Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Samuel Sánchez dá a primeira vitória do ano à Euskadi

08 de abril de 2010 0


O asturiano Samuel Sánchez deu hoje à Euskaltel-Euskadi a primeira vitória da temporada. O cenário não poderia ser mais propício, já que o triunfo aconteceu na etapa-rainha da Volta ao País Basco, sede da equipe. Alejandro Valverde (Caisse D’Epargne), vencedor das duas primeiras etapas, foi o segundo classificado, recuperando a camisa amarela, que ontem perdera para Óscar Freire (Rabobank). A ligação de 166 km, entre Murgia Zuia e Arrate, tinha oito contagens de montanha, a última a dois km da meta.

A exigência da corrida provocou grande desgaste num pelotão que, nos últimos 50 km, se fragmentava sempre que a estrada era subia para se reagrupar nas fases de descida. No grande grupo, o trabalho era assumido pela Lampre-Farnese Vini e, sobretudo, pela Caisse D’Epargne. Na frente da corrida, pedalava um quinteto, no qual sobressaía Amets Txurruka (Euskaltel-Euskadi), que tudo tentou para chegar isolado à chegada.

A fuga foi pega na última montanha do dia, tendo Txurruka sido o último a ser alcançado, a cerca de seis km do final. Nesta fase da prova sucederam-se os ataques. Christopher Horner (RadioShack) desferiu um forte golpe na concorrência, isolando-se do grupo, seleto, que o acompanhava, a pouco mais de quatro km da chegada. O campeão olímpico foi no seu encalço, conseguindo fazer a junção a dois mil metros da meta. Quando se esperava que a disputa pela etapa ficasse entre dois ciclistas, Alejandro Valverde chegou à líderes, já dentro do km final.

Sem se dar por vencido, Samuel Sánchez olhou para Valverde e atacou para uma vitória. Destacado ele não colocou em jogo os objetivos do murciano e que, por isso mesmo, teve o aval do corredor da Caisse D’Eargne, cujo fito era voltar a vestir-se de amarelo, o que conseguiu.

A quinta e penúltima etapa, que amanhã une Eibar e Orio, não é tão dura como a de hoje, mas também apresenta um perfil ondulado. As contagens de montanha são seis, metade de segunda categoria e outra metade de terceira.

Por jornalciclismo

Envie seu Comentário