Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Artigo| Sem educação, seremos escravos da ignorância

15 de agosto de 2013 1

Será por meio da
educação efetiva e
de qualidade que se
alcançará o Estado
Democrático
de Direito

DENISE SOUZA COSTA*

As recentes manifestações populares revelam várias faces deste novo momento da democracia brasileira. A sociedade em rede se mobilizou e reencontrou seu espaço, nas ruas, e foi ouvida. A cidadania ativa fortaleceu a democracia, porém para seu pleno exercício precisamos formar cidadãos cada vez mais aptos e capazes de tomar suas próprias decisões e de assumirem as suas responsabilidades. Sendo assim, quanto maior for o nível de escolaridade de um país, maiores condições terão seus integrantes de formarem juízos de valor para fazerem suas escolhas e participarem da construção de soluções concretas para uma sociedade mais justa e igualitária.
É neste contexto que a educação torna-se indispensável, pois sua tarefa essencial deve ser o desenvolvimento da capacidade de aprender e de promover a autonomia da pessoa para ser o cidadão ativo e conectado desse novo tempo. Esta atuação só se efetiva no contexto de um Estado Democrático, onde a verdadeira liberdade não se restringe à liberdade física. Na era do conhecimento, esta só será plena com a liberdade intelectual. Nesta, o sujeito desenvolve aptidões que o capacitarão a fazer um melhor julgamento e decidir de que modo os valores fundamentais, consagrados pela sociedade e formalizados como direitos na ordem constitucional, devem ser concretizados pelos poderes públicos com eficiência e transparência. Assim, o instrumento hábil para que a pessoa atinja este status é a educação formal de qualidade somada à educação para uma cidadania responsável. É neste sentido que o conceito de cidadania se amplia para além da Nação, pois nas suas relações com o mundo em rede, o cidadão passa a agir de forma independente conectado com temas globais como pluralidade cultural, paz, desigualdades sociais, meio ambiente, saúde e segurança. Será por meio da educação efetiva e de qualidade que se alcançará o Estado Democrático de Direito, entendendo que a educação favorece o progresso pessoal e o fortalecimento da cidadania, além de contribuir para a promoção do desenvolvimento sustentável em todas as suas dimensões, econômica, social e ambiental. Os direitos fundamentais serão assegurados e concretizados pelo poder público a partir do momento em que os seus titulares se tornarem conhecedores destes direitos e de seus deveres, caso contrário, estarão condenados à vontade do Estado, escravos da ignorância.

* Advogada, presidente da Comissão de educação da OAB/RS

Comentários (1)

  • Denise Souza Custa diz: 25 de agosto de 2013

    Parabéns pela coragem de falar da violação dos direitos humanos que estão sendo promovidos pelo “desgoverno” federal! Não podemos admitir que nossa Democracia seja ultrajada com atividades explicitas de exploração do trabalho humano e lavagem cerebral. Está claro o objetivo de aproveitar a ignorância da população para provocar o aliciamento e o aparelhamento ideológico. O Fórum de São Paulo está atingindo seus objetivos infelizmente.

Envie seu Comentário