Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Maillot jaune, vert, à pois, blanc

20 de abril de 2009 0

No ciclismo de estrada, a glória é vestir “amarelo”


As camisas de cor amarela, branca, verde e branca com bolinhas e dorsal vermelho, começaram a ser usadas para que todos, torcedores, jornalistas, diretores e os próprios ciclistas saibam onde estão os lideres.
O Tour de Santa Catarina segue os moldes do tour de France, onde o lider na geral usa camisa amarela. No Giro D` Itália, por exemplo, o lider usa camisa rosa.

Existem diversos prêmios a serem disputados, e a cada prêmio corresponde uma camiseta. Existe uma ordem de prioridade para as diferentes camisetas de líder:

A camisa amarela, atribuída ao primeiro corredor em tempo individual na classificação geral, é a de maior prestígio. Foi inventada em 1919, em referência ao papel amarelo do jornal L`Auto. É atribuída calculando-se o tempo total gasto por cada corredor, isto é, adicionando-se os tempos de cada etapa. O corredor com o menor tempo é considerado o líder no momento, e, ao final do evento, é declarado o vencedor geral do Tour.

A camisa verde, atribuída ao primeiro corredor na classificação individual por pontos (sprints). Ao final de cada etapa, ganham-se pontos quando se termina a etapa nos primeiros lugares. O número de pontos depende do tipo de etapa – mais se a etapa for plana, um pouco menos se for intermediária, ainda menos se for de montanha e o mínimo em etapas contra o relógio. Também atribuem-se uns poucos pontos ao corredor que alcança primeiro certos pontos intermediários, assim como um bônus em segundos para o concurso da camiseta amarela, mas são geralmente tão poucos que não representam muita coisa no resultado final. No entanto, têm um papel preponderante durante a primeira semana, antes das etapas de montanha, quando os corredores estão relativamente próximos na classificação geral.

A camisa branca com bolas vermelhas, é atribuída ao primeiro corredor na classificação em etapas de montanha; no topo de cada montanha do Tour, atribuem-se pontos aos primeiros a chegar no topo. As subidas são classificadas em categorias de 1 (mais difícil) a 4 (menos difícil) de acordo com seu grau de dificuldade, onde são levados em conta o declive e o comprimento da subida.

A camisa laranja, segue os mesmos critérios da camiseta amarela, mas somente disputada por corredores com idade máxima de 23 anos em 31 de dezembro do ano em questão. A categoria foi introduzida como forma de reconhecer o desempenho dos ciclistas mais jovens.

O dorsal vermelho, que é atribuído ao corredor mais combativo da etapa anterior. No final de cada etapa, os juízes atribuem pontos aos corredores que entraram em “fugas” na etapa. O corredor com o maior número de pontos ganha um dorsal vermelho com letras em branco ao invés das usuais letras pretas em fundo branco.

As cores em camisas são aplicadas em competições por etapas: Tor de Santa Catarina, Tour de France, Giro D` Itália, Volta da Espanha e etc…

Postado por Cleber Gomes / Joinville

Envie seu Comentário