Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de dezembro 2015

Balaio jaraguaense na roda

30 de dezembro de 2015 0

divulgação
A bela iniciativa da loja O Limbo Bazar do Rock tanto vingou que acaba de ser colocada na roda: a Coletânea Underground O Limbo, um recorte da atual cena jaraguaense e arredores. Com nove minutos dedicados a cada uma, as bandas Olho de Cabra, Hauser, Cadaveric Hotel, Damn Niuves, Rec on Mute, Atlantis, Acefalia e Bomba no Porão embolam indie rock, punk e metal com altos e baixos e atitude de sobra. Tem na prateleira do estabelecimento, mas também no canal da compilação no Facebook.


Metric na pista (mas não muito)

30 de dezembro de 2015 0

justin broadbent, divulgação
Este talvez seja o melhor momento para o grupo canadense Metric aumentar sua popularidade no Brasil. Emplacou músicas nas trilhas das novelas Verdades Secretas e Malhação e tem um bom disco (o sexto da carreira) lançado por aqui pelo selo Lab 344. Pagans in Vegas tenta ser profundo nas letras, entre o lado negro do amor e a auto-ajuda de araque, mas é com o tecnopop lapidado com mãos talentosas que o quarteto faz valer o investimento. Sim, é uma banda que ouviu muito Depeche Mode, New Order e Human League, e a reprodução dessas influências se dá por faixas ora luminares, como Cascades e Too Bad, So Sad, ora sombrias, como The Shades e Blind Valentine. No fundo, há um coração roqueiro no Metric (vide Lie Lie Lie e Fortunes), mas, independentemente do roteiro sonoro, a banda se esmera nas melodias e sai sempre ilesa dos refrões.



As bilheterias mais gordas no Brasil em 2015

30 de dezembro de 2015 0

divulgação
Imagine um ano que teve filme dos Vingadores, a volta de Jurassic Park (ou Jurassic World), uma animação só para os Minions, novos episódios das franquias Jogos Vorazes, Missão: Impossível e Velozes e Furiosos e, para completar, o retorno da saga Star Wars ao cinema. O que isso significa: salas lotadas, faturamento alto e fãs de blockbusters satisfeitos. No Brasil, um dos dez maiores mercados do mundo nas contas de Hollywood, o Filmes B - site-referência em se tratando de cinema nacional – saiu com a lista abaixo, das dez maiores bilheterias de 2015 no País. Os heróis da Marvel venceram, com o time de Vin Diesel na cola. Como a contagem fechou no dia 27 de dezembro, deu tempo de Star Wars: o Despertar da Força entrar, lépido e faceiro, entre os “mais-mais” do ano e passando fácil Loucas para Casar, o único título nacional na lista.

Os Vingadores: Era de Ultron – R$ 146,1 milhões
2º Velozes e Furiosos 7 – R$ 142,4 milhões
Minions – R$ 119,9 milhões
Jurassic World: o Mundo dos Dinossauros – R$ 90,6 milhões
Cinquenta Tons de Cinza – R$ 87,5 milhões
Jogos Vorazes: a Esperança – Final – R$ 62,3 milhões
Star Wars – O Despertar da Força – R$ 62 milhões
Cinderela – R$ 50 milhões
Bob Esponja: um Herói Fora d’Água – R$ 48,2 milhões
10º Loucas para Casar – R$ 45,8 milhões

Pela moral e os bons costumes

30 de dezembro de 2015 0

divulgação
Quando atrás da câmera, Eli Roth é um partidário da violência explícita – seu intento é choque puro e simples, vide o anestesiante O Albergue (2005). Diante do lastro de sangue que deixou, é surpreendente vê-lo assinar Bata Antes de Entrar, agora em DVD. Um filme em que a agressão é mais psicológica, os atores são exigidos e, principalmente, o moralismo está impresso em cada frame. Sim, Eli Roth faz faz uma defesa básica dos valores familiares ao mostrar o pai e marido exemplar Keanu Reeves caindo em tentação quando duas belas jovens batem em sua porta pedindo ajuda. No dia seguinte, elas se revelam: são psicopatas decididas a torturá-lo e devastar sua vida por causa da pulada de cerca. Para Roth, das duas, uma: ou faça o “serviço” direito, ou mantenha a esposa por perto.

Adeus, Lemmy

29 de dezembro de 2015 0

alan pedro
“É a hipnose pelo som pesado, um estado de quase elevação entre o frenesi e a chapação sonora. E tem Lemmy ali, a poucos metros, todo chapéu, bigodão, baixo troglodita e vocal cavernoso. Uma lenda viva que comanda uma espécie de sessão de descarrego banger assim que a senha é dada: ‘We are Motörhead, and we play rock’n’roll‘”.
O recorte do texto feito por este colunista algumas horas após o show do Motörhead em Florianópolis, em abril de 2011 (leia AQUI), não faz jus a um décimo do que foi para o rock e para milhares de fãs ao redor do planeta Lemmy Kilmister, vitimado pelo câncer, na segunda-feira. Mas nessa minúscula parcela está intacta a persona que ele encarnou como poucos: uma fortaleza intimidadora, a imagem do rocker primordial, o sujeito que viu um gênero nascer e a ele se entregou (com e sem os clichês de praxe) a ponto de agigantá-lo um pouco mais, algo que o respeito de punks e fãs de heavy metal comprova. Unir pelo peso, pela velocidade e pela crueza dois públicos antagônicos foi só um dos feitos de Lemmy em 70 anos de uma vida vivida em altíssimo bom som.



A grande fornada barriga-verde de 2015

24 de dezembro de 2015 2

montagem: cris macari
Ao longo de 2015, este colunista/blogueiro fez o de sempre: acompanhou com olhos e ouvidos atentos a movimentação da cena pop/rock catarinense e sua riqueza de expressões e talentos. No que chegou dezembro, a contagem exibia mais de 50 títulos, aos quais foi adicionada mais uma dúzia nos últimos dias. Diante dessa exorbitância, Orelhada não podia fazer outra coisa senão tirar o foco do tradicional “disco gringo e/ou nacional” e concentrar forças numa compilação de listas que extraísse os destaques dessa megaprodução barriga-verde. E assim deflagrou-se uma chamada para que comparsas igualmente vigilantes – jornalistas, músicos, produtores – apontassem o que de melhor saído do Estado ouviram em 2015 e ainda fizessem suas apostas para a próxima temporada. O resultado disso o leitor confere a seguir – e, na medida do possível, que ele procure conhecer as belezuras mencionadas.

* Leo Laps, editor e colunista do Jornal de Santa Catarina
Taunting Glaciers – Threshold
John Mueller – Por um Fio
Apicultores Clandestinos - Astronauta do Campo
Revolver - Coração Febril
Fevereiro da Silva - O Baile Sonhador
Trio Rédea Solta – Frutificando
Johnny’s Garden – EP
The Headcutters – Walkin’ in USA
Helvéticos – Hipnose
Mosaico Adulto – EP
Apostas para 2016: Adorável Clichê e o norte-americano Jesse Lee.

 

* Luciano Vitor, colaborador dos sites Dynamite e Mondo Bacana e editor do site Underfloripa
Soonanda – Imersão
Caraudácia – Caraudácia
Rascal Experience – Rise
Helvéticos- Hipnose
Felipe Melo e Jean Mafra - Mafra + Melo
Five 5 Boys – Estética e Cultura de Massa
Giu One Man Band – Giu One Man Band
Xei – # 320 on Hart Street
Les Adieux – Cadavérico
John Filme – Selfie
Apostas para 2016: Soonanda e Skrotes.

 

* Emerson Gasperin, colunista de música do Diário Catarinense
Rascal Experience – Rise
Jean Mafra e Felipe Melo – Mafra + Melo
Frabin – Real
Helveticos – Hipnose
Apicultores Clandestinos – Astronauta do Campo
Xei – #320 on Hart Street
Hessex Alone – Chaos
Vinolimbo – Sinistanay
Tom Custódio – Confronto
Double Barrel ShotGun- Double Barrel ShotGun
Apostas para 2016: Noahs e Frabin.
* Marcos Espíndola, jornalista
Apicultores Clandestinos – Astronauta do Campo
Fabrin – Real
Noahs – Cedar & Fire
Rasca Experience – Rise
Helvéticos – Hipnose
Supernova Jam – Supernova Jam EP
Xei – #320 on Hart Street
Lenzi Brothers – Quatro Rodas no Chão
Fevereiro da Silva – O Baile Sonhador
Caraudácia – Caraudácia
Apostas para 2016: coletivo Bandas Organizadas Independentes (B.O.I.) e Hessex Alone.


* Geraldo Borges, produtor cultural, músico e coordenador do Coletivo O Clube.
Five 5 Boys – Estética de Cultura e Massa
Rascal Experience – Rise
Helvéticos – Hipnose
Léo Dressel – Relax
The Headcutters – Walkin’ in USA
Maquinários – Intacto
Jean Mafra e Felipe Melo - Mafra + Melo
Trio Rédea Solta – Frutificando
Red Razor – Beer Revolution
Caraudácia – Caraudácia
Aposta para 2016: Maquinários.


* Rubens Herbst, editor e colunista de A Notícia
Rascal Experience – Rise
Fevereiro da Silva – O Baile Sonhador
Underworld Street – An End to Begin
Mosaico Adulto – EP
Damn Niuves – Whatever
Rejects S/A – Mártires
Lenzi Brothers – Quatro Rodas no Chão
Apicultores Clandestinos – Astronauta do Campo
Noahs – Cedar & Fire
Five 5 Boys – Estética e Cultura de Massa
Apostas para 2016: Hessex Alone, Monte Resina e Frabin.


* Rafael Weiss, jornalista, DJ, músico e chefe do site Mundo 47
Helvéticos – Hipnose
Apicultores Clandestinos – Astronauta do Campo
Juliana Sicone – Something Unreal
Chapéu Preto – EP
Lenzi Brothers – Quatro Rodas no Chão
Ruca Souza – Marte
The Headcutters - Walkin’ in USA
Etílicos e Sedentos – 88350-000 Um Tributo ao Rock Brusquense
Xei – #320 on Hart Street
Costeletas – Poderosa Ação Desengripante
Apostas para 2016: Juliana Sicone, Chapéu Preto, Caledonia Fuzz, Supernova Jam e Scarlett.

Ajote sob nova direção

23 de dezembro de 2015 2

fabricio porto, divulgação
A Associação Joinvilense de Teatro (Ajote) começará 2016 com nova diretoria. À frente dela está Samira Sinara Souza, da Cia. Vai!, atriz, licenciada em educação artística, especialista em teatro educação e mestra em patrimônio cultural e sociedade, e que tem entre os  muitos trabalhos o monólogo (C)elas (foto acima). Luciano Himmer (Circo Lúdico, vice-presidente), Henrique Schlickmann (Grupo Canto do Povo, 1º secretário), Paula França (Ícaro Teatro, 2º secretário), Cássio Correia (Essaé Teatro, 1º tesoureiro) e Beatriz Alvarez (MeroAcidente!, 2º tesoureiro) completam a diretoria, que fica até 2018. Uma gestão que irá se apoiar nos pilares “formação-produção-patrimônio cultural” e que já em janeiro promoverá reformas no hall e nos camarins do galpão da entidade, na Cidadela – que, por sinal, pode ganhar um regimento interno no ano que vem. A realização de seminários e de debates após os espetáculos são outras propostas na pauta de 2016.

Radio Moscow de volta a SC

23 de dezembro de 2015 0

divulgação
Quem retornará à Santa Catarina no comecinho de 2016 é o trio americano Radio Moscow. O show do dia 15 de janeiro será na Célula, em Florianópolis, mesmo lugar onde a banda hasteou, com grande autoridade, a bandeira da psicodelia guitarrística em outubro do ano passado (leia AQUI). Ingressos online (no 2o lote) no site www.sympla.com.br.

Capítulo do Simdec 2015 concluído

23 de dezembro de 2015 0

Ao menos uma parte da dramática novela “Simdec 2015″ chegou ao fim. Na noite de segunda-feira (21), a Fundação Cultural de Joinville (FCJ) divulgou a relação dos 89 projetos aprovados no Edital de Apoio à Cultura em seu site oficial. Distribuídos por 17 categorias, eles dividirão o bolo de R$ 1,7 milhão. A questão agora passa a ser quanto ao repasse dos recursos – a FCJ depende do aval da Secretaria da Fazenda para convocar os artistas/produtores e fazer os pagamentos, portanto, não se fala em prazo. Enquanto isso, os contemplados no mecenato municipal correm atrás de empresas benfeitoras e a Fundação, de preparar o edital do Simdec de 2016, que, espera-se, não repita as trapalhadas que marcaram o processo deste ano.

Noel irlandês

23 de dezembro de 2015 0

divulgação
Como não faltam mais do que algumas horas para a véspera de Natal, Orelhada deseja uma ótima noite ao redor da árvore com esta bela peça desenhada pelo joinvilense Pablo Mayer, sua contribuição natalina para o Illustrators Guild Ireland (IGI) – uma associação de ilustradores profissionais que apoia o desenvolvimento da ilustração na Irlanda – e exibida numa biblioteca de Dublin, onde mora.