Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Agenda"

Cronograma de estudos - 100 dias para o Enem

23 de julho de 2015 0

Uma das maiores dificuldades dos estudantes é conseguir conciliar os estudos, trabalho e vida social. Isso reflete muitas vezes no resultado final. Por meio dessa necessidade, viemos te ajudar a montar um cronograma de estudos para os próximos três meses antes do Enem.

Organize sua rotina

Já é hora de você se dedicar ao Enem, daqui a 100 dias o provão está ai. Então, escreva num papel e crie uma grade de horários do seu dia-a-dia. Coloque o horário de sua escola, do seu cursinho (se for o caso). Se tiver atividades extras como estágio, exercícios físicos, anote tudo.

Cronograma

Seu cronograma deve ser organizado de forma calendário semanal, e deve conter seis dias da semana. Escolha um dia do seu final de semana para descansar. A partir daí, comece a montar seus horários.

Assuntos e matérias

Separe todos os assuntos e matérias que vão cair no Enem, e deixe em destaque aquelas que você mais tem dificuldade. Dê atenção necessária para elas, o Enem, avalia todos as disciplinas por igual, exceto redação que tem peso maior. Organize seu cronograma intercalando as áreas, como história e física, português e biologia. Assim você cansa menos e não irá confundir as coisas.

Horários

Depois de separar as matérias por dia, escolha o melhor horário e veja quanto tempo você tem disponível. Quantas horas você vai se dedicar aos estudos? Que não seja de mais e nem de menos. É muito importante delegar o mesmo tempo de estudo para cada disciplina. A cada hora de estudo, faça um intervalo de 10 a 15 minutos. Cuidado para não passar disso.

Local de estudo

Escolha bem o seu lugar de estudos, às vezes sua casa ou seu quarto não é a melhor opção para estudar, pois pode haver muitas distrações. Porém, não esqueça que você pode precisar de algumas coisas durante as horas de estudo, como ir ao banheiro ou fazer um lanche. Opte por um lugar claro e arejado.

“Aula dada é aula estudada”

Se você ainda cursa o terceiro ano do ensino médio, ou faz algum cursinho, tente conciliar os assuntos do dia ao seu cronograma. Assim você aprende realmente o que foi dado na aula e fixa melhor os estudos. Sendo assim, você evita ter que estudar todos os assuntos na véspera das provas.

Faça simulados

Muito importante que você programe um simulado a cada duas semanas, resolva provas antigas, treine sua redação e resolva tudo dentro do tempo da prova. É bom se preparar de todas as formas possíveis. No momento da prova pode ser muito estressante e se você já estiver acostumado, isso pode fazer a diferença.

Dica: Cole lembretes no seu espelho, na sua porta, no guarda roupa. Assim a informação é assimilada naturalmente pelo seu cérebro.

Após organizar toda sua rotina, mãos a obra! Não adianta ficar só na vontade, tem que por em prática! Vamos lá pessoal, e bons estudos!

enem online

 

 

Bookmark and Share

Técnicas de motivação para estudar!

20 de julho de 2015 0

Quando estamos motivados, com certeza temos maiores chances de aprender as coisas. Então no momento em que estiver dedicando seu tempo para estudar para o Enem ou se preparando para o vestibular dos seus sonhos, esteja motivado. Se estiver desmotivado, é melhor não estudar, vai ser a mesma coisa que nada.

Pense no seu sonho

O que você deseja alcançar com sua nota no Enem? É o curso dos seus sonhos? Então não deixe essa oportunidade passar. Toda vez que for estudar, pense no seu alvo. Mantenha-se focado no seu sonho. Dê razões para o seu estudo. Uma das maiores satisfações é poder ver seu nome na lista de aprovados no curso que você tanto almejou.

Lembre-se: muito esforço = grande recompensa e pouco esforço = pequena recompensa.

Uma meta por dia

Programe seus estudos. É importante que você crie uma meta de estudo por dia, exemplo, estudar matemática, plano cartesiano e matriz e resolver os exercícios das páginas 7 e 8 da apostila. Seja específico. Quando chegar ao final do dia você já estudou e pôs em prática tudo aquilo que você aprendeu.

Uma dica: Estude aquilo que foi aplicado na escola ou no cursinho naquele dia.

Divida as tarefas

Umas das coisas que desanimam o aluno, é o tamanho das apostilas que os cursos preparatórios oferecem, geralmente é de 800 páginas. Não se desmotive com isso, divida essa tarefa, estude de 10 páginas por dia, assim em 80 dias você termina toda sua apostila! Lembre-se faltam 98 dias para o Enem! Ainda dá tempo!

Não perca tempo, comece agir

Toda vez que nos sentamos para estudar, começamos a pensar em um milhão de coisas, como, arrumar o quarto, lavar o banheiro, estudar toda a apostila, etc. Nesse momento, acabamos produzindo sentimentos como insatisfação, inquietação, preguiça e desmotivação. Então em vez de perder tempo pensando nessas coisas, comece a estudar! Lembre de suas motivações que assim você vai horas estudando.

Uma dica: Não permita distrações. Fique longe do whatsapp, facebook e do computador.

Xô desanimo! Dopamine seu cérebro!

Muitas vezes quando estamos estudando, bate aquele desanimo! A dopamina é responsável para nos energizar! Quando nosso cérebro bloqueia a passagem de dopamina, nos sentimos desanimados, cansados e logo o sono quer chegar no momento dos estudos. Quando isso acontecer, escute aquela música que mais te anima, levante, dê uns pulinhos, uma dançadinha, e quando já estiver animado novamente, volte a estudar. Não se esqueça de fazer um intervalo de 10 a 15 minutos a cada hora de estudo.

Uma dica: Faça uma playlist no celular ou no computador, coloque as músicas que te proporcionam felicidade e agitação.

Vamos lá! Dê um gás nos seus estudos e seja feliz com o resultado do Enem e do vestibular que você tanto deseja!

motovação

Bookmark and Share

Dicas para ler mais rápido os enunciados do Enem

14 de julho de 2015 0

Algo que sempre ouvimos os alunos reclamarem é: Por que o Enem tem tanto texto assim? Depois de horas de leitura, o candidato da prova, já está exausto e acaba se atrapalhando na leitura. Isso é normal. Mas com nossas dicas você vai ter um melhor desempenho na leitura da prova.

Leia primeiramente a pergunta antes do enunciado É muito mais fácil encontrar algo quando se sabe o que está sendo procurado, não é verdade? Sendo assim, na leitura é a mesma coisa. Você não vai sentir a necessidade de ler tudo novamente para encontrar aquela dica perdida no meio do texto.

Leia mentalmente

Sabemos que muitos têm essa dificuldade, pois acreditam que podem se concentrar melhor, claro que na hora da prova do ENEM, não dá para ficar falando alto. Mas isso atrasa sua leitura. Quando você gesticula, sussurra ou lê em voz alta, você está dando trabalho em dobro para seu cérebro. Além de processar as informações ele tem que distribuí- la para seus músculos da fala.

Use sua caneta para acompanhar a leitura Ao utilizar dessa técnica, você tem menos chances de se perder na leitura e repetir a linha, em caso de algum tipo de distração. Mantenha uma distância da folha Evite ficar com os olhos muito próximos da folha, é importante que você mantenha uma boa postura na cadeira e leia de longe. Para quem tem problemas visuais como miopia ou astigmatismo, não esqueça seus óculos. Se você ainda não providenciou os seus, vá atrás por que ainda há tempo. Não dá para fazer uma prova com dor de cabeça, né? Procure não se mexer muito Não fique mexendo muito a cabeça e nem os olhos para acompanhar a leitura. Este movimento por muitas horas pode te causar enjôos, náuseas e até mesmo tonturas. Não prejudique sua prova! Leia com atenção Nenhuma dessas dicas irá adiantar se você não assimilar a informação. Não leia mais rápido do que você é capaz de interpretar. Você acabará lendo novamente ou optando pelo “chute” arriscando o seu tempo.

Quando for fazer simulados ou estudar em casa coloque em prática essas dicas. A importância de praticar algo te faz mais rápido naquilo que você quer aperfeiçoar.

estudar-por-apostilas

Bookmark and Share

ENEM 2015: Começa hoje o período de inscrição e vai até o dia 05 de junho.

25 de maio de 2015 0

Não deixe para última hora. Saiba como se inscrever, conheça os prazos e entenda o que mudou

no edital deste ano.

A partir das 10h de hoje até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 05 de junho estão abertas as

inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Como fazer a inscrição?

As inscrições para o ENEM 2015 são feitas exclusivamente pela internet através do site do

Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) -

http://portal.inep.gov.br/ – .

Para preencher o formulário online de inscrição são necessários a identidade (RG) e CPF. A

documentação precisa ser do candidato que realizará as provas, não é possível se inscrever

usando a documentação dos pais.

Além dos documentos, o candidato precisa informar um endereço de e-mail válido. A partir

deste ano não será mais possível usar o mesmo endereço de e-mail para mais de um

candidato. Portanto, se você não tem um e-mail procure criá-lo antes de se inscrever no

ENEM.

 

No momento da inscrição você deve informar se tem mais de 18 anos, se tem a intenção de

obter a certificação do ensino médio através do ENEM, ou se precisa de algum atendimento

especial no dia da prova.

Taxa de Inscrição e Isenção

Este ano o valor da taxa de inscrição aumentou. Os candidatos deverão pagar R$ 63,00 para

realizar as provas.

Por outro lado, além dos candidatos que comprovarem baixa renda, todos os alunos de

escolas públicas que estão concluindo o ensino médio em 2015 estarão isentos da taxa de

inscrição.

O prazo final para o pagamento da taxa é dia 10 de junho até as 21h59.

Outra mudança no edital de 2015 diz respeito aos estudantes que recebem a isenção da taxa

de inscrição. Se estes candidatos não comparecerem nos dois dias de prova, perderão este

benefício para o próximo ano.

enem 15

Bookmark and Share

E você, já imaginou como seria um ENEM online?

25 de março de 2015 0

Fala meu povo :)

Então, estou acompanhando e estudando sobre o ENEM desde 2000, e aprofundei os estudos a partir de 2009, quando ele se transformou em um sistema de acesso ao ensino superior, organizei muitos simulados presenciais e online para o exame que ajudaram mais de 60 mil alunos nos últimos anos, e através desta experiência percebi que realizar uma prova de ENEM presencialmente é muito difícil e complexo, imagina que para fazer um  simulado presencial em 2011, para 29 cidades tivemos muitas dificuldades, e cá entre nos,   aprendemos muito este trabalho, principalmente com a  logística e correção das redações , agora fico imaginando um prova presencial de 8 milhões de estudantes, não é fácil né?

Percebeu o tamanho da encrenca?  Pense comigo e transforme tudo isso em um modelo online para o mesmo número de pessoas, e talvez seu primeiro pensamento seja que seria impossível realizar um ENEM online, e  depois qual a palavra que viria na sua cabeça? Não sei, mas eu pensaria em SEGURANÇA,  pois se o aluno realizar a prova em casa o modelo fica inviável, devido as colas e outras pessoas que poderiam ajudar , sem falar na INTERNET que pode cair, pois  muitas cidades no Brasil não possuem condições tecnológicas que dariam segurança  no sistema online.

Outra sugestão era realizar a prova em laboratórios de  escolas, só que todos sabem  que alguns desses laboratórios são sucateados e a INTERNET cai bastante, ficou difícil né? Depois de tudo isso insira a redação online para que todos os alunos possam enviar, só que não, pois se na hora de enviar ocorrer um problema…Não tem rascunho! O que o Ministério da Educação poderia fazer, é um simuladão online nacional com TRI,  como pré teste e também para treinar os alunos  um pouco antes da maratona do ENEM,  e através desse modelo começar um estudo des modelos mais humanizados de prova. E você já pensou como seria um ENEM online?

Desblogando! enem online

Bookmark and Share

A verdade sobre a polêmica do FIES

12 de março de 2015 0

 

Quando escutamos notícias sobre o crédito educativo, ficamos preocupados com as  reportagens que falam sobre atrasos nas matrículas, site que não funciona e as novas regras que limitam o acesso dos estudantes aos FIES, todas informações são muito contraditórias e no final da história não sabemos o que esta acontecendo, para entender um pouco melhor leia o texto abaixo;

O governo federal expandiu o crédito educativo de maneira mais agressiva nos últimos 04 anos, e beneficiou milhares de estudantes e também contribui para o crescimento de grandes grupos educacionais que viram aumentar suas matrículas e ações na bolsa de valores, para que vocês tenham ideia em 2010 o governo investia 1.1 bilhão no FIES, e em 2014 este valor saltou para de 13.5 bilhões de reais, e segundo analistas do mercado neste ano o valor  chegaria aos vinte bilhões, ou seja, quem acha que o arrocho fiscal do governo não atingiria o setor educacional estava enganado.

Nessa história o governo também mudou as regras para os estudantes, e agora o aluno deverá tirar mais de 450 pontos no ENEM e não zerar na redação, o mercado educacional e os estudantes reclamaram, e o governo acordou que a regra valeria a partir do mês de abril, esse novo modelo exclui de 40 até 50% dos alunos que fizeram o ENEM.

O que esta em jogo é a diminuição de recursos que o governo federal esta organizando para tentar organizar suas despesas, uma queda de braço contra a concentração de grandes grupos educacionais, que acabam ditando as regras do mercado, inclusive os aumentos nas mensalidades e a concentração dos monopólios educacionais que governo permitiu, e agora percebe que este controle não é positivo para o mercado educacional e principalmente para os estudantes.

O lado ruim de toda essa quebra de braço são as dificuldades que os estudantes estão tendo para conseguir acessar ao crédito com o MEC (Ministério da Educação), que  alega que o problema é o site que não comporta um número expressivos de acessos simultâneos, na minha opinião este problema já era para ser resolvido em janeiro, parece que tudo esta sendo feito para que os pedidos demorem  cada vez mais estudantes desistam dos seus sonhos, e claro o governo economize mais.

 

fies

 

 

 

Bookmark and Share

Os desafios da aprovação no Curso de Medicina: A origem do estudante de excelência

10 de março de 2015 0

Falaaa meu povo :)

Quando estou lendo postagens nos grupos de Whatsapp e facebook dos estudantes que sonham pelo curso de medicina, fico pensando nos desafios desta jornada que inclui aulas nos Cursinhos presenciais, participação de monitorias, atividades extra-classe e muitas horas de estudo na solidão dos quartos, de milhares de alunos determinados buscam um lugar ao sol no caminho da aprovação.

Com muitos anos de experiência no acompanhamento destes guerreiros percebi alguns fatores que transformam qualquer aluno em vencedor nessa competição, entre estas características destaco;

a)      Não pense em desistir ou buscar um curso mais fácil;

b)      Busque um orientador para conversar sobre suas dificuldades e recalcular a rota, caso tenha necessidade;

c)       Não olhe seus concorrentes pelo retrovisor, olhe sempre para frente, não se preocupe com os outros;

d)      Busque apoio da família, namorado (a) e amigos, e explicando seus objetivos, sonhos e a sua ausência de algumas atividades que você participava com estas pessoas;

e)      Não deixe ninguém desmotivar sua caminhada, lembre-se que a aprovação no curso de medicina pode levar anos, mais vale a pena;

f)       No ensino fundamental e médio é importante o aluno buscar equilíbrio em todas as disciplinas, mesmo aquelas que você não gosta;

g)      Busque principalmente a capacidade de raciocínio lógico, interpretação e resolução de problemas, este perfil é constituído através do enfrentamento de todos desafios que surgem na vida escolar, não fuja deles, enfrente e supere;

h)      Estabeleça o sistema “Aula dada, aula estudada”, isto é, ocorreu a aula no colégio ou cursinho, chegue em casa e estude aquela aula novamente e faça os exercícios, não deixe acumular;

i)         Anote suas dúvidas para uma conversa com o professor, seja ele da sala de aula, monitoria ou particular, outra alternativa é montar um grupo de estudos para ajudar e ser ajudado pelos colegas naquilo que eles tem mais conhecimento;

j)        Estude de 4 até oito horas por dia, com intervalo de 10 minutos para alongamento e alimentação, não esqueça de tomar bastante água;

k)      Refaça provas anteriores de vestibulares que você irá fazer, simule o tempo correto de prova, é importante realizar simulados presenciais e online;

l)         Monte um plano de estudo que organize sua vida até a data das principais provas que você irá realizar;

m)    Leia livros sobre cultura geral para melhorar seu vocabulário e conhecimento de mundo;

n)      Seja disciplinado, acordando e dormindo cedo, lembre-se que disciplina é liberdade;

o)       Escolha o Cursinho e material didático adequado para as provas que irá realizar;

p)      Escreva bastante e monte esquemas e resumos de tudo que você estudar;

q)      Crie o clima de vestibular e ENEM, com avisos, textos e lembranças da importância deste sonho no seu local de estudo, respire e viva esse momento, mergulhe no seu sonho;

Enfim tenho muitas dicas para vocês, em outro post publico outras informações, e lembre-se de seguir em frente, e sempre confiar em você e na sua fé pela profissão e o bem que ela faz ao próximo.

 

“O fracasso quebra as almas pequenas e engrandece as grandes, assim como o vento apaga a vela e atiça o fogo da floresta”.

Benjamin Franklin

aluna med

 

 

Bookmark and Share

Dez dicas que ajudam na escolha de fazer cursinho ou estudar em casa

06 de março de 2015 1

Uma dúvida que os alunos sempre comentam no começo do ano, é se devem fazer cursinho ou estudar em casa, tudo isso depende de uma série de fatores que devem ser levados em conta na hora da decisão, por isso elaborei para vocês 10 DICAS que irão ajudar neste momento.

  1. Identifique o seu JEITO DE APRENDER, como por exemplo, se você tem facilidade de aprender sozinho ou precisa constantemente de apoio de alguma pessoa presencialmente;
  2. Caso tenha dificuldade somente em ALGUMAS DISCIPLINAS, e não queira fazer um cursinho presencial, você pode optar pelos cursinhos de disciplinas isoladas, online, grupos de estudos com amigos ou professores particulares;
  3. Crie uma DISCIPLINA DE ESTUDOS, com horário, plano de estudos e apostila impressa que irá ajuda-lo a ter um cronograma até o final do ano;
  4. Escolha um LOCAL ADEQUADO para estudar que seja silencioso, iluminado, arejado e com uma cadeira confortável, caso não tenha disponível este espaço use bibliotecas públicas ou da sua escola;
  5. Organize  GRUPOS DE ESTUDOS com amigos que possuem facilidade nas disciplinas que você tem dificuldade, estes grupos podem ser presenciais ou pelo facebook e Whatsapp;
  6. Se você escolher um curso presencial APROVEITE O MÁXIMO DOS PROFESSORES, monitorias, aulas especiais, só não esqueça de deixar um espaço para os estudos em casa;
  7. Monte um PLANEJAMENTO NO CURSINHO PRESENCIAL para não chegar ao final do ano esperando aquele conteúdo que você tem dificuldade e depois terá pouco tempo para aprender, procure já seu professor para saber por onde começar a estudar esta matéria;
  8. Não fique sufocado pela QUANTIDADE DE CONTEÚDOS no final do ano  ministrado pelos cursinhos, e também não participe de aulões em datas próximas do vestibular;
  9. Fique atento sobre o trajeto que vai percorrer até o local do cursinho, não diminua seu tempo de estudos em virtude do trânsito, procure um local próximo da sua casa ou trabalho;
  10. Você percebeu que os dois modos de estudo são válidos, tudo depende das condições e FACILIDADE QUE VOCÊ TEM DE APRENDIZAGEM, e é claro que um cursinho presencial possibilita um aprendizado mais rápido, pois muita coisa já resumida, e no caso de somente  estudar em casa você terá que se dedicar e estudar mais tempo;

Então meu povo, é isso, agora é escolher e começar a estudar!

fazer cursinho

Bookmark and Share

Qual o melhor material didático para ESTUDAR?

05 de março de 2015 0

Esta é uma das muitas perguntas que vestibulandos e também alunos que irão realizar o ENEM em 2015 fazem nas redes sociais, além de perguntar sobre qual livro, apostilas tem mais qualidade na hora dos estudos, e claro qual o SEGREDO da sonhada aprovação, aliado ao melhor MATERIAL DIDÁTICO,  pensando nisso elaborei 10 DICAS para você escolher a MELHOR APOSTILA.

  1. Analise seu tempo de estudo e pense no cronograma de aulas que você irá estudar até o final do ano; Caso tenha dúvidas sobre PLANO DE ESTUDO, leia o meu post “Como elaborar um plano de estudos?”
  2. Relacione a quantidade dessas aulas com o número de aulas que a apostilas possui, verifique se ela tem os conteúdos básicos do Ensino Médio, é importante ressaltar que o ENEM e os vestibulares cobram esses conteúdos.
  3. Identifique se o material escolhido tem conteúdos, exercícios e temas alinhados ao conteúdo e perfil da prova que você irá realizar;
  4. Não escolha materiais de estudo pela moda ou porque todos seus amigos possuem, não esqueça que a melhor apostila é aquela que adapta a sua realidade de ESTUDOS;
  5. Verifique se a apostilas ou livro é um amontoado de conteúdos e exercícios sem relações com outras disciplinas,e verifique também se o material não contem erros de português, gráficos ou a diagramação é deficiente;
  6. É interessante pesquisar se o material é elaborado por autores que possuem e experiência na preparação para vestibulares e ENEM;
  7. Analise se o material possui uma quantidade relevante de exercícios direcionados as provas que você irá realizar;
  8. Não esqueça que a apostila do Cursinho ou colégio campeão nos Vestibular ou ENEM, tem relações com o tempo de estudo, dedicação e perfil do aluno no Ensino Fundamental e Médio e curso preparatório que ele escolheu, ou seja, APOSTILA SOZINHA NÃO FAZ MILAGRES.
  9. Não se iluda com apostilas coloridas com muitas imagens e uma capa legal, beleza nessa hora não vai levar você para a Universidade;
  10. E finalmente não esqueça que nada substitui um bom livro e também bastante leitura acumulada durante a sua vida, por isso amigo, sempre leia muitos livros sobre todos os temas.

Dica final: Fique atento na metodologia da apostila, ou seja, se ela possui o modelo “AULA DADA, AULA ESTUDADA”, sempre com conteúdos e logo depois os exercícios, é importante que as respostas desses  exercícios estejam no corpo do texto dos conteúdos do material escolhido por você, esse é o grande SEGREDO!

Agora é só sentar na cadeira e começar a estudar sua apostila!

estudar-por-apostilas

Bookmark and Share

Como elaborar um plano de Estudo?

04 de março de 2015 1

Nas redes sociais a última moda entre os alunos é a elaboração de PLANOS DE ESTUDOS, aquele guia que ajuda você no caminho da aprovação durante o ano, só que muitas vezes não sabemos como elaborar ou direcionar nossos objetivos no papel, por isso elaborei algumas dicas que irão ajudar você a desenvolver um plano que se adapte ao seu modelo de estudos, tudo isso baseado em 15 anos de experiência na preparação de alunos para ENEM, Vestibulares e Concursos,  e lembre-se que “DISCIPLINA É LIBERDADE”.

  • Estabeleça as metas que você quer alcançar, como por exemplo, quero ser aprovado no ENEM com nota X;
  • Analise seu histórico de notas do Ensino Médio, ou notas dos últimos vestibulares, ENEM e concursos, caso você tenha feito, LEMBRE-SE DE ANALISAR AS NOTAS DE CORTE DO ENEM, VESTIBULAR OU CONCURSOS;
  • Verifique seus pontos fortes e fracos em todas as disciplinas incluindo redação, e depois identifique qual matéria você precisa de  mais tempo de estudo;
  • Organize um esquema onde você consiga inserir no papel ou computador sua “TABELA DE TEMPO”, no qual inclua o tempo de dormir, acordar, horário do colégio, cursinho, trabalho, alimentação, lazer, atividade física e leitura de livros, caso você tenha outras atividades no dia insira também;
  • Depois de montar sua “TABELA DE TEMPO”, verifique o tempo livre para estudos em casa, não esqueça que o Ideal é deixar livre no mínimo 04 horas e no máximo oito horas por dia;
  • Coloque todas as informações em uma tabela no Word, Excel ou agenda do Google ou aplicativo do mesmo, e inclua avisos sonoros dos horários para estudar;
  •  Estabeleça o sistema “AULA DADA, AULA ESTUDADA”, ou seja, assistiu a aula no colégio, cursinho ou através de vídeo aulas, logo depois faça os exercícios relativos a matéria estudada e anotações das dúvidas que ficaram.
  • Na “TABELA DE TEMPO” identifique que as disciplinas que você tem mais dificuldade, deverão aparecer com mais tempo de estudo, não esqueça que as disciplinas de Matemática, Física, Química e Biologia naturalmente possuem uma carga superior de conteúdos, caso você tenha dificuldade nessas disciplinas é importante inserir mais tempo ainda de estudo para elas;
  • Deixe um espaço para as disciplinas que você mais gosta e tem facilidade, no começo da tabela para motivar o início dos estudos;
  •  Coloque o plano  em local visível e  siga ele de forma disciplinada, não esqueça revisar o plano sempre que perceber dificuldade no seu aprendizado, o plano tem que ser flexível e sempre analisado.

Agora bons estudos e até a próxima! :) Foto capa de estudos

Bookmark and Share