Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Montado de novo no 'Quadrophenia'

07 de fevereiro de 2012 0

O durão (Roger Daltrey), o lunático (Keith Moon), o romântico (John Entwistle) e o intelectual cínico (Pete Townshend). Quatro personalidades distintas, quatro lados de um disco (duplo), mas um único grupo fenomenal com aspirações artísticas grandiosas. Assim era o The Who em Quadrophenia, sua segunda ópera rock. Lançada em 1973, a então nova expiação dos demônios pessoais do líder Townshend vinha na forma de Jimmy, um jovem inseguro e sem tato social que se envolve com o movimento mod e acaba com a personalidade esfacelada nas quatro partes citadas acima. Tudo mergulhado na complexidade musical que era uma das marcas da banda, acrescida de cordas, sintetizadores e sopros. Tão intenso e bem orquestrado que virou filme em 1979 (com Sting no elenco), restaurado pro blu-ray e com uma sequência agendada.
Bom, ressuscitado por Pete no palco, em 2010, Quadrophenia mostrou que ainda interessava às pessoas, o que motivou o guitarrista do Who a voltar a ele com mais intensidade no ano passado, inclusive dedicando-se à escavação de material inédito. O resultado dessa volta ao passado dá as caras agora nas prateleiras nacionais, e com os devidos bônus apetitosos: o disco original remasterizado, dois encartes com muitas fotos e informações e um segundo CD com demos do disco, incluindo três faixas descartadas. Sem dúvida, u’ma viagem prolongada por uma das maiores ousadias que o rock já produziu.


Envie seu Comentário