Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prefeitura de Joinville reage ao Manifesto Cena 11

10 de dezembro de 2014 2

A Prefeitura de Joinville não gostou nem um pouco do teor do Manifesto Cena 11, divulgado na segunda-feira (8) junto com um “estado de greve” dos artistas locais, em protesto contra o que consideram descaso para com a cultura da cidade. Com visível irritação, o secretário de comunicação, Marco Aurélio Braga, disse a Orelhada que as críticas ao poder público são, no mínimo, injustas. Ele reconheceu problemas na gestão do setor cultural, mas frisou o suporte oferecido à realização da Cena 11, como material de divulgação, a cessão sem custos do Teatro Juarez Machado e ajuda na captação de recursos, via Fundação Cultural. Braga lembrou ainda a doação ao galpão da Ajote, em regime de comodato, de uma mesa de som de 16 canais. E completou: se a mostra teatral não passou no Simdec em 2014, não foi por culpa do governo municipal. Por tudo isso, ele prometeu que a Prefeitura iria para o confronto no debate marcado para a noite desta terça (9), na Cidadela.

Comentários (2)

  • Diogo diz: 10 de dezembro de 2014

    Pois é, quando confundem obrigação com apoio dá nisso.
    Os outros promotores de cultura que receberão dinheiro do Simdec deveriam sentir nojo deste tipo de manifesto.

  • Marcos Fernando Dauner diz: 11 de dezembro de 2014

    Eu estou tentando restaurar uma edificação tombada , com ZERO de recursos financeiros externos . Está difícil . Outrossim, agradeço muito ao apoio técnico que tenho recebido do Arquiteto Raul da Fundação Cultural de Joinville.

Envie seu Comentário