Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Celso Blues Boy ressurge acústico e em documentário

13 de setembro de 2015 0

divulgação
Três anos depois de sua morte, finalmente Celso Blues Boy ganha um disco póstumo e, se tudo der certo, um tributo a sua importância para o blues nacional. Para começar, está à venda, em plataformas como Spotify e ONErpm, Celso Blues Boy Acústico, registro gravado entre 1998 e 1999 em Itaipava (RJ), quando o músico engatilhava sua mudança para Joinville. São apenas dez faixas, com destaque para uma versão do clássico sertanejo Fuscão Preto e o próprio fato de trazer Celso ao violão, instrumento que ele dizia não gostar. Já o documentário Yes, Nós Temos Blues ainda precisa vingar no site de financiamento coletivo Kickante. Se rolar, veremos a trajetória do gênero no País, com grande ênfase na vida e na obra de Celso, considerado pelo diretor Luiz Felippe Santos “o godfather (padrinho) do blues no Brasil”.

Envie seu Comentário