Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "rolling stones"

Disco novo carrega Stones de volta ao blues

06 de outubro de 2016 0

rolling_pjq47Eh
Que ano para os Rolling Stones! Show em Cuba, dois documentários no cinema e, agora, um disco novo. Nesta quinta (6), eles anunciaram que lançarão Blue & Lonesome no dia 2 de dezembro, o primeiro álbum da banda desde 2005. Porém, não espere nada com a marca Jagger/Richards. Na real, o álbum marca a volta dos Stones a suas raízes musicais por meio de releituras de ícones como Howlin’ Wolf, Jimmy Reed e Willie Dixon, influências que sempre preservadas ao longo das décadas, mesmo que não transparecessem nos trabalhos mais recentes. O disco já está em pré-venda no site oficial dos Stones.


Visitados pelas lendas

07 de setembro de 2016 0

Um passeio pelos exóticos países abaixo da linha do Equador, feito por roqueiros aventureiros a bordo de aviões particulares e suítes presidenciais. Não é querer depreciar, mas esse é o roteiro vendido por Olé Olé Olé: a Trip Across Latin America, novo documentário dos Rolling Stones que estreia no dia 16 de setembro, no Toronto Film Festival. Ele acompanha os passos da banda por dez cidades latinas no começo do ano, entre elas quatro brasileiras. O ponto alto da turnê foi o inédito show em Cuba, tão emblemático que mereceu um filme só seu - Havana Moon – The Rolling Stones Live in Cuba será exibido nos cinemas gringos a partir do dia 23. Eis o novo trailer:

"She's a Rainbow" - Rolling Stones

04 de fevereiro de 2016 0

Os Rolling Stones já respiram os mesmos ares sul-americanos que nós. Nesta quarta-feira (3), a banda se apresentou em Santiago, capital do Chile, e incluiu, a pedido dos fãs, She’s a Rainbow, psicodélica faixa dos anos 60 que não tocava desde 1998.

SP, RJ e RS na rota dos Stones em 2016

05 de novembro de 2015 0

divulgação
Confirmada, e nos mínimos detalhes, a América Latina Olé Tour, giro pelo continente que em 2016 levará os Rolling Stones a águas nunca dantes navegadas por eles, como Colômbia, Peru e Uruguai. Está tudo aí nesse vídeo oficial, mas, para facilitar a sua vida, no Brasil ficou assim:

Rio de Janeiro, Maracanã: 20 de fevereiro
São Paulo, Morumbi: 24 e 27 de fevereiro
Porto Alegre, Beira-rio – 2 de março

Uma sexta para Keith

17 de setembro de 2015 0

divulgaçãoExtraoficialmente, esta sexta-feira (18) será o Dia Mundial de Keith Richards, um pé-na-cova dos mais ativos, convenhamos. Não só chegará às lojas o primeiro disco solo do homem em 23 anos, Crosseyed Heart – que já dá o ar da graça pela web, mas vocês não leram isso -, como estreia no Netflix Under the Influence, documentário que captura a rotina e os pensamentos de Richards em meio à produção desse álbum. Como cereja do bolo, o guitarrista jurou de pés juntos que os Rolling Stones vão entrar em estúdio para gravar um novo disco de inéditas – será num futuro próximo, garantiu ele. Uma boa, já que A Bigger Bang (2002) não é digno de ser o canto de cisne da banda.

"Sympathy for the Devil" - Motörhead

26 de agosto de 2015 0

Tudo bem que a banda manteve a percussão faceira e os “uh, uh” tão característicos e que Lemmy soa meio cansado da vida, mas, como diz meu amigo Ney Ramos, o Motörhead colocou maldade na sua versão para Sympathy for the Devil, dos Rolling Stones. A faixa encerra o disco Bad Magic, que chega às lojas nesta sexta (28), e é também o momento mais comentado dele.

"Trouble" - Keith Richards

17 de julho de 2015 0

Se os Rolling Stones só querem saber de turnê e desistiram mesmo dos estúdios, Keith Richards ainda se liga em produzir coisa nova. Mesmo na estrada com a banda, ele lançará em setembro Crosseyed Heart, seu primeiro disco solo em 23 anos. O primeiro single, Trouble, acaba de sair e mostra o guitar hero às voltas com seus riffs e solos stoneanos característicos, mas músico alertou que o álbum (com 15 faixas) será bem eclético.
Ah, vale dar uma ouvida nos outros discos solo do velho Keith, Talk is Cheap (1988) e Main Offender (1992).

Tudo sobre Charlie

07 de julho de 2015 0

Com Charlie Watts à frente, os Stones embarcam na zoeira tipicamente inglesa para anunciar, no vídeo abaixo, a mega-ultra-super exposição (chamada Exhibitionism) sobre a sua carreira, que vai inaugurar em Londres em abril do ano que vem. Segundo consta, será algo nos moldes da mostra sobre David Bowie, cheia de tecnologia e com mais de 500 itens relacionados à banda, entre roupas, filmes, design de palco, arquivos sonoros e artes em geral.

Um clássico, sem discussão

17 de junho de 2015 1

divulgaçãoQual o melhor disco dos Rolling Stones? A pergunta que atormenta a humanidade há décadas foi reavivada no dia 9, quando Sticky Fingers (1971) voltou às lojas numa edição remasterizada, com versões alternativas e ao vivo para algumas das dez faixas originais, entre as melhores já compostas pela banda. Juntas, elas formam um set list que equilibra à perfeição a fórmula de rock, blues e balada mantida pela banda desde sua gênese. Aqui estão Brown Sugar, Dead Flowers, Wild Horses e a tétrica Sister Morphine, para citar apenas quatro de um repertório engrandecido pela contribuição do novato guitarrista Mick Taylor. Alguns entendem Beggars Banquet (1968) como a grande obra dos Stones, outros (como este colunista) elegem o duplo Exile on Main Street (1972) o auge, mas Sticky Fingers é, além de musicalmente excepcional, um marco na carreira da banda pelos motivos listados abaixo. Não é um disco a precisar de reavaliação, mas sim de devoção.

Sticky Fingers é…

… o primeiro lançamento do selo Rolling Stones Records;
… o primeiro disco da banda com efetiva participação de Mick Taylor;
… o primeiro a trazer a (hoje) mítica logomarca da língua.
… aquele que, originalmente, trazia um zíper na capa, ideia do artista plástico Andy Warhol;
… o primeiro com uma canção explícita dos Stones sobre drogas (Sister Morphine);
… outra contribuição de Eric Clapton, que tocou na versão alternativa de Brown Sugar;
… um fenômeno de vendas: 1,5 milhão de cópias em dois meses de lançamento.



Outras pétalas

29 de maio de 2015 0

Na opinião de Orelhada, Dead Flowers entraria sem dificuldades em um top 10 de canções dos Rolling Stones. Ela ajuda a fazer de Sticky Fingers (1971) um dos três melhores discos da banda, o mesmo que ganhará uma reedição especial no dia 18 de junho. No meio das raridades-bônus está esta versão alternativa da faixa, marcada pela estridência da guitarra e sutis mudanças no vocal de Jagger e na letra.