Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sobre a 4ª etapa

24 de abril de 2010 0

Compartilho com vocês as melhores fotos da 4ª etapa, pelo menos para mim 


A 4ª etapa foi disputada sob muito frio e um vento de gelado, para completar, nos 10 quilômetros finais, os ciclistas enfrentaram uma neblina que estava mais para garoa. A primeira coisa que os ciclista faziam após chegar era trocar a roupa e vestir um agasalho. Por conta da neblina alguns ciclistas passaram do ponto em que deveriam entrar para disputar a chegada. Mas, não Cristian Rosa da equipe Dataro, que atacou antes do prêmio de montanha, no km 55, e venceu escapado, ele teve tempo para ver a sinalização e não passou do ponto. Ele chegou 1min e 18 seg a frente do colombiano Juan Soarez, Douglas Bueno da Seleção Catarinense e Gilberto Goes do Avaí, 2º, 3º e 4º colocados, respectivamente.

Os 84,8 quilômetros entre Urubici e Bom Jardim da Serra, no alto da Serra, foram percorridos em 02h20’36”, a velocidade média foi de 36,1 km/h, até agora a mais baixa da competição.

Na primeira Serra da corrida, após 800 metros da largada, o pelotão seguiu compacto até mirante, onde é possível ver a cidade de Urubici, ao passarem o mirante, Jair Santos da equipe CESC São Caetano, atacou, com ele saiu Matias Médici da Scott e mais dois ciclistas da Colômbia. A fuga não demorou muito para ser alcançada pelo pelotão. Um atleta da Colômbia entrou escapado na SC 438, mas apenas com o objetivo de desgastar os brasileiros, logo foi pego.

Cristian, chorou e comemorou a vitória. “É o melhor momento da minha vida”, definiu o ciclista. Emanuel Guevara da equipe, Start Under 23 – Argentina, manteve a liderança. Na briga pelo título 19 ciclista continuam vivos, clique aqui, o 19º está 1min e 21 seg de Guevara. Diferença possível de ser tirada na 5ª etapa, com largada em Forquilhinha e chegada no alto da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra.

Envie seu Comentário