Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Underground Bar: a história a ser escrita

19 de janeiro de 2012 3

Em algum momento de 2002 (ou 2004, a memória já não é lá essas coisas), estive pela primeira e única vez no Underground Bar, localizado na Avenida das Rendeiras, um dos locais mais bonitos que conheço em Floripa. Madrugada desgraçadamente fria, mas quente como o inferno no interior do Bar do Frank, como o lugar também era conhecido, socado de gente pra ver o sorocabano Wry. Se não me engano, o Ambervisions também tocou nessa noite, mas isso não vem ao caso. O fato é que me alegra ter podido conhecer um dos lugares essenciais pra história do rock catarinense, talvez um dos mais importantes, ao lado do Curupira. Tanto que serviu de ponto de partida pra um livro sobre o rock alternativo no Estado (leia AQUI). Volta e meia, o finado bar – que funcionou da segunda metade dos anos 90 até meados da década passada – é citado e lembrado com saudade por músicos e frequentadores, tais como Domingos Longo, da banda ilhoa Pornô de Bolso, que acaba de criar um blog pra contar a história do lugar. O De Trópicos ao Underground surgiu com esse intento, mas não se propõe a ser um exercício solitário de nostalgia. “Quem quiser colaborar é bem vindo, seja com fotos , videos , relatos… É só mandar um e-mail para detropicosaounderground@gmail.com”, convida o rapaz, que garante ter sido o único cliente a ter as chaves do bar. Mesmo quem não tinha essa moleza tá convidado a conhecer, relembrar ou dividir as memórias.


Comentários (3)

  • julimar_pivatto diz: 19 de janeiro de 2012

    Pô, que baita ideia. Passei poucas, mas divertidas noites no Underground. Uma das mais marcantes foi no final de dezembro de 2003 (ou 2004), no Chinelagem Rock Festival, com Stuart, Repolho e Cuba Drinker (não quero ser traído pela memória). Até a cerveja Cristal era gostosa lá dentro. Já tô ansioso pra ver esse livro.

  • domingos diz: 19 de janeiro de 2012

    valeu a divulgação Rubens!
    Julimar a cerveja era a Glacial!Sei disso porque ela foi imortalizada uma noite em mariscal, quando teve show do stuart e superbug, o kaly e o mutley fizeram uma música associando o fato de só encontrar essa cerva no underground. valeu

  • julimar_pivatto diz: 19 de janeiro de 2012

    Verdade, Domingos. Era Glacial mesmo.

Envie seu Comentário