Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "ENEM"

Ministério Público e Polícia Civil confirmam fraude no concurso do Enem

27 de novembro de 2014 0

O Ministério Público e a Polícia Civil mineiros confirmaram nesta quarta-feira fraude no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano. Os órgãos, responsáveis por operação que desarticulou organização criminosa especializada em burlar vestibulares, garantem ter prova de atuação e candidatos beneficiados — e já identificados — em Mato Grosso, mas estão convictos de que a quadrilha atuou em todo o país. As investigações continuam em andamento e já resultaram na prisão de 34 pessoas.

A organização criminosa, cujos dois líderes viviam em mansões nos municípios de Teófilo Otoni, cidade do interior mineiro a 450 km de Belo Horizonte, e Guarujá, no litoral paulista, usava equipamentos eletrônicos de alta tecnologia para transmitir as respostas do exame nacional. A partir de um dispositivo que se assemelha a um cartão de crédito, o candidato participante do esquema recebia a transmissão e ouvia as respostas em um ponto no ouvido.

Os investigadores flagraram a quadrilha atuando neste Enem, nos últimos dias 8 e 9 deste mês, na cidade mato-grossense de Pontes e Lacerda, a 450 km de Cuiabá. Lá, o grupo conseguiu os cadernos de prova 10 minutos antes do início da prova e, com quatro estudantes e professores universitários em uma pousada, resolveram as questões e passaram aos clientes.

Fraudadores usaram modernos equipamentos para enviar respostas aos candidatos

— Eles substituíam as letras de cada questão por números. Um era a, dois era b e assim por diante. Então, os líderes, a partir de um carro com o rádio transmissor, passavam, por exemplo, a seguinte mensagem: ‘um barra 12.541, 53.215′. Eles queriam dizer que, no primeiro caderno, a primeira questão era a, a segunda b, a terceira e e assim por diante — explica o delegado da Polícia Civil à frente do caso, Antônio Junio Dutra Prado.

A polícia e o MP afirmam já ter identificado ao menos dois aplicadores do Enem que entregaram os cadernos ao grupo. Eles não descartam a atuação de outros integrantes da aplicação do exame. Os investigadores já identificaram e qualificaram dois estudantes que se beneficiaram do esquema, mas afirmam ter informação que comprovam ao menos 15 beneficiados.

— O líder que morava em Teófilo Otoni afirmou que lucraria R$ 3 milhões líquidos apenas nos concursos entre outubro e janeiro de 2015. Estamos só arranhando a superfície — diz o promotor de Justiça, André Luis Garcia Pinho, da Promotoria de Combate ao Crime Organizado.

Em relação ao Enem, o próximo passo da operação, batizada de Homeóstase 2, é encaminhar o inquérito ao Ministério Público Federal. Os investigadores não descartam que o Enem deste ano pode ter sido prejudicado pela quadrilha e também acreditam que outras edições podem ter tido a participação do grupo – o líder que morava em Guarujá atua no ramo há 20 anos.

Desde domingo, 12 integrantes, entre estudantes e professor universitários, médico e policial civil, foram presos. Outros 22 alunos foram flagrados participando do esquema no vestibular da Faculdade Ciência Médicas de Minas Gerais, realizado no último domingo. Todos foram ouvidos e liberados — parte deles, mediante fiança.

Fonte: O Globo

Bookmark and Share

Quadrilha pode ter fraudado Enem em cinco estados brasileiros

25 de novembro de 2014 0

A quadrilha presa por venda de gabaritos pode ter fraudado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em cinco estados brasileiros. A informação é do delegado Jeferson Botelho, Superintendente de Investigação e Polícia Judiciária. A operação da Polícia Civil, que prendeu 33 envolvidos nas cidades de Belo Horizonte, Teófilo Otoni e no interior de São Paulo, continua na manhã desta segunda-feira. Um policial civil, lotado em Governador Valadares, está entre os presos.

A polícia cumpre mandados de busca e apreensão em três cidades. Enquanto os policiais fazem diligências, o delegado responsável pelo caso, Antonio Junio Dutra Prado, está autuando as pessoas presas no domingo. Entre os detidos estão 11 fraudadores e 22 candidatos que faziam as provas para o curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (CMMG), em uma universidade no Bairro Buritis, Região Oeste de BH. Eles vão responder por formação de quadrilha, fraude em certame de interesse público e falsidade ideológica. Alguns podem ser liberados ainda hoje com pagamento de fiança, e outros continuarão presos.

Os mineiros Áureo Moura Ferreira, que mora em Teófilo Otoni, e Carlos Roberto Leite Lobo, morador de um condomínio em Guarujá (SP), estão entre os presos e são apontados como os chefes da quadrilha. O golpe consistia em inscrever médicos residentes e professores universitários em vestibulares. Eles faziam as provas e, depois de anotarem o gabarito com as respostas corretas, repassavam para Áureo. A organização criminosa foi investigada por mais de sete meses.

Usando um rádio transmissor, numa frequência ajustada nos micropontos (escutas) dos candidatos, Áureo repassava as respostas. Além da fraude no vestibular de ontem, foi apurado que o grupo, a partir de uma base num hotel em Pontes e Lacerda (MT), passou informações do gabarito das provas do Enem para vários candidatos.

A Faculdade de Ciências Médicas vais se pronunciar à tarde. A diretoria está reunida nesta manhã para tratar do caso.

Fonte: EM

REsidentes

Bookmark and Share

Resultado Enem 2014 será divulgado em janeiro

18 de novembro de 2014 7

Dez dias após a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio de 2014, a preocupação e o foco dos participantes voltam-se para o cálculo de suas notas e a possibilidade de ingresso no ensino superior utilizando programas do governo federal.

Neste momento é importante compreender que, mesmo após liberação do gabarito oficial na última quarta-feira (12), o que possibilita a contagem do número de acertos do candidato, ainda é impossível calcular sua nota final devido ao modelo utilizado para correção das provas objetivas do Enem (Teoria da Resposta ao Item).

O desempenho individual de cada estudante será conhecido somente após a divulgação do resultado do Enem 2014, que ainda deve demorar algumas semanas para ocorrer. O edital do exame não prevê uma data exata, mas o presidente do Inep (instituto que organiza o Enem) já informou que a liberação da consulta deve ocorrer em janeiro.

Além disso, o Inep vem repetindo edição após edição o período de ocorrência de eventos fundamentais como este. O boletim individual da prova de 2013, por exemplo, saiu no dia 4 de janeiro deste ano. Se este mesmo padrão da última prova for repetido, o resultado do Enem 2014 poderá ser liberado já na primeira semana do ano que vem.

Fonte: InfoENEM

Bookmark and Share

Denúncia de fraude na Redação do ENEM

13 de novembro de 2014 1

Uma imagem contendo o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) circulou nas redes sociais horas antes da aplicação da prova deste domingo (9), é o que afirma o estudante piauiense Jomásio Barros, de 17 anos.

Três dias após o exame, ele prestou queixa na Polícia Federal (PF) e se disse “indignado” com o caso. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, informou em nota que “não existe qualquer indício” de que o tema tenha vazado, mas reforçou que a denúncia será apurada “com rigor”. A PF não quis se pronunciar.

E você, o que acha da situação?

Adaptado de G1 Educação
Foto: Gilcilene Araújo/G1

Bookmark and Share

Enem 2014 foi aplicado com sucesso, confira alguns dados

10 de novembro de 2014 0

Às 18h30 de ontem (09) foi encerrada a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio de 2014. Algumas horas depois, em entrevista coletiva, o Ministro da Educação Henrique Paim avaliou positivamente a realização do Enem e destacou que a tranquilidade na condução desta edição consolida a prova: - “Tivemos um Enem tranquilo, o que demonstra a consolidação do processo. A logística aperfeiçoada a cada ano está mostrando resultados”.

O exame ocorreu em 1.752 cidades, em exatas 242.948 salas distribuídas nos 17.367 locais de provas em todo o Brasil. Ao todo 1.519 participantes foram eliminados, sendo 236 devido ao uso de celulares, especialmente tirando fotos e postando em redes sociais.

O custo do exame também foi divulgado. O MEC desembolsou o valor de R$ 52 para cada inscrito confirmado no Enem 2014. Como foram 8,7 milhões de candidatos, o valor total ficou em torno de R$ 453,5 milhões. A título de comparação, a edição do ano passado custo R$ 49,86 por candidato. Vale lembrar ainda que o valor da taxa de inscrição foi de R$ 35, sendo que a maioria dos participantes foi isenta deste valor (a quantidade oficial ainda não foi divulgada).

Outro dado que merece ser mencionado é a taxa de abstenção (faltosos). Conforme a Assessoria de Comunicação do MEC, o exame teve 28,64% de abstenção, equivalente a 2,4 milhões de candidatos. Nesse parâmetro houve uma ligeira melhora em relação a 2013, ano em que a mesma taxa foi de 29,7%.

O Enem 2014 ainda contou 17 mil detectores de metais, 69.392 candidatos sabatistas, 13.870 lactantes, 9.258 gestantes e 1.306 idosos.

O gabarito oficial deve ser divulgado até a próxima quarta-feira (12).

Fonte: InfoENEM

Bookmark and Share

Fica a dica: Candidato que tirar selfie durante o Enem será eliminado

07 de novembro de 2014 1

Durante o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está proibido fazer selfie. Os candidatos que postarem fotos de si mesmos no local do exame, da prova ou do cartão de respostas, mesmo que não esteja preenchido, poderão ser eliminados.

A regra está no edital: não é permitido portar máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPods, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens.

A recomendação é que os candidatos não levem esses objetos, mas caso estejam com eles, guardem em porta-objetos fornecido pelo aplicador. Os equipamentos e o celular deverão estar desligados. A embalagem deverá ser lacrada e identificada com o nome do participante. Deverá ser colocada embaixo da carteira e retirada apenas no fim da prova.

Os candidatos que portarem qualquer um desses objetos durante a prova, que fizerem postagens de texto nas redes sociais ou trocarem mensagens eletrônicas ou por e-mail também estão sujeitos à eliminação.

As provas do Enem serão aplicadas neste sábado e domingo. O exame tem 8,7 milhões de inscritos e ocorrerá em 1,7 mil cidades brasileiras. A prova terá inicío às 13h, no horário de Brasília. Os candidatos deverão chegar com uma hora de antecedência. Para verificar o local de prova, o candidato pode acessar o cartão de confirmação no site do Enem.

Fonte: Terra Notícias

Bookmark and Share

Estudei pouco para o Enem! E agora?

05 de novembro de 2014 0

Todo ano é a mesma coisa! Milhares de estudantes sentem-se preocupados com a quantidade de seus estudos ao longo do ano. Basta perguntar para qualquer professor de Ensino Médio ou de cursinho pré-vestibular para confirmar que umas das frases mais comuns dos alunos restando poucos dias para o exame é a seguinte: “Parece que não estudei o suficiente. Estou preocupado!”

Claro que esse sentimento é absolutamente normal, principalmente quando olhamos para a importância do Enem e, consequentemente, para toda pressão que recai sobre os ombros dos candidatos.

Inclusive, muitos nos perguntam se adianta estudar esta semana, mesmo não tendo se dedicado durante o ano todo. Bom, valer a pena até vale. Só não ache que fará milagre e que terá resultado parecido com aqueles que se dedicaram desde o início de 2014.

Entretanto, independentemente de ter estudado pouco ou não, agora não é o momento de perder o equilíbrio. Afinal, qualquer nervosismo, seja qual for a origem, só irá atrapalhar seu desempenho.

Nos últimos dias, algumas recomendações ajudam a começar a “entrar no clima” do exame, com responsabilidade e tranquilidade adequados para o momento:

  • Faça exercícios físicos moderados, pois enquanto cansa o corpo, irá descansar a mente.
  • Relembre alguns conteúdos já estudados e que julga importante.
  • Caso sinta-se bem, pode se aprofundar em vários assuntos, sem problema.
  • Procure alguns temas que podem aparecer na redação. Leia-os e pratique escrevendo.

Por fim, para finalizar, a principal dica: Acalme-se! Como já dissemos anteriormente, perder o equilíbrio neste momento apenas fará com que tenha um desempenho pior do que conseguiria se estivesse calmo.

O momento agora é de lapidar os conhecimentos adquiridos e buscar o emocional ideal para mostrar tudo que sabe no próximo final de semana.

Fonte: InfoENEM

Bookmark and Share

Fique atento! Não se atrase para o Enem 2014

04 de novembro de 2014 0

Já se tornou comum ver jovens chorando na frente de escolas e faculdades no final de semana do Enem porque não conseguiram chegar antes de o portão fechar. Para que você não perca a oportunidade de fazer a prova e tentar aquela tão sonhada vaga numa universidade federal, confira algumas dicas para que você seja pontual nos dias 8 e 9 de novembro:

1 – Chegue com antecedência
O exame começa à 13h com o fechamento dos portões, de modo que você deve chegar ao local da prova ao menos um pouco antes desse horário. Recomenda-se que os candidatos cheguem com no mínimo uma hora de antecedência, horário em que os portões são abertos, para não correr riscos de ficar do lado de fora quando o exame for iniciado.

2 – Conheça o local da prova
Você conhece a escola onde você fará a prova? Se sua resposta foi não, saiba que você faz parte da grande maioria dos estudantes. Entretanto, muitos deixam de visitar o local do exame com antecedência e, no dia, acabam se perdendo na região ou até mesmo no próprio edifício. Por isso, não passe pelo nervoso de tentar encontrar a rua da instituição faltando apenas cinco minutos para o fechamento dos portões; vá ao local antes. Se não for possível, muna-se de artifícios que te ajudarão a encontrar o local mais rapidamente, como aplicativos que indicam o caminho e até imprimindo mapas indicando o trajeto ideal.

3 – Cuidado com as filas
Foram 8,7 milhões de candidatos inscritos no país inteiro, ou seja, você certamente não será o único se deslocando pela cidade para realizar o exame. Por isso, lembre-se que as chances de ocorrer trânsito são bastante grandes, de modo que você deve se preparar para situações como esta. O mesmo vale para filas de maneira geral: por exemplo, se você quiser passar no mercado para comprar uns petiscos para a hora da prova ou desejar almoçar com sua família num restaurante antes da 13h, não deixe para fazer isso muito em cima da hora, porque estes são locais cheios tradicionalmente, aumentando assim suas chances de atraso.

4 – Conheça a programação da sua cidade
Há eventos capazes de causar certa comoção e tumulto na cidade e que, portanto, poderão se transformar em obstáculos entre você e o seu local de prova. No final de semana do Enem, São Paulo, por exemplo, receberá a penúltima corrida desta temporada da Fórmula 1, ou seja, quem mora ou realizará o exame na região de Interlagos deve ter uma atenção ainda maior no que diz respeito ao trânsito que deve ser intenso, sobretudo durante a hora do almoço. Confira também a previsão do tempo, principalmente se seu município sofre com mudanças climáticas, como enchentes em caso de chuva.

5 – Atenção aos fusos horários
Os horários das provas em todo o país são definidos a partir do horário de Brasília. Em outras palavras, se você está inserido noutro fuso horário e/ou então não segue o horário de verão vigente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, tenha a certeza de que você está fazendo a conversão correta dos horários para não chegar muito cedo ou, pior, se deparar com os portões fechados.

Fonte: Universia Brasil

Bookmark and Share

Falta pouco para o Enem: veja dicas de quem se deu bem no ano passado

03 de novembro de 2014 0

A poucos dias da edição 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o  G1 ouviu alunos que tiveram boas notas na prova do ano passado para dar dicas aos candidatos deste ano. Estudar ou relaxar nos últimos dias que antecedem o exame? Comer chocolate ajuda? Ainda dá tempo de revisar o conteúdo? Vale a pena fazer simulados? As provas do Enem serão no próximo sábado (8) e domingo (9). Veja o que dizem os candidatos que tiveram sucesso nas provas do ano passado e entraram na faculdade:

‘LEVE TRÊS MINUTOS EM CADA QUESTÃO’

Campeão de aprovações no curso mais concorrido das instituições, Guilherme Marinho, de 19 anos, recomenda que os candidatos durmam cedo nos dias que antecedem as provas e caprichem na alimentação. “É necessário evitar alimentos que não estejam na dieta normal.” Ele foi aprovado em medicina na UFMG e Unifesp (pelo Enem), além de ter passado nos vestibulares da Unesp, Unicamp e USP. Optou por estudar medicina na USP.

Para o dia da prova é fundamental chegar cedo para evitar imprevistos que possam render um atraso. “É bom conhecer o local de prova para ver quanto tempo é necessário para chegar. Eu sempre tive medo de perder, então chegava umas duas horas antes.” Guilherme não gostava de levar chocolate, pois o que deixava enjoado, principalmente nos dias quentes, optava por barrinhas de cereal e água, mas não em excesso para “exagerar nas idas ao banheiro.”

Como a prova do Enem é longa e cansativa, Guilherme lembra que é necessário manter uma média de três minutos na resposta de cada questão. “Sempre vai ter uma questão mais rápida e outra que vale a pena olhar mais vezes, mas o segredo é reler sempre o enunciado.”

Para o dia redação, dica de Guilherme que garantiu nota 1.000, é primeiro ler o tema e a coletânea, seguir para as questões, e quando bater o cansaço voltar para o texto. “Coloquei as questões principais no rascunho, depois voltei para as questões. Na segunda volta, fiz o texto direitinho.”

‘DESCANSE NOS ÚLTIMOS DIAS’

Aluno do Objetivo Integrado, Willian Werner saiu do ensino médio direto para a faculdade. Foi aprovado em engenharia de materiais na UFScar, em física no Instituto Federal de São Paulo pelo Enem, em química na Unicamp e engenharia de materiais na USP, onde se matriculou. Ele diz que o fato de ter participado de olimpíadas científicas o ajudou muito na preparação para as provas, pois deixou a carga de estudos menos pesada para os últimos anos.

“Também fiz provas antigas para me acostumar e ganhar ritmo, porque às vezes o problema nem a matéria em si é o cansaço da prova. Ao fazer os exames antigos, a prova soa mais tranquila para você, mas nos últimos dias não estudei, só descansei.”

Na véspera, Willian recomenda apostar em algo que dê alívio ao candidato, mas que “não seja energicamente desgastante. “Eu andava de bicicleta ou ficava em casa deitado, era o que mais me tranquilizava. Consegui manter a calma.”

‘TER CALMA E PRESTAR ATENÇÃO’

Luiz Sylvio Hermida, de 18 anos, cursou o ensino médio na escola Garriga de Menezes, no Rio de Janeiro, e saiu de lá direto para a faculdade. Foi aprovado em segundo lugar no curso de economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pelo Enem. O universitário disse que se preparou para o exame durante todo o ensino médio, embora tenha dado mais enfoque no terceiro ano.

A dica de Luiz para quem vai encarar a prova este ano é acompanhar as atualidades principalmente no campo da política e da economia. Ele lembra que embora a prova não cobre conhecimento específico sobre o noticiário, a leitura ajuda a ampliar o repertório até para a produção da redação. “Outra dica é parar de estudar nos últimos dias, isso é só aumenta o nervosismo. É preciso descansar um pouco.

Para os mais desatentos, Luiz reforça o momento de escrever no cartão reposta exige atenção redobrada. “É preciso fazer com muita calma e prestar atenção para não errar. Eu mesmo errei três questões.”

‘APRENDA A ADMINISTRAR O TEMPO’

Adriana Elisa Bozzetto, de 18 anos, deixou São Paulo, capital, para estudar relações internacionais na Universidade Federal de Dourados (MS). Já no segundo ano do ensino médio começou a fazer cursinho para se preparar para os vestibulares, mas lembra que também usou a plataforma Geekie Games – em funcionamento também neste ano – o que lhe ajudou muito na preparação.

“Aconselho a utilização porque essa plataforma faz um diagnóstico das suas dificuldades em cada competência cobrada no Enem e ajuda com aulas online e exercícios voltados para melhor entendimento do conteúdo”, diz

Outra dica da Adriana é estudar sociologia. “Me ajudou muito na redação, também é necessário treinar lógica e interpretação de texto. Lógica com exercícios na internet e questões passadas e para a interpretação de texto a melhor preparação é a leitura.”
A estudante diz que é importante resolver as provas dos anos anteriores para que o candidato se organize em relação ao tempo. “O Enem é uma prova extensa que exige bastante leitura, então saber administrar o tempo é essencial, principalmente no segundo dia.”

‘LEVE CHOCOLATE NAS PROVAS’

Matheus Evangelista de Souza, de 17 anos, teve sucesso no Enem conseguiu vaga na UFScar, mas decidiu cursar engenharia elétrica na USP. Ele diz que na reta final concentrou o tempo fazendo simulados de edições anteriores dos exames. “Descobri as áreas em que estava deficiente e também me acostumei com o ritmo das provas. Mas não recomendo forçar a barra, se você está cansado é melhor descansar e depois voltar aos estudos, rende muito mais do que continuar direto.”

Para a véspera da prova, a dica de Matheus é tirar o dia para relaxar, seja em um parque ou em um encontro com os amigos para aliviar a tensão. “Também é necessário comer refeições leves e dormir bem cedo, para acordar no outro dia descansado e na hora.” Ele não dispensou o chocolate durante os exames. “Nos dias decisivos sempre fui acompanhado por uma barra. Chocolate estimula a produção de serotonina, deixa nosso humor um pouco melhor pra encarar os vestibulares.”

‘RELAXE UNS DIAS ANTES DA PROVA’

Para se preparar para disputar uma vaga no curso de arquitetura, embora já tivesse talento para desenhar, Isabella Courel, de 18 anos, fez um curso preparatório de quase um ano. Também não descuidou dos estudos do conteúdo do ensino médio. Para ela, o nervosismo foi um vilão. “Me atrapalhou um pouco, se não tivesse tão angustiada, poderia ter ido melhor. É preciso tentar ficar tranquilo.”

“Também é preciso relaxar uns dias antes da prova, fazer algo que gosta, conversar com amigos, mas nada de sair para jogar futebol para não correr o risco de sofrer uma lesão”, diz.

Isabella afirma que cada candidato deve procurar o que mais lhe acalma. Durante o período de estudos, ela usou as redes sociais com moderação para não perder o foco e não teve problemas. “Mas eu também não sou muito fissurada, gosto de saber o que está acontecendo com os meus amigos, mas sem excessos.”

‘MOMENTO É DE REVISAR’

Foram dois anos de cursinho, um deles com dedicação exclusiva aos estudos para conseguir a tão sonhada vaga. Para Monique Ramos, de 20 anos, nesta reta final antes da prova o tempo deve ser aproveitado para revisar os conteúdos. “Não é hora de dar atenção para o que ficou para trás. Não é o momento de aprender, e sim, de revisar.”

Na hora da prova, a estudante optou por fazer as questões que tinha mais facilidade, por isso a parte de exatas ficou por último. No dia da redação, aproveitou que a “mente estava descansada” e escreveu primeiro o texto, antes de ir para as perguntas. “A parte mais difícil foi manter a calma.”

‘DEIXE AS QUESTÕES DIFÍCEIS PARA DEPOIS’

Formada em enfermagem há sete anos, Talita Keller, de 29 anos, trabalhava no Programa Saúde da Família na Zona Leste de São Paulo, mas desistiu do emprego para se dedicar aos estudos e conseguir uma vaga no curso de medicina. Ela teve bom desempenho no Enem 2013, conquistou algumas vagas na Federal da Bahia, do Sergipe, da Fronteira Sul e dos Vales do Jequitinhonha, mas optou por não se matricular e continuar os estudos no Etapa para tentar uma vaga em uma universidade de São Paulo.

“O que mais me ajuda é fazer os simulados. Pegar as provas anteriores, responder, corrigir e criar uma resistência de prova. O Enem é uma prova cansativa e vi muita gente desistindo de fazer a prova inteira, tem de ter resistência”, diz.

Talita afirma que 48 horas antes dos exames para de estudar e tentar relaxar. “Controlar o nervosismo é difícil, mas sou evangélica e a igreja é um grande apoio que tenho. A oração me acalma, me ajuda muito, além do apoio da minha família e esposo.” No dia da prova, a enfermeira responde as questões na sequência, mas não perde tempo com as mais difíceis. Pula e depois retorna nela. “Em 90 questões, por exemplo, deixo umas 15 para trás, depois retomo.”


Fonte: G1 Educação

Bookmark and Share

Falta pouco para o Enem: veja dicas e conheça as regras da redação

31 de outubro de 2014 0

Faltam poucos dias para o início do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os dias 8 e 9 de novembro. A dica de hoje é sobre redação, que será aplicada no segundo dia (9).

POR ONDE COMEÇAR?

- Calcule o tempo. Separe uma hora para fazer a redação.
- Encontre o tema. Organize as ideias e pense quais argumentos você vai defender.
- Escreva primeiro no rascunho. Faça os ajustes necessários. Releia o que escreveu para ver se está tudo compreensível e se não tem nenhum erro. Só depois transcreva o texto final para a folha oficial. As boas redações não têm nenhuma rasura.
- Capriche na letra. O examinador precisa entender o que você escreveu.
- Alguns professores recomendam começar pelo meio, a parte dos argumentos, para depois fazer a introdução.

COMO DIVIDIR O TEXTO?

- Divida o texto em parágrafos. Tem que dar a margem antes de iniciar um novo parágrafo. E coloque ponto final ao terminar.

- Faça um texto com 30 linhas. Dê um título de quatro a cinco palavras. O título não é obrigatório segundo o edital, mas ajuda a enriquecer a prova.
- Não escreva em primeira pessoa. Faça uma dissertação usando a terceira pessoa do singular ou plural (ele, ela, eles, elas).
- Leve a prova a sério. Não faça piadinhas, brincadeiras, nem seja preconceituoso nas ideias.
- Seja simples e objetivo. Pode escrever com simplicidade. Não precisa se preocupar com texto muito elaborado com vocabulário muito intelectual. Enem pede texto correto e coeso.
- Não fuja ao tema proposto. Segundo o edital, quem fugir ao tema deliberadamente vai ganhar nota zero.

COM OU SEM TÍTULO?

Segundo as regras do Enem, “o título é um elemento opcional na produção da sua redação e será considerado como linha escrita”.

O QUE PODE DAR ZERO À SUA REDAÇÂO?

- Não atender a proposta solicitada ou desenvolver outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo;
- Entregar a folha de redação sem texto escrito;
- Escrever até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo;
- Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação;
- Desrespeito aos direitos humanos;
- Parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto.

TEMAS QUE JÁ CAÍRAM

1998: Viver e aprender
1999: Cidadania e participação social
2000: Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional
2001: Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?
2002: O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita?
2003: A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo
2004: Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação
2005: O trabalho infantil na sociedade brasileira
2006: O poder de transformação da leitura
2007: O desafio de se conviver com as diferenças
2008 Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar
2009: O indivíduo frente à ética nacional
2010: O trabalho na construção da dignidade humana
2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado
2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21
2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Fonte: G1 Educação

Bookmark and Share