Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de maio 2013

Furacão devorou o Coelho

29 de maio de 2013 2

No primeiro tempo, o Figueirense foi dono do jogo. Fizemos o primeiro, o segundo e poderíamos ter feito um terceiro, quarto e até o quinto e acabamos sofrendo um. Veio o segundo tempo, algum erro de passe, no primeiro ataque uma triangulação e saiu o terceiro e o quarto veio ao natural. Finalmente, o Alvinegro jogou muito bem.

Figueirense 100%

O Figueirense parecia um mineirinho quietinho: devagarzinho fez o resultado, jogando principalmente no contra-ataque. Na sexta-feira, casa cheia no Scarpelli. Faz tempo que a galera não comparece. Chegou a hora de mostrar quem é a maior torcida do Estado.

Adilson quer apoio

Reconheço que o Adilson é um dos melhores do Brasil, só que entrar com André Rocha e Ronaldo Tres eu não entendi. O torcedor em certos momentos tem sido impaciente, o comandante solicita apoio da galera. Apoio depende do empenho da equipe, só queremos determinação e raça, os resultados virão ao natural.

Mais sorte do que juízo

O time do vizinho quase foi engolido pelo Guará. João Belusso dá o drible da vaca no zagueiro e chuta pra fora, Alex Afonso dribla o goleiro e chuta na trave. Poderiam ter derrotado o Leão, a falta competência foi mais forte.

A união faz a força

27 de maio de 2013 5

Bem ou mal, passamos fase na Copa do Brasil e iniciamos bem a campeonato. O ataque está funcionando, mas é preciso aperfeiçoar as trocas de passes e ter mais atenção da defesa. Ricardo tem que ficar mais dentro do gol. Está sempre muito adiantado. A torcida tem deixar a ansiedade de lado. Com cada um fazendo a sua parte,  chegaremos ao objetivo maior.

Inticando
Frase do leitor Sergio Saturnino: “A defesa do time da Ressacada não marcou o goleiro do Oeste porque na área o goleiro é intocável”.



Adilson Batista quer apoio da galera

27 de maio de 2013 2


Tenho sempre elogiado nosso treinador, reconheço que ele é um dos melhores do Brasil. O torcedor, em certos momentos, tem sido impaciente e o comandante solicita apoio da galera. Quando sofremos o primeiro gol a equipe foi vaiada, mostrou reação, partiu para cima fez o gol. Aí o torcedor aplaudiu e jogou junto.

Apoio depende exclusivamente do empenho da equipe. Não queremos muito só exigimos raça e determinação. Só não entendo o Ronaldo Tres como titular.



Saldo de gols é sempre importante

27 de maio de 2013 1


Começamos com o pé direito fazendo o dever de casa. Dominamos a fraca equipe do América-RN. Mesmo assim, sofremos o primeiro gol, depois veio a virada, três gols. Para tirar um pouco do brilho da conquista, sofremos o segundo e o placar final ficou em 3 a 2. Com mais folga, teria sido melhor.

Desempenho de cada atleta

Ricardo falhou no primeiro gol, Willian mostra ser o lateral que procurávamos. Tiego e Douglas com altos e baixos, Saci e Willian Magrão muito bem, mas têm dado alguns sustos na galera. Ronaldo Tres foi a surpresa que o torcedor não gostou. Maylson foi eficiente, Ricardinho, para mim, o melhor do jogo.

Rafael Costa tomando conta da posição e Pablo não mostrou muito, mas fez o principal: gol. Tinga não entrou bem no jogo, Rennan Oliveira e Henrique Miranda não tiveram tempo suficiente para mostrar seu futebol.

Em atenção ao leitor

25 de maio de 2013 3

Ja tem muitos a criticarem nosso Figueirense, não seremos nós torcedores que vamos colaborar com isso.

Email recebido por um leitor


DEFICIENTE FÍSICO E TORCEDOR ALVINEGRO


IVENS…A DIRETORIA APRONTOU MAIS UMA…TIROU O DIREITO DOS DEFICIENTES FÍSICOS E PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS, DE ASSISTIR AOS JOGOS DO NOSSO QUERIDO FIGUEIRA…A PARTIR DE SÁBADO, DEVERAM PAGAR INGRESSO…!! VERGONHA…ESTÃO TIRANDO UM DIREITO ADQUIRIDO…..!!! COM O P.P.P NUNCA PAGOU-SE INGRESSO, O MESMO COM LODETTI…PORQUEI O SR WILFREDO TIROU ESTE DIREITO DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAS..? TAO FALIDO ESTA NOSSO FIGUEIRA QUE PRECISA COBRAR DOS 15 OU 20 DEFICIENTES FISICOS QUE ASSISTEM OS JOGOS..? OU ESTA QUERENDO RECEBER OS GASTOS COM A ” BARRAQUINHA” FEITA PARA CADEIRANTES..? COM A PALAVRA, A DIRETORIA…



Em atenção ao amigo

Amigo não faça julgamentos precipitados. Por sua colocação fui atrás da informação para te passar e o Figueirense em uma atitude simpática vai continuar com a gratuidade dos deficientes físicos. A FCF informou que a nova lei não obriga os clubes a darem gratuidade para essas pessoas. O Figueirense contrariando a determinação vai continuar com as portas abertas para esses torcedores. Um abraço amigo obrigado por nos acompanhar.

Ivens


Vamos começar a Série B com o pé direito

24 de maio de 2013 1

Para o jogo de amanhã, acho que William, Saci e Rafael Costa serão titulares, o resto deixo para o Adilson, já que ele sabe como extrair o melhor dos seus comandados no dia a dia.
Temos que esquecer as picuinhas e tentar impulsionar nossos atletas para as vitórias. Cada ponto disputado poderá ser o carimbo no passaporte para o acesso.

Um novo desafio

Amanhã será outro dia e as atenções estarão voltadas para outra competição. Na Copa do Brasil, já garantimos presença na próxima fase contra o Botafogo. Agora, o foco total está na Série B. Amanhã iniciamos a longa caminhada para o retorno à elite, e tomara que seja com vitória.

Dia da largada

Nem pensar em perder pontos em casa. Agora não tem desculpa, estamos em uma competição com 20 concorrentes em busca da ascensão. Vencer em casa e beliscar pontinhos fora é a formula do sucesso.

Uma pequena evolução

Ainda sobre a vitória contra Arapongas, o resultado não traduziu o que foi nossa superioridade. Apesar da fragilidade do adversário e três gols assinalados, colocamos duas bolas na trave, um anulado e diversas situações claras.
Com essa vitória não podemos dizer que tudo está resolvido, mas temos que reconhecer aconteceu uma melhora.

Ganhamos da ansiedade

23 de maio de 2013 2

Noite fria, pouco mais de 4 mil torcedores alvinegros e oito do Arapongas. A ansiedade tem sido nosso maior adversário. Dominamos, as oportunidades apareceram e não convertemos. Os gols saíram ao natural e o placar poderia ser maior tal a superioridade e o domínio alvinegro. Por ordem do Adilson, começaram a chutar de longe e o time ficou mais agressivo.

Novatos mudaram o jogo

As entradas de Willian, Pablo, Saci e Pablo foram importantes e mudaram as características do jogo. Passamos por mais uma fase da Copa do Brasil, coisa que o time do vizinho, mesmo com o seu endeusado, meio campo ficou no meio do caminho.

Zoiudos decepcionados

Com elenco ainda sem crédito com o torcedor, passamos por mais uma fase da Copa do Brasil. Já o time do vizinho, mesmo com seu endeusado meio campo, ficou no meio do caminho. “Sai pra lá, ô secadô”!

Estrelas solitárias

Existem times que são dependentes de determinados jogadores. O Santos de Neymar, o São Paulo dependia do Lucas. Ele saiu e eles não ganharam mais nada. No time da Ressacada também é assim. Sem Marquinhos o time vai pro brejo. Se bem que se o galego não fizer as malas, serão dois para eles ficarem dependentes.

COPA DO BRASIL

23 de maio de 2013 1

Apesar da fragilidade do adversário do domínio total do Figueirense os erros nas finalizações deixaram os torcedores apreensivos. Algumas vaias para André Rocha que por erros infantis proporcionou ao adversário contra ataques perigosos. Não vou comentar depois do resultado, quem leu a coluna da quarta feira viu que na minha escalação o timer formava com Ricardo, Willian, Thiego, Douglas e Saci. Quem escala é o Adilson e ele  ter seus motivos para escolher esse ou aquele. Nosso treinador pede encarecidamente o apoio do torcedor. Notei  que quando o jogo estava de um a um favorecendo os visitantes os gaviões começaram em coro pedir: Honrem a camisa do Figueira, em menos de três minutos saiu o segundo gol do Figueirense. Estamos classificados e muitos já deram adeus a competição, “né secadores de plantão”.

Prometeram e não cumpriram

22 de maio de 2013 5

As análises só poderão ser feitas depois de vê-los jogando. Entre os torcedores a apatia é geral, ninguém acredita nos nomes apresentados. Há alguns anos foram prometidos títulos estaduais e nacionais, transformando o Alvinegro numa das forças do Sul. Não ganhamos nada, fomos rebaixados para a Série B e não estamos esperançosos para os próximos compromissos.

Caras novas

Com Zé Carlos chegando, Ricardinho, Toscano, Danilinho, Pablo, Rafael Costa e Jean Carlos vão tentar a titularidade no ataque. Laterais, zagueiros e meias também vão buscar um lugar ao sol. Eu ainda tenho a esperança de que vão trazer um nome de impacto.

Cada torcedor é um treinador

Claro que a escolha dos titulares será de Adilson Batista. Nem sei se todos estão com condições de jogo. Hoje, contra o Arapongas, eu sairia com Ricardo; William Cordeiro, Thiego, Douglas e Saci; Willian Magrão, Tinga, Maylson e Gerson Magrão, com Renan Oliveira e Ricardinho no ataque.
No banco, Volpi, André Rocha, Bruno Pires, Danilinho e Toscano.

O reizinho do Rio

Na premiação do Catarinense, no Teatro Álvaro de Carvalho, nenhum jogador do Alvinegro foi o melhor na sua posição. No Rio de janeiro, o melhor lateral-direito foi Lucas, ex-Figueirense.

Vamos recuperar nosso lugar

21 de maio de 2013 5

Não vou comentar sobre o campeonato vencido pelo time do interior. O Figueirense precisa urgentemente fazer um projeto para recuperar a hegemonia no Estado e não deixar acontecer como em anos anteriores, onde o interior dominou a Capital por quase uma década. Perdemos a vaga da elite e agora o Estadual. Amanhã vamos pelo menos nos garantir na Copa do Brasil.

Para pegar o Fogão

Passar para a outra fase da Copa do Brasil nos garante um prêmio de R$ 400 mil, e a missão do Figueirense é contra o Arapongas PR, amanhã, no Scarpelli. Passando esse obstáculo, o campeão carioca, Botafogo, será o próximo desafio. Nossas esperanças estarão nos pés de Rafael Costa e nas surpresas que Adilson Batista vai realizar.

Ilha da Magia

Muitos jogadores voltam para os times da Capital por influência de suas famílias. Carina e a bela Camilli, esposa e filha de Gerson Magrão, falaram ao colunista que querem ficar na Ilha.

E a saúde, como fica?

Na reforma do Maracanã foram gastos mais de R$ 1 bilhão. Nos hospitais, milhares estão jogadas nos corredores. Nada contra o futebol, mas estão faltando com respeito ao cidadão.