Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Editorial| O TRAJE DO BOM SENSO

27 de maio de 2014 13

 

É provável que existam exageros de ambas as partes no desentendimento entre a prefeitura da Capital e os taxistas em relação ao vestuário adequado para esses profissionais. Preocupada em estabelecer normas nessa área, e pensando obviamente na Copa do Mundo, a prefeitura estabeleceu, por decreto, como os motoristas devem se vestir. É uma providência inserida nas preocupações com a cidade e o evento, considerando-se que taxistas são, em qualquer lugar, alguns dos primeiros e mais importantes anfitriões.

Uma imposição que desagrada, por exemplo, pode ser de fato a obrigatoriedade de uso de camisa azul pelos condutores. Os taxistas devem estar vestidos com sobriedade não só para receber visitantes do Exterior, mas para todos os que utilizam seus serviços em Porto Alegre ou cidades do Interior. Mas não há por que exigir uma cor específica. O veículo é que precisa ser identificado pela cor, não o motorista.

Há, certamente, um excesso na imposição. Uma negociação pode contornar o impasse e evitar que se cumpra outro exagero – a greve que os taxistas realizariam em represália contra as normas. A duas semanas da Copa, tudo o que não pode prevalecer é a radicalidade de qualquer um dos lados.

Comentários (13)

  • Guilherme diz: 27 de maio de 2014

    Todas as categorias vão tirar uma lasquinha da Copa para ameaçar greve e pressionar seus patrões com o pavor de que algo dê errado.

  • Malu diz: 27 de maio de 2014

    Eu já acho que deveria trocar a cor do táxi também. Aquele vermelho dos táxis de Porto Alegre é horroroso.

    Mas antes de se preocupar com cor de táxi ou de roupa do motorista, a preocupação mesmo deveria ser com a sujeira e os buracos nas ruas, isto sim impressiona e desagrada, sendo turista, trabalhador ou morador de Porto Alegre.

  • FLAVIO FAGUNDES DA SILVEIRA diz: 27 de maio de 2014

    Não sou taxista, apenas usuário e gostaria de dar minha opinião: “Acho interessante o uniforme, mas tem alguns detalhes não ditos: só camisa no inverno não é possível, teria que ser um abrigo mais grosso, e o que adianta só a camisa, e o resto? outro detalhe, o custo desse uniforme não pode ser do taxista.

  • Celso Seeger diz: 27 de maio de 2014

    pois é…como a própria palavra já o diz, uniforme, é para uniformizar, assim sendo mais útil no caso de industrias, empresas, instituições publicas ou privadas, etc…o táxi por si só já está uniformizado e na cor mundialmente conhecida: vermelho ibérico.
    O caso é que o táxi e os taxistas gostariam de ter da prefeitura e daqueles responsáveis pelo trânsito e transporte algo muito mais interessante como uma boa padronização e ótima identificação de pontos de táxi… a liberdade de poder atender seu passageiro em tempo hábil podendo circular em corredores de ônibus subutlizados… mas como sempre, quando a EPTC move algum esforço, é sempre algo de pouco valor ou inutil, se possivel até para prejudicar e atrapalhar o maximo a vida dos profissionais deste setor e daqueles que depositam fé nos serviços daquele que tenta como pode vencer todos estes impecilhos e obstaculos plantados por eles…

  • eugenio azambuja diz: 27 de maio de 2014

    tem que ser obrigatorio mesmo,alguns taxistas parecem tudo menos motorista de taxi…e o motorista tem que arcar com os custos sim.padronizar tudo.

  • Milton Ubiratan Rodrigues Jardim diz: 27 de maio de 2014

    Mas era só o que faltava, a prefeitura através de um funcionário menos avisado de que os motoristas devam trajar essa ou aquela roupa. Ou instituem um uniforme ou nada, desde que bem trajado o profissional está apto a exercer o seu trabalho. Parem de meterem-se na vida dos outros e arrumem o que fazer!

  • Gustavo Rafael diz: 27 de maio de 2014

    Lamentável, mais uma barbaridade que estamos vivenciando neste Brazil que nos envergonha. Isso só mostra o despreparo dos nossos governantes e quem os assessora. Mas os taxistas que não se preocupem, durante a Copa vai estar muito frio em Porto Alege, não vai importar a cor da camisa, pois terão que usar blusões de lã.

  • Paula Machado diz: 27 de maio de 2014

    É um absurdo impor aos taxistas, com essa proximidade da Copa, o uso de camisas de cor azul, e calças pretas (esses detalhes só foram revelados agora). Eles deverão arcar com estes custos?! Isto é uma piada.

  • João diz: 27 de maio de 2014

    O que importa ao usuário de táxi não é a roupa padronizada, e sim, que o taxista seja gentil e educado – alguns nem sequer cumprimentam o usuário quando este entra no táxi -, que não sejam fumantes, que respeitem os limites de velocidade e a via do passageiro, que o veículo seja limpo, com todos os cintos de segurança em perfeito estado, que usem o ar condicionado, que não falem ao celular durante a corrida! É para isso que serve essa EPTC: para exigir roupa padronizada????

  • BENJAMIN BARBIARO diz: 27 de maio de 2014

    AS CORES UNIFORMES IDENTIFICAM SENTIMENTOS DE UM DETERMINADO GRUPO.SERA QUE OS TAXISTAS FORAM CONSULTADOS?

  • Alcione Salete Dal Alba Pilger diz: 28 de maio de 2014

    Particularmente, admira-se muito de ver homens vestidos com camisas de manga longa e, especialmente, azuis. No entanto, acreditamo-se que a polêmica está instaurada em função de um Decreto. A forma da implantação dos uniformes chegou a ser discutida ou pesquisada? A Democracia precisa ser colocada em prática, então a funcionalidade acontece. Além do mais, havendo participação há o comprometimento do uso e diga-se de passagem, de ambas as partes. Na escola é assim os pais discutem e decidem, escolhem as cores… Então o uso torna-se funcional para ambas as partes. Ainda dá tempo de reunir a categoria e ouvi-la? Afinal que impressão do Brasil queremos causar aos visitantes na Copa?

  • Alcione Salete Dal Alba Pilger diz: 28 de maio de 2014

    *Leia-se “acredita-se”.

  • Volnei Monteiro diz: 1 de junho de 2014

    Primeiro quero dizer que estou admirado com a opinião do blog…
    Que pra mim, ninguém tinha opinião nesse grupo RBS.
    E QUE TALVEZ OPINIÕES SENSATAS COMO ESTA E QUE DEVERIAM SER CAPA ALGUMAS VEZES…
    ADEMAIS…
    Sou taxista e me sinto atingido por este decreto infeliz e de autoria desconhecida… E posto em plástica pelo algos do nosso trânsito, (eptc).
    Essa tal de eptc tem gestores que são um verdadeiro desastre… Deveria se convidar alguém para gerir esse órgão alguem com especialização no assunto, trânsito e transporte. E não um João indicado politico.
    A lei do uniforme em si já existia a mais de 10 anos só não era cobrada e fiscalizada pela incompetência da eptc. A eptc em vez de realizar seu trabalho POLEMIZA como igualmente fez no caso dos 30 segundos para pedestres… Se realizasse com prestes a seu trabalho ninguém questionaria o tempo das sinaleiras, porque certamente seriam maiores para o pedestre em alguns locais.
    Criei uma pagina no facebook que se chama CADE A EPTC?, que revela a ineficácia desta empresa pública. Onde publico 1% das centenas de irregularidades que vejo todo santo dia.
    Fui motivado pela própria eptc a criar a página. Pois ao questinalos e cobrados pelo facebook da própria eptc os mesmos em vez de me atender de pronto ME BLOQUEARAM EM SUA PAGINA…LAMENTÁVEL…
    ACHO QUE SERIA UM EXELENTE ASSUNTO PRA MATÉRIA O ABANDONO DA FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO EM POA.
    MILHARES DE CARROS ESTACIONADOS EM LOCAIS EX PROIBIDO, EM AREA DE CARGA E DESCARGA, E OUTROS M EXEMPLOS…

Envie seu Comentário