Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Eugênio Wedelstaedt Gruman

09 de fevereiro de 2015 1

eugenioO professor universitário aposentado Eugênio Wedelstaedt Gruman morreu aos 82 anos em  15 de janeiro, após longa enfermidade. Era biólogo especializado em Entomologia – ciência que estuda insetos.
Filho de Eugênio Grumann e Maria Fialho Wedelstaedt Grumann, nasceu em Porto Alegre. Cresceu com o seu irmão Frederico, no bairro Ipanema, observando insetos e pesquisando seus nomes e hábitos.
Ainda muito jovem, iniciou carreira acadêmica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), instituição que sempre considerou um segundo lar. Professor da então Faculdade de História Natural, foi um dos fundadores da Escola de Geologia da universidade. Era ainda um ecologista e ostentava com orgulho o título de naturalista.
Aposentou-se por razões de saúde após formar centenas de alunos de diversos cursos. Foi consultor do Ministério da Educação (MEC) por muitos anos, viajando por todo o Brasil para preparar professores.
Fez inúmeros contatos ao longo da vida: não podia sair à rua sem encontrar um conhecido.
Apaixonado por mar e serra, era um entusiasta veranista de Tramandaí e assíduo frequentador de São Francisco de Paula. Sua paixão era a variada biblioteca que mantinha em casa.
Viúvo de Enny Friedmann Gruman, com quem foi casado por quase 40 anos, deixou amigos de toda a vida, como o professor Isaac Kupinski, a companheira de todas as horas Célia, os filhos Eunice e Alexandre e os netos Júlia, Pedro, Paula e Natasha.

Comentários (1)

  • Thales De Lema diz: 28 de outubro de 2015

    Eugênio foi amigo meu quando estudava no Julinho. Saíamos, todos os domingos, para observar natureza nos morros da região de Porto Alegre e adjacências, principalmente o da Ponta Grossa, onde há Mata Atlântica. Formamos um grupo de jovens estudantes amantes da Natureza. Colecionávamos insetos e aracnídios, alem de répteis e anfíbios, os primeiros depositados na coleção dele e os últimos na minha, esta no Departamento de Zoologia da UFRGS. Isso na década de 1950. Eugênio ficou de Professor na UFRGS e eu na PUCRS.

Envie seu Comentário