Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O amor é uma dor de amor

28 de agosto de 2012 1

Enquanto a vida de Joseph Gordon-Levitt ia ficando miserável por causa do pontapé no traseiro dado por Zooey Deschanel, Dudu Franco conjecturava que a sua existência também poderia mudar por causa de 500 Dias com Ela. Não só por causa da fossa do protagonista, mas também pelas ondulações alternativas que ajudaram a transformar o filme de 2009 em hit indie. Acabou que o músico joinvilense encontrou ali o som e o nome de seu novo projeto e deixou pra trás os dias de punk na banda Piolho de Cobra, dez anos atrás. O 500diasdeverão (assim mesmo, tudo junto) ostenta no EP que acaba de lançar uma doce melancolia de amores irrealizados, onde versos tragicômicos fluem com os arranjos acústicos quase minimalistas que Dudu constrói com violão, ukelelê, escaleta, gaita e percussão suave. “Esse projeto, pelo menos nessa primeira fase, tem um pouco de influência da Sophie Madeleine e dessa cena que o povo chama de twee-folk, mas eu não concordo, porque folk pra mim é outra coisa”, explica Franco. “E a trilha sonora do 500 Dias com Ela, com She & Him, Regina Spektor e Simon & Garfunkel, com certeza me fez idealizar tudo isso”. As cinco faixas do Ep autointitulado estão pra audição e download AQUI ou AQUI.


Comentários (1)

  • Dudu Franco diz: 28 de agosto de 2012

    Texto incrível!

Envie seu Comentário