Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vestibulandos de medicina escondiam escutas nas partes íntimas

19 de agosto de 2014 0

Os estudantes presos na tarde de sábado (16) por suspeita de fraude durante o vestibular de medicina da Estácio Uniseb, em Ribeirão Preto (SP), eram orientados pelos articuladores do esquema a esconder pontos eletrônicos em suas partes íntimas para evitar que os aparelhos fossem captados pelo detector de metais do prédio da instituição. A tentativa de burlar a prova, no entanto, foi interrompida por um perito contratado pela universidade, que identificou o uso da escuta por um dos estudantes em sala de aula. Ao todo, 11 pessoas foram presas – sete estudantes e quatro integrantes da quadrilha.

Dos estudantes envolvidos, quatro pagaram fiança de R$ 20 mil e foram liberados. Duas candidatas foram encaminhadas à Cadeia Pública de Cajuru (SP), mas foram posteriomente beneficiadas por um habeas corpus. Os suspeitos de chefiar a quadrilha, que foram levados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão por não pagarem fiança de R$ 40 mil, também foram soltos após obterem habeas corpus. A Polícia Civil vai investigar o caso.

As negociações

As negociações entre os chefes da quadrilha e os estudantes aconteciam através de mensagens trocadas em um grupo no aplicativo WhatsApp. No telefone celular de um dos suspeitos, a polícia identificou nas conversas do grupo intitulado “Estácio” a negociação de valores a serem pagos pelos estudantes – que variam de R$ 10 mil a 60 mil -, dados de contas bancárias, definição de pontos de encontro com candidatos e contatos de novos estudantes para integrar o esquema.

As conversas ainda evidenciam a participação de pais dos estudantes na fraude, com menção de entrega de veículos como forma de pagamento pela aprovação dos filhos no vestibular. Pela quantidade de integrantes no grupo de mensagens, a polícia suspeita que a quadrilha atue em vestibulares em vários Estados.

Fonte: G1

esc_municipal_sylvio

 

Bookmark and Share

Envie seu Comentário