de uma luta de seis anos contra o câncer. Filha de Iracy Wagner Cardoso e Alcides Garcia Cardoso, nasceu na cidade de Urubici, na Serra catarinense, em uma família com nove irmãos. Devido à profissão da mãe, que era comerciante, Solange e a família moraram em diversas cidades de SC até se mudarem para Chapecó, no Oeste, onde passou grande parte da vida. Passou no vestibular de farmácia bioquímica na Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, e costumava voltar a Chapecó para passear.

Foi em um desses passeios que conheceu o bancário Evandro Emanuel Borba. Namoraram e casaram. Da união nasceram cinco filhos. Solange passou no concurso para o Banco do Brasil e, por causa disso, residiu em diversas cidades até separar e se fixar em Florianópolis, cerca de 26 anos atrás. Sozinha na Capital e com filhos pequenos, ela mostrou muita força e garra. Além disso, em 2001, formou-se em administração pela Faculdade Decisão. Levou uma vida sacrificada, mas conseguiu ver todos os filhos educados e formados, ressalta a filha Nina.
Solange Cardoso deixa ainda três netos e também o pequeno Riccardo, que ainda está na barriga de Nina.

**********

  • Natanael da Maia, 45 anos, faleceu no dia 16. Deixa duas filhas.
  • João Nilton Moreira, 55 anos, faleceu no dia 16. Foi sepultado neste di 17, no Cemitério São Sebastião. Deixa mulher e dois filhos.
  • Pedro Sálvio Boreck, 66 anos, faleceu no dia 16. Foi sepultado neste dia 17. Deixa mulher e quatro filhos.
  • Tereza Borges da Silveira, 68 anos, faleceu no dia 16. Foi sepultado neste dia 17, no Cemitério Dona Francisca. Deixa três filhos.
  • Carlos Roberto da Silva, 64 anos, faleceu no dia 16. Foi sepultado neste dia 17, no Cemitério Municipal. Deixa cinco filhos.
  • Wanda da Silva Pinheiro, 74 anos, faleceu neste dia 17. Foi sepultada no mesmo dia, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa cinco filhos.
  • Sandro Roberto Harger, 65 anos, faleceu neste dia 17. Será sepultado neste dia 18, às 9 horas, no Cemitério São Sebastião. Deixa três filhos.
  • Juliana Maria Faustino, 89 anos, faleceu neste dia 17. Foi sepultada no mesmo dia, no Cemitério Municipal.
  • Elena Rosa Ferreira, 77 anos, faleceu neste dia 17. Será sepultada neste dia 18, às 10 horas, no Cemitério São Sebastião. Deixa marido e nove filhos.
  • Douglas Ricardo, 22 anos, faleceu neste dia 17. Será sepultado em Balneário Barra do Sul.
  • Ernestina Deretti Casagrande, 69 anos, faleceu neste dia 17. Será sepultada neste dia 18, às 14 horas, no Cemitério Cristo Rei. Deixa marido e dois filhos.
  • Alice Moço Toledo, 24 anos, faleceu neste dia 17.

Confira o obituário de 17 de abril de 2014

17 de abril de 2014 0

Mauricy deixa boas lembranças e saudade

Arquivo de famíliaUma pessoa de bem com a vida. Esta é a lembrança que a família tem de Mauricy Luiz Oliveira, que faleceu no dia 7, aos 51 anos, em Joinville, após sofrer um infarto agudo do miocárdio. Motorista profissional, Mauricy começou a trabalhar muito cedo. Filho único e com a chance de desfrutar a adolescência sem se preocupar com o trabalho, o que ele queria era ajudar, o que foi uma das marcas durante sua vida. Ele não pensava duas vezes quando alguém precisava de seu auxílio. A família o homenageia:
“Dói muito saber que não teremos mais seu sorriso bigodudo, seu abraço envolvente, sua voz nos chamando, sua alegria contagiante. Enfim, as perdas são muito difíceis, ainda mais quando essa perda é uma pessoa que amamos e que nos amou sem pedir nada em troca. Um guerreiro, humilde, festeiro, amigo, alto-astral… São tantas coisas para falar dele, tantas coisas que irão fazer falta… Tantas coisas que ainda queríamos ter dito ou feito ou simplesmente ter vivido ao seu lado. Nós o amaremos para sempre.”

Mauricy, ou Maurinho, como era chamado pelos mais próximos, deixou muita saudade, lembranças boas e muitas histórias. Casado havia 28 anos com Sandra, que tanto o amou, deixou três filhos – Fernanda, Rafael e Ana –, dois amados netos – Guilherme e Rafaela, que eram seus tesouros – e os genros Lucas e André. Ele foi sepultado no dia 8, no Cemitério Municipal de Joinville.

**********

  • Sandra Demarco, 56 anos, faleceu neste dia 16. Será cremada neste dia 17. Deixa três filhos.
  • Claudio da Silva, 42 anos, faleceu neste dia 16. Será sepultado em Garuva. Deis três filhos.
  • Giselle Cristine Arins da Silva Veiga, 35 anos, faleceu neste dia 16. Será sepultada em São Francisco do Sul. Deixa marido e um filho.

Confira o obituário de 16 de abril de 2014

16 de abril de 2014 0

Um exemplo de força

Arquivo pessoalF amiliares e amigos prestam homenagem a Amauri da Cunha Jacobi, que faleceu em Jaraguá do Sul, aos 59 anos, no último dia  9, em decorrência de câncer.

“Desde a mais tenra idade, Amauri trabalhou muito, sabemos que não teve uma infância fácil, e foi isso que o transformou na fortaleza que sempre foi. Mas a recompensa veio: ele se tornou um empresário bem-sucedido. Porém, o sucesso como empresário não o fez esquecer suas origens, sua família, seus amigos. Ele sempre foi simples, brincalhão, sincero, decidido e pronto a ajudar quem quer que fosse. Sempre teve uma preocupação e um carinho muito grande com a família, que era tudo para ele.

“Sua luta contra a doença terrível que no final o levou foi admirável. Sua força de vontade de viver era comovente, um exemplo para todos, em nenhum momento nesses quase cinco anos de tratamento fraquejou, desanimou, deixou de buscar todos os meios e tratamentos existentes, seja no Brasil ou no exterior, para tentar se curar. O resultado de tanta força de vontade, tanta energia positiva e tanta fé em Deus foram recompensados, pois na maioria dos casos os pacientes acometidos por este tipo específico de câncer não têm uma sobrevida tão longa e com relativa qualidade de vida. Vá em paz, Amauri. Sabemos que terá um lugar especial na outra vida. Você foi um belo exemplo a ser seguido por todos”.

Amauri foi cremado em Jaraguá do Sul. Ele deixa esposa, filho, pais, irmãos e demais parentes.

**********

Missa de sétimo dia

 

 

 

 

A família de Flavio Piazera convida todos para a missa de sétimo dia, que será realizada nesta quinta-feira, dia 17, às 19 horas, na Catedral São Francisco Xavier, no Centro de Joinville. “Agradecemos a todos que comparecerem a este ato de fé e solidariedade cristã.”

   **********

  • Jessica Jaqueline Cichowicz, 23 anos, faleceu no dia 14. Foi sepultada em São Bento do Sul. Deixa três filhos.
  • Leonir Luz, 55 anos, faleceu neste dia 15. Será sepultado em Barra Velha. Deixa mulher e dois filhos.
  • Oto Hosang, 72 anos, faleceu neste dia 15. Será cremado. Deixa seis filhos.
  • Haroldo Cidral da Costa, 67 anos, faleceu neste dia 15. Foi sepultado no mesmo dia, no Cemitério do Cubatão. Deixa mulher e dois filhos.
  • Bento Adriano Hespanhol, 31 anos, faleceu neste dia 15. Foi sepultado no mesmo dia, no Cemitério do Rio Bonito. Deixa dois filhos.

Confira o obituário de 15 de abril de 2014

15 de abril de 2014 0

Visão empreendedora é o legado deixado por Fernando

Arquivo pessoalO Centro Logístico Integrado de Itapoá (Clif) perdeu um de seus mais ativos integrantes:  o diretor-presidente Fernando Gomes Ferreira, cuja trajetória brilhante e empreendedora foi interrompida no dia 6 de abril, ao morrer por afogamento na praia de Itapoá aos 50 anos.

Fernando era natural de Santos (SP), onde iniciou sua trajetória como analista de exportação até tornar-se um dos maiores especialistas do mercado em processos de exportação, logística portuária integrada, implantação de áreas alfandegadas e gestão empresarial.

Em 2008, recebeu a missão de construir e administrar, em Itapoá, o maior centro logístico do Norte de Santa Catarina.  Foi assim que o Clif, um empreendimento que nasceu grande para ser referência nacional em logística de comércio exterior, tornou-se ainda maior pela paixão de Fernando pelo projeto e por sua equipe, a qual cuidava e orientava com o carinho de um pai. Fernando não era apenas um exemplo de profissional dedicado, mas também um modelo de homem íntegro e digno.

– Não encontramos palavras para expressar a dor pela perda do mestre e grande amigo, mas conforta-nos saber que suas realizações são legados que jamais se apagarão – dizem, em nota, funcionários e amigos de Fernando.

Fernando foi sepultado no dia 7, em Santos. Ele deixou mulher e dois filhos.

**********

  • Petronilha Martins Berlarmino, 80 anos, faleceu no dia 13. Foi sepultada neste dia 14, no Cemitério São Sebastião. Deixa cinco filhos.
  • Danielle Faust Cruz, 31 anos, faleceu no dia 13. Foi sepultada neste dia 14, no Cemitério Municipal.
  • Alcides Angelino Peccinin, 84 anos, faleceu no dia 13. Será sepultada neste dia 15, às 9 horas, no Cemitério do Cubatão. Deixa mulher e oito filhos.
  • Jandira Quadros Simioni, 76 anos, faleceu no dia 13. Foi sepultada neste dia 14, no Cemitério Municipal. Deixa marido e oito filhos.
  • José Carlos Ribeiro, 56 anos, faleceu no dia 13. Foi sepultado neste dia 14, no Cemitério São Sebastião. Deixa mulher e dois filhos.
  • Adelir Florêncio Guedes, 31 anos, faleceu neste dia 14. Será sepultado neste dia 15, às 16 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa um filho.
  • Azilra Wonzoite Januário, 92 anos, faleceu neste dia 14. Foi sepultada no mesmo dia, no Cemitério Municipal. Deixa quatro filhos.
  • Hilda Silva Padilha, 93 anos, faleceu neste dia 14. Será sepultada em Imbituba. Deixa dois filhos.
  • Sylvia Scheibel, 90 anos, faleceu neste dia 14. Será sepultada neste dia 15, às 10 horas, no Cemitério Municipal. Deixa dois filhos.
  • Esther Martins, 82 anos, faleceu neste dia 14. Será cremada neste dia 15. Deixa cinco filhas.
  • Jenny Bohn, 91 anos, faleceu neste dia 14. Será sepultada neste dia 15, às 11 horas, no Cemitério Municipal. Deixa três filhos.

Confira o obituário de 14 de abril de 2014

14 de abril de 2014 0

Flavio Piazera, o capitão da Liga de Sociedades

Leo Munhoz, Agência RBSSe não fosse pela dedicação e paixão de Flavio Piazera, talvez os joinvilenses não tivessem ainda a Liga da Sociedade Joinvilense para abrigar seus shows, festas de Carnaval e formaturas. O engenheiro mecânico foi protagonista da luta pelo prédio septuagenário durante as mais de duas décadas em que esteve à frente da presidência da Liga. Na manhã deste sábado, às 10h45, a luta de Piazera foi interrompida. Ele estava internado no Hospital Dona Helena, em Joinville, e faleceu aos 67 anos, vítima de um tumor no cérebro.

Como engenheiro – ele tinha formação em mecânica e segurança do trabalho -, Piazera trabalhou em empresas de Joinville, como a Tigre, a Krona e as antigas Akros e Tupiniquim.

Ele deixa a esposa, Janete, as filhas Camila e Flávia e o netinho Daniel, de sete meses. O enterro ocorreu no Cemitério Municipal, às 15 horas deste domingo.

**********

  • Pedro Batista das Mercês, 58 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado neste dia 13. Deixa mulher e sete filhos.
  • Elias Espindola , 43 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado neste dia 13, no Cemitério Municipal. Deixa mulher e dois filhos.
  • Juliano Kraczinski, 28 anos, faleceu no dia 11. Foi sepultado no dia 12, no Cemitério Cristo Rei. Deixa mulher.
  • Ivanio José Ramos do Nascimento, 29 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado em Itapoá.
  • Nelson Vieira, 83 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado neste dia 13, no Cemitério Municipal. Deixa mulher e quatro filhos.
  • Valdecir José Binotto, 55 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado em São Bento do Sul. Deixa mulher e dois filhos.
  • Laurita Neitzel Priess, 71 anos, faleceu no dia 12. Foi cremada neste dia 13. Deixa marido e sete filhos.
  • Luciano Milton Miranda, 39 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado neste dia 13, no Cemitério Cristo Rei. Deixa dois filhos.
  • Alair de Oliveira Lopes, 60 anos, faleceu no dia 12. Foi sepultado neste dia 13, no Cemitério Municipal. Deixa mulher e três filhos.
  • Odete Barbosa Cardoso, 63 anos, faleceu neste dia 13. Será sepultado neste dia 14, às 16h30, no Cemitério São Sebastião. Deixa três filhos.
  • Honorino Demarchi, 82 anos, faleceu neste dia 13. Será sepultado em Biguaçu. Deixa mulher.
  • Vera Regina Wippel Schulenburg, 56 anos, faleceu neste dia 13. Será cremada neste dia 14. Deixa marido e três filhos.

Confira o obituário de 12 de abril de 2014

12 de abril de 2014 0

Amarildo Forte tinha paixão pelo que fazia

Arquivo pessoalDepois de três anos de luta contra o câncer, que voltou com força há cerca de duas semanas, com trombose e outras complicações que resultaram em falência múltipla de órgãos, o repórter-fotográfico Amarildo João Forte, 49 anos, morreu na noite de quinta-feira, dia 10, no Hospital São José de Joinville.

Caçula de dez irmãos, ele deixa a mãe, Francisca Lopes Forte, 86 anos, cinco irmãs, um irmão e dezenas de sobrinhos e sobrinhos-netos, além de quatro filhos e três enteados. Amarildo trabalhou no jornal “A Notícia”, de onde saiu em 2007, após quase 20 anos. Desde então, trabalhava como free lancer para diferentes veículos, até que há três anos obteve aposentadoria para poder tratar de sua doença.

– Era uma pessoa muito boa, muito ansiosa e temperamental, mas com certeza a imagem que fica é do cara brincalhão, o repórter-fotográfico que tinha verdadeira paixão pela profissão e tinha como maior orgulho de sua carreira o Prêmio Matriz de Fotografia, que ganhou em 1989, como a melhor foto publicada do Festival de Dança de Joinville, entre outros prêmios – diz a ex-companheira Rosana Ritta.

Ele foi sepultado neste dia 11, às 9 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima, em Joinville.

**********

  • Adélia Weber, 73 anos, faleceu no dia 10. Foi sepultada neste dia 11, no Cemitério São Sebastião. Deixa oito filhos.
  • Maria Lucia da Silva Ricardo, 61 anos, faleceu neste dia 11. Foi sepultada no mesmo dia, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa marido e quatro filhos.
  • Nilo da Silva, 64 anos, faleceu neste dia 11. Será sepultado neste dia 12, às 9h30, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa mulher e dois filhos.
  • Nicolas Vanzelatti, seis anos. Faleceu neste dia 11. Será sepultado neste dia 12, às 9 horas, no Cemitério Municipal.
  • Agnes Effting Preuss, 84 anos, faleceu neste dia 11. Será sepultada neste dia 12, às 15 horas, no Cemitério Municipal. Deixa sete filhos.
  • Doralice Ariete Focking Pereira, 77 anos, faleceu neste dia 11. Será sepultada em São Sepé-RS. Deixa quatro filhos.

Confira o obituário de 11 de abril de 2014

11 de abril de 2014 0

Ely, um exemplo de retidão e civismo

Arquivo de famíliaAna, a esposa, era a “bem”. Mesmo citada em terceira pessoa: “Vou até em casa pegar a bem, já volto”, dizia aos amigos em torno da mesa de sinuca. Enquanto jogava, o foco se concentrava na mesa. Nos bate-papos, muito futebol, especialmente envolvendo sua Portuguesa, o time do coração. Um coração, por sinal, onde só havia espaço para amizade, amor, retidão moral e civismo.

Ely Diniz da Silva, paulista de Penápolis, joinvilense há duas décadas e pouco, deixou todas essas paixões na segunda-feira, 7 de abril, à noite, aos 87 bem-vividos anos. Derrubaram-no as consequências de um AVC sofrido justamente num dos momentos que mais prezava, o dia de Natal, com a família reunida, violão no colo, entoando clássicos caipiras e seresteiros.

Deixa esposa, filho, nora, netos, bisnetas e amigos com a certeza de ter cumprido sua missão na vida. E a sensação de que “… naquela mesa está faltando ele…”.

Ely Diniz da Silva foi cremado em Jaraguá do Sul no dia 8.

**********

  • João Joel de Quadros, 78 anos, faleceu no dia 9. Foi sepultado em Araquari. Deixa mulher e dois filhos.
  • Jocinei Seixas, 28 anos, faleceu no dia 9. Foi sepultado em Blumenau. Deixa mulher e quatro filhos.
  • Onildo Verwiebe, 80 anos, faleceu no dia 9. Foi sepultado neste dia 10, no Cemitério Municipal. Deixa cinco filhos.
  • Maria Helena Thomashitz, 95 anos, faleceu no dia 9. Foi sepultada no Cemitério São Sebastião. Deixa 12 filhos.
  • Santina Soares Silva, 74 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultado neste dia 11, às 9 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa nove filhos.
  • Denise da Silva, 48 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultada neste dia 11, às 10 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima.
  • Amarildo João Forte, 49 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultado neste dia 11, às 9 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa quatro filhos.
  • Mercedes Correa, 95 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultada neste dia 11, às 9 horas, no Cemitério Municipal. Deixa uma filha.
  • Nilsa Luiza Chaves, 63 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultada neste dia 11, às 16h30, no Cemitério Cristo Rei. Deixa marido e dois filhos.
  • Antonio de Borba, 77 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultado neste dia 11, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima.
  • Hertha Maria Kiehn, 87 anos, faleceu neste dia 10. Será sepultada neste dia 11, no Cemitério Municipal. Deixa dois filhos.

Confira o obituário de 10 de abril de 2014

10 de abril de 2014 0

“Leandro, para sempre estaremos ao seu lado”

Arquivo de famíliaCom a frase do título acima, a família homenageia Leandro Diomario Coelho, nascido em Joinville em 13 de maio de 1995. Ele era estudante de psicologia e trabalhava no CEI Doce Mel. Via o amor de forma especial e romântica. Ele dizia que “a gente poderia ficar uma vida inteira discutindo o amor, mas, para mim, o amor é quando você sente a necessidade de cuidar da pessoa, não por ciúmes ou por algum motivo fútil. Mas quando uma pessoa se torna parte da sua vida, quando você percebe que precisa do bem dela para ser feliz”.

Mais conhecido pelos familiares como Lê, tinha o sonho de ser psicólogo. Com o seu trabalho com crianças, se encantava todos os dias.

Um filho amado e iluminado, simples nas atitudes, com um coração enorme e generoso, estava sempre presente quando alguém precisava. Ainda falava: “Mãe, para sempre estarei ao seu lado”.

A família diz que foi uma perda irreparável, principalmente sendo um jovem com futuro promissor. O que conforta a família é saber que seu sorriso, seu jeito humano e amigo sempre vão ser lembrados no coração de todos.

Aos 18 anos, no dia 4 de abril de 2014, faleceu em acidente quando ia para a faculdade. Deixou a mãe Eliane, o pai Leonardo, os irmãos Bruno e Lucas. Foi sepultado no Cemitério Cristo Rei. A família agradece a todos que enviaram flores e coroas e aos amigos e familiares que estiveram presentes às cerimônias. Também convida para missa de sétimo dia em 12 de abril, às 19 horas, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro Glória, em Joinville.

**********

  • Clóvis Cardoso, 27 anos, faleceu no dia 8. Foi sepultado neste dia 9, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima.
  • Maria de Lourdes da Silva, 94 anos, faleceu no dia 8. Foi sepultada neste dia 9, no Cemitério Municipal. Deixa sete filhos.
  • Manoel Olivio dos Anjos, 79 anos, faleceu no dia 8. Foi sepultado neste dia 9, no Cemitério Municipal. Deixa mulher e seis filhos.
  • Tereza Rita Oliskuvsky Paternolli, 65 anos, faleceu neste dia 9. Será sepultada neste dia 10. Deixa marido e quatro filhos.
  • Roberto João Triques, 78 anos, faleceu neste dia 9. Foi sepultado no mesmo dia, no Cemitério Municipal. Deixa três filhos.
  • Acácio Marcelino Rocha, 88 anos, faleceu neste dia 9. Será sepultado neste dia 10, às 9 horas, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa mulher e um filho.
  • Leonice Marlene Costa, 67 anos, faleceu neste dia 9. Será sepultada neste dia 10, às 9h30, no Cemitério Nossa Senhora de Fátima. Deixa sete filhos.
  • Renato Gonçalves, 16 anos, faleceu neste dia 9. Será sepultado neste dia 10.