Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Começou! Os destaques do ano (parte 1)

29 de dezembro de 2011 22

De tanto falar em passado (no caso, os últimos 12 meses), sinto que estamos quase atrasados na publicação das listas “orelhísticas” dos destaques roqueiros de 2011. Não há mais o que esperar. Portanto, senhores, tem início o resumão da nossa retrospectiva do ano. Em outras palavras, chegou a hora de indicarmos o que mais nos agradou (musicalmente falando) nesta temporada, que começou razoavelmente devagar, esquentou no segundo mestre e termina pródiga em bons lançamentos. O colunista/blogueiro assume a diante e lança as suas escolhas primeiro, já adiantando que quebrou a cabeça pra montar as quatro listas que estão aí embaixo. Tanto é que hoje à noite eu posso me arrepender e montar outras bem diferentes.
Na segunda-feira (2), este mesmo canal trará as seleções do “grupo de notáveis” convidados neste ano pelo Orelhada - a saber, Marcos Espíndola (colunista de cultura do DC), Emerson Gasperin (jornalista, ex-editor chefe da Bizz), PHC (DJ e blogueiro), Tiago Monte (diretor de programação da rádio Atlântida Joinville) e Carlos Polvani (luthier, músico e co-apresentador do Programa É Rock!).
E quanto a vocês… Tratem de estampar suas listas de melhores de 2011 nos comentários, porque elas são tão importantes e preciosas quanto a de qualquer um por aqui. Mãos à obra!

Os dez discos de 2011
Arabia Mountain – Black Lips
Collapse into Now – REM
What do You Expect from the Vaccines – The Vaccines
El Camino – Black Keys
Lollypop – Meat Puppets
Enhaced Methods of Questioning – Jello Biafra and The Guantanamo School of Medicine
Mockingbird Time – The Jayhawks
Turbowolf – Turbowolf
Last Words: The Final Recordings – Screaming Trees

Menções honrosas
Raven in the Grave – Raveonettes
Hard Times and Nursery Rhymes – Social Distortion
The Black Belles – The Black Belles
Wasting Light – Foo Fighters
Colour Trip – Ringo Deathstarr
Gimme Some – Peter Bjorn & John
Velociraptor – Kasabian
Suck it and See – Arctic Monkeys
The Devil’s Rain – Misfits
Tigers – Stephen Malkmus and The Jicks

Dez discos nacionais
Humanish – Humanish
Kairos – Sepultura
Mono Maçã – Lê Almeida
Taste it – Forgotten Boys
Nó na Orelha – Criolo
City Love – The Baudalaires
Por um Monte de Cerveja – Celso Blues Boy
O Segundo Depois do Silêncio – Los Porongas
Música Crocante – Autoramas
Boa Parte de Mim Vai Embora – Vanguart

Dez discos catarinenses
Posso Ser o Autor? – Fevereiro da Silva
Greg Wilson e Lenzi Brothers – Greg Wilson e Lenzi Brothers
II – Cassim e Barbária
Lost at Last – Hutzpah
A Música Universal do Reino Fungi – Reino Fungi
This Side up – Yellow Box
Parece Mas não é – Apicultores Clandestinos
O.T. – Pornô de Bolso
Às Vezes, os Pássaros não Voam pro Mesmo Lado no Inverno – Bela Infanta
Golden Jivers – Golden Jivers

Comentários (22)

  • Charles Henrique diz: 29 de dezembro de 2011

    Muito boa a lista!

    Creio que só faltou um álbum nisso tudo: “Audio, Video, Disco” de Justice.

    Abs!!

  • Helder de Oliveira diz: 29 de dezembro de 2011

    Os 4 discos que eu mais ouvi no ano, por ordem de chegada e não preferência:

    Cassim & Barbária – Cassim & Barbária II
    Husky Rescue – Ship of Light
    Mother Mother – Eureka
    Portugal. The Man – In the Mountain, In the Cloud

    E a grande decepção do ano: The Vines – Future Primitive

    Boas festas pro Orelhada e seus leitores ;)

  • Eric diz: 30 de dezembro de 2011

    Otima lista, my friend!

    Segue a minha lista de melhores de 2011:

    1. The Roots – Undun
    2. The Black Keys – El Camino
    3. The Decemberists – The King is Dead
    4. Wilco – The Whole Love
    5. Wild Flag – Wild Flag
    6. Raphael Saadiq – Stone Rollin
    7. The Feelies – Here Before
    8. Bright Eyes – The People’s Key
    9. Meshell Ndegeocello – Weather
    10. Bon Iver – Bon Iver

    Grande abraço e feliz ano novo!

  • Parffit diz: 30 de dezembro de 2011

    Tarefa difícil, mas da meia dúzia de discos de 2011 que ouvi, separei esses que garantiram lugar cativo na playlist:

    The Jayhawks – “Mockingbird Time”
    Stephen Malkmus and The Jicks – “Mirror Traffic”
    Quiet Company – “We Are All Where We Belong”
    Blitzen Trapper – “American Goldwing”
    The Black Keys – “El Camino”
    Portugal. The Man – “In The Mountain, In The Cloud”
    Wilco – “The Whole Love”
    Mastodon – “Worship Music”
    The Brew – “The Third Floor”
    Wishbone Ash – “Elegant Stealth”

    Aproveitando, dias 14 e 21 de janeiro de 2012 vão rolar as duas edições do especial do programa É Rock com os destaques de 2011!

  • pabloREM diz: 30 de dezembro de 2011

    Essa lista eu republicarei posteriormente no meu twitter: @pablogeratti

    Os 35 Melhores discos de 2011 em ordem alfabética:

    Adele – 21
    Big Talk – Big Talk
    Brett Anderson – Black Rainbows
    Buffalo Tom – Skins
    Canon Blue – Rumspringa
    Foster The People – Torches
    Glen Campbell – Ghost On The Canvas
    Grooms – Prom
    Hotel Lights – Girl Graffiti
    Hurricane Bells – Tides And Tales
    J Mascis – Several Shades Of Why
    Jay Vaquer – Umbigobunker!?
    Jim Ward – Quiet In The Valley, On The Shores The End Begins
    John Wesley Harding – The Sound Of His Own Voice
    Manchester Orchestra – Simple Math
    Megafaun – Megafaun
    Mister Heavenly – Out Of Love
    Portugal. The Man – In The Mountain In The Cloud
    Samantha Savage Smith – Tough Cookie
    Speed The Plough – Shine
    Sun Wizard – Positively 4th Avenue
    The Baseball Project – Volume 2 High And Inside
    The Crookes – Chasing After Ghosts
    The Decemberists – The King Is Dead / Long Live The King
    The Deep Dark Woods – The Place I Left Behind
    The Features – Wilderness
    The Great Book Of John – The Great Book Of John
    The Horrors – Skying
    The Milk Carton Kids – Prologue
    The Pains Of Being Pure At Heart – Belong
    Tim Booth – Love Life
    Timber Timbre – Creep On Creepin On
    Waters – Out In The Light
    Will Hoge – Number Seven
    Wooden Shjips – West

    Menções Honrrosas:
    R.E.M. – Colapse Into Now
    The Fruit Tree Foundation – First Edition (disco com vários músicos escoceses de apoio a The Mental Health Foundation)

    Melhor Ao Vivo:
    Much Music presents… K-Os Live

    Melhor música que não está em nenhum dos discos acima:
    The Lonely Island feat Michael Bolton – Jack Sparrow

    Melhor video (o vídeo é tão bom que é o único jeito de aguentar a música):
    Duck Sauce – Big Bad Wolf

  • Rafael Zimath diz: 30 de dezembro de 2011

    A minha lista seria uma mistura do que o Parfitt e o PabloREM postaram. Tava fazendo aqui mas no meu primeiro dia de férias (recesso) fiquei com preguiça de terminar. Abs e um excelente 2012 para todos!

  • milton mills diz: 30 de dezembro de 2011

    faltou na lista o disco THE COLD STILL do THE BOXER REBELLION, um grande trabalho que 2011 não deu a devida atenção, mas nunca nunca é tarde, confiram!

  • Rafael Tribess diz: 30 de dezembro de 2011

    Mt boa a lista!

    Excelente encerramento de ano!

    PARABENS!

  • pabloREM diz: 30 de dezembro de 2011

    Pois é Rubens, ano passado acho que já coloquei uns 35 e esse ano deu na mesma.

    Para mim é difícil entender que por exemplo, discos como o The Crookes, The Deep Dark Woods, The Great Book Of John, Sun Wizard, Timber Timbre, Waters, Canon Blue, John Wesley Harding, Samantha Savage Smith e até Jay Vaquer passam despercebidos pelo público e mídia.

    Abraço e desejo um ótimo 2012 para Você e a Cris!!!!

    Twitter: @pablogeratti

  • PabloREM diz: 30 de dezembro de 2011

    Você tem razão Rubens. Por isso já fico satisfeito se alguém olhando a minha lista resolve ouvir algum dos artistas nem que seja por mera curiosidade. Citando um exemplo, quantas pessoas que gostaram do disco do The Decemberists sabem que o do John Wesley Harding é com eles (menos o vocalista) como banda de apoio mais a preciosa participação do Peter Buck? É algo que vale a pena descobrir.

    Grande Abraço,

    Twitter: @pablogeratti

  • sundays diz: 30 de dezembro de 2011

    não acredito em nenhuma lista que não tenha o only a dreams das dum dum girls ou o Demolished Thoughts do Thurston Moore ou o murder the mountain do red fang. rs abs , bom ano!

  • Alysson Quadros diz: 31 de dezembro de 2011

    Gostei muito das listas apesar de não conseguir ter ouvido tudo, então vou postar algumas coisas que mais chamaram a atenção nesse ano:
    Internacionais

    Graveyard- Hisingen Blues
    The Black Keys – El Camino
    The Sheepdogs – Five easy pieces
    Foo Fighters – Wasting Light
    Charles Bradley – No Time For Dreaming
    Super Giant – Pistol Stars
    Radio Moskow – The Great Escape of Leaslie Magnafuss
    Seasick Steve – You Can`t Teach An Old Dog New Tricks

    Nacionais

    Anjo Gabriel – O Culto Secreto do Anjo Gabriel
    The Baggios – The Baggios
    Madame Saatan – Peixe Homem
    Criolo – Nó na Orelha
    Cássim e Barbária – II
    Humanish – Humanish

    é isso aeh feliz ano novo e que o ano que vem seja muito que esse que passou.

Envie seu Comentário