Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Acesso"

Um novo plano para Hemerson Maria

29 de julho de 2014 46
maria

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Quem acompanhava nosso trabalho no MeuJoinville vai recordar que cobrávamos a profissionalização do departamento de futebol, batemos muito nessa tecla desde 2012, até que no final da temporada passada César Sampaio foi apresentado e devemos admitir que um grande trabalho vem sendo realizado, dadas as condições financeiras atuais. Recordo-me que uma das primeiras definições foi a utilização da mesma formação desde o profissional até todas categorias base, justamente para que a garotada se adapte a esta condição e tenha melhor desempenho ao chegar no time principal, o que nos faz ter certeza que tudo isso faz parte de um planejamento e por isso não haverá intenção de promover mudanças tão cedo.

Falávamos aqui após a Copa do Mundo sobre a formação tática 4-3-3, na qual muito clubes brasileiros vem utilizando e até mesmo a própria seleção brasileira. Confesso que nunca fui muito adepto deste esquema de jogo, mas isso é apenas uma questão de opinião, pois esquema tático você pode até ter o seu preferido, mas só poderá utilizá-lo se tiver as peças certas e conseguir validá-lo no dia a dia e nos jogos. Maria tem conseguido levar este esquema adiante, foi assim durante todo o estadual e até o momento no campeonato nacional, e não podemos negar que tem obtido bons resultados. O fato é que hoje não há mais bobo no futebol (talvez só o Felipão), e anular uma forma de jogo manjada já não é mais um problema para os adversários. Despois de alguns jogos, todo mundo sabe como cada adversário joga. Treinadores com um mínimo de competência preparam seus times de formas diferentes para cada jogo. É claro que não precisamos mudar tudo aquilo que tem sido feito até aqui. Penso que podemos continuar com o 4-3-3, mas precisamos urgentemente de um plano B e de fácil adaptação, para que possamos nos desvencilhar das situações adversas que já aconteceram e que inevitavelmente voltarão a acontecer.

Obviamente que chegar aqui e dizer que é necessário uma formação alternativa é muito fácil, e por isso nem ousarei arriscar um palpite tático, até por que, para isso é preciso saber exatamente o que se tem em mãos. O que queremos, é que Hemerson enxergue que um novo plano se faz necessário e busque isso no dia a dia. Até por que treinador vive de resultados e para isso é preciso fazer acontecer dentro de campo, mesmo que por algum momento seja preciso fugir do que se pensou inicialmente. Se para isso for preciso alterar algo mais em relação ao planejamento inicial do clube (novas contratações?), o assunto precisa ser discutido o quanto antes. Afinal, cada três pontos conquistados terão muito mais valor do que qualquer diretriz superior que esteja limitando alternativas táticas. O que não pode é repetir o ano passado e, por falta de opção tática, deixar escapar pontos preciosos perdendo pra timinhos, principalmente dentro de casa. Isso já aconteceu na última rodada e não pode se repetir.

A MAIOR FESTA DA HISTÓRIA

06 de abril de 2014 35

torcida

Confiantes! Essa é a palavra que descreve toda a população da maior cidade de Santa Catarina. Os ingressos começaram a ser vendidos na quinta feira às 10 horas da manhã e antes mesmo do dia clarear já haviam filas e mais filas nos pontos de venda. Por questões éticas não foi comercializado todo o lote no mesmo dia e neste sábado ainda foi possível conseguir alguma coisa, mas agora acabou e muita gente terá de ficar do lado de fora do estádio.

Ouvi alguns comentários por aí, que alguns torcedores estão preparando uma grande recepção aos jogadores e um imenso corredor de fumaça tricolor será formado na rua Inácio Bastos até a entrada da Arena. Dizem ainda que lá dentro serão distribuídos 1 Tonelada de Papeis para fazer uma grande festa no momento em que os jogadores entrarem em campo.

Impossível não se empolgar, devo dizer que mesmo tendo que decidir lá na capital, este é o momento mais real de conquista do titulo nestes 13 anos que se passaram. Toda Joinville sentiu isso e a mobilização começou desde as primeiras horas da manhã. Vou dizer! Nesses mais de 15 anos acompanhando o Joinville Esporte Clube, nunca vi clube algum suportar tal mobilização da maior torcida do estado.  Que assim seja! #partiuArena

Para Seguir Forte!

10 de novembro de 2013 23

Duas vagas e oito times rigorosamente na disputa, isso tudo faltando apenas 4 rodadas para o fim da competição e de agora em diante quem errar menos será premiado com o acesso. O equilíbrio desta série B está tão intenso, que muito provavelmente a ultima vaga será decidida no saldo de gols e nos acréscimos da 38° rodada. Não há como prever, as simulações já não tranquilizam torcida alguma, ou alguém aqui imaginava que os resultados da rodada deste final de semana ressuscitariam Figueirense e Ceará? Da mesma forma que Sport de Recife não está garantido por ter 3 pontos de vantagem em relação ao 4°, o Paraná Clube, mesmo estando em 10° ainda segue vivo.

A derrota de sábado para o Palmeiras é daquelas que nos faz somente lamentar, ninguém está indignado por ter perdido na casa de um dos maiores clubes do País. Tudo bem que Sérgio Ramirez não extraiu o melhor da equipe, as mudanças não condisseram com os últimos resultados obtidos. Futebol é confiança e nestes momentos decisivos aquele que mudar menos, chegará mais.

Terça (12), o adversário será o Oeste, obviamente que a grande massa tricolor comparecerá em peso, como sempre foi e como sempre será. Uma vitória não nos dará o acesso, mas nos manterá no pelotão que segue e caso ela se confirme, é hora de pegar a estrada novamente , desta vez rumo a São Caetano, até por que, está mais do que provado, que nessas horas, quem tiver o apoio de uma grande torcida, será muito mais forte e vamos ser sinceros, em Santa Catarina essa força só nós temos!

Três vagas em aberto

06 de novembro de 2013 39

A Chapecoense parece estar querendo surpreender a todos novamente. Depois de uma campanha majestosa durante toda a série B e tendo seu acesso garantido por praticamente todos comentaristas esportivos do país, o clube do oeste catarinense parece  contrariar a lógica futebolística, outra vez!

Nem o povo de Chapecó e nem o povo de Arapiraca se arriscaria dizer que o time verde do oeste ficaria na ponta da tabela durante do a competição. Essa condição prova definitivamente que com uma gestão inteligente e contratações pontuais é possível obter resultados expressivos, e é exatamente isso que tem acontecido com a Associação Chapecoense de Futebol na temporada 2013. Porém, nada está garantido, ainda mais com o empate de ontem diante do América/RN em plena Arena Condá, o sexto consecutivo.

Essa falta de gás da Chapecoense e principalmente a não vitória no jogo de ontem, abriu uma nova possibilidade de acessos aos clubes que vem logo atrás, que até então lutavam por duas vagas. Uma combinação comum de resultados pode fazer com que ao final da ultima rodada, o Verdão de Chapecó esteja pela primeira vez fora do G4. Posição que tem tudo para ser ocupada pelo clube de maior torcida em Santa Catarina. #FORÇAmeuJEC

chape

Inferno Tricolor

04 de novembro de 2013 51
média de publico

Dados coletados do site srgoool.com.br

Se na temporada 2012 o Joinville Esporte Clube obteve média de 9.400 torcedores por jogo, foi o quarto clube do sul do país com melhor média e sofreu somente uma derrota diante de sua imensa torcida, em 2013 não se pode dizer o mesmo. Até o momento a média de publico tricolor é de 8.751 tricolores, com 5 derrotas sofridas na Arena. Sabe-se que a quebra desta supremacia está atrelada a muitos fatores internos e que os únicos que podem ser isentados da culpa, são os torcedores e prova disso, é que mesmo diante de tudo que aconteceu, ainda se mantém entre 4 times que mais mobilizam torcida ao estádio durante toda a série B. Nenhuma novidade, pelo menos para nós!

O fato é que com a casa em ordem, e com reais chances de acesso, a torcida tricolor voltará com força total a sua real condição. E para isso, uma grande mobilização se faz para o confronto diante do Palmeiras, espera-se que pelo menos 4 ônibus, várias Vans e dezenas de carros se desloquem com destino ao Pacaembu para apoiar o tricolor.  Sabe-se que qualquer ponto vindo de lá nos deixará ainda mais vivos na competição e para os dois jogos restantes, tornará a Arena um verdadeiro inferno, Preto, Branco e Vermelho!

A Saga do Coelho (Parte II)

03 de novembro de 2013 43

A rodada está encerrada (e essa semana tem gente que vai dormir joelhos). Com o término, o Joinville definitivamente está colado no G4 separado por somente 1 ponto. E agora é hora de voltar aquela condição de que o jogo mais importante é o próximo, seja quem for.

É inegável que esta sequencia de bons resultados é fruto de uma imensa injeção de animo, daquelas que só o Sérgio Ramirez tem fórmula. A pegada é outra, a vontade é imensa e o mais importante, todos creem que apesar de tudo, o acesso ainda é absolutamente possível, e o que nos faz acreditar de verdade, é um passado recente. Quem não se recorda da grande campanha tricolor em 2011, que culminou no acesso mais festejado da história de Santa Catarina. O que ficou foi a lembrança de um time avassalador, mas que durante a competição tinha consciência de que o jogo mais importante era o que estava por vir.

O ano de 2013 não tem sido fácil pra grande massa tricolor, os percalços tem sido constantes. Mas apesar de tudo o que passamos até aqui, é possível sentir que assim como 2011, algo bom nos espera, até por que, tá todo mudo louco pra reviver aquele memorável 17 de outubro de 2011, que fez Joinville, a cidade do povo mais trabalhador, parar em pleno fervo de uma segunda feira. INCRÍVEL

A Elite nos chama!

29 de outubro de 2013 39

A Elite nos chama, não tem outra explicação. Oscilamos demais nessa série B, alternamos treinadores, o elenco rachou, perdemos pontos para times pequenos na arena, por exemplo (Boa e Avaí), etc, etc, etc… Tudo conspirava para que a esta altura do campeonato só cumpríssemos tabela. Mas não foi o que aconteceu. Chegamos a rodada 33 com totais chances de acesso, isso por que com o término dos dois jogos atrasados (América/MG 0 x 1 Paysandu e Atlético/GO 2 x 1 Avaí) a rodada novamente ajudou o tricolor, que com uma vitória diante do Paysandu na próxima sexta feira, colocará o time de maior torcida no estado a apenas 1 ponto do pelotão de acesso e fará com que brigue rodada a rodada até o final com, Sport/PE e Paraná Clube pelas duas vagas restantes. #FORÇAmeuJEC