Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Na natureza selvagem

11 de julho de 2012 0

“Viva rápido e morra jovem”, diz uma das músicas do segundo disco da banda jaraguaense Estado Deplorável. Parece algo inspirado em Rafael “Balé” Rosa, o baixista morto num acidente de trânsito em novembro, mas não. A homenagem se restringe à faixa-título do álbum – Magic Bus faz referência ao filme Na Natureza Selvagem, o preferido de Balé -, mas é inevitável a sombra da tragédia sobre ele. Segundo o vocalista e guitarrista Ismael Niels, o amargo da produção não estava planejado antes do início das gravações, quando quase todas as faixas já estavam compostas. É mesmo um clima pesado que se impõe, mesclado à raiva pelos rumos da nação e da sociedade que se espera de uma banda de street punk/hardcore (vide Ordem e Progresso, Hino ao Descobrimento e Fora!). E mesmo que os lugares-comuns sejam inevitáveis, é visível a melhora na produção e na estrutura das canções, que agora até arriscam solos e letras em inglês. O embarque, portanto, já acontece, pelo download no site Trama Virtual e via encomenda no Facebook do grupo.

Envie seu Comentário