Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Técnico"

O melhor técnico de SC no maior clube de SC

08 de março de 2014 77
"É uma equipe grande do futebol catarinense e brasileiro. Eu teria de aceitar". Pingo

“É uma equipe grande do futebol catarinense e brasileiro. Eu teria de aceitar”. Pingo

Eis que o Avaí acaba de apagar mais uma de suas fogueiras artificialmente fabricadas. Paulo Turra, um equívoco desde sempre, já não é mais o técnico do Leão da Ilha. Amarelou no clássico, não acrescentou nada ao time, teve 0% de aproveitamento e “queimou” o elenco em todas as coletivas que deu. Fim.

Em meio ao turbilhão estrutural, a boa nova é a chegada do competente Pingo, aquele mesmo do Brusque que proíbe seus jogadores de darem chutões à esmo. É profissional, gosta do futebol bem jogado e prova ser macho para assumir esse Avaí. Sem medo de errar, é o melhor técnico de SC no Maior clube de SC.

Temos que afastar a ameaça do rebaixamento e encarar a série B. Se os cartolas ajudarem acertando os salários e o elenco corresponder em campo, muita coisa boa pode estar a caminho da Ressacada. Equação fechada. Foto Diplomata FM

Todo mundo de olho nos boleiros ● Atualização domingo 10h

Pingo só teve um dia para treinar a equipe que enfrenta o Marcílio Dias. Então nem precisa dizer que o foco de nossas atenções se voltam imediatamente para os jogadores que até agora se negaram a tocar na bola. Se havia uma “greve branca” por conta das pendências salariais – que precisa de uma solução da diretoria – saibam que os torcedores não aceitarão mais essa postura pré-perdedora.

Hoje não é o técnico que estará sendo julgado, mas o time. Não se aceita menos que uma disposição coletiva para a vitória. Se fora do gramado as coisas ainda estão embaçadas, se as promessas não estão sendo cumpridas, não compareçam aos treinos, esculachem na imprensa, mas quando a bola rolar, sejam profissionais com vergonha na cara. Porque de artistas estamos fartos e cheios.

Vamos cantar, vamos relaxar, vamos ser felizes

07 de março de 2014 83
Frases de Paulo Turra após a derrota de ontem para os colonos do Oeste.

Frases do professor 100% negativo após a derrota de ontem para os colonos do Oeste.

Se após a sua terceira derrota consecutiva o técnico do time está relaxado, não seremos nós torcedores que arrancaremos os cabelos em crise de desespero!

E se o Avaí já é o lanterna isolado do hexagonal com uma diretoria mais parada que água de poço e confiante que no final vai dar tudo certo, não vamos nos preocupar!

Junte-se aos cartolas e boleiros avaianos nesse estado de nirvana coletivo e cante animadamente porque está tudo sob controle: ♫ Nesse ano quero paz no meu coração ♪ Quem quiser ser meu amigo que me dê a mão ♫ Bis

Avaí é hexa antes da seleção brasileira

24 de fevereiro de 2014 67
Mais uma chinelada de um adversário inferior, mas um pentelhésimo mais organizado.

Decepção do torcedor após outra derrota fatal em casa. Foto Jamira Furlani AFC

A estreia de Paulo Turra não poderia ter sido mais infeliz. Depois de amarelar para o clássico, o novo técnico do Avaí seguiu a cartilha de seus últimos antecessores. Saiu na frente, ficou apavorado, se encolheu diante de um adversário com mais tesão, tomou a virada e acumulou outro fracasso dentro de casa.

Com uma rodada de antecedência o Leão da Ilha carimba seu passaporte para o hexagonal da morte sem poder reclamar de nada. Foram cinco derrotas em oito jogos, sendo três delas em plena Ressacada. O desafio agora é usar essa fase indesejada do campeonato para fazer um grupo desnorteado parecer um time.

Isso depois que se garantir na primeira divisão do Catarinense de 2015.

Avaí sem mistérios encara os colonos do Oeste

22 de fevereiro de 2014 66
Eduardo e M10 assistindo o clássico na arquibancada. Só o Avaí tem jogadores-torcedores.

Eduardo e M10 assistindo o clássico na arquibancada. Só o Avaí tem jogadores-torcedores.

Paulo Turra sabe que está em dívida com o Avaí. Ter amarelado para o clássico é daqueles “cartões de visitas” que queima qualquer técnico junto ao torcedor. Talvez por ter consciência que já atingiu o limite de elasticidade sacal de todo mundo, Turra impôs trabalhos em dois turnos, treinos abertos para a imprensa e nenhum mistério em relação time que enfrenta a Colonense amanhã na Ressacada.

Sem Eduardo Costa e Marquinhos, suspensos, o novo professor adiantou que o time muda para o 4-4-2 com o meio de campo formado por Revson, Tinga, Diego Jardel e Cleber Santana, e o ataque com Roberto e Paulo Sérgio. Já a equipe do Oeste vem com seus jogadores nacionalmente conhecidos, responsáveis pela campanha maravilhosa no campeonato. Não pera. Se vencer, o Avaí passa os colonos?

Leão e Índio, aquele abraço fraternal ● Atualização Dom 10h

O novo técnico avaiano teve seis dias para conhecer os nomes dos jogadores, implantar sua filosofia e treinar aquilo que considera ser o melhor formato de jogo. Como bom zagueiro que foi e seguindo a “escola” brasileira de estratégia, está dando prioridade à socialização da marcação: todo mundo pegando junto.

A Colonense é um bom teste para que possamos azeitar a máquina. Time fraco, desmobilizado, só pensando nas cotas da série A, deve ser uma presa fácil. A partida acontece às 18h30, com o Avaí já sabendo o que quer do campeonato. Periga morrerem abraçados na praia, indo para a última rodada cumprindo tabela.

Que o mago Nunes esteja certo

13 de fevereiro de 2014 71
Se os feitiços de Emerson Nunes não derem certo hoje, prepara que Dumbledore assume a vaga.

Se a magia de Emerson Nunes não der certo, prepara que Gandalf assume a bagaça.

Depois de comandar treinos fechados e esconder a escalação da equipe, o técnico Emerson Nunes dá toda pinta de que lançará mão de três volantes para enfrentar o não muito poderoso Brusque. Também há pistas de que mais uma vez Marquinhos, craque e capitão da equipe, será mantido no banco de reservas. Fechando o pacote de novidades, o novo sistema tático passa a funcionar com dois atacantes (Roberto e Betinho). Seja o que Deus quiser. Ao longo do dia atualizaremos esse post.

Moribundo não é morto ● Atualização 11h

Há quem acredite que a situação do Avaí teve uma sensível piora após os resultados que abriram a sexta rodada do Campeonato Catarinense. Considero Emerson Nunes e cia moribundos desde a derrota para o JEC em plena Ressacada.

Perder em casa para um adversário direto e daquela maneira teatral, foi o prenúncio do adeus. Mas moribundo não é morto, o que precisa se confirmar hoje a noite contra o lanterna Brusque, numa vitória que manterá acesa a tímida luz da esperança para o 17° caneco estadual.

Que coisa medonha, seo Emerson

03 de fevereiro de 2014 39
Chega de analfabetismo esportivo. o Avaí tem que lutar sempre pela vitória. Foto Jamira Furlani-Avaí FC

Chega de analfabetismo esportivo. Lutar pela vitória SEMPRE. Foto Jamira Furlani – AFC

É claro que a derrota do Avaí no último sábado não sairia barato. Num esporte de alto investimento e sem margem para erros, não se aceita a forma infantil como os três pontos nos escapuliram por entre os dedos.

Emerson Nunes é o foco das atenções, já que não parece ciente sobre o tamanho do Leão da Ilha. Com todo respeito, não se concebe um Avaí amedrontado e abarrotado de volantes para enfrentar o Marcílio Dias.

Pior que isso só o tom de passividade das suas palavras após a partida. Estamos sem comando? O desafio é provar que sua escolha não foi apenas uma aposta de emergência. Que coisa medonha, seo Emerson! Coluna de hoje no DC

Novo lateral, novo técnico, nova camisa

19 de dezembro de 2013 35
Enquanto o novo manto sagrado não chega, a gente brinca de pensar grande.

Enquanto o novo manto não chega, a gente ensaia um Avaí mais bonitão na foto.

Estes últimos dias de 2013 também  têm sido de tensão para o torcedor avaiano. Com apenas uma contratação anunciada, o lateral direito Bocão do Brasiliense, os holofotes viraram para a efetivação do auxiliar técnico Emerson Nunes como o novo comandante do Avaí para a temporada 2014.

Sejamos sinceros, Emerson não foi um técnico planejado, mas aquele que coube no orçamento apertado e que conhecia o Avaí e a sua realidade. Braço direito de Hemerson Maria, Mauro Ovelha, Sérgio Soares, Argel Fucks e Ricardinho, espero que não tenha caído de amores pelo estilo retranca-forever desses senhores.

Fora isso, o lado ameno desse restolho de ano é a expectativa pelo anúncio do novo fornecedor de material esportivo do Maior de SC. Já estava na hora. Dizem os fofoqueiros têxteis que Fila, Umbro e Puma estão na parada, mas seja qual for a marca escolhida, esperamos que não inventem bobajadas com o manto sagrado avaiano. Faz o simples que não tem erro.

Avaí estica o pé conforme o cobertor

18 de dezembro de 2013 40
Sem inventar moda, o negócio é buscar as soluções no quintal de casa. Foto Avaí FC

Sem inventar moda, o negócio é buscar as soluções no quintal de casa. Foto Avaí FC

Após o constrangimento de ter anunciado Sidney Morais no dia de sua posse, tudo leva a crer que Nilton Macedo não não quer unir o inútil ao desagradável. Se os profissionais do mercado estão caros demais e ainda ameaçam sair fora com o bonde andando, nada mais seguro que se optar pelas soluções caseiras. Chega de saias-justas, apostas em treinadores-aposta e cabeças de bagre à peso de ouro.

Se o novo presidente recebe o legado de um clube descapitalizado e agora sendo evitado até por profissionais meia-boca, é normal aumentarem as expectativas de que o auxiliar Emerson Nunes assuma o comando técnico do Maior de SC. Antes a jovem promessa avaiana que Argel Fucks, Vágner Benazzi ou Toninho Cecílio.

E tem outra. Aproveitando que a grana está curta, acabou aquela palhaça de pré-temporada na Serra Gaúcha, em Orleans ou no quinto dos infernos. Se essa penca de boleiros que ainda nem foi contratada quer moleza, que vão tudo sentar num pudim Royal. Em 2014 os trabalhos começam e terminam nos tapetes verdes do Sul da Ilha. Não tem mais essa de hotelzinho cinco estrelas, babação de ovo de prefeitos e birinights com donzelas de outras cidades. Agora é trabalho, cacalhada!

Adeus para a nova quase-contratação do Avaí

17 de dezembro de 2013 39
Vamos e venhamos, o Sidão não era assim um Guardiola. Foto Marcos Ribolli GE

Vamos e venhamos, Sidão nem era assim um Pep Guardiola. Foto Marcos Ribolli GE

Mas o que diabos vou escrever no dia de hoje? Essa foi a pergunta ao sentar na frente do computador para comentar o “grande” acontecimento da hora pelos lados do Avaí. Após ser soprado que a diretoria conversava com Riquelme, e mais depois afirmar ter fechado a vinda de Tinga, Marquinhos Paraná e Jobson, ontem foi a vez do técnico Sidney Morais dar meia-volta para longe da Ressacada.

Contrato assinado já tinha, mas com uma cláusula de liberdade que permitia clube e treinador darem adeus um ao outro na hora que bem entendessem. O problema é que ao que parece a situação financeira do Avaí é grave, o que afasta os boleiros da ilha e permite o assédio de qualquer Ponte Preta da vida. Se dinheiro na mão é vendaval, meus amigos, lá se foi mais uma nova quase-contratação do Leão.

Que fique claro que Sydney não fez nada de ilegal. Respeitou o contrato e fez uma opção que lhe pareceu mais apetitosa. E de mais a mais, vamos combinar, o moço vindo do Icasa estava longe de ser um técnico reconhecido pelo mercado. Era e é uma aposta, então se for para “jogar dados”, efetive-se logo o auxiliar técnico Emerson Nunes que pelo menos é da casa. Que fase, meus amigos!

Avaí tem novo técnico

06 de dezembro de 2013 34
Do Icasa para a nossa casa, a bela Ressacada.

Se aposta ou jovem valor, depois saberemos. Bem-vindo, Sidney! Foto Marcos Ribolli

Sidney Moraes deve ser confirmado como o novo técnico do Avaí para a temporada 2014. Pelo menos é isso que deve acontecer após a conversa noturna de ontem entre o ex-técnico do Icasa com Julio Rodinelli e Chico Lins.

Sidney tem 36 anos e iniciou sua carreira como treinador em 2012 no Boa Esporte e nesta temporada levou o Icasa ao 5° lugar na série B. Jovem promessa e com um salário que não deve passar dos R$30 mil, se encaixa como uma luva nas intenções e possibilidades do Leão da Ilha. Desde já, boa sorte ao gurizão.

O Profeta Istepô da rodada ● 12h

Com os resultados dos quatro times do Estado na última rodada série B, por aproximação o leitor Rafael de Joinville levou as duas camisetas da promoção do blog. O e-mail de contato já foi enviado e ficamos no aguardo de sua resposta para que os prêmios possam ser remetidos pelos Correios. E quem sabe amanhã (ou no mais tardar segunda-feira) cumprirei a sentença de postar aqui uma foto vestindo o paninho do Cavalo Paraguaio.
…. OFICIAL ………………. RAFAEL
AVA 1×0 BOA …………. AVA 1×1 BOA
CHA 1×0 PAL …………. CHA 1×0 PAL
CEA 0×3 JEC ………….. CEA 1×2 JEC
BRA 1×1 FIG …………… BRA 2×2 FIG

Fumacinha desgraçada de lenta, essa da Ressacada

14 de março de 2013 36

Francisco, o novo Papa "hecho en Argentina". Montagem em foto da Associated Press.

O conclave para escolha do Papa começou coladinho com a demissão de Sérgio Soares. O prazo para os cardeais escolherem o novo pontífice era de 30 dias, já para o novo técnico do Avaí, no máximo dois. Pois “o cara” dos católicos, o arrentino Jorge Mario Bergoglio, foi anunciado ontem e nada do Maior de SC ter um comandante confirmado.

Silas continua sendo o plano A, mas os pretrodólares do Qatar devem ter lhe subido ao cucuruto e agora está pedindo uma “baba” para treinar Marquinhos e cia. E na falta de ter quem anunciar, a lenda do retorno de Cleber Santana volta para o menu das fofocas diárias. Se vier, já disse antes e repito agora, o Avaí vira uma seleção.

Voltando para o mundo real, domingo vamos de Emerson Nunes à beira do gramado. Periga manter-se “interino por tempo indeterminado” em caso de um bom resultado. Além de ser mais em conta, esse foi um dos ingredientes mágicos para o título de 2012.

Independente de esoterismos baratos, o fato é que Júlio Rondinelli e João Zunino precisam arregaçar as mangas e acabar com essa novela de pouca audiência. O Papa já está na labuta, orando pela Argentina na Copa de 2014, e a gente aqui na Ilha ainda esperando um técnico que dê o ar de sua graça. Isso não tem graça!

O lento conclave do Avaí

13 de março de 2013 28

A ideia da imagem pertence ao avaiano @deividyavai. Montagem sobre foto Avaí FC.

Não gosto das coisas feitas às pressas, mas depois de dois dias da demissão de Sérgio Soares, a “fumaça branca” do novo técnico do Avaí já demorou a surgir na Ressacada. Imaginei que desde o empate com do Guarani já se teria dois ou três nomes alinhavados, mas parece que as mangas só foram arregaçadas no domingo do adeus ao ex-treinador.

O torcedor avaiano sabe que as ações dos dirigentes azurras geralmente se dão em ritmo de cágado, mas para uma função tão importante como essa, acreditava-se que o anúncio se daria em no máximo 24h. Doce ilusão, mas o clube trabalha para confirmar Silas ou, na pior das hipóteses, outro profissional de competência reconhecida.

Esperamos que não seja uma aposta ou outra escolha atabalhoada como em oportunidades recentes. É preciso aproveitar o mau momento interno de Criciúma e Joinville, que estão virados num caos, para se reorganizar com agilidade e garantir vaga no G4. Chega de “pegadinhas” com o Maior de SC. O 17° caneco é logo ali.

Sérgio Soares é o novo técnico do Avaí

07 de dezembro de 2012 5

O torcedor sonhou com René Simões, teve pesadelos com Paulo Turra, Roberto Cavalo e Márcio Goiano, e acordou com Sérgio Soares. Diria que foi uma escolha meio termo entre os extremos especulados nos últimos dias. Poderia ter sido bem pior.

Foi ele o técnico do Santo André na 4ª posição no Paulista de 2005 e conquista do acesso em 2008. Em 2010 ficou na 5ª com o Atlético-PR na Séria A. Depois disso não obteve maior destaque no interior paulista e no Cerezo Osaka, seu último clube até agosto passado.

Treinador linha dura, está num nível salarial médio e é dele a missão de colocar algo parecido com sistema de jogo para o que sobrou do elenco. Apesar de não ser uma aposta radical, até provem contrário, é a cara do profissional pretendido pela diretoria avaiana.

Tem culpa o Argel?

25 de outubro de 2012 10

Embora seja consenso entre os torcedores avaianos que Argel Fucks não era – e não é – o técnico que deveria ter assumido o Avaí quando a “vaca” já intencionava ir para o brejo da série B, ninguém é tão leviano a ponto de considerá-lo o grande culpado por essa situação.

Além de ter chegado “depois dos fogos”, ainda lhe tiraram o maestro do time – aquele que está salvando o Flamengo, não tem? – e o último remanescente de uma zaga de nível de série A. Jogaram Jeferson Maranhão e Fred no colo do coitado e disseram em alto e bom som: “Te vira”. Vamos e venhamos, não foi algo animador para o nosso estimado projeto de treinador.

Se querem culpar alguém, que culpem aqueles que conseguiram enxergar no gaúcho de Santa Rosa um treinador mais qualificado que Hemerson Maria.

Avaí, de primeira

12 de setembro de 2012 3

Foi a 11ª vitória na série B em 24 jogos disputados. No rescaldo da vitória de ontem sobre o Ipatinga o Avaí ganhou uma posição na tabela – agora é o 9° colocado com 37 pontos – e está à seis do G4. Já foi pior, mas nada que serene a ansiedade do torcedor avaiano.

Para quem precisa de um sprint final para estas últimas 14 rodadas, a desarrumação da equipe de Maria inspira cuidados. Mais que cuidados, na verdade um choque de “E ae, vai demorar muito pr’esse motor pegar? Tá precisando de uma chupeta, meu filho?”.

E por falar em arranque, Wagner Diniz, Julinho, Pirão, Thiesen, Camilo, Felipe Alves, Laércio e Ricardo Jesus devem estar com seus motores “afogados”. O tempo passa, as rodadas minguam e Maria não consegue tirar o máximo dessa rapaziada.

Ou será que já tirou tudo que podia e a gente não sabe? Os adversários começaram a voar em campo enquanto ontem os meninos do Carianos tiraram uma soneca. Assim, não. E sobre a lesão de Cleber Santana, não foi fratura, mas apenas uma pancada forte. É muita tensão para um coração só, vamos combinar.

Tem culpa o Hemerson Maria?

09 de setembro de 2012 3

Fotos site Avaí FC

Após a derrota de ontem do Avaí diante do Joinville o ânimo do torcedor foi parar no chinelo. O distanciamento do G4, que já era grande, se tornou quase um abismo se levarmos em consideração o desempenho da equipe em todo o campeonato. Para merecer o acesso, daqui pra frente o Avaí terá que ter um aproveitamento de campeão.

Mas o que me chama a atenção é a miopia de alguns comentários avaianos nas últimas 24h em buscar culpados onde eles não existem. Se na rodada anterior foi Diogo Orlando, ontem o “Cristo” foi Hemerson Maria.

Já comentei que às vezes torcemos mais por Maria que pelo próprio clube, mas esse não é o caso atual. O técnico acertou em cheio desde a escalação dos titulares até a armação da equipe que buscou o gol todos os 90min. Ontem o Avaí só não fez uma goleada histórica porque não tem um atacante decente em seu elenco. E são oito na folha de pagamento.

A época dos milagres marianos chegou ao fim e agora é a vez desses barbados justificarem suas contratações. O que o Avaí precisa é de atacantes matadores, com faro e competência para o gol. Temos? Não, não temos. Então te vira, Maria! Dá dó.