Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

À francesa, mas com classe

23 de abril de 2015 0

divulgação
Digo e repito: há pelo menos cinco bandas legais em cada esquina de Curitiba. A Cavernoso Viñon é uma delas, e nem pode-se dizer que é nova, ainda que a música que faça resplandeça singularidades. O combo recheado de figuras carimbadas do underground da capital paranaense tem à frente Paraguaya, cantora d’O Escambau, que, com letras em francês, insere certa sofisticação no rock de contornos sessentistas e arranjos cuidadosos. Nessa atmosfera, já lançou dois EPs, Les Infâmes de la Patrie (2013) e Fakir (2014), à disposição no perfil do grupo no Soundcloud. Há que se comentar também que a formação da banda é mutante – a que estará nesta quinta-feira (23) em Joinville conta com o ex-Reino Fungi Hugues Torres na bateria, além de Kátia Aguiar, ex-Bidê ou Balde. O show será às 22h30, no Taberna.

Envie seu Comentário