Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de dezembro 2008

Uma merecida folguinha, pra mim e pra vocês

31 de dezembro de 2008 0

Pessoal, vou aproveitar uma folguinha dada pelo jornal pra escapar até a praia, onde não tem computador. Portanto, até domingo, vou queimar a pança enquanto a estufo de brahmas. Como dificilmente teremos novidades sonoras nestes dias de espocar de rolhas e fogos de artíficio, fica tudo por isso mesmo. Se alguém aparecer por aqui, vai ter muita coisa pra ler nos posts anteriores.

Saúde, alegria, amor, grana no bolso e boa música na vida de todo mundo em 2009. Vai ser um ano cheio, podem acreditar. Abraços mil.

Postado por rubensherbst

Programa Trânsito Musical nos bastidores do Daza

31 de dezembro de 2008 0

Antonio Rossa, o valente homem do site Transitoriamente – mais um bom veículo pra se inteirar do que rola na cena musical catarinense – está de aniversário. Quer dizer, não ele, mas o programa cultural virtual que ele produz e comanda, o “Trânsito Musical”. A atração completou em dezembro 1 ano de vida, com 11 episódios atirados na web. O mais recente acaba de ir ao ar e mostra uma bela investida de Rossa nos bastidores das gravações do DVD do Dazaranha. Extremamento bem feito, se levarmos em conta que é feito no peito na raça. Os demais programas também estão facinhos no YouTube. Confiram.

Postado por rubensherbst

Dia 31, listas dos destaques de 2008 na coluna

30 de dezembro de 2008 0

A saideira de 2008 da coluna Orelhada será com várias listas de destaques de 2008. Eu sei, esse papo tá ficando chato, mas eu prometo que vai ser a última (ou não, sei lá). Convidei amigos como Marquinhos “DC” Espíndola, Rafael “Mundo47″ Weiss e Marcelo “Os Depira” Rizzatti, entre outros, pra darem seu pitaco nesta histórico, e garanto que ficou bem legal. Portanto, nesta quarta (31), no seu jornal “A Notícia”. Té.

Postado por rubensherbst

Alexandre Pires destrói hit oitentista do A-Ha

30 de dezembro de 2008 16

O ilustre amigo e leitor do Orelhada Pablo Geratti mandou esta, indignado, e com toda a razão. Como ele diz, “mesmo pra quem não gosta ou nunca gostou de A-Ha, isto é um crime!”. Pablo se refere à versão criminosa, sem direito a fiança, que Alexandre Pires e Ivete Sangalo fizerem pra “Hunting High and Low”, clássico do trio norueguês nos anos 80. Virou essa meleca chamada “Estrela Cadente”. Vejam primeiro a original, depois a versão, e aí convoquem o júri popular.

Postado por rubensherbst

Corrigindo erro: Pipodélica na lista dos melhores

29 de dezembro de 2008 5


Por alguma razão (preguição, talvez), eu não baixei o “Não Esperem por Nós”, o derradeiro e póstumo disco da Pipodélica, quando ele saiu virtualmente no primeiro semestre. Quando postei aqui os meus preferidos do ano e os destaques catarinas, tomei um sutil puxão de orelha do honrado Marcos Espíndola, tipo “estranhei a ausência…”. Por vergonha e obrigação do ofício, fui lá no blog do homem da Contracapa do DC e finalmente baixei o dito cujo.

Pois eis que passei quase 2008 inteiro sem ouvir um dos melhores discos lançados no Brasil este ano. Sim, no Brasil. Uma obra que esbanja criatividade. Coisa de artesão que adora detalhes sutis e belos. Mas não é só neles que o disco se concentra, porque as canções são fortes o suficientes pra forçar uma, duas, três, quatro ouvidas seguidas. Os rapazes andaram ouvindo muito country pelo jeito, mas a adoração por Mutantes, a quedinha progressiva, o ataque indie, a elevação psicodélica, está tudo lá, em plena forma. Uma despedida à altura de uma banda que sempre fez mais do que normalmente se espera.

Portanto, o meu top 10 nacional passa a ser top 11, e os destaques barriga-verde ganham um sexto componente. Que ano, hein, meus amigos?!

Com a licença do Marquinhos, eu surrupiei o link que dá acesso ao download de “Não Esperem por Nós”. Clique aqui e fique à vontade.

Postado por rubensherbst

Mentores da banda Repolho mostram novidades

28 de dezembro de 2008 3


Os irmãos Panarotto, mundialmente conhecidos como mentores da banda chapecoense Repolho, postaram no YouTube três vídeos gravados durante um show acústico no Sesc Prainha, em Florianópolis, dentro do projeto 2 Violão e 1 Balde. Daí que, de acordo com a dupla, duas dessas músicas estarão no segundo disco do Repolho, prometido pra 2009 e cujo título é “Tamo só Chamando Chuva”. Não tive alternativa senão postar uma das faixas, a hilária (e sarcástica ao cubo) “Eu Gosto de Pagode”, aqui no blog. Vejam e revejam, porque é de morrer de rir.

Postado por rubensherbst

The Draytones, uma banda de ontem pra hoje

28 de dezembro de 2008 0

Finalmente conheci uma banda contemporânea mais sixties do que o The Coral: é o The Draytones. Não dá pra escapar ao clichê: o sonho do quarteto londrino (o guitarrista/vocalista é argentino) era ter se juntado em 64, aberto shows pros Kinks, gravado um disco conceitual em 68 e se se separado em 71. Mas como surgiu em 2006 e lançou o disco de estréia (Up in my Head) em 2008, é mais um grupo a emular o som, as roupas e os penteados daqueles tempos dourados. Mas é um grupo dos bons, frise-se. E sabem como é o nome do selo dos caras? 1965 Records.

Keep Loving Me é o clipe aí de baixo.

 

Postado por rubensherbst

Um papo esclarecedor com o grande Kid Vinil

26 de dezembro de 2008 1

Pessoal, convido todo mundo pra dar uma passada neste sábado (27) na contracapa do Anexo – onde fica o Orelhada impresso, caramba – e conferir uma megaentrevista com o grande Kid Vinil. O cara faz um balanço do que rolou em matéria de música pop em 2008 e dá um preview do que podemos esperar no ano que vem, inclusive fornecendo valiosas dicas de bandas que podem vir a se dar bem. Aliás, o blog e o podcast do cara estão lotados de novidades fresquinhas e bacaníssimas. Kid não é uma referência por acaso.

Por causa do espaço limitado, duas respostas precisaram ficar de fora da edição, mas como são legais, eu as reproduzo aqui:

 

As voltas triunfais do AC/DC e do Metallica foram tão triunfais assim?

Kid Vinil – A volta de grandes bandas é sempre bem-vinda, mas hoje, diante de tanta novidade e facilidade de se ouvir novas bandas e muita coisa de qualidade, esses monstros sagrados se perdem um pouco, na minha forma de ver as coisas. Tá certo que pros fãs do hard rock e do metal isso pode ser considerado triunfal, mas na minha opinião o Metallica fez um disco bom, mas nada que supere os primeiros trabalhos. Da mesma maneira o AC/DC, que repetiu a mesma fórmula do passado. Então prefiro ouvir os discos mais clássicos da banda, como o “Back In Black”, por exemplo.

 

E o Magazine (o seu), não vai rolar um come back?

Kid Vinil – Já tentamos uma volta em 2001 pela Trama, naquele CD “Na Honestidade”, mas não tivemos estrutura pra continuarmos. Não penso mais nessas coisas, hoje faço música com minha banda, o Xperience, pra me divertir, tocar no barzinho perto de casa pra cem pessoas, encher a cara e ser feliz, isso é que vale a pena. A música, aliás, lá fora caminha pra isso, hoje sem grandes gravadoras na parada, as novas bandas do Brooklyn, lá em NY, funcionam como uma cooperativa de bandas independentes que gravam por conta própria, colocam suas músicas na internet e circulam pelos bares locais, tocando e se divertindo. Se der certo e o Pitchfork elogiar, tudo bem, se não, valeu pelo passatempo. Essé é o futuro, fazer música porque a gente gosta.

 

Duas das bandas que o músico/jornalista/radialista/VJ/escritor (ufa!) indica na entrevista são o Twisted Wheel e o Gaslight Anthem, que seguem aí na seqüência, de encomenda pros amigos. Vejo vocês no jornal.

Postado por rubensherbst

Os destaques do ano, só que nas ondas do rádio

26 de dezembro de 2008 0

Vai fazer algo neste sábado à noite (27)? Se for ficar em casa, ou circular por aí de carro, dá uma sintonizada no programa É Rock!, na Rádio Udesc FM (91.9). Das 20 às 22 horas (com reprise domingo, das 17 às 19 horas), o quarteto de anti-apresentadores (no qual me incluo) vai dar uma geral sonora do que rolou de bom neste 2008. Não são os melhores – ninguém lá tem tanta pretensão -, mas o que a gente considera que merece ser ouvido novamente ou descoberto só agora, no apagar das luzes. E, modéstia à parte, ficou muito legal.

Postado por rubensherbst

Terminal Guadalupe libera faixa do disco novo

25 de dezembro de 2008 1


O Terminal Guadalupe, uma das minhas bandas preferidas na cena curitibana, manda avisar que liberou em sua página no MySpace a primeira música do álbum que está prepararando pra 2009. “Chico Balboa” está disponível para baixar junto com os singles da discografia (três álbuns de estúdio e um ao vivo, além da participação no tributo a Odair José) em mp3. A música revela algumas referências sessentistas, como Beatles e Beach Boys (com farto uso do mellotron), e a letra foi inspirada no filme “Rocky, um lutador”, de 1976. Fala da consagração pela resistência e sugere que “o bravo é quem suporta mais pancada e continua em pé”. O TG promete liberar uma música nova todo mês, ou seja, até o final de janeiro, teremos outra faixa inédita de “Para Merecer quem vem Depois”, título provisório do novo álbum.

Postado por rubensherbst