Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Mirela Janotti: Uma mulher de peito

18 de outubro de 2013 1

 

Digna de entrar para o rol das musas inspiradoras, Mirela Janotti não é atriz de novela global nem estrela de comerciais de TV, mas tem fãs e admiradoras espalhadas pelo país. A publicitária enfrentou um câncer de mama e contou sua história de maneira bem humorada no livro Força na Peruca, em 2006, que aliás, inspirou o documentário Mulheres de Peito, veiculado no canal pago GNT/GloboSA.

Em dezembro de 2012, ela lançou o segundo livro, com o mesmo nome do documentário, com histórias de mulheres que encontraram maneiras diferentes de enfrentar o câncer de mama.

Mirela conversou com a equipe do AN via e-mail e contou um pouco mais sobre o livro e o trabalho Mulheres de Peito.

Em seu primeiro livro, você contou de maneira bem humorada como conviveu durante o tratamento. Era uma outra fase. E agora, o que lhe inspirou a continuar escrevendo?

Mirela: Depois do meu primeiro livro, “Força na Peruca”, conheci muitas mulheres que estavam passando pelo tratamento do câncer de mama. Algumas me procuravam logo após receber o diagnóstico. Procurei dar atenção e esperança a todas elas e por conta disso me tornei muito próxima. Acabei acompanhando os tratamentos, os dramas e as vitórias. As histórias eram incríveis. Mulheres que encararam a doença e uma gravidez ao mesmo tempo, por exemplo. Mulheres que encaram tudo sozinhas. Algumas bem jovens, outras mais idosas. Histórias muito diversas. Resolvi então contar as histórias em um segundo livro.

O que você aborda nesta edição?

Mirela: Abordo a vida e a coragem dessas mulheres. São casos que mostram que as mulheres reagem de maneira diferente à doença mas que todas têm em comum muita força.

O livro tem relação direta com o documentário “Mulheres de Peito”? Como foi o processo da escrita? Foi difícil escrever sobre algo que você já havia passado?

Mirela: O documentário Mulheres de Peito é fruto do trabalho de quatro publicitários (eu, Maria Taccari, Sérgio Lopes e Sílvia Prado). Eu participo como sócia e como mulher de peito pois também dou meu depoimento junto com outras cinco mulheres. A direção é de Paula Galacini e foi veiculado no canal pago GNT/GLOBOSAT. O documentário foi inspirado em meu primeiro livro, portanto começou com minha história. Meses depois do término da produção do documentário, eu escrevi o segundo livro.

Com dois livros publicados e participação no documentário, você oficialmente assumiu a causa da prevenção do câncer de mama?

Mirela: Sim, assumi. Algumas vezes sinto que eu poderia esquecer tudo o que aconteceu comigo, passar a borracha. Mas, quando sinto que estou fazendo a diferença para alguém, esse lado engajador fala mais alto.

Você acha que é possível manter a autoestima durante o tratamento ? Como?

Mirela: Claro que é possível. Se os cabelos caíram, existem lenços lindos, perucas de todos os tipos. As cirurgias reconstrutoras dos seios estão cada vez mais avançadas. A maquiagem substitui sobrancelhas e cílios. De resto, é tentar manter a mente firme e pensar que ninguém é menos mulher por causa disso. A sensualidade está na cabeça. Força na Peruca!

Você é fonte de inspiração para muitas mulheres que estão ou já passaram pelo tratamento contra o câncer de mama. O que você procura transmitir a essas mulheres?

Mirela: Procuro em primeiro lugar me mostrar viva. “Vejam, estou aqui, não morri!” Em segundo lugar, digo que a doença é uma fase ruim que vai passar e que a vida não pode ser deixada de lado durante o tratamento. Se o médico permitir e se a mulher se sentir disposta – a grande maioria é mais guerreira do que um homem com gripe – ela deve procurar manter suas atividades. É uma fase também em que um pouco de egoísmo cai bem. Faça as coisas que gosta. Mime-se. Você em primeiro lugar!

Você pretende investir na carreira de escritora?

Mirela: Atualmente trabalho em uma agência de propaganda e não me sobra muito tempo para um terceiro livro. Mas gosto muito de escrever. Se Deus o permitir, levarei sim a carreira adiante.

Livro: Mulheres de Peito / Juste Editora

Preço sugerido: R$ 28,90

Onde comprar: www.justeeditora.com.br

Acompanhe as páginas de Mirela no Facebook: livro Força na Peruca https://www.Facebook.com/livroforcanaperuca e e livro Mulheres de Peito https://www.Facebook.com/LivroMulheresDePeito

Confira o teaser do documentário Mulheres de Peito:

Comentários (1)

  • Doris Ludewig diz: 19 de outubro de 2013

    Mulheres de Peito e um livro com uma linguagem fácil e as vezes ate divertida,eu amei o livro,todas as minhas amigas que leram também gostaram muito!Eu fiz mastectomia do seio direito e me sinto feliz da mesma forma;me olho no espelho e me sinto realizada porque tenho Vida,Deus as vezes da umas pedras no caminho,mas e pra serem tiradas sem medo,e dar valores que antes as vezes não se dava!E me considero uma Mulher De Peito!!!

Envie seu Comentário