Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Contra-relógio do Giro revela a força da Liquigas, com Nibali na liderança

12 de maio de 2010 0






A Liquigas-Doimo venceu hoje a quarta etapa do Giro D’Itália, um contra-relógio coletivo de 32,5 quilômetros, entre Savigliano e Cuneo. A formação italiana concluiu a prova em 36m37s, um resultado suficiente para levar Vincenzo Nibali para o comando da geral individual. O anterior dono da camisa rosa, Alexandre Vinokourov (Astana), perdeu o primeiro lugar, já que a sua equipe não foi além da quinta posição, a 38 segundos da formação vencedora.

Esta etapa expôs as fragilidades das equipes de alguns candidatos ao triunfo final, como é o caso da BMC (12ª) de Cadel Evans, da Lampre-Farnese Vini (13ª) de Damiano Cunego, da Androni Giocattoli-Diquigiovanni (19ª) de Michele Scarponi e da Acqua & Sapone (21ª) de Stefano Garzelli.

O percurso era muito pouco técnico, priorizando mais à potência, num terreno levemente ascendente comum a quase toda a viagem. A primeira formação a conseguir um registo de referência foi a BMC, que teve o melhor tempo durante uma parte substancial da corrida. Apesar disso, logo se verificou que Cadel Evans não tinha razões para contentamento, pois as diferenças da BMC para equipas modestas que iam chegando eram escassas.

Isso mesmo viria a confirmar-se. Os blocos de quem se esperavam desempenhos de grande nível estiveram à altura da responsabilidade, com excepção da Garmin-Transitions, que não foi além da oitava posição. O fracasso dos estadunidenses, abria caminho para a vitória esperada da Sky, grande favorita sempre que se corre contra o tempo. No entanto, a Liquigas-Doimo foi superior, vencendo com 13 segundos de vantagem sobre os britânicos. A Team Columbia-HTC colocou-se no terceiro lugar, a 21 segundos dos transalpinos, seguindo-se a Katusha e a Cervélo.

Este resultado confirmou o arranque por parte da Liquigas, para o Giro, a equipe passa a ser o alvo, já que conta com o primeiro e o segundo na classificação geral individual, Vincenzo Nibali e Ivan Basso, curiosamente dois corredores que têm no Tour o grande objetivo da temporada, mas que herdaram a responsabilidade de lutar pela camisa rosa, após a exclusão de Franco Pellizotti, antes do Giro, por violação das regras do passaporte biológico.

O terceiro classificado é outro corredor da Liquigas, Valerio Agnoli, mas tal como os dois ciclistas lhe sucedem na tabela não conta para a geral. Alexandre Vinokourov, sexto, a 33 segundos de Nibali, e Vladimir Karpets (Katusha), sétimo, a 39 segundos da camisa rosa, são os primeiros adversários na luta pela vitória final. Aliás, os dois homens do Leste são os únicos dos pretendentes à “maglia rosa” final que estão longe dos dois minutos de diferença.

Cadel Evans acumula um atraso de 1m59s, Carlos Sastre está a 2m13s, Michele Scarponi tem de recuperar 2m35s, Stefano Garzelli dista 2m49s de Nibali, enquanto Damiano Cunego já perdeu 3m45s e Bradley Wiggins tem um prejuízo de 4m36s. Tendo em conta a extrema dureza do que está por vir, a recuperação ainda é possível, mas as preocupações devem começar a atormentar alguns rivais, pois a Liquigas dispõe de dois chefes-de-fila bem colocados, algo que não acontece com o restante das equipes.

O pelotão do Giro faz amanhã uma viagem pela memória do ciclismo italiano. Os corredores têm uma contagem de montanha em Castellania, terra natal de Fausto Coppi, que morreu há 50 anos, e terminam a jornada em Novi Ligure, localidade em que Coppi iniciou a vida laboral e onde nasceu outro corredor transalpino, Constante Girardengo. Os sprinters, se as respectivas equipes ajudarem a Liquigas a controlar a corrida anulando as escapadas, terão uma oportunidade de ouro para lutar pela vitória na etapa, que vai totalizar 168 quilômetros.

Por José Carlos Gomes, jornalciclismo.com

CLASSIFICAÇÕES

Etapa

1      Liquigas-Doimo      0:36:37
2     Sky Professional Cycling Team     0:00:13
3     Team HTC-Columbia     0:00:21
4     Team Katusha     0:00:27
5     Cervélo TestTeam     0:00:38
6     Astana
7     Omega Pharma-Lotto     0:00:46
8     Garmin-Transitions     0:00:49
9     Team Saxo Bank     0:00:50
10     Team Milram     0:00:57
11     Rabobank     0:01:04
12     BMC Racing Team     0:01:21
13     Lampre-Farnese Vini     0:01:43
14     Footon-Servetto     0:02:03
15     Colnago-CSF Inox     0:02:08
16     Quick Step     0:02:14
17     Bbox Bouygues Telecom     0:02:19
18     Caisse d’Epargne     0:02:21
19     Androni Giocattoli     0:02:24
20     Cofidis, le Credit en Ligne     0:02:28
21     Acqua & Sapone     0:02:39
22     Ag2R-La Mondiale     0:02:50

Envie seu Comentário