Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alimento para a alma

19 de dezembro de 2013 0

Jefferson Kielwagen tem muito que comemorar sua participação na 3a Bienal do Gueto, realizada neste mês no Haiti. A começar, o fato de ter sido o primeiro brasileiro a integrar a coletiva, que atraiu mais de 50 artistas de todo o mundo. Depois, a experiência de um evento grandioso, mas cheio de obstáculos logísticos e éticos, visto os inúmeros problemas que o país enfrenta. Finalmente, a boa recepção a sua obra, Monolito (em parceria com o americano Ryan Groendyk), uma instalação feita com pequenos sacos de arroz transportado de Saint Mark a Porto Príncipe pela dupla.
- A comunidade local foi informalmente comunicada de que esse arroz estava disponível para ela. Em menos de dois dias, a escultura foi consumida pelas pessoas – celebra Kielwagen, que mora nos EUA e planeja para 2014 aproximar o Haiti e Joinville pelas vias do sincretismo religioso.

divulgação

Envie seu Comentário