Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

10 áreas em que faltam profissionais

14 de dezembro de 2012 0

Todos os anos no Brasil, mais de 20 mil postos de trabalho no setor engenharia ficam em aberto porque não se formaram profissionais suficientes para preenchê-los.

Para lidar com esse déficit, faculdades vêm criando cursos mais voltados para áreas específicas (como petróleo) e institutos fazem parcerias como a fechada entre o Senai e o MIT (Massachusetts Institute of Technology) para operar centros de inovação no Brasil.

Mas não é apenas neste setor que há falta de profissionais. Segundo um estudo feito pela consultoria ManpowerGroup, 71% dos empregadores entrevistados no país dizem ter dificuldade para preencher postos nas mais diversas áreas – de motoristas a profissionais de tecnologia.

O dado fez com que o país ocupasse o segundo lugar entre os 41 países analisados – atrás apenas do Japão, onde 81% dos patrões sofrem mais para contratar, enquanto a média global é de 34%.

As áres mais carentes:

1º Técnicos, 2º Trabalhadores de ofício manual, 3º Engenheiros, 4º Motoristas, 5º Operadores de produção, 6º Profissionais de finanças, 7º Representantes de vendas, 8º Profissionais de TI, 9º Operários, 10º Mecânico.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário