Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Luto entre os fãs do The Cramps

05 de fevereiro de 2009 1


É, senhoras e senhores, as notícias não são boas, de novo. Tá todo mundo indo embora. Agora foi a vez de Lex Interior, vocalista dos Cramps, ser pego de jeito pelo destino inevitável. Interior morreu na quarta (4), aos 62 anos, em um hospital de Nova York, vítima de complicações cardíacas. Foi embora deixando viúva a guitarrista (e co-fundadora dos Cramps) Poison Ivy e órfãos, os milhares de fãs de uma das poucas bandas que podem se gabar de ter criado uma corruptela roqueira, no caso, o psychobilly.

Foi lá em 72, quando o grupo jogou blues, rockabilly, psicodelia e experimentalismo num tacho de cultura trash e saiu com uma personalidade única, maníaca, exótica, kitsch e divertidíssima. Ao longo de três décadas – nos quais Lux e Poison foram trocando constantemente de baixistas e bateristas -, The Cramps largou 11 discos de estúdio, um punhado de clássicos, sedimentou a fama de fazer shows demenciais e deixou alguns herdeiros espirituais/sonoros, como Jon Spencer Blues Explosion, Reverend Horton Heat, Black Lips e todo mundo que assume tocar psychobilly. E que hoje estão de luto.

Postado por rubensherbst

Comentários (1)

  • Paulo Caires diz: 10 de fevereiro de 2009

    Nunca imaginei que ficaria tão triste, principalmente porque alimentava a esperança de ainda vê-los. Mas no fundo mesmo, imaginava que aconteceria uma coisa dessas, por overdose era meu palpite, que ainda pode se mostrar verdadeiro, vamos ver… Perder uma banda dessas me deixa com a sensação de vazio e luto.

Envie seu Comentário