Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "sesc"

Muito mais que o gol

27 de junho de 2014 0

No caso de alguém passar neste sábado (28) em alguma unidade do Sesc em Santa Catarina para ver o jogo do Brasil, seria uma boa ideia dar uma espiada na mostra Arte e Futebol, do artista curitibano Fabio Dudas. O título fala por si, porém, muito mais do que o esporte em si, os desenhos do moço se encarregam de transmitir a alegria da torcida. Os 16 banners ficarão expostos simultaneamente em todas as unidades da instituição no Estado até 30 de julho.
divulgação

Revoada instrumental

30 de maio de 2014 1

arquivo pessoal
Uma turma boa e calejada de músicos de Joinville arrumaram mais “sarna para se coçar” e formaram o Quinteto Revoada, adendo significativo ao crescente cenário da música instrumental de Joinville. Sob esse batismo, Fábio Deiverson (saxofone), Rogério Leitum (trompete, foto), Fábio Oliveira (piano), Michel Falcão (baixo) e Cadu Floriani (bateria) estreiam nesta sexta-feira (30) no teatro do Sesc, às 20 horas, com entrada gratuita. O repertório passa por standards jazzísticos e exemplares da diversidade rítmica brasileira.

Servida para o jantar

29 de maio de 2014 0

divulgação
Pense na parábola bíblica do Filho Pródigo – aquele que volta para casa com uma mão na frente e outra atrás depois de gastar toda a herança -, mas narrada do ponto de vista de um dos animais da fazenda em que se passa a história, e que será sacrificado para ser servido no jantar de boas vindas. Assim é A Vaca Pródiga, peça da companhia curitibana Teatro de Breque que ocupa o Sesc de Joinville nesta quinta-feira (29), às 20 horas. Fruto de criação coletiva, a peça extrapola o contexto religioso do conto para brincar com a ignorância humana a respeito de sua missão terrena. A entrada é gratuita.

Vanguarda teatral em debate

16 de maio de 2014 0

divulgação
O Théâtre du Soleil (foto acima) é um grupo francês criado há 40 anos que habita a vanguarda do teatro por diferentes fatores, entre eles, o improviso, o processo de criação coletiva e a preferência por espaços cênicos fora do comum. O universo particular da companhia, bem como o de sua fundadora, Ariane Mnouchkine, é o tema de uma semana de conversas e projeções de espetáculos liderada pela atriz paulista Beatriz Tragtenberg no Sesc de Joinville. Os trabalhos começam na segunda-feira (19) e vão até quinta (22), sempre às 19 horas. A entrada é gratuita.

Para-raios

22 de abril de 2014 0

divulgação
Espremida entre outras duas exposições na galeria do Sesc de Joinville, a Coletiva Relâmpago justifica o nome por sua curta duração – abre na noite destas terça-feira (22) e termina no sábado (26). Mas que isso não a faça menor do que parece, porque no menu da mostra estão 13 nomes que vêm se destacando em diferentes frentes das artes plásticas da cidade: Adriano Horn (também curador), Alexandre e Eduardo Feitosa, Anderson Alberton, Anderson Rosa, Cel, Felipe Reis, Gugue, Humberto Jacobs, Igor Mendes, Ilana Andrade, Ronaldo Diniz e Paulo Pincel (autor do trabalho acima). É gente pouco afeita ao academicismo e que lança mão de ecos contemporâneos e urbanos para se expressar. Aproveite, o raio pode não cair uma segunda vez.

Motivos para volume alto

21 de março de 2014 1

divulgação
Duas potências do rock joinvilense – que em breve dividirão um mesmo lançamento fonográfico – ocupam o palco do Sesc neste fim de semana. No sábado (22), a Sylverdale (foto) comemora 11 anos de detonações com base no rock alternativo dos anos 90 e promete um set recheado de músicas novas. O trio Somaa toca no domingo (23), também com um motivo especial: a chegada de seu novo videoclipe, Marionetes. Nas duas datas, os shows começam às 20 horas e têm entrada gratuita.


Dez vistas para a Alemanha

20 de fevereiro de 2014 0

divulgação
Ainda como um desdobramento do Ano do Brasil na Alemanha (que foi em 2013), unidades do Sesc em Santa Catarina dão a largada, nesta quinta-feira (20), a uma maratona de filmes que bem representam o cinema contemporâneo daquele país. São dez produções recentes que cavoucam feridas históricas, mas também retratam dilemas rotineiros da sociedade alemã. É o caso da revolta juvenil impressa em A Vida é um Canteiro de Obras (1997, foto), que abre a programação em Joinville, onde as sessões (gratuitas) vão até o dia 27. O título mais conhecido, porém, deve ser Adeus Lenin (2003), que será exibido no sábado. Mas espere – a agenda completa está logo abaixo, veja só.

dia 20 – 19h30A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). De Wolfgang Becker | 1997 | 118min. | 16 anos
dia 21 – 19h30 - Berlin is in Germany. De Hannes Stöhr | 2001 | 90 min. | 14 anos
dia 22
17h
- Nenhum Lugar para Ir (Die Unberührbare). De Oskar Roehler | 1999 | 100min. | 14 anos
19h30Adeus Lenin! (Good bye Lenin!). De Wolfgang Becker  |  2003 | 120min. | 12 anos
dia 23
17h
Sonnenallee. De Leander Haußmann | 1999 | 94min. | 14 anos
19h30 - 4 Dias em Maio (4 Tage im Mai). De Achim von Borries | 2011 | 95min. | 14 anos
dia 24 – 19h30Yella. De Christian Petzold | 2007 | 88 min | 14 anos
dia 25 – 19h30Bem-vindo à Alemanha (Almanya — Willkommen in Deutschland). De Yasemin Samdereli |2010 | 95 min | 12 anos
dia 26 – 19h30Todos os Outros (Alle anderen). De Maren Ade | 2008 | 119min. | 14 anos
dia 27 – 19h30O que Permanece (Was bleibt). De Hans-Christian Schmid | 2012 | 88 min | 12 anos

Balé entre mãe e filha

02 de dezembro de 2013 0

Larissa Nowak, divulgação
O Sesc de Joinville é a escala inaugural do espetáculo Eu Faço uma Dança que a Minha Mãe Odeia, projeto de circulação por Santa Catarina contemplado pelo Edital Elisabete Anderle. O primeiro solo de Karin Serafin (uma das fundadoras do Grupo Cena 11) e a primeira direção em dança do ator Renato Turnes, ambos de Floripa, ganha os holofotes nesta segunda (2) e terça (3), às 20 horas, com entrada gratuita. O trabalho – um diálogo entre mãe e filha com tintas autobiográficas – passará pela Capital, por Chapecó e Lages em dezembro, e por Jaraguá do Sul em janeiro.

Eu faço uma dança que a minha mãe odeia – clip from minhamaeodeia on Vimeo.

O movimento está parado

28 de novembro de 2013 0

divulgação
Nilton Tirotti deveria ter aberto ontem seu mais recente trabalho, Possíveis Fragmentos, na galeria do Sesc de Joinville, mas um desencontro de datas e questões técnicas impossibilitaram a montagem da instalação em vídeo, vista no começo do ano em Chapecó. O problema é que a unidade está com o calendário de 2014 lotado. Assim, enquanto resolve a questão com a direção regional, Tirotti analisa outras possibilidades de mostrar por aqui essa exposição de claro teor intimista, nascida de caminhadas e observações do cenário urbano da cidade. Em aparelhos de TV, projetores e painéis, o artista promove o diálogo da paisagem com pessoas, caminhos e seu próprio corpo, um movimento contínuo de imagens que, por ironia, se encontra estacionado. Esperamos que não por muito tempo.

Domingo contemplativo

12 de outubro de 2013 0

As paisagens sonoras plácidas e sonhadoras do Clube Las Vegas envolverão o teatro do Sesc de Joinville neste domingo (13), às 20 horas. Ambiente mais do que propício para uma imersão na experimentalista obra do trio, cujo trabalho instrumental por vezes lembra a trilha de algum filme psicodélico e é dado a altos graus de improviso. É o que a banda promete para esta apresentação especial, que contará com as músicas do primeiro EP e outras do registro que a banda lançará em breve. Como de praxe, não haverá cobrança de ingresso.