Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Olha as minhas guitarras

02 de junho de 2009 10

Essa vai pros guitarristas que passam por aqui de vez em quando. Johnny Marr, aquele mesmo que entrou pra história com os Smiths, tem um site oficial que não se diferencia muito de outras web pages de artistas – tem fotos, bio, datas de turnê etc. Mas ele criou uma “sala” especial chamada Guitarchestra, que traz fotos de alguns de seus violões e guitarras, com especificações técnicas e comentários sobre músicas em que ele usou cada instrumento. Um prato cheio pra fãs dos Smiths e de guitarras.

E por falar em fã, abraço pro Pablo, um smitheriano inveterado.

Postado por rubensherbst

Comentários (10)

  • Rafael Zimath diz: 2 de junho de 2009

    Esse sujeito era foda. Puta bom gosto, coisa que faltava muito na época em que sua banda bombou geral. Quem é guitarrista sabe que a lista de compras das guitarras dos sonhos dificilmente termina algum dia. A gente sempre quer mais uma…

  • phc diz: 2 de junho de 2009

    perdeu o bom senso, e agora deve estar penso, em que grande merda me meti, deve querer até agora ser a sombra do MOZ, maso q consegue é apenas ser é essa palavra sem a letra `M`, perdeu…

  • ricardo diz: 3 de junho de 2009

    agora uma coisa eh certa…Marr vive do mito dos Smiths e ha tempos não faz nada de relevante, se eh que tem talento suficiente para fazer algo assim sozinho…se tem, guardou pra si…e eu simplesmente abomino quem quer viver de glorias passadas e continuar na ativa ao mesmo tempo…achou que já fez suficiente na vida? ok, mas então passe para a reserva…

  • pablo diz: 4 de junho de 2009

    Tenho que defender o Marr. Se tem um cara que não vive do passado é ele. É olhar a biografia do cara. Melhor disco e tour do The The? Com Marr. Melhor disco do Billy Brag? Lá de novo. O melhor e mais vendido disco (1 na billboard) do Modest Mouse? Marr outra vez. Melhor combinação de eletrônica com pop/rock? os discos do Electronic que ele fez com o Bernard do New Order. Fora participações no Pretenders, Cribs, PSB entre outros.

  • pablo diz: 4 de junho de 2009

    E completando, o projeto 7 Worlds Collide. No primeiro DVD, Marr, Neil Finn (Crowded House), Ed Obrien e Phil Sewey (os dois do Radiohead), Lisa Germano e Eddie Vedder (Pearl Jam).
    Tenho e é excelente.
    Para o novo álbum que sai agora no meio do ano entrou o Jeff Tweedy (Wilco) no lugar do Vedder, além de outras participações.
    Por isso digo e repito não existem guitarristas mais influentes desde a década de 80 no brit, indie, college rock do que Johnny Marr e Peter Buck (R.E.M.).

  • ricardo diz: 4 de junho de 2009

    well, eu falei em reinventar a carreira e não em ser arroz de festa…embora não goste de Foo Fighters, reconheço que David Grohl se reinventou totalmente, conseguindo, inclusive, a proeza de fazer com que as pessoas não mais associem sua imagem a do antigo baterista do Nirvana…isso eh tocar a bola pra frente, isso eh que eh não viver da minima sombra do passado e não ficar por ai em colaborações e projetos, me desculpe, insignificantes.

  • pablo diz: 4 de junho de 2009

    é tens razão… é tudo questão de gosto. Por exemplo considero dave grohl insignificante, e muito!! mas os clipes do ff são engraçados!! olhando por essa lado não só o Marr mas o Eric Clapton por exemplo devería se reinventar depois que saiu do Cream, talvez tocar bateria em alguma banda de punk rock!!!!
    Reinvenção na música atende pelo nome de Phil Collins que saiu das baquetas de uma banda de rock progressivo (Genesis) para se tornar um dos músicos mais importantes da história do pop/rock!!!

  • ricardo diz: 4 de junho de 2009

    mas eu também considero David Grohl, no Foo Fighters, pra la de insignificante, musicalmente falando…como baterista, pra mim, tem o seu nome guardado num pedaço da historia do rock…uma das melhores pegadas que eu já vi pra tocar rock…Marr não se levou a serio, não tem uma carreira solo consistente e regular e fica por ai, pulando feito pipoca em projetos, participações, produções, etc…acho muito pouco pra quem eh aclamado como uma das guitarras mais influentes do rock…muito pouco.

  • ricardo diz: 2 de junho de 2009

    excelente gosto para guitarras, com estéticas e sonoridades das melhores…

  • pablo diz: 2 de junho de 2009

    Smiths… apenas quatro anos de mainstream que foram suficientes para influenciar o rock em todos os cantos do mundo!!!!
    Doce lembrança ter visto ao vivo um ano atrás Johnny Marr tocando no Modest Mouse e depoios subindo ao palco para fazer o bis com o R.E.M.
    Inesquecível!!!!!

Envie seu Comentário