Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Torcendo pelo "milésimo" gol de Túlio

27 de agosto de 2012 0

Você, assim como eu, deve ter aberto um sorriso quando viu a notícia de que o Túlio foi apresentado pelo Botafogo para fazer o milésimo gol com a camisa alvinegra. E não é ótimo isso? Túlio é um cara diferenciado. Além de ter feito gol pra caramba, é um dos jogadores mais folclóricos da história. As coletivas de imprensa dele fogem daquela coisa chata de perguntas iguais e mais chata ainda das respostas prontas dadas por 99% dos jogadores.
Lógico que as contas de Túlio estão longe de serem reais, mas e daí? Vamos nos divertir um pouco, futebol é para isso, gente. Deixem a seriedade para quem comanda os clubes, nós torcedores temos que nos divertir, sofrer e extravasar.
Túlio, quando se aposentar, deixará um vazio enorme no futebol brasileiro. Longe de ser um craque, foi (e ainda é, mesmo aos 43 anos) um artilheiro. E uma figuraça.

Dinheiro não é tudo

27 de agosto de 2012 0

Mesmo gastando quase 100 milhões de Euro nessa janela de transferências europeias, que ainda está aberta, o Paris Saint-Germain segue sem vitórias no campeonato Francês. 3 jogos com 3 empates.

Thiago Silva, Ibrahimovic e Lavezzi são alguns dos nomes de impacto que chegaram à equipe que ainda não embalou. Ontem, os parisienses ficaram no 0 a 0 contra o Bordeaux. O time está na 12ª posição no “francesão” 2012/2013 e a seis pontos de distância do líder Olympique na tabela.

 Na próxima rodada, o PSG visita o Lille, no domingo. É a chance do time treinado por Carlo Ancelotti se recuperar na competição.

Só juntar um monte de jogadores talentosos não resolve. Pelo menos até se entrosarem e pegarem conjunto. E será que o sheik, que investe a grana toda, terá paciência?

Alguém duvida desse JEC?

25 de agosto de 2012 8

Nem o mais fanático torcedor do JEC poderia imaginar que o Tricolor terminaria o turno no G4. Tá longe de voltar à elite do futebol brasileiro, só metade do caminho foi andada, mas essa terceira colocação após o 1 a 0 sobre o Goiás na virada da Segundona deixa claro que o sonho é possível. É só fazer a lição de casa, como AN mostrou recentemente.

A  Arena passa a ser agora o passaporte para a Série A, para o novo patamar do JEC que todos nesta cidade querem ver encarando Flamengo, Corinthias, Grêmio, Fluminense, Vasco, Inter, São Paulo e tantos outros. Basta vencer as partidas ali no lugar que já foi considerado mal visto por causa dos fantasmas do Ernestão. Quem vai ajudar o Tricolor nessa? Quem vai encarar até temporal de canivete para empurrar o JEC no momento que ele mais precisa?

William comemora o o gol da vitória abraçado a Maurício Ramos. Foto Leo Munhoz.



Os Brasileiros na Sul-Americana

24 de agosto de 2012 0

Após a rodada do meio de semana ficaram definidos os representantes brasileiros na Copa Sul-Americanacompetição que leva o nome de um patrocinador no meio, bem como a Copa Libertadores, algo inexplicável para mim. Os vencedores dos confrontos entre equipes tupiniquins foram São Paulo, Grêmio, Palmeiras e Atlético Goianiense.

Desses, apenas o São Paulo obteve a vaga com tranquilidade. Duas vitórias sobre o Bahia deram a classificação ao tricolor paulista. A diferença técnica entre os dois é grande. Apesar da fase do time de Ney Franco não ser das melhores. Agora, o time capitaneado por Rogério Ceni enfrentará LDU Loja(QUEEEEM?) ou Nacional do Uruguai.

O Grêmio passou trabalho. Marcou aos 45 do segundo tempo com Marcelo Moreno e eliminou o Cortiba. O primeiro jogo teve vitória do imortal tricolor por 1 a 0, em um campo que mais parecia piscina de polo aquático. Na volta, o Grêmio dormiu nos primeiros minutos do segundo tempo e viu o Coritiba abrir 3 a 1. O gol de Moreno salvou a vaga e a moral de Vanderlei Luxemburgo e seus comandados. Agora, os gaúchos pegarão Cobreloa do Chile ou Barcelona de Guayaquil(Equador) nas oitavas de final.

Passando pelo próximo desafio, o Grêmio pode cruzar com o Palmeiras. O time de Felipão também sofreu mas passou pelo Botafogo, mesmo perdendo o jogo de volta por 3 a 1 no Engenhão. Os alviverdes vem conseguindo repetir a “fórmula mata-mata” que deu certo na Copa do Brasil, visto que no Brasileirão, o time flerta com o Z-4. Luis Felipe Scolari prova, mais uma vez, ser especialista em torneios e pode ir longe na competição se mantiver essa competência. O Palmeiras enfrentará Guarani do Paraguai ou Millionarios da Colômbia na próxima fase da competição.

Quem também passou de fase mas não deve ir muito longe foi o Atlético Goianiense. No jogo dos dois últimos colocados no Brasileirão, o time enfrentou o fraco Figueirense – que não é mais treinado por Hélio dos Anjos. O resultado não poderia ser outro: dois empates por 1 a 1 e vaga para os goianos nos pênaltis. O time é fraco e não deve passar nem por Universidad Católica ou Tolima(de quem os corinthianos devem lembrar bem. Ou talvez não mais, depois do titulo continental de 2012).

A partir das quartas-de-final a competição tende a ficar mais quente com possiveis enfrentamentos entre Grêmio e Palmeiras, São Paulo e Olimpia do Paraguai ou Universidad de Chile, atual campeão da Copa Sul-Americana e Boca Juniors ou Independiente com franco favoritismo em seus cruzamentos com equipes de menor tradição.

Grêmio, Palmeiras, São Paulo ou um surpreendente Atlético Goianiense? Quem vai mais longe na Sul-Americana 2012?

Não estamos preparados para um novo Nelson Rodrigues

22 de agosto de 2012 0

Nesta quinta-feira, comemoramos 100 anos de nascimento de Nelson Rodrigues. Além de grande dramaturgo e escritor, Nelson pode ser considerado como o mais cultuado comentarista esportivo do Brasil.
Nelson é um gênio que hoje seria incompreendido. Adorava ser contestado, mas atualmente seria execrado pela opinião “pública”. A patrulha do politicamente correto, que é bem vigilante, não o deixaria em paz. Mesmo ele adorando que o contestassem, talvez não tivesse saco para este tipo de gente. Talvez pelo discurso pronto ou até mesmo pela pobreza dos argumentos.
Nelson defendeu que toda a unanimidade é burra. Mas pensando que, para ser contra alguma coisa, é preciso defender o que pensa usando também o coração. Nem sempre ser politicamente correto nos faz seguir o que acreditamos.
Acho que não estamos preparados para um novo Nelson Rodrigues. Infelizmente.

Abaixo, um vídeo com uma das crônicas mais famosas de Nelson Rodrigues, sobre o Fla-Flu de 1969 que deu o título estadual ao tricolor

Janela de Agosto

22 de agosto de 2012 0

Antes de começar esse post, quero pedir minhas sinceras desculpas pela ausência nesse blog. Não darei aqui desculpas disso ou daquilo. Sumi e ponto. Prometo agora voltar.

Vamos ao que interessa:

Reproduzo aqui um assunto abordado pelo colega blogueiro Luiz Zini Pires do Bola Dividida: as transferências de brasileiros para a Europa diminuiu. E muito.

A crise econômica do velho continente é o principal motivo dessa queda.

Pires entrevistou o empresário Jorge Machado, um dos maiores do futebol brasileiro. Aqui ele explica a dramática perda de mercado.

Os brasileiros perderam valor?

Jorge Machado – A crise econômica na Europa é grave. Observe o Oscar. Quem o comprou por um alto preço foi um clube (Chelsea) que é de um bilionário russo. Foi um negócio pontual.

Uma oferta assim foge da média?

Machado – Sim, escapa. Fiz dois grandes negócios (Mário Fernandes e Rômulo), com times da Rússia. Há outros mercados abertos, mas é preciso trabalhar duro todos os dias.

O que tranca os negócios?

Machado – Hoje, um salário mensal de 250 mil euros (R$ 623 mil) é normal no Brasil. Mas é irreal. Não sei até quando os nossos clubes poderão pagar. Os europeus até fazem a oferta, dinheiro bom. Mas quando notam o alto valor do salário, recuam e desistem. O jogador top já recebe como europeu no Brasil. Só não sei até quando…

A janela de transferências da Europa se encerra em 9 dias.

Em 2008, 47 brasileiros foram negociados com Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França.

Em 2011, o número caiu para 24.

Em 2012, deve diminuir ainda mais.

Fica a questão levantada por Machado: Até quando os clubes brasileiros conseguirão bancar 300, 400 até 500 mil reais mensais para boleiros?

Adriano: um talento desperdiçado

21 de agosto de 2012 0

Foto: Maurício Val, Vipcomm

Adriano é um risco desnecessário ao Flamengo. O time vem engrenando, no que parece ser uma melhora no padrão tático e, principalmente, disciplinar. A chegada do Imperador pode comprometer o grupo. Nos últimos anos, o número que ele carrega na camisa pode ser substituído por uma interrogação.
O que é uma pena. Adriano é um talento desperdiçado. Tinha tudo para ser um dos melhores atacantes do mundo (muito melhor que Ibrahimovic e Van Persie, por exemplo), mas não conseguiu. Problema psicológico? Pode ser. Falta de vontade? Também. Não se acostumou com a fama? Acho que não, o problema dele é não conseguir suportar a responsabilidade que carrega. Para ele voltar a ser aquele jogador que todos esperam, basta ele querer. E, ultimamente, parece que ele não quer.
Eu torço pelo Adriano. Por mais contraditório que possa ser, não o contrataria para o meu time.

Tite também fala muito

20 de agosto de 2012 0

Foto: Eduardo di Baia, AP

Tite tem muitos méritos. Conseguiu ser campeão da Libertadores com um time sem estrelas, formando um conjunto forte e comprometido. Mas também diz bobagens. Como a que ele falou sobre Neymar, dizendo que o craque do Santos é mau exemplo porque se joga demais.
Sim, Neymar se joga demais. E também apanha demais. Mas Neymar não é caso isolado no futebol brasileiro, que criou a fama de querer cavar falta, pênalti e/ou cartão. Tite tem no elenco o Douglas, que também tentou simular uma falta no clássico de domingo, fingindo ter sido atingido no rosto.
Tite, não fale muito. Deixe esse assunto do Neymar pro Muricy Ramalho – e o Santos -, resolverem

Eduardo Di Baia

Os líderes tropeçaram... E daí?

17 de agosto de 2012 0

Ao  contrário das rodadas anteriores, os top 4 da Série A não foram nada bem na rodada. Todos contaram com a sorte de.os principais concorrentes do momento também terem ido mal. Assim, na rodada que começa amanhã, a última antes da dos clássicos, Galo, Vasco, Flu e Grêmio terão a chance de provar que os ocorridos do meio de semana não passaram de uma dor de barriga…

Ney Franco não foge da raia

16 de agosto de 2012 0

Foto: Luis Pires, Vipcomm

Alguém acompanhou a entrevista do técnico Ney Franco, na quarta-feira, depois da derrota do São Paulo para o Náutico? Quem não viu, confere no Globoesporte.com.
Esta é a frase que mais me chamou a atenção. “O momento não é de vergonha, com certeza. A gente não está fazendo nada errado. Não fazemos parte do mensalão, não estamos roubando ninguém. Estamos todos os dias no CT, tentando fazer ajustes no time, e podemos sair na rua de cabeça erguida. Estamos tentando honrar a camisa do São Paulo, mas o momento é de turbulência.”
Ney Franco é um dos símbolos da nova geração de técnicos, que eu torço que dê muito certo. Espero apenas que nossa cultura de limar treinadores não acabe com a carreira de pessoas como ele.