Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de novembro 2008

Os melhores do Brasil

27 de novembro de 2008 0

Hernanes, volante do São Paulo, tem três indicações e é candidato a craque do Brasileirão/Gaspar Nóbrega
A CBF publicou há pouco a lista dos que concorrem ao prêmio de melhor do Brasileirão (jogadores, técnicos  árbitros). O resultado da eleição, que é feita com base na opinião de jogadores, treinadores e jornalistas, será divulgado no dia 8. Impedido, escolha a sua Seleção clicando aqui. No fim da semana que vem, antes da última rodada, publico o time ideal. Veja se você e o mundo da bola têm o mesmo pensamento sobre futebol.

Goleiros
Marcos (Palmeiras)
Rogério Ceni (São Paulo)
Victor (Grêmio)

 
Lateral-direito 
Élder Granja (Palmeiras)
Léo Moura (Flamengo)
Vítor (Goiás)

Zagueiro-direito
André Dias (São Paulo)
Fábio Luciano (Flamengo)
Thiago Silva (Fluminense)

Zagueiro-esquerdo 
Miranda (São Paulo)
Réver (Grêmio)
Ronaldo Angelim (Flamengo)

Lateral-esquerdo 
Juan (Flamengo)
Leandro (Palmeiras)
Kléber (Santos)

Primeiro volante
Hernanes (São Paulo)
Pierre (Palmeiras)
Rafael Carioca (Grêmio)

Segundo volante
Diguinho (Botafogo)
Guiñazu (Inter)
Ramires (Cruzeiro)

Meia-direita 
Diego Souza (Palmeiras)
Ibson (Flamengo)
Tcheco (Grêmio)

Meia-esquerda 
Alex (Inter)
Lúcio Flavio (Botafogo)
Wagner (Cruzeiro)

Atacante 1
Guilherme (Cruzeiro)
Keirrisson (Coritiba)
Kléber Pereira (Santos)

Atacante 2 
Alex Mineiro (Palmeiras)
Kléber (Palmeiras)
Nilmar (Internacional)

Técnico
Celso Roth (Grêmio)
Muricy Ramalho (São Paulo)
Wanderley Luxemburgo (Palmeiras)

Árbitro
Carlos Eugênio Simon 
Leandro Vuaden 
Leonardo Gaciba

Revelação
Jean (São Paulo)
Keirrison (Coritiba)
Marquinhos (Vitória)

Craque da Galera
Juan (Flamengo)
Hernanes (São Paulo)
Thiago Silva (Fluminense)

Craque do Brasileirão 
Alex (Inter)
Hernanes (São Paulo)
Kléber Pereira (Santos)

Postado por Cioatto

O chororô mudou de lado

27 de novembro de 2008 1

Simon, na Copa de 2006, é o único árbitro brasileiro candidato a apitar um jogo do Mundial da África do Sul

Vejam como a vida é engraçada. Não faz muito tempo, o termo “chororô” apareceu no futebol. Foi um deboche, um escárnio feito pela torcida flamenguista sobre a torcida do Botafogo. A partir dali, colou no time da estrela solitária a pecha de reclamão.

Parece que a turma da Gávea tá querendo roubar o “chororô” de General Severiano. E esta semana usou todas a imponência de ser o clube com a maior torcida do Brasil para tentar fazer com que o árbitro Carlos Eugênio Simon fosse punido por não marcar, contra o Cruzeiro, um suposto pênalti no fim do jogo.

E veja o que é passar vergonha. O Flamengo montou um dossiê para delatar os erros do árbitro à Fifa, incluindo nele um CD com o lance do jogo. Pois três dias depois, aparece a imagem que dá razão ao árbitro e desautoriza a lamúria do derrotado – Diego Tardelli pisou na bola.

O constrangimento foi tanto após as imagens esclarecedoras que a direção do Flamengo decidiu não falar mais do assunto.

E você, impedido, o que acha do lance? Veja-o abaixo:

 

 

Postado por Cioatto

Quem espera o quê na reta final do Brasileirão

23 de novembro de 2008 3

São Paulo, 16 partidas invicto e méritos pela ponta/Daniel Zappe, Vipcomm

Com o título do São Paulo mais do que encaminhado, o terceiro consecutivo, reapareceu a patota que acha que campeonato por pontos corridos não tem graça. Que asneira! Vejam impedidos, lá se foram 36 de 38 rodadas e ainda tem muita coisa por acontecer.

O que o sistema de pontos corridos propicia? Certeza de que os times terão um calendário por toda a temporada; certeza de que o troféu fica com o melhor; certeza de que os piores são castigados; planejamento para a temporada, que vai melhorar ainda mais depois que o Brasil adotar o calendário europeu; e a melhora da média de público, a melhor dos últimos 21 anos por causa do amadurecimento da fórmula. Foi que me lembrei enquanto escrevia esse parágrafo.

Deixemos o mata-mata para a Copa do Brasil e a para a segunda fase de Libertadores. Está de bom tamanho.

Então, o que dá para se falar do fim semana:
- O São Paulo espera a faixa no peito, a taça no armário, e o primeiro tricampeontao da história do Brasileirão;
- O Grêmio espera a Libertadores, nada mais;
- Cruzeiro, Palmeiras e Cruzeiro esperam estar percorrendo a América com os tricolores;
- A Série A espera Corinthians, Avaí, Santo André e Barueri. Esses já têm convite, e falta só a festa começar;
- Na balada da Série B, Vasco e Ipatinga mandaram avisar que já estão a caminho; Figueirense e Portuguesa compraram os ingressos, tentam passar adiante, mas ninguém quer pegar. Quem pode acabar indo é o Náutico, que gosta da atração;
- A Série C, que perdeu Atlético/GO, Campinense, Guarani e Duque de Caxias para a Série B, conta em 2009 com o CRB e o Gama e tem preferência por Marília e Criciúma, embora se contente com Fortaleza e América/RN;

E tudo pode se decidir na próxima rodada:
- O São Paulo fica com o título se vencer o Fluminense;
- Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro ficam com as vagas na Libertadores se vencerem suas partidas e o Flamengo perder para o Goiás;
- Se os quatro últimos perderem (Figueirense, Vasco, Portuguesa e Ipatinga) e o Náutico vencer o Atlético/PR já teremos os quatro rebaixados.

E pra você, impedido, o Vasco cai? O São Paulo leva o título? Quem acaba na Libertadores?

Postado por Cioatto

Tênis argentino não é modinha

21 de novembro de 2008 0

Natacha Pizarenko, AP
Na Argentina, que hoje começa a disputar a final da Copa Davies contra a Espanha, o tênis não é modinha, não é coisa pela qual as pessoas se desinteressam do dia para a noite. Desde que Gillermo Villas largou as raquetes, houve planejamento na formação de novos atletas. O resultado está aí..

Enquanto o Brasil apareceu duas vezes entre os melhores com Maria Esther Bueno e Gustavo Kuerten, a Argentina sempre freqüentou a elite. Para os impedidos terem uma idéia, há oito argentinos à frente do primeiro brasileiro do ranking da ATP, que é Marcos Daniel, o número 79. E vale lembrar que, no Brasil, o segundo melhor da última geração vitoriosa é o argentino Fernando Meligeni.

Postado por Cioatto

Os jecas de Brasília

20 de novembro de 2008 2

Fazia tempo que eu não via tantas coisas cafonas ao mesmo tempo. O jogo Brasil x Portugal propiciou algumas das cenas mais jecas já mostradas na TV brasileira:

- Pelé vestido como um pai de santo com a camisa abotoada até o papo;
- Felipe Massa dando uma volta olímpica num carrinho-maca ao som do “Tema da vitória”.
- Hino do Brasil executado (sim, é o termo mais adequado) em forma de toada;
- Governador do DF aparecendo a toda hora com uma camisa da Seleção sobre uma camisa social azul;
- Todos falando “Aqui no Gama”… É a mesma coisa que dizer “na Palhoça” ou “no Recife”.
- R$ 10 milhões para fazer o amistoso em Gama, cidade que fica aos arredores de Brasília e que não tem atrativo algum. Seria coincidência ser a bese eleitoral do Arruda?;
- R$ 55 milhões de gastos de dinheiro público num estádio que será usado para jogos da Série C e do Candangão;

Postado por Cioatto

Holyfield na foto do dia

19 de novembro de 2008 1

Alessandro Della Bella, AP

A foto é da promoção da luta entre os pesos-pesados Evander Holyfield e Nikolai Valuev. O combate será em 20 de dezembro, mas o americano e o russo já tratam de vender o espetáculo junto das “cheerleaders” que normalmente acompanham este tipo de competição.

Postado por Cioatto

Sorteio da vaga ainda é possível

18 de novembro de 2008 2

Com a vitória da Chapeoense por 2 a 1, agora há pouco, continua de pé a chance de a vaga na final da Copa Santa Catarina ser decidida na moedinha. O Cidade Azul (ou Atlético Tubarão) está eliminado, e é o fiel de balança.

Para o sorteio rolar, o Joinville precisa vencer o o Cidade Azul 1 a 0, no fechamento dos jogos do grupo A. Qualquer outra vitória, por qualquer placar, dá a classificação ao JEC. Empate ou improvável vitória do time do sul, dá Chapecoense.

As chances são pequenas, mas o sorteio pode ocorrer. Em breve, este blog trará mais informações de como, quando e onde ocorreria este eventual sorteio.

Postado por Stüpp

Carta aos jogadores do Figueirense

18 de novembro de 2008 14

AVISO AOS IMPEDIDOS: A carta abaixo não tem nada a ver com a preferência destes blogueiros por um ou outro time. O que está aí veio por e-mail, de um impedido que conhece o blog.

O cara tem o mesmo nome do goleirão do Figueira: Wilson Júnior, alvinegro rachado, quer que sua mensagem chegue de algum jeito ao grupo comandado por Pintado. Fiz algumas pequenas quebras, para facilitar a leitura.

Avaianos, Jequeanos, Criciumenses, Marcilistas e os torcedores da Chapecoense, e todos de SC têm aqui um espaço democrático.

 

Carta aos jogadores do Figueirense

 Estimados jogadores, aqui quem vos escreve é um dos muitos anônimos que estão sofrendo com a situação atual do Figueirense. O propósito desta carta é passar uma noção do que temos pela frente nesses próximos 3 jogos. Talvez vocês não tenham idéia do momento que nós estamos passando… talvez vocês não estejam enxergando a luz, mas ela existe.

O Figueirense vem de 7 anos consecutivos na primeira divisão e não pode cair justo no ano em que o principal rival vem nos fazer companhia. E NÃO VAI CAIR se vocês se doarem um pouco mais em campo. Se jogarem com o coração, se entenderem a grandeza da camisa que estão defendendo. Estamos de técnico novo, que bom! Ele vai nos ajudar a procurar o melhor caminho, que ótimo!!

Mas são vocês que estarão em campo, vocês que vão suar a camisa e vocês é que vão ficar marcados como heróis ou vilões. Vocês é que sofreram ao longo do campeonato inteiro, vocês é que sabem o quanto estamos preocupados, o quanto queremos ficar. O próprio Pintado sabe disso. Em 2001, conquistamos o acesso de forma heróica com um gol do Abimael, que pode até ser um desconhecido para a grande maioria de vocês, mas que estará guardado para sempre na memória de nós torcedores, como um dos maiores de nossa história.

TRADIÇÃO

O mesmo pode acontecer com vocês, se forem os heróis que estamos precisando no momento. Em 2007, chegamos a uma final de Copa do Brasil e por muito pouco não ficamos com o título. Não foi fácil bater de frente com times da tradição de Botafogo e Fluminense, mas jogamos de igual para igual contra ambos. Alguns de vocês estiveram lá e podem se lembrar disso!! A superação veio da raça e da compreensão de cada um do quão importante era aquele passo para a história do Figueirense.

Muitos de vocês estiveram na conquista do Catarinense deste ano mesmo… mais um título que veio na vontade e que fez do Figueirense o clube mais vezes campeão do estado. Um estado que pode iniciar um novo capítulo na história do futebol brasileiro se tiver dois representantes na Série A de 2009. E este capítulo está nos pés de vocês. O que temos pela frente? Um jogo no Scarpelli contra o ameaçado Náutico.

Sejamos realistas: vocês são mais time que eles!! E estão EM CASA!! E vão conquistar essa vitória pra mostrar que não é qualquer um que bate o pé em nossa porta pra sentar no sofá, não!! Aqui quem manda é a gente… e o Náutico vai entender muito bem isso, sabem por quê??

Porque nós, torcedores, estaremos ao lado de vocês… incentivando cada jogada, aplaudindo o esforço de cada um!! Intimidando o visitante junto com vocês!! Mostrando que tradição em Série A temos nós!! E que nós é que vamos ficar!! Na seqüência, um Botafogo longe de casa.

CAMINHADA

Um Botafogo que já nos provamos sermos capazes de superar na Copa do Brasil de 2007. Não teve Maracanã lotado que nos fez baixar a cabeça. E não vai ter Engenhão. Talvez muitos de vocês nem lembrem ou nem saibam, mas foi o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, quem desdenhou do clube que hoje vocês defendem.

Querem passar por pequenos? É isso que seremos se cairmos. E isso não será bom para a carreira de vocês. Então, que marchemos como grandes ao Rio para mais uma vez impor respeito a esse Botafogo.

ÚLTIMO JOGO

E, na última rodada, tenham certeza… depois de terem vencido Náutico e Botafogo, vocês darão de frente com a maior festa, a maior corrente positiva já vista na carreira de cada um de vocês. Que venha o Inter, provavelmente despreocupado com o futuro. Se para eles, é só uma despedida antes das férias, para a gente vai ser decisão.

Vai ser o jogo em que vocês vão provar para a gente que merecem vestir essa camisa. Estar neste clube não é pouca coisa. Perguntem aos que já estiveram aí e saíram. Perguntem ao Chicão, ao André Santos, ao Cícero, ao Soares, Carlos Alberto. Se não fosse pelo Figueira, nenhum deles estaria onde estão.

Vocês sabem que não precisávamos passar por isso. Que tudo parecia fácil e que perdemos pontos de bobeira. Que vocês tinham capacidade de estar em melhor condição na tabela. Vocês sabem. Se as coisas deram errado lá atrás, se teve gente que não cooperou pelo bem do clube, paciência… tudo que temos são esses três jogos.

SER O FIGUEIRA

Tenham certeza que a salvação heróica vai ficar marcada no currículo de cada um de vocês. Vocês não estão no Figueirense, vocês SÃO esse clube hoje. E é por isso que estamos com vocês. Contem com o nosso apoio! Estaremos com vocês jogo após jogo nessas últimas 3 vitórias que estão por vir…

A energia que vocês vão receber das arquibancadas será diferente. Nós acreditamos na força do Figueira, que tantas vezes foi demonstrada nos últimos 10 anos e que agora está com vocês. Empenho é tudo o que pedimos. Para que o ano de 2009 possa ser diferente e cheio de alegria.

Para que vocês não tenham de carregar o carimbo do rebaixamento no currículo de vocês pelo restante da carreira. Pra frente, Furacão!!! NÓS ACREDITAMOS NO NOSSO FIGUEIRA!! Um forte e sincero abraço de toda a nação alvinegra. - 

 Força, FIGUEIRA! Ainda temos chances…

Postado por Stüpp

Vaga na série D por 1 centavo

17 de novembro de 2008 4


A vaga na série D do Brasileiro de 2009 pode sair bem mais barato que os R$ 100 mil que o JEC estava disposto a pagar pela vaga na Série C deste ano. E dessa vez, não tem nada a ver com tentativa de compra não.

É que uma combinação provável de resultados da Copa Santa Catarina pode levar a decisão da vaga do Grupo B para o sorteio. Isso aí, uma moedinha de um centavo pode definir o futuro do JEC no ano que vem.

Para isso ocorrer, é preciso o seguinte: a Chapecoense e o Joinville devem vencer o Cidade Azul no returno. Só que a Chapecoense precisa marcar um gol a mais que o JEC. Por exemplo: se a Chapecoense vencer por 2 a 1, e o JEC por 1 a 0, ou a Chapecoense vencer por 4 a 2, e o JEC por 3 a 1, a vaga será sorteada.

Se esses resultados ocorrerem, os dois times terão exatamente o mesmo número de pontos, de gols marcados e de saldo de gols. Como os dois confrontos diretos também terminaram empatados, o regulamento só prevê sorteio.

Como na outra Chave, o Avaí B lidera e tem grandes chances de chegar à final. Isso significa que o campeão do grupo B, automaticamente, ficará com a vaga na Série D.

O que pode fazer diferença: o JEC encara o time de Tubarão em casa, e a Chapecoense vai ao Sul do Estado. Então, teoricamente, é mais fácil para o JEC fazer um resultado mais elástico. Teoricamente

E aí: será que algum impedido paga pra ver?

Postado por Stüpp

Figueira, Pintado e o rebaixamento

17 de novembro de 2008 3

Tomara que eu esteja errado. Agora, pintou de vez o rebaixamento alvinegro. Mas pelo retrospecto recente, Pintado, o novo técnico do Figueirense, só pode mesmo mandar o Furacão para a série B. Trabalhou em quatro clubes neste ano.

Estava nos Emirados Árabes. Veio para o Ituano (SP), e fez campanha pífia. No São Caetano, pela série B, esteve à frente do time quando o Azulão esteve seriamente ameaçado de cair. Foi para o Náutico, e não conseguiu evitar a queda livre.

Que milagre faria ele pelo Figueirense? Até o ano passado, tinha comandado apenas times medianos do interior de São Paulo, que disputariam, no máximo, a série C.

A vinda de pintado, volantão do São Paulo de Telê Santana nos anos 90 (ganhou o mundial interclubes de 1992), talvez seja um sinal claro de que a diretoria quer retomar a linha de “revelação” de treinadores. Como ocorreu com Dorival Júnior, por exemplo. Como foi a oportunidade para Adilson Batista e o próprio Muricy Ramalho, hoje tops nacionais.

Talvez Pintado venha para, com calma, reconstruir o Figueira para o ano que vem. Mesmo que seja essa a intenção, não creio que seja esse o nome certo. Mesmo que o elenco deste ano seja muito fraco, que o treinador não tenha nem tempo para dar jeito, a escolha, pra mim, não faz muito sentido.

Tomara que o Pintado me dê um drible desconcertante, daqueles de cair sentado. Para o bem do futebol de SC e da nação alvinegra.

Postado por Stüpp