Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A arte do encontro

30 de novembro de 2012 1

Uma prova cabal de que Joinville não é mais a mesma, em termos de cultura e entretenimento, é que até os domingos não cheiram mais a marasmo. Descanso sim, mas não tédio absoluto, com música, teatro, artes visuais e performances artísticas tomando o lugar do vazio. Junto com outras programações que atiçam os joinvilenses aos domingos, o MAJ Sounds chegou em março para tirá-los de casa com um encontro movido a arte e diversão que nestes nove meses reuniu mais de 30 artistas, no Museu de Arte e na Cidadela. Iniciativa do DJ Roger Thiago (foto acima) e do VJ Leandro Vigas, o MAJ Sounds terá sua última edição do ano neste domingo (2), sem ter certeza de que retornará em 2012, apesar do êxito. Confiram a conversa que a coluna levou com Roger:

Como começou o MAJ Sounds?
Roger Thiago
– Em março, durante o Carnaval, eu e o Vigas tivemos várias conversas sobre fazer alguma coisa diferente na cidade, porque sentíamos falta de um lugar pra encontrar amigos e escutar música.

A ideia sempre foi misturar estilos e manifestações artísticas?
Roger
– Sim. Quando a gente decidiu fazer a primeira edição, já combinamos que o projeto seria algo diferente, juntar várias tribos e estilos e fazer uma mistura disso, pra fugir do convencional.

Sacudir o marasmo dos domingos na cidade…
Roger
– Sim, Joinville tem vários espaços públicos e a gente pensou em fazer algo nesse locais, que até então estavam parados.

Na sua opinião, qual a importância do MAJ Sounds?
Roger
– Valorizar a arte regional e abrir espaço pra novas tribos que têm algo cultural para oferecer à comunidade.

Ele está garantido pro ano que vem?
Roger
– Infelizmente, ainda não tem nada definido. Mas vamos começar a ver isso no começo de 2013. A intenção é continuar.

Se assim for, você pretende fazer alguma mudança?
Roger
- Tenho muitas ideias, mas como o evento não tem patrocínio, fica meio difícil colocá-las em prática. Vamos continuar lutando pra levar o MAJ Sounds no peito. Eu queria torná-lo um evento totalmente beneficente. Essa é a ideia do MAJ Sounds 2013. Tenho fé que vai dar tudo certo.

Comentários (1)

  • Jean diz: 5 de dezembro de 2012

    Parabéns a ambos. É o evento cultural mais digno que tem em Joinville. Feito na raça, por gosto e vontade própria.

    Parabéns ao Roger e ao Vigas!

    Jean Douat

Envie seu Comentário