Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tudo igual no reino do Motörhead, ainda bem

18 de dezembro de 2013 0

O trio comandado por Lemmy é daquelas bandas imutáveis, e qualquer gota fora do balde pode pegar mal perante os seguidores. Por isso, tudo permanece igual em Aftershock, 21º disco de estúdio do Motörhead, recém-lançado por aqui. O rolo compressor sonoro alterna pancadas de puro heavy como outras de apelo mais rocker. Já Lost Woman Blues desacelera para ser o que o título indica, e Dust and Glass é a faixa atmosférica do álbum, que traz uma homenagem a outro povo latino: Going to Mexico (ou você esquece de Going to Brazil?).


Envie seu Comentário