Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estreia do RATM é reembalada

21 de março de 2013 0

Enquanto mantém a sete chaves se vai ou não lançar um novo disco de inéditas, o Rage Against the Machine vê seu disco de estreia, homônimo (1992), fazer 20 anos e voltar às lojas. Mas não é um relançamento padrão e xoxo: o digipack em tamanho maior traz o disco original remasterizado, faixas ao vivo, a demotape do ano anterior (que inclui músicas que foram parar em lados B) e um DVD com videoclipes e performances da época. Coisa finíssima para um disco bombástico que influenciou muita gente com sua fusão de rap e hard rock, representados por hits como Bombtrack, Killing in the Name e Bullet in the Head. Sem contar, claro, o discurso duro e engajado, presente desde a capa, que mostra um monge budista em autoimolação durante um protesto em Saigon, Vietnã, em 1963. A foto de Malcolm Browne ganhou o Prêmio Pullitzer. Apesar de tudo (ou por tudo isso) – as músicas raivosas, a atitude esquerdista, a capa chocante -, o álbum galgou as paradas e fez do RATM uma banda de apelo mundial.

Envie seu Comentário