Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Faltam lápis, sobram armas

28 de fevereiro de 2012 0

O estudo divulgado anualmente mostra que as vendas globais de armas aumentaram 1% em termos reais em 2010, na comparação com 2009, alcançando o total de US$ 411,1 bilhões. Há 44 americanas entre as 100 mais, e suas vendas correspondem a 60% do total. As vendas das 30 empresas europeias citadas somam 29% do total.

As 10 maiores companhias incluem a Lockheed Martin (EUA), a BAE Systems (Reino Unido), a Boeing (EUA), a Northrop (EUA), a General Dynamics (EUA), a Raytheon (EUA), a subsidiária americana da BAE Systems, a EADS (europeia), a Finmeccanica (italiana), a L-3 Communications (EUA) e a United Technologies (EUA). Juntas, só as sete americanas que estão entre as 10 mais empregam diretamente 890 mil pessoas. Este é o motivo para fazer a Rússia destinar 730 bilhões de dólares, até 2020, para atualizar suas forças armadas. Isso é quase 20 milhões por dia. Quantos empregos representam? Uma regra de três simples explica.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário