Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2009

Floripa sem Copa é melhor para o Figueira

31 de maio de 2009 24

Foi confirmado agorinha o que se esperava: Florianópolis não será sede da Copa do Mundo.

Do ponto de vista turístico, é péssimo para Santa Catarina. O estado, tão propagandeado como grande destino, vai ser passagem entre o RS e o PR.

Mas do ponto de vista futebolístico, é melhor, sim, para as pretensões do Figueirense, clube de futebol. Ah, talvez o investimento privado seja menor, talvez os parceiros migrem mesmo para o possante futebol do Rio Grande do Norte. Ainda assim.

PÉ NO CHÃO

E acho isso porque agora, o Figueirense vai mergulhar numa proposta mais pé no chão. Se for mesmo sair o novo Scarpellão, para 30 mil pessoas, será mais adequado.

Não tem a ver com achar ou não que o time merece um estádio padrão internacional. É pensar na execução da coisa.

Já ouvi isso de alguns torcedores: de tanto focar nesse projeto Copa 2014, esqueceram um pouco do futebol, dos jogadores.

FOCO

Só olhando para trás, dava para imaginar um Figueirense com:

Wilson, Paulo Sérgio, Chicão, Márcio Goiano e André Santos (ou Triguinho, ou Michel Bastos). Rodrigo Souto, Marquinhos Paraná, Henrique e Cícero. Edmundo e Soares. Fora o Wilson, que está por aqui todos os outros bem empregados e com destaque em seus times – tá, menos o Edmundo, que pendurou as chuteiras.

Claro que hoje o time tem valores como Lucas e Rafael Coelho. Mas, que bom seria para o alvinegro meio time desse acima citado com essa gurizada?

 

O QUE PESOU

A Fifa pesou algumas coisas que quem vive em Floripa já sabe. São pontos que a própria imprensa já tinha ressaltado. Uma delas: o acesso difícil do aeroporto ao Estádio. Realmente, um perrengue. Outro: Uma obra gigantesca para uma área relativamente pequena – onde fica o Scarpelli. E, o que eu acho bem sensato: de onde viria toda essa bufunfa a ser aplicada na Arena Florianópolis?

SOLTA O VERBO

E você, impedido? O que achou da decisão da Fifa?

 

Postado por Stüpp

Na "B", quase tudo nos eixos.

31 de maio de 2009 0

Há duas semanas, Os Impedidos botou na rede um palpitômetro de quem faria o quê na série B. Não lembra? Tá aqui ó

Já se passaram quatro rodadas. Cada time jogou em casa e fora de seus domínios duas vezes.

Olhando as duas metades da tabela de classificação, não há muita diferença do que tínhamos imaginado.

NA CABEÇA

Dos oito primeiros, seis estão naquele grupo do do nosso post. Dois quatro primeiros, dois estão lá: Vasco e Ipatinga. Erramos dois: Figueira e Portuguesa, no nosso palpitômetro, estariam nas vagas de Guarani e Brasiliense.

O que destoou no grupo de cima foi exatamente o Brasiliense, que arrancou bem e já tem três vitórias. O time da capital federal “tomou” o lugar da Ponte Preta, que ainda deve subir de produção.

Outro que eu esperava mais era o Juventude. Mas coisa anda um passo e volta dois para o time da terra da Festa da Uva.

RABEIRA

Lá para baixo, poucas surpresas também. Dos sete da metade perigosa da tabela, acertamos seis.  A surpresa é justamente o Brasiliense, que a gente tinha computado meio brigando para não cair.

Postado por Stüpp

Palpites da rodada

29 de maio de 2009 12

Agora vai…

Com a melhora de 400% da primeira aposta para a da semana passada, nosso treinador de palpites ganhou uma sobrevida no Impedidos FC (preciso bolar um distintivo para o clube).

Ele queria ser o primeiro demitido, mas o Nelsinho se apressou e pediu o boné no Sport. Falando nisso, será que o Geninho vai ser demitido do Atlético/PR nesta semana e assume o Leão pernambucano na segunda-feira?

Coritiba 1 x 1 Goiás
Essa é de lascar. O Coxa deve poupar titulares de olho na Copa do Brasil. O Goiás segue instável.

Atlético/MG 2 x 0 Santo André
Barbada. Apesar do Celso Roth, o Galo passa fácil pelo Santo André.

Botafogo 2 x 1 Sport
Vai sair a primeira vitória alvinegra no Brasileirão. Não é porque o Sport está em crise, é porque o Nelsinho saiu e o rubro-negro continuará a jogar do mesmo jeito.

o Paulo 1 x 1 Cruzeiro
Aqui pode dar qualquer coisa… por isso, aposto no empate.

Santos 1 x 0 Corinthians
O time do Neymar está concentrado só na Série A. O Timão ainda swe divide com a  Copa do Brasil. Assim, os titulares do Vagner Mancini passam pelos reservas do Mano Menezes.

Flamengo 2 x 0 Atlético/PR
Com um gol do Adriano, que vai fazer a estreia, e com o Kleberson voando baixo por causa da convocação do Dunga. E o Geninho vai terminar a rodada desempregado, quer dizer, empregado no Sport.

Vitória 0 x 1 Grêmio
O Carpeggiani me desculpe, mas ele deveria seguir como gerente do RS Futebol. Esse ano o Vitória não vai assustar ninguém, só o torcedor dele.

Náutico 0 x 1 Fluminense
Vai ser o início da derrocada timbu. O pessoal do Fluminense vai correr muito para não apanhar outra vez da torcida e para salvar a pele do Parreira.

Barueri 0 x 1 Palmeiras
Dureza… Depois do Palmeiras que vi na quinta-feira à noite, o palpite balançou. Mas va lá, o Verdão ainda é mais time que o Barueri.

Inter 3 x 0 Avaí
Barbada. Nem o mais pessimista colorado e nem oconseguir um pontinho, quanto mais vencer no Beira-rio. Torcer ainda tá valendo.

Postado por Cioatto

Dançou o primeiro

28 de maio de 2009 0

O Raul perguntou, você não acertou, peque seu banquinho...No domingo, Os Impedidos escreveram sobre quem poderia ser o primeiro treinador a perder o emprego na Série A deste ano. Os diminutivos Geninho e Nelsinho encabeçavam a lista.

E como o Nelsinho não gosta nem de perder par ou ímpar (embora perca muitas partidas), ele pediu água no Sport. Alegou que não há mais ambiente para ele trabalhar, blá, blá, blá… Tudo para não perder para o Geninho o título de primeiro demitido do Brasileirão.

Ano passado foram 27 mudanças em 12 times. Só o Figueirense trocou cinco vezes. Vamos ver se nesta temporada o pessoal permanece mais tempo no banco. Pelo menos na primeira linha, já que na segunda as coisas andam bem agitadas. A Série B já teve cinco mudanças em três rodadas. É muito. No ano passado terminou com 37.

As mudanças do ano passado:
Atlético/MG: Geninho/Alexandre Gallo/Marcelo Oliveira
Atlético/PR: Ney Franco/Roberto Fernandes/Mário Sérgio/Geninho
Botafogo: Cuca/Geninho/Ney Franco
Figueirense: Alexandre Gallo/Guilherme Macuglia/PC Gusmão/Mário Sérgio/Pintado
Fluminense: Renato Gaúcho/Cuca/Renê Simões
Goiás: Vadão/Hélio dos Anjos
Inter: Abel Braga/Tite
Ipatinga: Giba/Ricardo Drubscky/Márcio Bittencourt/Enderson Moreira
Náutico: Roberto Fernandes/Leandro Machado/Pintado/Roberto Fernandes
Portuguesa: Wagner Benazzi/Valdyr Espinosa/Estevan Soares
Santos: Leão/Cuca/Márcio Fernandes
Vasco: Antônio Lopes/Tita/Renato Gaúcho

Postado por Cioatto

Distintivo do JEC, a revelação

27 de maio de 2009 15

Novo capítulo da saga sobre o distintivo do JEC.

Na segunda-feira, publicamos a impressionante coincidência entre o emblema do Joinville Esporte Clube e do Inacreditável Futebol Clube. Muita gente não gostou, achou que estávamos debochando do JEC, mas a maioria dos quase dois mil leitores entendeu que não era isso, que se tratava apenas de publicar o que se comentava por aí.

Na terça-feira, publicamos uma parte do resultado da pesquisa que tinha como objetivo descobrir algum distintivo de clube parecido com o do JEC e também do IFC, aquele quadro do Esporte Espetacular que homenageia as jogadas bizarras da semana.

Agora vamos relevar a vocês a quem pertence o único distintivo que encontramos e que se parece com o do JEC. É o do time de futsal ITALIANS, DE ALTO ALEGRE, no interior do Rio Grande do Sul, lugar de 1.940 habitantes.

                    


O time foi fundado em 2004, mas viveu pouco tempo. A ironia é que fechou por causa dos maus resultados.

O Italians era mantido por um restaurante (italiano é claro) que funciona na cidade de Soledade. É uma famosa parada de ônibus e caminhões que funciona 24 horas na BR-386.

Segue o desafio. Será que existe por aí um clube que tenha um emblema com a mesma base que o do JEC?

 

Postado por Cioatto

Empate azedo do Figueira

26 de maio de 2009 6

Os otimistas podem falar que o pontinho conquistado fora foi importante para o Figueirense. Mas depois de estar vencendo por 2 a 0, tomar o sufoco que tomou do esforçado Ceará não deveria ser lá muito comemorado.

A precisão do ataque, nas poucas vezes em que o Figueira chegou, mostrou que o time está bem lá na frente. E o apavoro na zaga mostrou que o alvinegro ainda precisa entrosar a patota ali de trás. Principalmente quando as bolas são cruzadas, ou quando o adversário entra em diagonal.

CANSOU?
A impressão é que o Furacão cansou já no segundo tempo. A maluquice tática do Roberto Fernandes deu certo – no começo do jogo, Totó saindo machucado, e Clodoaldo entrou.

Ele deixou o Figueira num ousado 3-4-3 (ou 3-5-2, porque o Schwenk ficou como um armador pra lá de estranho). Bom, funcionou razoavelmente até o primeiro gol cearense – merecido, pela pressão que o time nordestino fez. Recorrendo ao jargão: gosta de emoção o Fernandes, hein?

Bom, Depois disso, o Figueira não viu mais a cor da bola. Bom. O Clodoaldo não viu a cor da bola o jogo todo. Nem nesse nem contra a Portuguesa.

Pessoalmente, acho que o Fernandes demorou a recompor o time no segundo tempo. Especialmente após os 2 a 0. Mas aí, vai que ele recua e o time toma os 2 a 2, e a gente aqui dizendo “era muito cedo pra recuar bla bla bla”.

É, ao menos pontuou. Com um adversário com menos qualidade, mas mais disposto. Tivesse ganho da Portuguesa em casa, o alvinegro estaria mais tranquilo agora.

SECADOR
Ainda e temporariamente no G4, o time de Floripa, que largou 100%, já não vence há dois jogos. Não é o fim do mundo. Mas que três pontos cabiam nessa bagagem de volta, cabiam.

Agora, é secar alguns adversários diretos no complemento da rodada.

Postado por Stüpp

Distintivo do JEC, um caso raríssimo

26 de maio de 2009 2

O impedido André Cassis comentou que deve ser coincidência os distintivos do JEC e do Inacreditável FC terem o mesmo formato. Assim como o André, também jogo o Cartola e percebi que lá havia o mesmo emblema à disposição.

Mas fui às pesquisas (como quem vai às compras) e descobri que o formato do distintivo do JEC é raro, raríssimo, um caso quase único, quase exclusivo. Observei na madrugada de hoje 4.228 logos de clubes brasileiros, profissionais e amadores, futebol e futsal, de todos os estados, de todas as divisões.

Encontrei muita coisa bizarra e muita cópia dos principais times do Brasil (isso vale um post separado), mas só um, além daquele do Inacreditável FC, tem o mesmo formato (idéia de concepção) do distintivo do JEC.

Não contente em vasculhar as entranhas deste Brasil, fui à Europa. Comecei a olhar as principais divisões da Alemanha, da França e da Suíça, que têm a ver com a origem de Joinville, e nada. Depois, para desencargo de consciência, vasculhei Espanha, Itália, Portugal e Inglaterra.

Não contente, fui ver até a Segundona da Hungria. E nada. O passeio por esses mais de 10.000 escudos serviu para eu descobrir que há oito times de futebol no Vaticano.

Aí parei. E sabem que só encontrei um time, e no Brasil, com o mesmo formato de distintivo?

Agora vem o desafio. Qual é o único clube do mundo (não vale o Inacreditável FC) que tem o distintivo parecido com o do JEC?

Abaixo deixo algumas coisas que capturei (tem muito mais, só não separei porque o objetivo da pesquisa era outro).

O JEC, mundo afora
Este é o Joinville, de Paris, na França.
Este é o Joinville, de Paris, na França

 

 

 

 

E este é o Juping EC, de Pingo D`Água, Minas Gerais

 

 

 

 

 

 

 

A turma dos trocadilhos:
Ex-murfs, do Rio de Janeiro

 

 

 

 

Irajax, do Irajá, também do Rio

 

 

 

 

 

 

Os bizarros
Arcenal, assim mesmo com “c”, de Porto Alegre

 

 

 

 

Elite, de Santo Ângelo (RS)

 

 

 

 

 


Saturno, de São Paulo

Postado por Cioatto

JEC, inacreditável

25 de maio de 2009 23

Qualquer semelhança é mera coincidência

A ideia foi do impedido Upiara Boschi.

Quando a fase de um time é ruim, o mundo conspira contra ele. O JEC vem amargando desempenhos recentes bem diferentes dos que teve nos primeiros anos de história.

Em 2009, o departamento de futebol profissional do clube fechou em abril, depois da não conquista do Estadual e, principalmente, da vaga na Série D.

Vejam, impedidos, se há alguma semelhança entre o distintivo montado pela Globo para o Inacreditável F.C., um quadro que mostra o que há de pior no futebol do fim de semana, e o distintivo do JEC.

Clicando aqui você pode ter uma ideia do que é i Inacreditável FC.

Postado por Cioatto

RIP - Palmeiras segue batendo mais

25 de maio de 2009 2

A rodada teve 48 cartões amarelos e 4 vermelhos. É muito. Não sei dizer se os árbitros estão mais rigorosos ou se a pancadaria anda correndo solta.

Para o grupo das “faltas leves”, a partida que mais contribuiu foi Avaí 2 x 2 Coritiba. Cada time levou cinco amarelos. Na turma dos encarnados, deu Fluminense, com duas expulsões. Em relação a semana passada não houve mudança de líder.

Ranking Impedidos da Pancadaria

Pos. Time             P      A    V
1    Palmeiras       18     12    2
2    Sport           14     14    0
3    Grêmio          13     10    1
4    Cruzeiro        12      9    1
     Avaí            12     12    0
6    Santo André     11      5    2
     Fluminense      11      5    2
8    São Paulo       11      8    1
9    Coritiba        10     10    0
10   Barueri          9      9    0
11   Goiás            8      8    0
     Santos           8      8    0
13   Inter            7      7    0
     Flamengo         7      7    0
     Atlético/MG      7      7    0
16   Atlético/PR      6      6    0
     Corinthians      6      6    0
18   Vitória          5      2    1
     Náutico          5      5    0
     Botafogo         5      5    0

P – pontos
A – amarelos
V – vermelhos

Critérios:
Cartão amarelo = 1 ponto
Cartão vermelho = 3 pontos
Desempate dado pelo número de cartões vermelhos

Postado por Cioatto

Os árbitros erraram menos, mas erraram

25 de maio de 2009 6

Na terceira rodada da Série A, os “homens de preto”, agora multi-coloridos, aprontaram menos do que na semana passada, mas mesmo assim fizeram das deles.

Foram três erros capitais que poderiam ter interferido na soma de pontos e, consequentemente, na tabela de classificação:

a) não marcaram um pênalti para o Avaí;
b) não marcaram um pênalti para o Palmeiras;
c) anularam um gol legítimo do Santo André.

Não fossem os árbitros, a classificação do Brasileiro seria essa:

1   Internacional      9   ( – )
2   Avaí               7   (+ 4)
    Náutico            7   ( – )
4   Palmeiras          6   (+ 2)
    Cruzeiro           6   ( – )
    Vitória            6   ( – )
7   Grêmio             5   (+ 1)
    Atlético/MG        5   (- 2)
9   Fluminense         4   ( – )
    Botafogo           4   (+ 2)
    Goiás              4   (+ 2)
    Santo André        4   ( – )
    Santos             4   (- 1)
    Corinthians        4   ( – )
15  Atlético/PR        3   (+ 2)
16  Barueri            2   ( – )
17  Sport              1   ( – )
    Flamengo           1   (- 3)
19  São Paulo          0   (- 1)
    Coritiba           0   (- 1)

ps1: entre parenteses, a variação em relação à pontuação real na tabela.

ps2: estamos contando os pênaltis que deveriam ter sido marcados como convertidos. A regra vai valer para todos os times.

Postado por Cioatto